Fechamento do comércio de Juazeiro é prorrogado até dia 12 de julho

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O fechamento do comércio de Juazeiro, na região norte da Bahia, determinado pelo Decreto n° 449 de 20 de junho de 2020, fica prorrogado até o dia 12 de julho, exceto os estabelecimentos já definidos. O toque de recolher, que restringe locomoção de pedestres e veículos entre 18h e 05h, também fica prorrogado até a mesma data de 12 de julho, excetuando os trabalhadores de atividades essenciais como profissionais de saúde.

A decisão foi tomada durante reunião do Comitê de Prevenção e Combate à Covid-19, ocorrida na tarde desta segunda-feira (29), a medida tem como principal objetivo diminuir a taxa de transmissão do novo coronavírus aumentando o índice de isolamento social.

“Nas reuniões do Comitê de Saúde, que acontecem de maneira frequente, recebo dos especialistas as avaliações sobre a evolução da pandemia no município. A partir de dados científicos são definidas as estratégias para o enfrentamento com as diversas ações que temos implementado. E as medidas de restrição para aumentar o isolamento social e frear a propagação do vírus também fazem parte dessas estratégias. Sabemos as dificuldades que todos estão passando, mas juntos venceremos essa luta”, atestou o prefeito Paulo Bomfim.

Prédio da Secretaria da Saúde de Juazeiro será fechado dois dias para higienização

(Foto: Ascom/PMJ)

A Secretaria da Saúde de Juazeiro informa que, nesta quarta e quinta-feira , 29 e 30, respectivamente, o prédio da instituição estará fechado para realização de higienização do imóvel. Com isso, estarão suspensas todas as atividades ao público da referida unidade. A medida adotada tem como principal finalidade manter o ambiente limpo e assim evitar a contaminação pelo novo coronavírus, devido ao trânsito de diversos profissionais, em vários ambientes da cidade. A secretaria só será reaberta na segunda-feira (04/05).

Os serviços de dispensação de dieta, realizado pela assistência nutricional, e os pacientes que tinham insumos para buscar nesta quarta e quinta-feira, deverão se dirigir somente na segunda-feira (04/05).

Com uma medida já adotada para evitar fluxo de pacientes oncológicos no prédio da secretaria, as marcações e agendamentos das viagens pelo Tratamento Fora de Domicílio permanecerão por meio do WhatsApp (74) 99198 0225.

Para a Secretária da Saúde, Fabíola Ribeiro, a higienização se faz necessária. “Estamos com transmissão comunitária na cidade, trabalhos em um ambiente que recebe profissionais de saúde que estão na linha de frente para o combate da COVID 19, bem como também, recebemos pacientes e o público em geral na unidade. Com isso, vamos fechar dois dias para uma higienização eficaz. Na segunda-feira (04/05) abriremos o prédio e voltaremos com o atendimento ao público”, destacou.

A Secretaria ressalta ainda aos profissionais que atendem na zona rural que o embarque continuará sendo na rua entre a Canteiro de Obras e o prédio da SESAU, na Avenida Adolfo Viana. Nenhum profissional, ou servidor, está autorizado a entrar no prédio durante os dias de higienização.

Pernambuco prorroga fechamento de praias e parques

Governador Paulo Câmara. (Foto: Aluísio Moreira /SEI)

Após o número de casos confirmados de coronavírus triplicar em Pernambuco, o governador Paulo Câmara decidiu prorrogar o fechamento de praias e parques no Estado até a próxima segunda-feira (13).

O decreto, que anteriormente proibia a circulação de pessoas apenas nas faixas de areia, agora proíbe a também a circulação nos calçadões.

Estarão fechados os parques 13 de Maio, Jaqueira, Santana, Arnaldo Assunção, Robert Kennedy, Apipucos, Caiara, Arraia do Forte Novo do Bom Jesus, Dona Lindu, Macaxeira e Sítio Trindade.

Outra novidade é a produção de álcool gel em grande escala no Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lafepe). Para auxiliar no combate à Covid-19, com a sua própria fórmula, a instituição adaptou uma linha de produção já existente adquirindo novos equipamentos necessários no período de 15 dias, com um investimento de R$ 400 mil.

O material será distribuído em bombonas de cinco litros e objetivo, ao longo do mês de abril, é entregar 70 toneladas do produto aos hospitais da rede pública estadual. “Serão produzidas duas toneladas de álcool em gel por dia. E estamos criando as condições para, no mês de maio, entregar 110 toneladas. A ideia é aumentar a produção gradualmente”, explicou o governador Paulo Câmara.

Feiras livres e mercados centrais de Juazeiro voltam a funcionar na próxima sexta-feira (03)

Mercado Joca de Souza Oliveira. (Foto: Arquivo)

Depois de muita reclamação por parte dos feirantes, o prefeito Paulo Bomfim (PT), depois de algumas reuniões com representantes dos comerciantes e do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19) e ao H1N1, resolveu atender a reivindicação dos permissionários.

No final da tarde desta terça-feira (31) foi publicado no Diário Oficial do Município, um novo decreto da Prefeitura de Juazeiro acrescentando às medidas restritivas de combate à pandemia do novo coronavírus, a autorização para funcionamento das feiras livres e mercados centrais da cidade, estabelecendo critérios de segurança para preservar a saúde dos vendedores e clientes.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro decreta fechamento de comércio na próxima terça

Uma semana após Petrolina, o comércio de Juazeiro também deve ser fechado. A determinação foi divulgada pela prefeitura municipal neste sábado, após reunião do Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 e ao H1N1. Inicialmente, a orientação segue por sete dias, a partir da próxima terça-feira (24).

“Ao longo desta semana decretamos diversas medidas para prevenção e combate ao contágio tanto da Covid-19 quanto do H1N1.  Mediante conversas permanentes com o Comitê de Saúde e profissionais que estão no dia a dia no enfrentamento dessa doença viral, temos trabalhado para evitar uma propagação de grandes proporções em Juazeiro”, disse o prefeito Paulo Bonfim.

Segundo o decreto, só funcionarão supermercados, mercadinhos, padarias, açougues, casas de rações, farmácias e defensivos agrícolas, preservando o distanciamento e limite máximo de pessoas em cada ambiente. Confira o que deve fechar clicando aqui.

Miguel cobra à ANAC fechamento do aeroporto de Petrolina

(Foto: Arquivo)

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, tem fechado o cerco para evitar o avanço do coronavírus na cidade. Após os decretos, que limitaram o funcionamento de estabelecimentos e de instituições municipais, o gestor requereu à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) o encerramento dos embarques e desembarques de passageiros no Aeroporto Nilo Coelho.

Diariamente, o terminal aviário recebe 300 pessoas do estado de São Paulo, que é o principal foco de transmissão do coronavírus. A exigência tem como intenção reduzir a possibilidade de contágio com o público onde já há transmissão comunitária do vírus da Covid-19.

LEIA MAIS

Sindicato dos Bancários de Juazeiro cobra fechamento das agências bancárias para preservar saúde dos funcionários

(Foto: Internet)

Diversas medidas de prevenção para evitar a disseminação do novo coronavírus, foram determinadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) que orienta as pessoas a evitarem locais onde há aglomeração. Escolas, shoppings, faculdades e diversos já tiveram seus funcionamentos suspensos. Os bancos ainda não.

O Sindicato dos Bancários de Juazeiro e região cobra aos governantes, Fenaban e Banco Central que fechem as agências bancárias, que foram consideradas como atividades essenciais, como saúde e segurança, e não tiveram seu funcionamento interrompido. Sendo que também é um local de grande aglomeração.

LEIA MAIS

Câmara Municipal realiza Audiência Pública sobre possível fechamento da agência da Receita Federal em Juazeiro

(Foto: Divulgação)

A Câmara de Juazeiro (BA) realizou, na noite desta terça-feira (22), uma Audiência Pública para discutir providências sobre o fechamento da Agência da Receita Federal no município. A informação sobre o fechamento de agências pelo Governo Federal repercutiu em várias cidades brasileiras, na Câmara Federal e no Senado. A Audiência foi presidida pelo vereador Alex Tanuri (PSL) e secretariada por Jose Ilton (PRB).

Nas palavras de abertura, Alex Tanuri, destacou a ausência de personalidade importantes. “Convocamos pessoas importantes da sociedade de Juazeiro e infelizmente não compareceram. Não podemos ser criticados quanto a isso. Estamos aqui tentando resolver um problema que requer a participação de todos, vamos fazer valer este momento”, comentou.

O vereador Charles Leal (PDT), autor da proposição para realização da audiência, explicou os motivos da mobilização. “Iniciamos esta luta com os vereadores desta Casa para não ver mais um órgão federal ser fechado e não fazermos nada. Enviei vários “sedexs” para o Ministério da Economia e não obtive resposta, mas não descansei enquanto não tive. Também fui a Salvador, na Receita Federal, com o deputado Roberto Carlos, e tivemos uma reunião de aproximadamente duas horas e meia para tratar desse assunto”, pontuou.

LEIA MAIS

Em nota, SESAU afirma que falta de regularização tributária do Sanatório de Juazeiro inviabiliza cumprimento de contrato 

(Foto: Ascom/PMJ)

Após vereadores de Petrolina (PE) se posicionarem em defesa do Sanatório Nossa Senhora de Fátima de Juazeiro, contra o fechamento da unidade que historicamente atende a população de Juazeiro, Petrolina e demais municípios da Rede PEBA, a prefeitura de Juazeiro emitiu uma nota na tarde desta quinta-feira (8) esclarecendo a sua relação com a situação que se encontra o Hospital Psiquiátrico.

Diante de situações ocorridas no final do ano de 2018, em dezembro daquele ano a gestão municipal foi chamada junto ao Ministério Público Federal, recebendo algumas orientações sobre a estruturação da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e sua participação na rede Pernambuco-Bahia (PEBA). Juazeiro, por ser um dos municípios da Macro-região do Estado da Bahia, mantenedor e que executa o contrato com o Sanatório, adotou ações de estruturação da rede própria de saúde mental e organizou o processo de regulação no controle de leitos, em conjunto com a Central de Regulação Interestadual de Leitos (CRIL) e, assim, garantir qualidade na assistência e maior transparência para todos os envolvidos”, diz o texto.

No decorrer da nota, a gestão municipal listou as mais diversas ações e mudanças feitas em consonância com o previsto pela CRIL: redirecionamento da porta de entrada das urgências psiquiátricas; demandas espontâneas passaram a ser encaminhadas para a UPA, Hospital Materno Infantil e Hospital Regional, aos pacientes em surto de urgência e emergência. Além da realização das capacitações nos serviços municipais, elaboração de um protocolo municipal para atendimento às urgências psiquiátricas, e reestruturação da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), para que os usuários pudessem ser acolhidos nos CAPS.

LEIA MAIS

Vereadores de Petrolina buscam evitar fechamento do Sanatório de Juazeiro

Vereadores durante reunião com direção do Sanatório.

Os vereadores de Petrolina, Major Enfermeiro, Zenildo do Alto do Cocar, Gilberto Melo e Cristina Costa se reuniram, nesta quarta-feira (07), com a direção do Sanatório Nossa Senhora de Fátima, que fica em Juazeiro (BA), para buscar soluções e evitar o fechamento da unidade.

O sanatório atende pacientes da Rede PEBA, do SUS, envolvendo 53 municípios dos Estados da Bahia, Pernambuco e Piauí. Dos 82 pacientes internados, de julho para cá, 25 foram dispensados por falta de recursos. Os 57 restantes podem ser dispensados porque o sanatório não tem como se manter apenas com os recursos atuais. Desses, 15% são de Petrolina (PE).

Para cobrir as despesas de folha de pagamento, remédios e empréstimos feitos, o sanatório gasta em médias R$ 250.000 por mês. Desses recursos, R$ 113.000 são provenientes do Governo Federal. O restante era repassado até janeiro de 2019 pela Prefeitura de Juazeiro.

LEIA MAIS

Correios fecham 41 agências de 15 estados do Brasil

(Foto: Arquivo)

Nesta terça-feira (16), os Correios encerraram as atividades em 41 agências de 15 estados do país. De acordo com a estatal, as unidades que serão desativadas estão em imóveis alugados, localizadas muito próximas a outras agências (menos de dois quilômetros) e não geram lucros. A empresa informou que os funcionários que trabalham nesses locais serão realocados.

Atualmente, os Correios têm pouco mais de 6,3 mil agências próprias em todo o país, além de 4,3 mil comunitárias, 1 mil franqueadas e 127 permissionárias. Segundo a empresa, o encerramento das atividades dessas agências faz parte do processo de remodelagem da rede de atendimento, que prevê a substituição gradativa de unidades convencionais “por soluções diferenciadas e mais adequadas às necessidades dos clientes”.

“O processo de remodelagem prevê a ampliação dos pontos de atendimento, dos atuais 12 mil para 15 mil, em todo o país, até 2021, melhorando os serviços para a população”, informou a estatal, em nota.

LEIA MAIS

Bancos em Juazeiro fecham nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro de 2018

(Foto: Arquivo)

Um acordo realizado entre o Sindicato dos Bancários de Juazeiro e a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), possibilitou o fechamento das agências bancárias da cidade nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro de 2018.

Segundo o sindicato, a população pode utilizar os canais alternativos de atendimento para operações bancárias, como caixas eletrônicos, internet banking e correspondentes – casas lotéricas, agências dos Correios e redes de supermercado.

As contas de consumo – água, luz, telefone e TV a cabo, por exemplo – e os carnês que vencem nas datas em que os bancos estarão fechados poderão ser pagos, sem multa, no próximo dia útil, em 26 de dezembro e 2 de janeiro.

Prefeito Miguel Coelho afirma que Nova Semente não vai acabar em Petrolina e lamenta boataria

O prefeito de Petrolina Miguel lamentou os comentários que reputou de mentirosos sobre os boatos de fechamento das unidades do programa Nova Semente na cidade. “A gente viu isso na campanha e foi extremamente rechaçado e a população falou que não aceitava mais esse tipo de mentira e muito menos de fazer do Nova Semente uma moeda de política, uma moeda de troca, e agora a gente está vendo novamente essa especulação voltar”.

O prefeito reafirmou que ao contrário do que andam espalhando o  programa não vai acabar na cidade, muito pelo contrário, será ampliado. “Estamos reformulando é para ampliar o Nova Semente, para trazer a secretaria de Saúde para dentro, a secretaria de Desenvolvimento Social também para dentro, para que a gente possa fazer um programa do leite interconectado, para que a gente possa ter um programa de maternidade para as mães também, até mesmo que o Nova Semente, repito, é destinado para aquelas famílias que estão em estado vulnerável , social, então aquelas pessoas que precisam de fato da creche, não é para quem tem condições de pagar”, salientou Miguel.

O gestor apelou para que as pessoas acabem com este tipo de boato. “Petrolina já está cansada e já deu esse recado nas eleições e não vai cair mais nesse tipo de provocação, muito menos a gente”, disse.

Governo Federal vai desativar farmácias populares; Petrolina pode perder unidade

(Foto: Ilustração)

Programa do governo em parceria com os municípios, o Farmácia Popular será cortado. Criado em 2004, ele disponibiliza uma série de medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto para a população. A liberação dos remédios é sujeita à receita médica. Também estão entre os produtos oferecidos fraldas geriátricas.

As 504 unidades farmacêuticas habilitadas, sendo 393 delas ativas, custam R$ 100 milhões ao ano aos cofres da União. Segundo o Ministério da Saúde, todo o valor continuará sendo repassado aos municípios com o propósito de “aumentar o número de medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica”. Além disso, “os estados e municípios possuem autonomia para dar continuidade às farmácias, provendo o financiamento completo ou com parte dos valores transferidos, caso julguem adequado”.

Ainda de acordo o Ministério da Saúde, hoje, todas as cidades do Brasil recebem R$ 5,18 por cidadão para compra de medicamentos de assistência básica. A partir de agora, com o “incremento” do valor que seria gasto com o programa Farmácia Popular, esse valor vai aumentar para R$ 5,58.

“O custo administrativo para a manutenção das farmácias da rede própria chegava a 80% do orçamento do programa, que é de quase R$ 100 milhões por ano, e apenas cerca de R$ 18 milhões, de fato, estavam sendo utilizados na compra e distribuição de medicamentos”, argumenta o ministério através da assessoria.

Pernambuco

Em Pernambuco, são 15 farmácias habilitadas, sendo Olinda e Petrolina as duas únicas cidades a acomodarem mais de uma unidade. O secretário de Saúde de Olinda, Eud Johnson, disse que “sempre que fala-se em fechamento na saúde não é bom, até por ser uma área que já tem um déficit grande de investimentos”, ele ainda ponderou sobre o aumento nos investimentos nos medicamentos, “é uma alternativa mas não compensar a perda de duas unidades, a população vai sentir”.

LEIA MAIS

Retrospectiva 2016: Niéde Guidon determina a paralisação de todos os serviços no Parque Nacional da Serra da Capivara

niéde guidon

O simbolismo desse caso leva a pensar que a meta do ICMBIO é: se não podemos manter o exemplo que é a Capivara, então vamos deixá-lo exatamente como os outros parques nacionais, largados, entregues à própria sorte”. Foto: Internet

O Parque Nacional da Serra da Capivara, localizado nos municípios piauienses de Canto do Buriti, Coronel José Dias, São João do Piauí e São Raimundo Nonato, há tempos vem funcionando em situação precária por falta de recursos financeiros.

Agora no entanto, a situação parece ter chegado ao extremo, ou seja, não existe mais nenhuma fonte de recursos disponível, pelo contrário, teria ocorrido um bloqueio de aproximadamente 4 milhões, por falta de interesse do Governo Federal em manter oficialmente o convênio com a Fundação Museu do Homem Americano (FUDHAM), o valor estaria depositado na Caixa Econômica Federal.

Ambientalistas foram tomados de surpresa com a situação drástica de fechamento do Parque Nacional da Serra da Capivara, principalmente porque no dia 1 de junho deste ano, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, esteve em São Raimundo Nonato para visitar o Parque e se reunir com Niéde Guidon, na pauta um dos principais assuntos era a escassez de recursos que por diversas vezes, tivera sido denunciada pela própria arqueóloga.

A visita teria sido uma completa frustração, justamente porque na ocasião o ministro se comprometeu com a liberação dos recursos bloqueados, na ordem de cerca de 4 milhões de reais, para a manutenção e preservação do Parque Nacional da Serra da Capivara, bem como do seu patrimônio histórico, ambiental e cultural.

Ademais, Sarney Filho sequer conseguiu  a assinatura para a renovação do termo de cogestão já existente desde a década de 1990, entre FUNDHAM e  ICMBIO, resultando no bloqueio da referida verba.

Niéde Guidon disse que comunicou à UNESCO sua saída das ações de conservação e manutenção do parque. Com isso, todo o patrimônio cultural da humanidade ficará ameaçado, sujeito aos riscos e insegurança de um parque no papel, como estão quase todas as unidades de conservação do país. “O simbolismo desse caso leva a pensar que a meta do ICMBIO é: se não podemos manter o exemplo que é a Capivara, então vamos deixá-lo exatamente como os outros parques nacionais, largados, entregues à própria sorte”, finalizou a arqueóloga.

 

12