Fernando Filho anuncia projeto para construção de terminal aquaviário em Petrolina

Durante a assinatura da ordem de serviço do viaduto da Avenida Sete de Setembro, o deputado federal Fernando Filho aproveitou para anunciar a construção de um terminal aquaviário em Petrolina. A obra deve ser iniciada ainda em 2018, para contemplar os passageiros da barquinha que faz a travessia entre Bahia e Pernambuco.

Antes de revelar a novidade, o deputado federal destacou a importância da construção de novos viadutos em Petrolina. “Nossa frota cresceu muito, entre 2006 e 2012 a gente mais do que duplicou a frota e a última grande intervenção feita em Petrolina foi na Honorato Viana com um convênio pelo DNIT. De lá pra cá a gente não teve nenhuma intervenção de duplicação”, disse o deputado federal Fernando Filho.

LEIA TAMBÉM:

Ministro dos Transportes assina em Petrolina ordem de serviço dos Viadutos da Avenida 7 de Setembro

Fernando Filho explicou como será feita a construção dessas obras. “Vamos começar com os dois primeiros da Sete de Setembro e depois vamos para terminar de duplicar a Honorato Viana. A gente vai começar a construir, o primeiro vai ficar bem aqui junta da Avenida das Nações com a Estrada da Banana”, destacou.

Ato simbólico marca início da construção da CMEI da Vila Marcela

(Foto: Divulgação)

O bairro Vila Marcela será a próxima comunidade a ser contemplada com uma creche. O ato simbólico de início da construção da CMEI será realizada na noite desta quinta-feira (10), às 19h, no canteiro de obras, localizado na Rua 14.

Segundo a Prefeitura de Petrolina, além do prefeito Miguel Coelho, estarão presentes na solenidade o deputado federal Fernando Filho, vereadores e a comunidade dos dois bairros.

Na semana passada Miguel Coelho deu início às obras no bairro Vila Eulália. A obra da CMEI na Vila Marcela ficará numa área limítrofe ao bairro Loteamento Recife II.

Além de creche, Vila Eulália ganhará quadra poliesportiva

Obra vai ampliar acesso a esporte e lazer na comunidade (Foto: Divulgação)

O prefeito Miguel Coelho esteve no bairro Vila Eulália na semana passada para iniciar simbolicamente a construção da creche da comunidade. Durante o evento, o gestor falou sobre as obras de duplicação da Avenida Sete de Setembro e também assegurou a construção de uma quadra poliesportiva.

LEIA TAMBÉM:

Prazo de entrega da duplicação na Avenida Sete de Setembro não foi alterado, afirma Miguel Coelho

A quadra será financiada com recurso federal, através de uma emenda do deputado federal Fernando Filho.

Dentro desse pacote de 26 novas quadras, serão construídas e reformas a Vila Eulália também foi contemplada e isso vem reforçar esse esforço no turismo, no lazer, na cultura e no esporte e soma-se aos Clubes do Bairro que estamos concluindo no Dom Avelar e no São Gonçalo”, disse o prefeito.

A obra da creche anunciada na semana passada deve ser de um ano, tendo em vista que o recurso já está na conta da Prefeitura de Petrolina, segundo o prefeito.

Fernando Filho, ex-ministro de Minas e Energia, pode sair candidato a governador de Pernambuco

Ex-Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho.(Foto: Blog Waldiney Passos)

O ex-ministro ainda não foi anunciando oficialmente como o candidato ao governo de Pernambuco, mas durante uma solenidade na noite desta quinta-feira (3), no bairro Vila Eulália, em Petrolina (PE), o prefeito Miguel Coelho, em seu discurso, deixou a entender que o irmão e ex-ministro de Minas e Energia é pré-candidato ao governo de Pernambuco, em oposição ao atual governador Paulo Câmara.

“Fernandinho, a gente lá na casa de papai, todo mundo conhece e sabe que a gente é somos meio precoce, é meio agoniado. A gente gosta de ir para frente, abraçar desafios novos e voos cada vez mais altos e eu tenho certeza de o que está trilhando aí para a gente apontar para Pernambuco, Deus vai colocar as energias, vai colocar as forças para que a gente possa sair aqui do sertão, da terra dos impossíveis, para chegar no marco zero, dizer que Pernambuco também quer mudar e dizer que o que deu certo em Petrolina, também vai dar certo em todo Pernambuco”, deu a dica o prefeito Miguel Coelho.

A possível candidatura de Fernando Filho, filiado ao DEM, pode ser uma saída para a família Coelho não deixar de concorrer ao governo do estado, uma vez que o futuro político, do pai do ex-ministro e senador Fernando Bezerra Coelho, depende da “briga” que ele vem travando na justiça pela presidência do MDB estadual.

Miguel Coelho anuncia aquisição de ambulâncias e novas obras para melhorar atendimento na saúde de Petrolina

(Foto: Reprodução)

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho anunciou a aquisição de 21 consultórios odontológicas em Petrolina, para as comunidades as quais necessitam de unidades móveis. A informação foi divulgada por Miguel durante uma transmissão ao vivo em sua rede social na segunda-feira (23).

Segundo o prefeito, a compra dos consultórios é resultado de uma emenda parlamentar do deputado federal Fernando Filho. “No mais 30 a 40 dias a empresa deve estar fornecendo, para que a gente possa melhorar a cobertura da saúde bucal”, disse Miguel.

Novas ambulâncias e unidades de saúde

Além dos consultórios odontológicos, o município também vai adquirir 16 novas ambulâncias. O recurso para compra dos veículos é fruto de emendas dos deputados federais Fernando Filho e Adalberto Cavalcanti. De acordo com o prefeito, na próxima semana será conhecida a empresa vencedora na licitação.

Miguel também informou que até o mês início do segundo semestre a cidade ganhará mais 10 postos de saúde, com o objetivo de descentralizar o atendimento médico, contemplando tanto zona urbana e rural. Outra novidade para a saúde municipal é a construção de três Unidades Básicas de Saúde (UBS). “Quero agradecer ao deputado Adalberto que colocou uma emenda para cinco novas UBS, dessas cinco três já estão quase para licitar que vão ser no bairro Mandacaru, Rio Corrente e Nova Petrolina”, afirmou.

Tapa-buraco é intensificado na zona rural de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Equipes responsáveis pela operação Tapa-buraco na zona rural de Petrolina intensificaram as ações de recuperação nos últimos dias. Em decorrência das chuvas, muitas estradas ficaram em condições ruins de tráfego, mas segundo a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, mais de 50 pontos já foram recuperados.

Ainda estão no cronograma de planejamento as estradas da Ponta da Serra e Rajada. “As máquinas da prefeitura chegaram aos sítios Pedra Preta; Alto; Morada; Altinho; Oliveira; Lajedo; além das localidades de Angico; Lagoa Redonda; Santo Antônio; Estrada do Satisfeito; Baixa dos Caibros; Xique-xique; Garça; Manteiga e Boi Morto e já realizaram os trabalhos de tapa-buraco garantindo melhores condições de tráfego de quem lida com produção agropecuária e segurança ao transporte de alunos que moram na área rural da cidade”, disse o secretário José Batista da Gama.

De acordo com a Prefeitura de Petrolina, a operação conta com máquinas adquiridas na semana passada através de emenda parlamentar do deputado federal Fernando Filho. O recurso resultou na compra da patrulha mecanizada composta, formada por uma patrol, uma pá mecânica, uma retroescavadeira, uma caçamba, além de um caminhão que dará suporte à perfuração de poços.

Deputados visitam Bodocó e garantem ajuda ao município após chuvas

Em calamidade pública após as chuvas dessa semana, o município de Bodocó recebeu a visita de depois deputados, os quais garantiram apoio para a recuperação da cidade. O prefeito Túlio Alves esteve acompanhado da deputada estadual Socorro Pimentel e do deputado federal Fernando Filho, que visitaram os locais atingidos pela chuva.

LEIA TAMBÉM:

Polícia Civil mobiliza policiais e sociedade em campanha para arrecadar doações para atingidos pelas chuvas em Bodocó

Prefeito de Bodocó decreta Estado de Situação de Emergência após fortes chuvas; 750 pessoas estão desabrigadas

A deputada Socorro Pimentel, juntamente com o prefeito de Araripina, ofereceu ajuda para a realização de serviços de saúde. Já Fernando Filho solicitou apoio da Defesa Civil Nacional, para adoção de medidas emergenciais na cidade.

Após saída de Fernando Filho, Moreira Franco assume Minas e Energia

(Foto: Agência Brasil)

O Ministério de Minas e Energia já tem um novo responsável. Com a saída do deputado federal Fernando Filho (DEM), o Palácio do Planalto oficializou o nome de Moreira Franco para a pasta. A confirmação veio no domingo (8).

“O presidente Michel Temer definiu que o ministro Moreira Franco assumirá o Ministério de Minas e Energia”, diz a nota enviada Planalto. Moreira Franco estava exercia a função de secretário-geral da Presidência da República e é um dos homens de confiança do presidente.

LEIA TAMBÉM:

Temer exonera sete ministros, incluindo Fernando Filho

O novo ministro afirmou que nada mudará no ministério e que o governo dará continuidade aos planos de privatizar a Eletrobras.

“O processo de capitalização da Eletrobras é política de governo e vai seguir dentro dos mesmos parâmetros e coerente com a mesma política que o ministério, sob o comando de Fernando Bezerra, vinha aplicando”, afirmou Moreira Franco.

Fernando Filho deixou o Ministério de Minas e Energia na última quinta-feira (5), saída oficializada no Diário Oficial da União do dia seguinte.

Após saída de Fernandinho do Governo Federal, Miguel homenageia o irmão nas redes sociais

(Foto: Reprodução/Facebook)

A já anunciada saída de Fernando Filho do comando do Ministério de Minas e Energia foi concretizada na manhã dessa sexta-feira (6). A exoneração de Fernandinho e outros seis ministros foi publicada hoje e o deputado federal recebeu uma homenagem do irmão e prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Através de suas redes sociais, Miguel destacou o trabalho do irmão que ficou a frente do Ministério por quase dois anos e ressaltou a admiração por Fernandinho, o mais velho da família.

LEIA TAMBÉM:

Temer exonera sete ministros, incluindo Fernando Filho

“Hoje não é o fim de uma jornada, e sim o início de uma nova caminhada que, sem dúvida alguma, te levará ainda mais longe. Que Deus te abençoe nos seus próximos passos, Fernandinho, e muito obrigado por todo trabalho q vc nos ajudou a fazer até aqui!!“, escreveu o prefeito.

Com a saída do Ministério de Minas e Energia, Fernando Filho voltará a Câmara dos Deputados na próxima semana, onde retoma seu mandato, o terceiro de deputado federal. A expectativa é que em outubro, o ex-ministro concorra a reeleição.

Temer exonera sete ministros, incluindo Fernando Filho

A expectativa é arrecadar R$ 12 bilhões. (Foto: Arquivo)

O Governo Federal publicou no Diário Oficial da União dessa sexta-feira (6), a exoneração de sete ministros que vão disputas as eleições de outubro desse ano. A lista inclui o nome de Fernando Filho, ex-ministro de Minas e Energia que concorrerá a seu quarto mandato a deputado-federal, dessa vez pelo MDB.

Além de Fernando, deixam o governo Mendonça Filho (Educação), Osmar Terra (Desenvolvimento Social), Leonardo Picciani (Esportes), José Sarney Filho (Meio Ambiente), Dyogo Oliveira (Planejamento) e Marx Beltrão (Turismo).

Helder Barbalho, da Integração Nacional deve entregar sua exoneração ainda pela tarde, já que ontem estava cumprindo agenda do ministério no Sertão de Pernambuco, inaugurando obras da Transposição em Terra Nova.

Os que ficaram

Alexandre Baldy (Cidades) e Aloysio Nunes (Relações Exteriores), decidiram não disputar eleições e permanecer o no governo. Outro nome a permanecer no governo é Gilberto Kassab (Comunicações), que desistiu de ser vice na chapa de João Doria ao governo de São Paulo.

Temer ainda aguarda um posicionamento de Henrique Meirelles. O praxo máximo para a descompatibilização de cargos públicos vence nessa sexta-feira (6).

Novo ministro da Educação tomará posse na segunda-feira (9)

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Em meio as mudanças ministeriais, o presidente Michel Temer já tem um nome para assumir o Ministério da Educação (MEC). Temer bateu o martelo na quarta-feira (4), para Rossieli Soares da Silva, que substituirá o deputado federal de Pernambuco, Mendonça Filho.

Rossieli já foi secretário de Educação do Estado do Amazonas e foi uma escolha técnica do DEM, que inicialmente indicou o deputado federal Carlos Melles (MG) para o MEC. A posse do novo ministro da Educação deve acontecer na próxima segunda-feira (9), no Palácio do Planalto.

Outras mudanças no governo de Temer também foram discutidas na reunião de ontem. O secretário-executivo Alberto Beltrame substituirá Osmar Terra no comando do Ministério de Desenvolvimento Social. Para Esportes, Temer deve nomear no lugar do ministro Leonardo Picciani, o secretário nacional de esporte educacional, Leonardo Cruz.

Mendonça Filho deixará a pasta na sexta-feira (6), para concorrer nas eleições de outubro. Outro ministro de Temer a deixar seu posto é o deputado federal de Petrolina, Fernando Filho, atualmente na pasta de Minas e Energia.

Fernando Filho deve deixar Ministério de Minas e Energia nesta quinta-feira (5)

Mais um nome de saída do governo de Michel Temer, o ministro de Minas e Energia, o deputado federal Fernando Filho deixará o cargo nesta quinta-feira (5), segundo informações de bastidores. Fernando vai concorrer à reeleição em outubro e por lei, todos os candidatos devem sair de seus cargos até o dia 7 de abril.

O então ministro de Minas e Energia se junta a nomes como Mendonça Filho, Helder Barbalho e Henrique Meirelles, que deixarão suas pastas para concorrer no pleito desse ano. No último mês Fernando Filho se filiou ao MDB.

Notícias de bastidores indicam que Edison Lobão e Eduardo Braga querem assumir a pasta, mas Michel Temer ainda não teria decidido quem será o novo ministro. Hoje (2), Temer deu posse a dois novos ministros e ao longo da semana deve anunciar mais nomes para seu governo.

​Petrolina ganha centro pioneiro de energia solar

(Foto: Ilustração)

O prefeito Miguel Coelho e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, inauguraram, nesta quinta (29), a primeira etapa do Centro de Referência em Energia Solar de Petrolina (Cresp). A unidade é a primeira em funcionamento no Brasil com este formato e servirá para pesquisas e desenvolvimento de matrizes energéticas renováveis. A estrutura também será utilizada para geração de energia para abastecimento interno da Chesf, reduzindo os custos da companhia.

O Centro fica situado na região do Pontal, zona rural de Petrolina. A estrutura tem área total de 45 hectares. Nessa fase, o ministro e o prefeito entregaram uma planta fotovoltaica com 7600 módulos de geração de energia solar de 2,5 megawatts (volume suficiente, a grosso modo, para atender 60 mil famílias). Além da estrutura energética, foi inaugurado o prédio administrativo do Cresp, com ambientes para debates da evolução tecnológica, salas de monitoramento e laboratórios de pesquisa.

A primeira etapa do empreendimento já recebeu R$ 30 milhões em investimentos do Ministério de Minas e Energia e começa a produzir energia (em caráter de pesquisa) em abril. “No total, deixamos garantidos cerca de R$ 200 milhões para concluir esse Centro. Petrolina sai na frente dando um passo fundamental para o desenvolvimento da energia solar em nosso País”, disse o ministro Fernando Filho.

Segundo o prefeito, a unidade de pesquisa também vai ajudar a cidade sertaneja no processo de implantação de projetos pioneiros para energia renovável. Uma dessas ações é a criação de uma Parceria Público-Privada para produzir energia solar em todos prédios da Prefeitura de Petrolina. “Estamos escrevendo o nome na história da pesquisa e do desenvolvimento de energia sustentável do Brasil. Vamos ser, portanto, a primeira cidade do Brasil na geração de energia renovável na rede municipal”, adiantou Miguel.

A conclusão de todo o projeto do Centro de Referência em Energia Solar de Petrolina (Cresp) está prevista para o próximo ano. A unidade de pesquisa e tecnologia será gerenciada pela Chesf e contará com parcerias de universidades, institutos de pesquisa e da Prefeitura para o desenvolvimento de matrizes energéticas no Sertão de Pernambuco.

Fernando Filho classifica apagão de quarta-feira como “de magnitude bastante elevada”

Fernando Filho está em Davos com o presidente Michel Temer

A causa do apagão que deixou estados do Norte e Nordeste sem energia na quarta-feira (21) foi provocada por uma falha no linhão de Belo Monte, operado pela empresa chinesa State Grid, informou o Operador Nacional do Sistema (ONS).

De acordo com o ONS, o apagão foi provocado após uma carga da linha dobrar de 2 mil megawatts para 4 mil megawatts. O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho disse que a carga foi elevada após um “erro de programação”.

Fernando Filho classificou o apagão como “de magnitude bastante elevada” ao justificar a falha no sistema. Alguns estados ficaram 5 horas sem energia. “Soube de regiões do Norte em que o problema foi restabelecido em uma hora, uma hora e meia”, afirmou o ministro.

O ministro Fernando Filho disse esperar que seja explicado se algum mecanismo de defesa ou back up tenha deixado de funcionar, ao ocorrer o aumento de carga na subestação.

Fernando Filho segue passos do pai e se filia ao MDB

O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho se filiou na tarde dessa quarta-feira (21) ao MDB. A filiação ocorreu em Brasília, um dia após o senador Fernando Bezerra Coelho assumir a presidência da sigla em Pernambuco.

Há cinco meses o deputado-federal licenciado se desligou do PSB e estava sem partido. Fernando Filho deve deixar o Ministério de Minas e Energia no próximo dia 5, para concorrer à reeleição em outubro.

No ato de filiação, o deputado comentou sobre a disputa interna no partido. “Não estamos para que ninguém possa sair, a gente não quer tirar ninguém do partido”, disse.

A filiação foi acompanhada pelo agora presidente estadual do MDB, Fernando Coelho, pelo presidente nacional da sigla, Romero Jucá e lideranças do partido.

12345