Pernambuco: criança pede cesta básica ao invés de brinquedos ao Papai Noel

Gabriel abraça a professora Oleandra que incentivou os alunos escreverem as cartinhas (Foto: BJ1)

Aproximando-se do período de Natal, muitas crianças escrevem cartinhas para o bom velhinho na esperança de serem presenteadas, geralmente, com brinquedos. Não foi caso de Gabriel da Silva, de 9 anos, morador de Belo Jardim (PE). Toda a história da criança foi revelada pelo site BJ1.

O menino, diferente do que se está acostumado a ver, pediu ao Papai Noel uma cesta básica de presente de Natal. “Querido Papai Noel, se o senhor encontrar minha cartinha, gostaria que o senhor me desse um presente. Eu gostaria de ganhar no Natal uma cesta básica, pois minha mãe não pode comprar. Obrigado por atender meu pedido”

A escola em que o menino estuda afirmou que o intuito era promover a escrita dos alunos e, ao mesmo tempo, transformar cartas em alegria. A professora que leu a carta do garoto, Oleandra Baião, sentiu que a história deveria ser compartilhada.

LEIA MAIS

Por acesso a inquérito, mãe de Beatriz inicia greve de fome

Mãe de Beatriz inicia greve de fome por acesso a inquérito. (Foto: Júlio Jacobina/DP)

Em Recife para mais uma manifestação em busca de respostas, Lúcia Mota, mãe da garota Beatriz Angélica, que foi cruelmente assassinada em dezembro de 2015 em Petrolina (PE), iniciou nesta segunda-feira (13) uma greve de fome por tempo indeterminado. Lucinha, como é conhecida, requer acesso ao inquérito que investiga o crime.

Segundo Lúcia, até hoje nenhuma resposta da Polícia Civil em relação ao seu pedido de acesso ao inquérito do assassinato da filha foi concedida. De acordo com a mãe, desde que solicitou as informações à delegada Gleide Ângelo, em agosto deste ano, não obteve retorno. “Ela só disse que tem que alinhar o assunto com o Ministério Público e outras desculpas. Mas não me deu uma resposta definitiva”, afirma.

Ela alega também que conversou com promotores que afirmam não haver nenhum impedimento para que a família saiba do conteúdo do inquérito. “Vou até onde o meu corpo aguentar. Só paro quando tiver uma resposta da delegada, deferindo ou indeferindo o meu pedido”, garante.

LEIA MAIS

Seguridade Social aprova política nacional de erradicação da fome

(Foto: Internet)

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou o Projeto de Lei 6867/13, do deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP), que cria a Política Nacional de Erradicação da Fome e de Promoção da Função Social dos Alimentos (PEFSA). Segundo o autor, a política estabelece mecanismos para evitar desperdícios em toda a cadeia produtiva de alimentos, que os levam a deixar de cumprir a função social de nutrir a população.

A política de erradicação da fome estabelece que a função social dos alimentos é cumprida quando os processos de produção, beneficiamento, transporte, distribuição, armazenamento, comercialização, exportação, importação ou transformação industrial tenham como resultado o consumo humano de forma justa e solidária.

Entre os objetivos da PEFSA estão o combate ao desperdício, o estímulo a processos e tecnologias que contribuam para o alcance da função social dos alimentos e o incentivo à pesquisa e desenvolvimento em segurança alimentar.

LEIA MAIS