Em mais uma sessão virtual, Situação volta a derrubar pedidos da bancada de Oposição

Em mais uma sessão virtual os vereadores de Petrolina demonstraram que Oposição e Situação estão cada vez mais distantes. Assim como aconteceu nos encontros anteriores, os pedidos de informação dos oposicionistas foram derrubados pela maioria.

Depois de uma longa discussão, com direito a troca de farpas e ironias, os edis governistas que têm a maioria dos votos rejeitaram os seguintes pedidos:

  • Requerimento n° 124/2020 – informações sobre os gastos da Seinfra na pavimentação de Petrolina: pedido de Gilmar Santos (PT), derrubado por 15×5;
  • Requerimento m° 125/2020 – informações sobre o Plano Diretor Municipal: pedido de Gilmar Santos (PT), derrubado por 14×5 e uma abstenção;
  • Requerimento n° 141/2020 – informações sobre nomeações dos cargos de parentes diretos dos vereadores de Petrolina na Prefeitura de Petrolina: pedido de Gabriel Menezes (PSL), rejeitado por 14×6;
  • Requerimento n° 149/2020 – criação de uma comissão suprapartidária para visitar os almoxarifados da Secretaria de Educação e fiscalizar também a Saúde para acompanhar a distribuição dos kits de merenda escolar: pedido de Paulo Valgueiro (PSD), rejeitado por 14×6;
  • Requerimento n° 150/202 – informações à Prefeitura sobre a contratação da empresa investigada na Operação RIPSTOP: pedido de Paulo Valgueiro (PSD), rejeitado por 15×5.

Críticas

Em relação ao pedido de Gabriel, Rodrigo Araújo (Republicanos) e Zenildo do Alto do Cocar (MDB) criticaram o colega e afirmaram que não têm nada a esconder, pois seus familiares exercem funções comissionadas pela capacidade de trabalho na gestão municipal. “Tenho orgulho da minha família e orgulho de o prefeito Miguel Coelho convidar para fazer parte da equipe“, afirmou Rodrigo.

Gabriel rebateu e agradeceu ao colega Ronaldo Silva (DEM) que é da Situação, mas votou a favor do pedido pela transparência. “Não estou aqui duvidando da competência, estou dizendo que isso é nepotismo e fere um dos princípios da Constituição que é a impessoalidade“, disse.

Petrolina: vereadores da Oposição têm requerimentos derrubados na retomada das sessões

Vereadores se reuniram para primeira sessão ordinária virtual

Os trabalhos legislativos foram retomados na manhã de terça-feira (2) em Petrolina, com a primeira sessão ordinária virtual. Mas logo de cara os vereadores mostraram que a divisão entre Oposição e Situação se mantém até mesmo longe da Casa Plínio Amorim.

Na pauta de ontem a Oposição apresentou cinco Requerimentos solicitando a prestação de informações ao Poder Executivo municipal, mas viu os colegas da outra bancada derrubarem as solicitações por 16×5. Os pedidos rejeitados foram os seguintes:

  1. Requerimento nº 077/2020: informações sobre o plano de contingência da Secretaria de Saúde – autor: Gilmar Santos (PT);
  2. Requerimento n° 085/2020: gratificação aos servidores da saúde enquanto durar a pandemia – autor: Paulo Valgueiro (PSD);
  3. Requerimento n° 086/2020: cópia do convênio que autoriza uso de arma aos agentes da Guarda Civil Municipal – autor: Paulo Valgueiro (PSD);
  4. Requerimento n° 087/2020: informações sobre as contratações de insumos, serviços e materiais no enfrentamento ao coronavírus – autor: Paulo Valgueiro (PSD);
  5. Requerimento n° 089/2020: informações de cópias dos empenhos, notas fiscais e comprovantes de pagamentos, referentes aos contratos celebrados pela Secretaria de Educação – autor: Gabriel Menezes (PSL);

“A gente solicita as informações, incluindo valores das contratações, cópias dos contratos com identificação das autoridades responsáveis por cada contrato, as despesas alçadas e pagas, com cópias dos pagamentos“, justificou o líder da Oposição, Valgueiro.

Apesar das justificativas dos autores, a Situação derrubou as reivindicações após orientação do líder Aero Cruz (MDB). Os demais itens na pauta foram todos aprovados por 20×0.

Em meio à pandemia, Bancada de Oposição de Petrolina quer suspensão de benefícios para ajudar saúde municipal

Bancada de Oposição quer destinar recursos à saúde (Foto: Ascom)

Os vereadores da Bancada de Oposição de Petrolina apresentaram uma proposta ao presidente da Casa Plínio Amorim. O grupo solicitou a suspensão temporária dos contratos de locação, devolução de veículos alugados e a suspensão da cota de combustível desses carros, enquanto todos cumprem a quarentena por conta da pandemia do coronavírus.

Assinam a proposta Cristina Costa (PT), Elismar Gonçalves (MDB), Gabriel Menezes (PSL), Gilmar Santos (PT) e Paulo Valgueiro (sem partido). Eles pedem que os recursos os quais custeiam esses benefícios sejam direcionados à saúde de Petrolina.

O pedido foi entregue formalmente à Presidência, na terça-feira (24). “Ao avaliar o Decreto municipal N.º 019/2020, que adota medidas temporárias para o controle de despesas no âmbito da administração pública e redirecionamentos de ações voltadas ao combate do vírus, nós vereadores da Bancada de Oposição decidimos que também é obrigação do Poder Legislativo Municipal contribuir para a eficácia das medidas de proteção e cuidado com a saúde e bem estar da população de Petrolina”, explicou Valgueiro, líder da Oposição.

Cuidado com as fake news

Após os edis anunciarem a medida, surgiu no WhatsApp e redes sociais um vídeo afirmando que a Oposição queria na verdade encerrar o contrato dos professores da rede pública, o que não procede. No ofício protocolado ontem na Casa Plínio Amorim a bancada menciona a suspensão temporária dos benefícios listados no começo do texto.

Gabriel Menezes volta a criticar pauta da sessão; Membros da Mesa Diretora rebatem

Gabriel voltou a cobrar projetos relevantes na pauta (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

Gabriel Menezes (PSL) voltou a criticar a Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim. Ontem (12) o edil cobrou novamente a colocação de projetos relevantes na pauta. Ele apresentou um levantamento realizado por seu gabinete e atestou que a maior parte dos pedidos da pauta são medalhas e honrarias.

LEIA TAMBÉM

Gabriel Menezes critica constância de títulos e medalhas e ganha apoio de Ruy Wanderley

“Estamos na 10ª sessão ordinária de 2020. Fiz um resumo da 1ª até a 10ª, iniciamos o ano em 4 de fevereiro. Hoje, na 10ª sessão do ano traz seis Títulos de Cidadão e uma Medalha [de Honra ao Mérito]. O resumo é que em 10 sessões essa Casa é apenas 23 títulos de cidadão, oito medalhas e somente, vergonhosamente, dois projetos do Executivo e seis do Legislativo“, destacou..

Em seguida ele cobrou uma ação do presidente da Câmara, Osório Siqueira (PSB). “Que tenha o poder, que comande a pauta. A gente precisa dar uma resposta à sociedade, quando o cidadão desce o cacete ele nivela por baixo e eu me sinto mal”, concluiu.

LEIA MAIS

Gabriel Menezes critica constância de títulos e medalhas e ganha apoio de Ruy Wanderley

Câmara tem apresentado repetição de Títulos e Medalhas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Quem acompanha as sessões na Câmara de Vereadores de Petrolina já percebeu uma repetição nos itens colocados em votação há algumas semanas: entrega de Títulos de Cidadão e Medalha de Honra ao Mérito Legislativo. Isso gerou críticas de Gabriel Menezes (PSL).

Em sua fala antes da votação dos projetos de Decreto Legislativo, o edil chamou atenção dos colegas de mandato. “Isso é brincar com a cara dos petrolinenses. Só tem título e medalha unicamente, não voto mais Título de Cidadão enquanto os projetos importantes que temos dormindo nas comissões dessa Casa continuarem lá“, disparou o oposicionista.

Apesar das críticas dos governistas, Gabriel ganhou apoio de Ruy Wanderley (PSC), ex-líder da Situação na atual legislatura. “Que a Mesa Diretora possa observar, tem muito projeto importante para o município e que se possa colocar em pauta para apreciação dos vereadores”, afirmou.

Gabriel Menezes agradece confiança de Bivar, mas afirma que eleição será debatida em outro momento

Vereador tem aval de Bivar para eleições de 2020 (Foto: Blog Waldiney Passos)

Gabriel Menezes tem toda a confiança do diretório nacional e estadual do PSL para as eleições de 2020. Candidato a deputado estadual em 2018 com apoio – e apoiando – o presidente nacional do partido, Luciano Bivar, o vereador tem carta branca em Petrolina para o pleito de outubro.

LEIA TAMBÉM

De olho em Petrolina, Luciano Bivar afirma: “Nosso candidato é o Gabriel Menezes”

Semana passada Bivar participou do programa Repercutindo com Daniel Campos na Rádio Jornal Petrolina e elogiou Gabriel. “Fiquei surpreso e feliz ao mesmo tempo com a declaração do presidente nacional. A gente vai discutindo isso sem atrapalhar o andamento do nosso mandato. Estamos cuidando sim nas horas vagas de algumas filiações de pessoas que disputarão uma vaga em Petrolina”, disse o vereador na sessão dessa terça-feira (10).

Questionado sobre esconder o jogo para outubro, Gabriel disse que o momento é de organizar a casa. “Outubro está distante. Acho que a gente não pode antecipar o debate, Petrolina tem outros temas que merecem a atenção dessa Casa, a minha também. A gente está em janela cuidando de filiações. Possíveis alianças, lá na frente“,finalizou.

De olho em Petrolina, Luciano Bivar afirma: “Nosso candidato é o Gabriel Menezes”

Para Luciano Bivar, presidente nacional do PSL e deputado federal de Pernambuco, o nome do vereador Gabriel Menezes é a escolha do partido para as eleições de 2020, em Petrolina. Bivar participou do programa Repercutindo com Daniel Campos na Rádio Jornal, nessa sexta-feira (28) e falou ainda sobre as ambições da sigla no pleito de outubro.

Gabriel é nome forte do PSL (Foto: Reprodução)

“Onde nós pudermos marcar presença, nós vamos marcar. Em Petrolina o nosso candidato é o Gabriel Menezes, ele é nosso candidato a prefeito. O que nós precisamos ter no PSL no Brasil inteiro: ter uma trincheira contra o ataque contra um eventual ataque às instituições do nosso país, contra as instituições. Nosso partido é liberal“, afirmou o deputado.

Liderança com Gabriel

De acordo com o presidente do PSL, Gabriel é a escolha natural, por ser uma liderança na Oposição e também dentro no próprio partido. “O Gabriel é o presidente do diretório, ele que decide os caminhos que vai trilhar o PSL em Petrolina. Ele é um jovem político, muito bom. Nos apoiou na última eleição, não vejo como não ter outra opção, apesar do Miguel [Coelho] ser um bom prefeito, mas nós temos nosso time, nossas ideias e objetivos”, destacou.

Ex-aliado do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), Bivar foi curto e gross: “Onde a gente puder marcar nossa presença pra defender um país livre, respeitando suas instituições, nós iremos fazer”, concluiu.

“A força política está aqui nesse palanque”, afirma Lucas Ramos em ato do PSB, em Petrolina

Lucas Ramos destacou força política da oposição

Aniversariante da sexta-feira (14), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) fez um discurso firme contra o Governo Federal, destacou a atuação dos socialistas na oposição às matérias como reforma da Previdência e ironizou a chamada força política dos Coelho, cujo líder do Senado é Fernando Bezerra Coelho, pai do atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Pleiteando a Prefeitura local, Lucas foi firme. “Quando a gente liga o rádio, escuta o noticiário e lê o jornal ouve muito falar sobre a força política. A força política está aqui nesse palanque“, afirmou citando a presença dos prefeitos de Lagoa Grande, Afrânio, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Santa Filomena e outros locais.

União da Oposição

Se o sertanejo é forte, ele precisa se unir e união é o que a gente vai pregar nessa cidade. As forças politicas de oposição de Petrolina, formadas por Odacy Amorim, Dulcicleide Amorim, Cristina Costa, Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Julio Lóssio, Paulo Valgueiro, Elismar e ainda com a nossa força política e é exatamente o que a gente vai defender: união“, disse.

Lucas já deixou clara sua intenção de concorrer à Prefeitura e é o provável candidato do PSB, tendo inclusive o apoio do deputado federal Gonzaga Patriota, seu colega de partido. Porém, a Oposição ainda não bateu o martelo se irá com uma única candidatura ou apresentará várias em Petrolina.

Gabriel Menezes desmente aproximação com PT e confirma presença no pleito de outubro

Vereador desmente aproximação com PT (Foto: Blog Waldiney Passos)

Por um tempo especulou-se a saída de Gabriel Menezes do PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro. Hoje (7) durante uma entrevista no programa Repercutindo com Daniel Campos, na Rádio Jornal Petrolina, o vereador confirmou que continua no partido e foi além: confirmou que estará na disputa pela Prefeitura em outubro.

“Continuo no PSL, nos próximos dias teremos a nomeação da nova Diretoria no âmbito local. O PSL defende candidatura própria e estamos trabalhando no nosso grupo para elegermos três ou quatro vereadores, renovando as cadeiras do Legislativo Municipal a partir de 2021“, afirmou.

Respeito por Cristina, mas sem aliança

Na noite de quinta-feira (6) o edil esteve com a colega da Oposição, Cristina Costa (PT) cumprindo agenda na Casa Plínio Amorim. Isso deu início a um ruído, acerca de uma possível aliança entre PSL e PT, fato desmentido por ele. “Não existe qualquer conversa nesse sentido, o que houve ontem foi o entendimento entre dois bons amigos, colegas de legislatura, onde há um respeito mútuo muito grande. Torço para que Cristina sempre tenha êxito, Petrolina conhece o seu trabalho. A gente democraticamente também vai oferecer o nosso nome no pleito de 2020″, ressaltou.

Eleições 2020

Para quem não se recorda, Gabriel está em seu primeiro mandato na Câmara de Vereadores e é contrário à reeleição. Sendo assim, não estando na disputa por uma vaga no Legislativo, ele seguirá rumo à Prefeitura de Petrolina. Em 2018 ele tentou uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco, sem sucesso.

De olho em outubro, Lóssio adota cautela sobre pré-candidatura à Prefeitura de Petrolina

Ex-prefeito ainda esconde o jogo (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Petrolina e candidato a Governador de Pernambuco em 2018, Julio Lóssio (PSD) reuniu a imprensa nesse sábado (1º) buscando voltar aos holofotes da política local. Ainda sem confirmar sua pré-candidatura em outubro, Lóssio teceu críticas à atual gestão, lembrou suas ações enquanto gestor e falou da oposição.

Nos bastidores ele já se encontrou com vários possíveis pleiteantes à Prefeitura e não escondeu o jogo. “Quando se tá na corrida você não pode botar o pé para atraplhar. Numa eleição com possibilidade de segundo turno é normal e é salutar que nós tenhamos vários candidatos. Nós temos conversas. Já conversei com Odacy Amorim, com Lucas Ramos, com Gabriel [Menezes] e com Gonzaga [Patriota] que têm preocupações no desmonte da área social”, afirmou.

A respeito de sua pré-candidatura, Lóssio foi cauteloso. “Pode acontecer tudo, inclusive nada. A gente vai tomar a decisão na hora certa. Todo ex-prefeito é um candidato natural. Todo mundo fica muito ansioso, mas a ansiedade atrapalha as coisas. Nós vamos construir junto com os demais pré-candidatos um jogo que permita um jogo salutar a cidade“, disse.

“Tenho o desprazer de ter você como colega de partido”, dispara Gabriel sobre Alvorlande

Vereadores trocaram farpas durante a sessão desta terça.

Após o embate com o vereador Alvorlande Cruz, Gabriel Menezes rebateu o discurso do colega de legenda – ambos são do Partido Social Liberal (PSL) – e afirmou que não preza pelo parlamentar. Os vereadores entraram em um embate após a apresentação de um requerimento a respeito da Avenida Sete de Setembro de autoria de Gabriel.

LEIA TAMBÉM

Requerimento sobre Avenida Sete de Setembro gera embate entre Gabriel Menezes e Alvorlande Cruz

Em um determinado momento, Alvorlande falou citou a decisão de Gabriel de ser contra a reeleição. Em resposta, Gabriel reafirmou seu posicionamento, disse estar de passagem em sua cadeira de vereador e disparou contra Alvorlande.

LEIA MAIS

Requerimento sobre Avenida Sete de Setembro gera embate entre Gabriel Menezes e Alvorlande Cruz

Vereadores protagonizaram embate na Casa nesta terça.

Durante a sessão desta terça-feira (10) na Câmara Municipal de Petrolina, os vereadores Gabriel Menezes (PSL) e Alvorlande Cruz (PSL) protagonizaram um embate após a apresentação de um requerimento a respeito da duplicação da Avenida da Sete de Setembro, de autoria de Gabriel.

O requerimento n. 418/2019, que pode ser acessado clicando aqui, solicitava que o prefeito Miguel Coelho que envidasse esforços junto ao Governo Federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), para corrigir “falhas na execução da duplicação da Avenida Sete de Setembro”.

“Eu quero dizer ao prefeito, quando quiser colocar alguém para dar de testa, coloque alguém mais qualificado. Vossa Excelência vem falar em engenharias. Das engenharias que você está acostumado a fazer eu quero é distância. Eu entrei pela porta da frente, eleito, de cabeça erguida. Prefeito Miguel Coelho, coloque alguém que a gente tenha gosto de ir para o embate, Alvorlande não, faça esse favor”, disse Gabriel.

LEIA MAIS

Bancada de Oposição de Petrolina pede investigação administrativa de policiais envolvidos em ação no Rio Corrente

Vereadores prestaram apoio a Gilmar Santos (Foto: Ascom)

Os vereadores da Oposição de Petrolina emitiram uma nota em solidariedade ao companheiro de bancada, Gilmar Santos (PT), que foi parar na delegacia depois de uma abordagem policial no bairro Rio Corrente. O Blog mostrou mais cedo o fato, bem como a versão da Polícia Militar de Pernambuco.

Em nota, os membros da Oposição – Cristina Costa (PT), Elismar Gonçalves (MDB), Gabriel Menezes (PSL) e Paulo Valgueiro (MDB) – lamentaram o fato e se mostraram indignados. “Solicitamos que haja uma investigação administrativa para avaliar a conduta profissional dos policiais envolvidos”, lembrou o grupo.

LEIA TAMBÉM:

Gilmar Santos critica truculência de policiais; PM rebate e diz que agentes foram agredidos

Vereador Gilmar Santos diz ter sido detido por reagir a violência policial

“Também aproveitamos para ratificar a nossa confiança nos órgãos de segurança e lamentamos que casos como estes ocorram na nossa cidade”, conclui a nota. Leia a seguir o texto assinado pelos vereadores:

LEIA MAIS

Gabriel Menezes pede mais segurança na obra da Estrada da Banana

Vereador pediu uma ponte com condições de segurança aos pedestres (Foto: Ascom)

O vereador Gabriel Menezes (PSL) endossou o pedido da comunidade do Antônio Cassimiro e bairros vizinhos. Na sessão dessa terça-feira (19) o edil pediu mais atenção da Prefeitura e da empresa que realiza a obra de duplicação na Estrada da Banana para que facilite o acesso dos pedestres.

“Peço que seja instalada uma passarela temporária naquela ponte da Estrada da Banana. Populares improvisaram, botaram uma tábua sobre o canal onde a ponte está sendo construída”, justificou o edil.

Segundo Gabriel, no local, há um risco muito grande para os pedestres e isso pode ser solucionado com um simples serviço da construtora. “O risco que as pessoas estão correndo para atravessar. A obra é importante, mas não custa nada para a construtora colocar pelo menos uma passarela com corrimão”.

Por fim, o edil também reforçou a cobrança para recuperação no desvio, que nós mostramos hoje. “Ainda foi indicado um desvio e a buraqueira está parecendo as estradas do interior. É preciso que se faça um aterro”, finalizou.

Gabriel Menezes pede recuperação de cata-vento na zona rural e faz sugestão à Prefeitura de Petrolina

Vereador cobra serviço com urgência na zona rural (Foto: Blog Waldiney Passos)

Gabriel Menezes (PSL) solicitou à Prefeitura de Petrolina e à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para recuperar, em caráter de urgência, o cata-vento do poço artesiano localizado no Sítio Santo Antônio, na margem da estrada de ligação ao Distrito de Rajada.

LEIA TAMBÉM:

Gabriel Menezes comenta situação de Lóssio e anuncia ida para Avante em 2020

“Os animais estão morrendo de sede, as pessoas precisam desse cata-vento. Sugerimos que um kit solar fosse instalado. O Governo municipal precisa ampliar a instalação desses kits solares. Tem época que o tempo está parado, agora sol nós temos abundantemente”, justificou no Plenário.

No mesmo pedido, o vereador ressaltou a importância do kit solar. “Que se fosse analisada a instalação de um kit solar. Mesmo quando não se tem vento nessa região e o cata-vento não consegue puxar água, nós temos sol em abundância. O kit solar resolveria esse problema“, disse. O pedido foi aprovado por 20×0 e segue para análise do prefeito Miguel Coelho.

123