Juazeiro: Fiscalização fecha feira no Alto da Maravilha por causa de aglomeração de pessoas

(Foto: ASCOM/PMJ)

Na última quarta-feira (1°) a Prefeitura Municipal de Juazeiro publicou o decreto N° 290/2020, permitindo a reabertura dos mercados Joca de Souza, Arnaldo Vieira e Popular, bem como as feiras dos bairros João Paulo II, Alto do Alencar, Piranga II. No decreto, também foi observado que o fornecimento de lanches e refeição em geral, funcionará somente através do serviço de delivery.

No entanto, na manhã desta sexta-feira (03), foi observado pelos fiscais de postura da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) e agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), uma grande aglomeração de pessoas numa feira funcionando de forma irregular em espaço do bairro Alto da Maravilha.

Os comerciantes e clientes foram orientados que aquele tipo de comércio estava suspenso, por causa das medidas de contenção e enfrentamento ao coronavírus (CODIV-19) e ao H1N1 na região.

“Diariamente estamos percorrendo os diversos pontos da sede e interior, numa ação conjunta com os fiscais de postura, para verificar se os estabelecimentos comerciais estão cumprindo as orientações estabelecidas no município, para esse momento de Pandemia”, informou o GCM Robevaldo Pereira, coordenador do Grupo Rondas Motorizadas (GRM) da Guarda Municipal.

Petrolina: feirantes do bairro São Gonçalo passam por fiscalização no primeiro de funcionamento da feira livre

(Foto: ASCOM PMP)

Feirantes do bairro São Gonçalo, os primeiros a trabalharem em suas bancas, após a retomada do funcionamento das feiras livres, passaram o dia sendo “vigiados” por fiscais da Prefeitura de Petrolina.

As equipes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, e da Agência Municipal de Vigilância Sanitária estiveram presentes fiscalizando e orientando tanto os feirantes como os clientes.

Para auxiliar no abastecimento de alimentos em Petrolina, a prefeitura determinou a retomada do funcionamento das feiras livres, porém, com restrições. Segundo decreto municipal, cada feira tem um dia para funcionamento.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Emicio Júnior, a operação será repetida em todas as feiras.

“Hoje tivemos um bom número de clientes, todos respeitando o distanciamento e evitando aglomerações. Contamos com um carro de som, com orientações sobre as medidas de prevenção ao coronavírus. Continuaremos com esse trabalho por todas as feiras, avaliando a estratégia, sempre priorizando a saúde pública”, frisou.

O secretário reforça ainda que as lanchonetes e bares que funcionam dentro das feiras continuam proibidos. “Devemos lembrar também que as restrições continuam, e idosos e outras pessoas do grupo de risco devem permanecer em casa”, concluiu.

Leitor flagra filas e aglomerações de pessoas em frente a Caixa Econômica de Juazeiro

(Foto: Rede de Relacionamento)

Um leitor do Blog, que não quis se identificar, flagrou no início da tarde terça-feira (01) aglomeração de pessoas em frente a Caixa Econômica de Juazeiro sem nenhuma fiscalização dos órgãos municipais.

Na foto, também é possível perceber filas enormes espalhando-se pela calçada com pessoas sem a distância mínima exigida pelas autoridades do município, conforme decreto municipal Nº 278/2020,  baixado na última segunda-feira (30).

O Artigo 10 do Decreto Nº 278/2020 diz que fica determinado que o atendimento nos estabelecimentos das instituições bancárias situados no território do Município de Juazeiro, se dará da seguinte forma:

I. De forma presencial exclusivamente para serviços prioritários e essenciais, limitando-se o acesso simultâneo a trinta (30) pessoas;

II. Cada instituição deve organizar o espaço de atendimento e filas de espera nas áreas internas e externas com sinalização horizontal, de modo a manter a distância mínima de 01 (um) metro entre as pessoas e evitar aglomeração;

III. Recomenda-se a otimização no atendimento das agências bancárias por meios eletrônicos e de autoatendimento.

Após interdição da prefeitura, Makro negocia e volta a funcionar em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na manhã deste domingo (29) a equipe do Blog Waldiney Passos passou no supermercado Makro, em Petrolina, e constatou aglomeração de pessoas no estacionamento interno e também dentro da loja, mesmo depois de ter sido interditado por agentes da Prefeitura de Petrolina na noite da última sexta-feira (27).

Em nota a nossa redação, a Prefeitura de Petrolina informou que permitiu a reabertura do supermercado neste sábado (28). O local foi interditado na última sexta-feira (27), após a equipe de fiscalização constatar o descumprimento do decreto que proíbe a aglomeração de pessoas neste tipo de estabelecimento, uma medida de prevenção ao coronavírus. Em uma videoconferência, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação negociaram a reabertura do local.

A rede de supermercado garantiu a contratação imediata de uma empresa de segurança privada para controle de fluxo e da fila formada na parte externa, atendendo à determinação da Organização Mundial de Saúde que orienta a distância mínima de 1,5m entre as pessoas. A fiscalização da prefeitura vai continuar atenta ao cumprimento do acordo.

Colocar em risco a saúde pública é crime, passível de multa e prisão. A população pode denunciar o descumprimento das medidas de prevenção ao coronavírus pela Central de Atendimento da Secretaria Executiva de Segurança Pública, 153 ou (87) 98106-7310 (WhatsApp), e pela Ouvidoria Municipal, no 156 ou (87) 99190-7475 (WhatsApp).

População ignora restrições impostas pela Prefeitura de Petrolina e continua se aglomerando em frente ao Makro

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Mesmo com o hipermercado interditado pela prefeitura de Petrolina por descumprir o decreto municipal que proíbe aglomeração de pessoas em ambientes públicos e privados, a fila de carros em frente ao Makro, hoje (29) pela manhã, era enorme.

No estacionamento interno e dentro da loja, as pessoas disputavam um espaço nas filas para aproveitar as promoções de queima de estoque, anunciadas pelo o estabelecimento que deixará de funcionar em Petrolina.

LEIA TAMBÉM

População continua se aglomerando em frente ao Makro, mesmo com estabelecimento interditado pela Prefeitura

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na noite da última sexta-feira (27), equipes da Prefeitura de Petrolina interditaram o local. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a rede foi notificada pela manhã, continuou descumprindo as orientações e uma medida mais rígida foi necessária.

O Blog procurou o Makro para saber quando a unidade local encerrará sua atividades e se a Carrefour, compradora da rede, passará a atuar no prédio. Até o momento ninguém retornou ao nosso email.

Procuramos também a assessoria da Prefeitura de Petrolina para sabermos que medidas serão tomadas a respeito do descumprimento do decreto mais uma vez. Estamos aguardando um retorno.

Juazeiro: comerciante que insistir em abrir a loja durante validade do decreto municipal pode ser multado

(Foto: ASCOM/PMJ)

Dois mil, seiscentos e sessenta reais. É o valor que um comerciante poderá pagar de multa, caso seja flagrado com o comércio em funcionamento durante o prazo de vigência do decreto 266/2020 assinado pelo prefeito Paulo Bomfim e publicado no Diário Oficial de Juazeiro da última segunda-feira (23). O documento tem validade até dia 31 de março e visa limitar a circulação de pessoas em Juazeiro para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Segundo o coordenador de ordenamento urbano, Marcos Leite, inicialmente os comerciantes estão sendo orientados, mas se persistirem com o descumprimento do decreto, serão aplicados os procedimentos legais, “que prevê a autuação dos comerciantes com aplicação de multa que pode variar de R$ 133,00 a R$2.660,00”.

Para garantir o cumprimento das medidas, as equipes de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) em parceria com a Guarda Municipal estão trabalhando diariamente na sede e interior do município.

Prefeitura de Uauá monta barreiras sanitárias para fiscalizar motoristas e passageiros que entram na cidade

(Foto: ASCOM/PMU)

Quem precisar ir a cidade de Uauá, no norte da Bahia, provavelmente será parado em uma das barreiras sanitárias montadas pela prefeitura municipal para fiscalizar quem entra ou sai do município. A operação faz parte de um conjunto de medidas divulgadas pelo prefeito Lindomar Dantas, através de decreto municipal, para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19). A intervenção é realizada por equipes da Guarda Civil e equipes da Secretaria de Saúde, com o apoio das forças policias do município.

LEIA MAIS

“Fica em Casa”: 7ª CIPM dá apoio ação da Prefeitura de Lagoa Grande

Policiais deram apoio a ação da Prefeitura (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Equipes da 7ª CIPM apoiaram a Prefeitura de Lagoa Grande (PE) em uma ação de conscientização e enfrentamento ao coronavírus na cidade. Durante toda a noite da quarta-feira (25), a Polícia Militar visitou a sede e interior, levando informações sobre as medidas adotadas pela gestão municipal.

O foco da fiscalização foi orientar a comunidade sobre a necessidade de ficar em casa, respeitando o isolamento social. Também estiveram na ação equipes da Secretaria de Saúde, SAMU e da Vigilância Sanitária. Lagoa Grande tem um caso suspeito e um descartado do covid-19.

Em Pernambuco há decretos assinados pelo governador Paulo Câmara (PSB) determinando o isolamento social, fechamento do comércio e manutenção apenas dos serviços essenciais durante a pandemia.

Mototaxistas de Juazeiro estão se aproveitando de decreto para rodar em Petrolina, denunciam profissionais

Mototaxistas de Juazeiro estão se aproveitando de decreto de Petrolina

A Redação do Blog Waldiney Passos recebeu nessa quarta-feira (25) várias reclamações de mototaxistas de Petrolina. Eles estão sem poder trabalhar, por conta dos decretos estadual e municipal de enfrentamento ao coronavírus. Contudo, os profissionais da vizinha Juazeiro (BA) estão se aproveitando do momento e pegando corridas aqui desde ontem (24).

LEIA TAMBÉM

Seguindo decreto do Estado, prefeito Miguel Coelho também proíbe circulação de mototaxi na cidade

“Mototaxistas de Petrolina não podem rodar na cidade, mas em Juazeiro não proibiram e estão fazendo corrida aqui“, relata uma das denúncias. A categoria petrolinense cobra uma ação rígida da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA).

Nossa Produção procurou a Prefeitura de Petrolina, mas até a conclusão dessa matéria não havíamos recebido uma resposta. Reiteramos que o Blog está aberto aos esclarecimentos.

Passageiros de ônibus oriundo de São Paulo passam por fiscalização da Vigilância Sanitária de Juazeiro

(Foto: ASCOM/PM)

Com o objetivo de identificar passageiros com possíveis sintomas do Novo Coronavírus ou da gripe H1N1, profissionais da Vigilância Sanitária de Juazeiro, realizaram uma “blitz” em um ônibus da empresa Gontijo que havia saído de São Paulo e também na rodoviária da cidade da cidade baiana.

O veículo foi interceptado pelas Guarnições da 75ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que deu apoio a operação, nas imediações da Rodoviária de Juazeiro.

No local, os funcionários da Vigilância Sanitária Municipal realizaram entrevistas e fizera a aferição das temperaturas de todos os recém-chegados, inclusive motoristas. Felizmente nada de anormal foi detectado.

Mesmo com decreto, comerciantes descumprem medidas na periferia de Petrolina

Comerciantes da Av. Simão Durando estão descumprindo decretos (Foto: Reprodução/Google Maps)

A Redação do Blog Waldiney Passos recebeu, entre a segunda e terça-feira (23 e 24) várias denúncias de leitores sobre o descumprimento dos decretos estadual e municipal, os quais determinam o fechamento do comércio em Petrolina.

Todas as queixas são de um único bairro, o São Gonçalo, onde na Avenida Simão Durando vários empresários estão abrindo as portas e dando um jeitinho de burlar a fiscalização. “Estão trabalhando com meia porta aberta, a polícia passa e não manda baixar“, relatou um comerciante que está cumprindo com as recomendações dos governos.

Prefeitura intensifica fiscalização

A Prefeitura de Petrolina informou em nota que a equipe de fiscalização “está trabalhando de forma incansável para que as determinações dos decretos municipais e estaduais sejam cumpridas pela população” e reforçou os telefones para denúncias: Central de Atendimento, 153 ou (87) 98106-7310 (WhatsApp), e pela Ouvidoria Municipal, no 156 ou (87) 99190-7475 (WhatsApp).

Confira a íntegra da resposta:

LEIA MAIS

Sindicatos assinam nota conjunta e cobram mais fiscalização nas fazendas durante pandemia do coronavírus

Os municípios da região estão com comércio, escolas e órgãos públicos fechados como medida de enfrentamento ao novo coronavírus. Diante desse cenário os sindicatos ligados ao homem e mulher do campo assinaram uma nota conjunta cobrando mais fiscalização no interior.

Eles cobram a adoção de medidas sanitárias específicas aos trabalhadores da fruticultura irrigada, bem como aos familiares desses funcionários. A fiscalização mais rígida também é cobrada em Juazeiro (BA), Curaçá, Abaré e outros municípios da região.

O documento é assinado pela CONTAR, FETAEPE, FETAR BAHIA, STTAR PE, STJR Juazeiro, SINTAGRO dos municípios de Casa Nova, Curaçá, Sento Sé, Sobradinho e Juazeiro (BA), entidades de Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista e Belém do São Francisco.

Após receber denúncias, Prefeitura interdita Orla de Petrolina a partir dessa tarde

Orla será fechada na tarde de hoje (Foto: Ascom/PMP)

Equipes de fiscalização da Prefeitura de Petrolina interditaram a Orla da cidade nesse domingo (22). A medida foi necessária, já que o local estava servindo para a aglomeração de pessoas, o que é proibido nesse momento de quarentena e enfrentamento ao coronavírus.

De acordo com o município, as pessoas estão descumprindo os decretos municipais e a própria população denunciou o fato à Prefeitura. Dessa forma, o local será interditado neste domingo (22), a partir das 16h na altura do posto de combustíveis L3, até o restaurante Bêra D’Água.

“Mais uma vez, reforçamos o apelo para que a população fique em casa. Todas essas medidas estão sendo tomadas para o bem de todos. Infelizmente, a fiscalização não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo e precisamos que cada um faça sua parte, para que nossas medidas sejam eficientes“, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Giovanni Costa.

A população que tiver interesse em ajudar no enfrentamento ao covid-19 e quiser denunciar estabelecimentos e demais situações pode ligar para o número 153.

Sindsemp se mobiliza para avaliar condições de trabalho de servidores da saúde que atuam contra coronavírus

Para o presidente do Sindsemp, Walber Lins, o acompanhamento nas unidades de saúde é importante para avaliar a segurança do trabalho dos servidores.

Nessa quinta-feira (19), a diretoria do Sindicato de Servidores Públicos Municipais de Petrolina esteve em algumas unidades de saúde da cidade para saber como está sendo realizada a assistência aos profissionais que estão na linha de frente contra o coronavírus.

Na Policlínica Municipal, o Sindsemp percebeu que os servidores usavam máscaras e faziam higiene das mãos com o uso constante de álcool em gel. A coordenação da unidade já organizou a suspensão de parte do atendimento eletivo.

Na Areia Branca, na AME Manoel Possídio, a equipe está usando máscaras em todo o tempo de atendimento. O Sindsemp fez um remanejamento de uma servidora gestante da sala de vacina, já que a legislação federal, determina que mulheres nesse período não devem trabalhar nesse setor.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina fiscaliza e estabelecimentos que descumprem decreto são notificados

A equipe de fiscalização da prefeitura intensificou o trabalho para garantir a saúde pública dos petrolinenses e assegurar o cumprimento das medidas emergenciais decretadas pela gestão municipal e pelo Governo do Estado, em prevenção ao Covid-19.

Nessa quarta-feira (18), 26 estabelecimentos, entre academias, bares e restaurantes foram visitados e a maioria deles atendeu às normas. Apenas três foram notificados por descumprimento dos decretos.

Em um dos estabelecimentos estava sendo realizada a recepção de um casamento, que reuniu muitas pessoas em um espaço pequeno. Nos outros dois casos, as mesas estavam posicionadas próximas umas das outras, descumprindo a recomendação da prefeitura, de posicioná-las a dois metros de distância.

LEIA MAIS
123