Miguel nega fechamento do comércio de Petrolina após eleições por causa da Covid-19

Depois de uma série de boatos em relação a um possível lockdown, ou seja, fechamento total do comércio de Petrolina após as eleições, por causa dos números crescentes das infecções provocadas pelo novo coronavírus, o candidato à reeleição e prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), se posicionou nesta quarta (11). Veja o vídeo acima.

O gestor esclareceu que não existe qualquer intenção de decretar mudanças no funcionamento da economia local e criticou a onda de fake news alimentada pela oposição para aterrorizar a população.

LEIA MAIS

Cooperativa Comercial de Juazeiro envia carta ao governador Rui Costa solicitando apoio para abertura do comércio

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Cooperativa Comercial de Juazeiro (BA) enviou carta ao governador da Bahia, Rui Costa, solicitando apoio para a reabertura do comércio da cidade. O prefeito Paulo Bomfim chegou a lançar um plano de retomada da economia na cidade que começou no dia primeiro de junho, mas com o crescimento dos casos de Covid-19, após a retomada das atividades, o prefeito recuou e voltar a determinar o fechamento das lojas consideradas não essenciais.

Houve protesto dos comerciantes, mas o prefeito manteve o decreto que determinava a suspensão das atividades. Essa semana, o governador Rui Costa, determinou que essas medidas vão continuar até o final do mês de Julho, pelo menos, com possibilidade de serem prorrogadas mais vezes.

Nesta sexta-feira (24), a Cooperativa Comercial de Juazeiro (COOPCOM), resolveu enviar uma carta ao governador pedindo a reabertura do comércio de Juazeiro. Confira à íntegra do documento abaixo.

LEIA MAIS

Juazeiro prorroga toque de recolher e fechamento do comércio até 26 de julho

Toque de recolher e fechamento do comércio é prorrogado (Foto: Blog Waldiney Passos)

O prefeito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim (PT), confirmou durante coletiva de imprensa nessa terça-feira (14), que o toque de recolher e o fechamento do comércio serão estendido até o próximo dia 26 de julho, as 18h às 5h do dia seguinte. Bomfim tomou a medida para que a cidade baiana siga o prazo do isolamento social de Petrolina (confira aqui).

“A partir de já nós iremos fazer a extensão do toque de recolher e o fechamento do comércio até o dia 26 de julho, como forma de alinhamento de medidas com a cidade irmã Petrolina. Juazeiro e Petrolina são cidades irmãs e para gente juntos, combater esse coronavírus, a gente precisa que a unidade dessas cidades se coloque ainda mais nesse momento“, afirmou Bomfim.

Hospital de Campanha

Os gestores de ambas as cidades têm mantido diálogo em busca de ações preventivas unificadas, disse o prefeito baiano. Paulo Bomfim também anunciou a montagem de um Hospital de Campanha, com 60 leitos, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Já encaminhei o processo para licitação, nós vamos fazer o hospital com 60 leitos. Se necessário for, nós vamos ampliar”, disse.

Após série de ações, Trindade melhora índice de isolamento social

Desde 28 de junho funciona apenas o comércio essencial em Trindade (Foto: Ascom PMT)

O balanço apresentado pela Prefeitura de Trindade, no Sertão de Pernambuco, nessa segunda-feira (13) indica que o índice de isolamento social melhorou na última semana. De 30,50% a taxa subiu para 37%, o que representa uma alta de 21%.

LEIA TAMBÉM

Comércio de Trindade funcionará das 7h às 14h por conta da pandemia, anuncia prefeito

“Vimos por meio do gráfico apresentado, que o percentual de isolamento social dos trindadenses vem melhorando muito, e está dando certo, os números tem sido satisfatórios”, disse o prefeito Everton Costa. Esse foi o maior índice registrado desde 8 de junho, quando a Prefeitura começou a monitorar a taxa.

Ações conjuntas

Além de tornar mais rígida as regras para funcionamento do comércio, Trindade também intensificou medidas como aferição de temperatura, orientações aos munícipes e entregas de kits com máscaras e álcool em gel; além de higienizar a área bancária.

Dados

O boletim de domingo (12) indicava 199 casos positivos do novo coronavírus. 147 pessoas já haviam se recuperado da doença. Trindade ainda contabilizava nove mortes e 24 casos em investigação.

Prefeitura de Juazeiro prorroga fechamento do comércio e toque de recolher até o dia 19 de julho

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Prefeitura de Juazeiro prorrogou nesta terça-feira (7) as medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Pelo novo decreto, o fechamento do comércio e o toque de recolher passam a vigorar até o dia 19 de julho de 2020.

A suspensão do funcionamento dos serviços não essenciais e de todas as atividades que geram aglomeração de pessoas se dá pelo crescente número de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Juazeiro já contabiliza mais de mil casos confirmados e 34 mortes.

LEIA MAIS

Paulo Bomfim anuncia mais 30 leitos para UPA de Juazeiro e reafirma que momento é de pensar nas vidas

UPA contará com 30 novos leitos (Foto: Divulgação)

Juazeiro (BA) ganhará novos leitos destinados ao tratamento de pacientes com covid-19. O anúncio foi feito pelo prefeito Paulo Bomfim (PT) durante coletiva de imprensa virtual, na manhã dessa segunda-feira (6). O gestor classificou a situação no município como “muito preocupante”.

“Hoje venho dizer que tomei a decisão de ampliar ainda mais a nossa UPA. Nesse primeiro momento vamos colocar mais 30 leitos na UPA e se necessário for, colocarei mais, até 100 leitos, pra gente poder dar mais opções e poder atingir o maior índice possível de quantidade de leitos e não deixar nossa população desassistida”, explica o prefeito.

Hospital Regional de Juazeiro

Em relação aos leitos anunciados pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT) que esteve em Juazeiro na semana passada, a expectativa é que eles já funcionem até amanhã, terça-feira (7). “São mais 10 novos leitos de UTI no Hospital Promatre e mais 20 intermediários, esses leitos a gente já começa a funcionar e até o final desse mês de julho o governador anunciou que teríamos mais 24 leitos de UTI no Hospital Regional e mais 30 leitos intermediários“, destaca.

Comércio seguirá fechado

Na soma do prefeito são 80 leitos em Juazeiro. Ele também comentou sobre o comércio, que ficará fechado até 12 de julho. “Sei da necessidade de proteger o emprego das pessoas e o comércio, mas o momento é de pensar na vida das pessoas, por isso todas essas decisões estão sendo tomadas”, justifica.

Prefeito de Juazeiro cita receio de lockdown e justifica endurecimento com comércio durante pandemia

O prefeito Paulo Bomfim realizou mais uma coletiva de imprensa nessa terça-feira (30) na sede da Prefeitura. Em rápidas palavras ele justificou o fato de ter estendido o fechamento do comércio não essencial para 12 de julho: a medida se faz necessária para analisar o avanço dos casos em Juazeiro (BA).

LEIA TAMBÉM

Fechamento do comércio de Juazeiro é prorrogado até dia 12 de julho

“O decreto eu mudei do dia 6 ao dia 12 [de julho], que é o tempo que a gente vai avaliar a abertura desses leitos de UTI e avaliar o aumento do crescimento desse vírus. Caso a gente consiga controlar, a gente pode [reabrir o comércio] ou controlar um pouco mais“, destacou.

LEIA MAIS

Juazeiro: entidades ligadas ao comércio criticam decisão do prefeito de fechar o comércio

Entidades ligadas ao comércio em Juazeiro (BA) emitiram uma nota conjunta demonstrando indignação com o prefeito Paulo Bomfim de suspender o plano de reabertura do setor. As instituições lembraram ter se engajado no cumprimento das medidas necessárias para funcionamento do comércio durante a pandemia.

Erro da gestão

Segundo a nota assinada por instituições como a CDL e Sindilojas, o crescimento de casos em Juazeiro não tem relação com a reabertura do comércio e sim com a intensificação dos testes rápidos feito pela Prefeitura. Para eles, o fechamento é um erro.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura de Juazeiro divulga regras gerais para funcionamento do comércio essencial de Juazeiro

URGENTE: Prefeitura de Juazeiro anuncia fechamento do comércio a partir de segunda-feira

“O comércio varejista de Juazeiro está morrendo, sucumbindo por erros sucessivos de decisões equivocadas do poder público municipal. Enquanto isso, Petrolina com um número de casos superior, está com o seu comércio funcionando, inclusive o shopping da cidade, valendo-se dos procedimentos sanitários adequados para que a vida, a economia e o emprego possam continuar diante do presente cenário”, diz a nota.

Outro lado

O Blog procurou a Prefeitura de Juazeiro para saber o que a gestão tem a comentar, mas até o encerramento dessa matéria não obtivemos resposta. O espaço segue aberto. Leia a seguir a íntegra do texto:

LEIA MAIS

Depois de registrar 5 casos do novo coronavírus em 24 horas Uauá adota toque de recolher e fechamento do comércio

Cidade de Uauá. (Foto: Divulgação)

O prefeito de Uauá, no norte da Bahia, Lindomar Dantas, anunciou uma série de medidas restritivas com o objetivo de conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no município.  O decreto foi publicado nesta segunda-feira (22) e as medidas serão adotadas até o dia 30 de junho.

A decisão foi tomada, após a Secretaria Municipal de Saúde ter anunciado, na última sexta-feira (19), a identificação de cinco novos casos de Covid-19 em menos de 24 horas.

De acordo o decreto nº 1.119/2020, entre as determinações estão a suspensão de todas as atividades não essências;  proibição da circulação de pessoas entre às 21h e 06h (salvo para motivos como deslocamento para aquisição de medicamentos e produtos médico-hospitalares, consultas ou realização de exames); proibição da circulação de transportes  intermunicipais; suspensão da feira livre e também a proibição de aglomerações de pessoas em locais públicos ou particulares, bem como a realização de eventos de caráter cultural, religioso, político ou comemorativo, independentemente do número de pessoas.

Até o momento, Uauá contabiliza nove casos confirmados do novo coronavírus, com quatro pacientes clinicamente curados. Ao todo, quatro casos estão em investigação, sendo que um está aguardando resultado de exame do Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) e três estão em isolamento domiciliar.

Prefeitura de Juazeiro divulga regras gerais para funcionamento do comércio essencial de Juazeiro

O Blog mostrou mais cedo que a Prefeitura de Juazeiro (BA) determinou o fechamento do comércio a partir de segunda-feira (22), para tentar controlar a disseminação do novo coronavírus. Somente o comércio essencial estará mantido (saiba mais na matéria).

Todavia, a abertura desses estabelecimentos deve seguir as regras gerais informadas pelo prefeito Paulo Bomfim durante a coletiva de imprensa realizada hoje (20). Veja as orientações da gestão municipal:

  • Todos os estabelecimentos autorizados a abrir deverão disponibilizar álcool em gel 70% para higienização dos clientes;
  • Também é obrigatório a aferição de temperatura no acesso ao estabelecimento comercial;
  • Quem não abrir a público poderá fazer delivery, inclusive por aplicativos de refeição e comércio eletrônico.
  • Somente farmácias e postos de combustíveis poderão funcionar 24 horas. Os demais, apenas 7h às 19h.⁣

URGENTE: Prefeitura de Juazeiro anuncia fechamento do comércio a partir de segunda-feira

Crescimento de casos confirmados levou a revogação do decreto municipal (Foto: Blog Waldiney Passos)

A partir de segunda-feira (22) fica determinado o fechamento do comércio de Juazeiro (BA) até pelo menos 30 de junho. A medida foi anunciada na manhã desse sábado (20) pelo prefeito Paulo Bomfim durante coletiva de imprensa. Bomfim também anunciou que o toque de recolher passará a vigorar em novo horário, das 20h às 5h.

A reabertura do comércio foi iniciada no dia 1º de junho e de lá pra cá a cidade registrou um salto nas confirmações. Até 30 de maio eram 72 pacientes infectados e apenas quatro mortes. “No boletim de ontem foram 331 casos, nesses 19 dias nós evoluímos 272 casos. A coisa começou a ficar muito séria e infelizmente eu venho aqui anunciar o fechamento do comércio. Não estou culpando o comércio pela quantidade dos casos”, afirmou o gestor.

O que abre e fecha com o decreto

Diante das medidas anunciadas hoje poderão funcionar:

  • de segunda à quarta-feira: lojas de material de construção, de limpeza e higiene em geral; loja de defensivos e insumos agrícolas.
  • de segunda à sexta-feira (exceto sábado, domingo e feriados): mercadinhos, supermercados, hipermercados e açougues.
LEIA MAIS

Justiça mantém validade de decreto e supermercados de Paulo Afonso deverão funcionar por delivery até quarta-feira

Na busca por conter a disseminação do coronavírus em Paulo Afonso (BA) a Prefeitura determinou o fechamento de supermercados até a próxima quarta-feira (17), mas a medida não soou muito bem entre os empresários que acionaram a Justiça e acabaram perdendo.

A justiça baiana reconheceu a validade do Decreto n°5.796/2020 e negou a cautelar da Associação Baiana de Supermercados no plantão desse domingo (14). Na decisão do juiz plantonista Daniel Pondé “não resta qualquer dúvida que o Município de Paulo Afonso possui competência para, dentro de seu território, regulamentar e controlar as atividades econômicas com finalidade de combater a propagação do coronavírus. Aliás, até mesmo a parte autora reconhece este poder-dever da municipalidade, aduzindo que “o Município em questão possui competência para a aplicação de sanções quanto à verificação de descumprimento do Decreto Municipal, conforme, inclusive, já reafirmado pelo STF”.

Lockdown não está descartado

Dessa forma, os mercados deverão continuar atuando apenas com serviço de delivery, das 8h às 12h. Em um vídeo divulgado na página da Prefeitura o secretário de Saúde Ghiarone Garibalde não descarta a hipótese de um lockdown.

Não é um lockdown. O que estamos implantando a partir de sábado é uma restrição no comércio de Paulo Afonso para que possamos fazer uma desinfecção para o controle da pandemia. Se não conseguirmos com essa ação, teremos que trabalhar outras alternativas e irá desembocar num lockdown“, explicou.

Casa Nova registra 7 casos positivos do novo coronavírus e prefeito decreta toque de recolher em Distrito com 6 casos

Wilker Torres, prefeito de Casa Nova (BA).

Em live realizada na noite desta sexta-feira (22), o prefeito Wilker Torres, do município de Casa Nova (BA), na região norte do estado da Bahia, anunciou o registro de 7 casos do novo coronavírus. 6 destes pacientes, trabalham em fazendas de produção de frutas no Distrito de Santana do Sobrado. O outro paciente pertence ao quadro de funcionários da rede municipal de saúde.

O prefeito também anunciou toque de recolher no Distrito de Santana das 22h às 4h30 do dia seguinte. Decretou também o fechamento da feira livre do Distrito e da Sede do Município, fechamento dos comércios não essenciais do dia 25 a 31 de maio e suspensão de cultos religiosos presenciais. Ficam abertas a lojas de defensivos agrícolas, lojas de rações, lojas de peças de veículos, supermercados, padarias e açougues.

Prefeitura de Senhor do Bonfim volta a fechar comércio e feira livre para evitar proliferação do novo coronavírus

Em novo decreto, a vigorar a partir de zero hora de segunda-feira (18), o comércio será fechado mais uma vez. A suspensão dessa atividade será, a princípio, por 07 dias. Sábado próximo, dia 23, também não será realizada a feira livre.

O Prefeito de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro, usou mais uma vez o Facebook oficial da prefeitura para dar novas informações a respeito do trabalho do governo municipal de combate ao novo coronavírus.

O gestor inciou falando sobre o Portal da Transparência e explicou porque os vereadores da base decidiram votar contra um Projeto de Lei na Câmara Municipal na última quinta-feira, dia 14, que previa a criação de um portal municipal para divulgar receitas e despesas relacionadas ao combate à Covid-19.

Segundo afirmou, no Portal da Transparência da Prefeitura Municipal já consta uma aba referente a todos os recursos aplicados no combate à pandemia, podendo ser acessada por todos os munícipes.

Governador Paulo Câmara prorroga fechamento do comércio até 31 de maio

Governador Paulo Câmara. (Foto: Aluísio Moreira /SEI)

A suspensão do funcionamento de estabelecimentos comerciais, industriais e prestadores de serviço em Pernambuco foi prorrogada até o dia 31 de maio, por determinação do governador Paulo Câmara. A exceção fica para as atividades consideradas essenciais, previstas no decreto estadual nº 49.024/2020, que estabelece o período de quarentena em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife, entre os dias 16 e 31 de maio, como estratégia para ampliar o isolamento social e reduzir a curva de transmissão do novo coronavírus no Estado.

A prorrogação do prazo de fechamento do comércio, indústria e empresas prestadoras de serviços está prevista no artigo 15º do decreto estadual, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (15). O mesmo documento trata da intensificação de medidas restritivas da quarentena determinada pelo Governo do Estado no início da semana, e que entrará em vigor a partir deste sábado (16) no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Entre as medidas adotadas está o rodízio de veículos em dias alternados, de acordo com o último numeral da placa (par ou ímpar). A restrição à circulação de veículos e o fortalecimento da fiscalização nas ruas e em estabelecimentos comerciais são medidas que visam coibir ao máximo a circulação de pessoas nessas cinco cidades, que concentram mais de 70% das notificações de contaminação pela Covid-19 no Estado. O isolamento social é cientificamente comprovado como a forma mais eficiente de evitar a transmissão do vírus.

12