Após surto de covid-19, Gilmar Santos questiona medidas preventivas adotadas pela Case de Petrolina

(Foto: Ilustração)

O vereador Gilmar Santos (PT) quer informações sobre as ações preventivas por parte da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, no Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Petrolina. A preocupação do edil também se direciona a representantes do Poder Judiciário, como o juiz Marcos Bacelar, para que haja fiscalização no local.

Nesta manhã de terça-feira (18), Gilmar apresentou um Requerimento solicitando respostas sobre os cuidados adotados para prevenção da contaminação por covid-19 na unidade. A medida vem após a imprensa local noticiar um surto com pelo menos 18 menores contaminados com a covid-19.

Além das ações preventivas, Gilmar questiona se está havendo testagem periódica dos demais presentes na unidade. O pedido será analisado pelos colegas e será apreciado pelo Plenário da Casa, a partir das 9h.

Câmara de Petrolina recebe profissionais da enfermagem e reitera apoio à luta por aprovação do piso nacional

(Foto: Mateus Tito/Ascom CMP)

Representantes do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco e do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem participaram da sessão de terça-feira (11), na Câmara de Vereadores de Petrolina. A busca da classe é a aprovação do Projeto de Lei n° 2.564/2020, que tramita no Senado Federal, e prevê a criação do piso salarial para as categorias de enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem e parteiras.

Mas apesar da importância desses profissionais, o Congresso Nacional não se sensibilizou para votar a matéria. Diante do impasse, a Câmara Municipal tem buscado fortalecer a luta juntamente aos representantes da cidade, como os deputados federal Fernando Filho (DEM) e Gonzaga Patriota (PSB) e o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB).

“A nossa vinda coincide com a Semana da Enfermagem. O PL trata do piso salarial dos enfermeiros, técnicos de enfermagem e parteiros. É uma luta antiga, nossa luta é que essa pauta entre na votação do Senado. A pandemia só fez com que as nossas causas ficassem mais expostas”, disse Daniella Alencar, que representa os enfermeiros.

LEIA MAIS

Representantes de enfermeiros e técnicos de enfermagem participam da sessão na Câmara de Petrolina

Durante a sessão desta terça-feira (11) na Câmara de Vereadores de Petrolina, será cedido espaço aos profissionais da saúde. Daniella Alencar, do Sindicato dos Enfermeiros do Estado e Rosângela Galvão, do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem farão uso da Tribuna Livre nesta manhã.

LEIA TAMBÉM

Vereadores de Petrolina pedem valorização dos enfermeiros e técnicos de enfermagem 

Elas abordarão questões relativas a tramitação do PL 2.564/2020, no Senado Federal, sobre o piso salarial das categorias. A participação na sessão foi solicitada pelo vereador Gilmar Santos (PT). A sessão está acontecendo de forma presencial, mas também é possível assistir os trabalhos pelo YouTube da Câmara.

Ronaldo Silva chama Gilmar Santos de hipócrita e sugere criação de comissão para punir a postura do edil

(Foto: arquivo Blog Waldiney Passos)

No início desta legislatura  muito se pregou quanto a serenidade dos vereadores que deveria prevalecer durante as sessões da Câmara Municipal de Petrolina. No entanto, esse discurso caiu totalmente por terra na sessão remota de ontem (27), durante a votação do projeto de lei que classifica as igrejas e templos religiosos como serviço essencial no município. Provocados pelo vereador Gilmar Santos, que chegou a insinuar que os evangélicos que teriam votado no presidente Jair Bolsonaro, seriam incoerentes com o evangelho, alguns vereadores reagiram a fala do petista.

Ronaldo Silva foi um dos que não poupou severas críticas à Gilmar Santos. “Até de bandido aqui, senhor presidente, os nossos evangélicos foram tratados aqui pelo vereador, por que ele disse que os vereadores, as lideranças que votaram, os evangélicos que votaram em Bolsonaro são bandidos. Imagine o senhor a falta de respeito e de consideração que esse rapaz, esse cidadão tem com os colegas aqui da casa (…). Respeite vereador, o senhor que disse que defende a diversidade, o senhor deveria era tomar vergonha na cara e respeitar os pares!”, disse.

Aglomeração

Ainda segundo Ronaldo Silva, o colega petista blefa ao criticar aglomerações nas igrejas e cita o recente episódio ocorrido na invasão do residencial Novo Tempo 5, que gerou uma grande concentração de pessoas, reunindo cerca de 300 (trezentos) moradores, do qual participou ao lado de Gilmar Santos e Rodrigo Araújo.

“O senhor fala aqui de aglomerações nas igrejas, a tão pouco tempo o senhor estava junto comigo e o vereador Rodrigo Araújo, lá na invasão do Novo Tempo 5, com aglomeração de mais de trezentas pessoas, que invadiram as casas e vossa excelência estava lá, e aqui o senhor vem com essa hipocrisia”, alfinetou.

Cassação de mandato

Por fim, Ronaldo sugeriu a criação de uma Comissão de Ética para avaliar a postura do petista e chegou a afirmar que se fosse preciso poderiam até mesmo deliberar pela cassação do mandato do colega.

“Então senhor presidente, o senhor tem que criar imediatamente a Comissão de Ética para colocar esse cidadão no lugar dele, porque ele merece, se for preciso agente cassa o mandato desse indivíduo. Muito obrigado, desculpa aí o meu desabafo, porque não é justo agente ouvir um tipo de elemento desse falando alto dessa forma com os vereadores, os evangélicos da nossa cidade”, concluiu.

Momentos antes do encerramento da sessão, o vereador Gilmar Santos solicitou para que ficasse registrado em ata o que considerou ser  “uma ameaça ao seu mandato”.

“Eu não estou ameaçando mandato de ninguém, estou divergindo, é um direito que este vereador tem de divergir e nós não vamos nos submeter, já disse em outras ocasiões, vou repetir, a qualquer tipo de ameaça, de situação, que venha aqui querer atropelar de alguma forma a democracia. Então, nós não vamos nos submeter, o vereador pode espernear, pode  fazer o que bem quiser, nós vamos continuar defendendo a nossa posição divergindo dos senhores, respeitando os senhores”, ponderou.

Vereador Gilmar Santos insinua que evangélicos eleitores de Bolsonaro, não são coerentes com o evangelho

(Foto: arquivo Blog Waldiney Passos)

A fala do vereador petista Gilmar Santos, ao justificar seu voto contrário ao projeto de lei que classifica as igrejas e templos religiosos como serviço essencial no município, provocou uma forte reação dos demais pares na sessão remota desta terça-feira (27), na Câmara Municipal de Petrolina.

“Quando nós transformamos igrejas em atividade essencial, ou serviço essencial, me parece que nós diminuímos, empobrecemos o potencial, a riqueza, a dimensão extraordinária que é a fé, a espiritualidade, a mística, a religião”, disse o edil.

O que deixou os vereadores chateados na verdade, foi, entre outras afirmações, a insinuação do vereador que os evangélicos que teriam votado no presidente Jair Bolsonaro, são incoerentes com o evangelho. “Então, quando os senhores defendem esse tipo de projeto em meio, repito, a uma situação tão trágica do nosso país, comandado por um presidente, que por sinal foi eleito por uma boa parte de evangélicos, não por todos evangélicos, porque tem evangélico coerente com o próprio evangelho”, afirmou.

Gilmar disse ainda que o voto dos vereadores que foram a favor do projeto “só encontrava amparo em uma política eleitoreira com medo de perder votos ou no fanatismo religioso e genocida, por sinal patrocinado por falsos pastores”.

O edil foi o único a votar contra a matéria, os demais vereadores, inclusive da oposição, foram a favor da proposição que foi aprovada por 17×1.

“Você que é o lixo”, dispara Ronaldo Silva para Gilmar Santos

Troca de ofensas marcou o dia na Câmara de Petrolina

“Ele não tem respeito nem pelo próprio líder dele. Não aceita ser liderado por um jovem de 1º mandato e ele não teve humildade de ser liderado. Mostra que a hipocrisia e o lixo é ele. Você que é o lixo“. A fala forte foi dita pelo líder do governo na Casa Plínio Amorim, Ronaldo Silva (DEM), na sessão desta terça-feira (30).

O comentário de Ronaldo veio após Gilmar Santos (PT) ter dito que os vereadores da Situação sempre rejeitam seus pedidos de transparência pelo fato de ter “lixo escondido” debaixo dos tapetes. Hoje Gilmar apresentou o Requerimento n° 111/2021, no qual pede informações sobre a relação dos imóveis alugados pela gestão municipal, com cópia dos contratos e destinação dada a cada um deles.

LEIA MAIS

Requerimento de Gilmar Santos pedindo estudo para redução dos gastos públicos é aprovado na Câmara de Petrolina

(Foto: Foto: Arquivo/ Agência Brasil)

O Requerimento n° 92/2021 foi aprovado por 16×0, na sessão desta terça-feira (23) na Câmara de Vereadores de Petrolina. O documento foi apresentado por Gilmar Santos (PT) e trata de um estudo para reduzir gastos públicos, com a finalidade de criar um fundo de assistência social voltado às pessoas em vulnerabilidade social e também às pequenas empresas durante a pandemia.

No Requerimento, Gilmar solicitava aos senadores, deputados estaduais e federais de Pernambuco, além dos próprios vereadores de petrolinenses a adesão ao estudo.

“Nós solicitamos que atuem para realização de estudos sobre a redução de gastos públicos, para que a gente possa destinar verbas públicas a um fundo de assistência social, destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade“, justificou.

O edil lembrou que há sim recursos nos cofres públicos. Uma exemplificação disso são os escândalos relatados na mídia com compras de cerveja, carne de churrasco e leite condensado pelo Governo Federal. Mas agora é hora de olhar aos mais carentes. “Fico pensando na importância cada vez maior de termos recursos públicos para proteger a nossa população empobrecida e as nossas pequenas empresas. Esse dinheiro vai sair do setor público“, salientou.

Gilmar Santos propõe redução dos gastos públicos para montar fundo de assistência social durante a pandemia

(Foto: Ascom PMP)

Sem projetos do Poder Executivo em pauta nesta terça-feira (23), o destaque da manhã deve ser o Requerimento n° 92/2021, do vereador Gilmar Santos (PT). O edil solicita aos senadores, deputados federais e estaduais de Pernambuco, bem como aos vereadores da cidade a redução dos gastos públicos durante a pandemia.

A proposição quer a diminuição dos gastos para montar um fundo de assistência social aos micro e pequenos empreendedores nesse momento de suspensão de atividades econômicas. O Requerimento será analisado pelos 23 vereadores e precisa ser aprovado para ser encaminhado às autoridades.

No encontro de logo mais, às 9h, há apenas oito matérias do Legislativo. Os textos tratam da concessão de Título de Cidadão Petrolinense e denominação de espaços públicos. A sessão pode ser acompanhada pelo link a seguir:

Gilmar Santos cobra votação de projeto sobre Parto Humanizado

Vereador fez protesto na sessão de ontem

“Enquanto o presidente Aero Cruz [DEM] se nega a pautar o PL do Parto Humanizado, mulheres e crianças continuarão morrendo em Petrolina”. Esse era o texto visível em um cartaz disposto em frente ao posto ocupado por Gilmar Santos (PT) na sessão de terça-feira (2), na Câmara de Petrolina.

O edil fez um apelo à Mesa Diretora, para que o projeto entre em votação. “Essa é a quinta vez que eu solicito dessa Casa que, coloque em tramitação o projeto 024, sobre o parto humanizado. Mais mulheres, possivelmente, a gente espera que não, passarão por situações difíceis no [Hospital] IMIP/Dom Malan e Casa de Parto”, afirmou.

No entendimento de Gilmar, a Câmara de certa forma está sendo omissa. “Essa Casa, que poderia já estar tramitando um projeto tão importante e aprovado, para garantir prevenção a riscos de mortes, tanto de mulheres, quanto de crianças, parece estar levando de forma diferente“, pontuou.

Aero responde

Aero respondeu. “Mais uma inverdade e uma mentira se coloca nessa casa. Mais uma vez Vossa Excelência é indelicado e como professor, é um péssimo exemplo aos seus alunos. Na hora que passar nas Comissões e passar pelo Jurídico da Casa, pode ter certeza de ele vem à pauta e será votado nesse Plenário“, disparou o presidente da Câmara.

Gilmar Santos pede informações sobre volta às aulas presenciais em Petrolina

Vereador pediu informações sobre volta às aulas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Gilmar Santos (PT) está em busca de mais informações sobre o retorno das aulas presenciais em Petrolina. Nesta terça-feira (23) o vereador apresentou o Requerimento nº 035/2021, solicitando o uso da Tribuna Livre dos secretários Educação, Plínio Amorim e da Saúde, Magnilde Albuquerque nas próximas sessões.

“Nós solicitamos a presença do secretário de Educação e da secretária de Saúde, para que nos expliquem como nossos professores e os nossos estudantes voltarão para as aulas presenciais. Para que nos expliquem em quais condições voltarão às escolas. Com vacinação? Sem vacinação? Quais as condições das nossas escolas“, elencou o vereador.

LEIA MAIS

Vereador Gilmar Santos solicita cumprimento do protocolo sanitário contra a Covid-19 na Câmara Municipal de Petrolina

(Foto: Ascom/Gilmar Santos)

O Vereador Prof. Gilmar Santos (PT), enviou ofício a mesa diretora da Câmara Municipal de Petrolina solicitando o cumprimento do protocolo sanitário contra a Covid-19 nas dependências da Casa Plínio Amorim. Entre as solicitações está o retorno da verificação de temperatura, a exigência do uso de álcool em gel na entrada e o uso de máscara para todos, inclusive parlamentares.

No documento, o parlamentar demonstrou preocupação com a flexibilização em relação a algumas regras de controle sanitário e afirma que é possível encontrar grande quantidade de pessoas circulando no prédio e ainda mais grave, a não utilização de máscaras, inclusive por parte de alguns colegas Vereadores.

“É fundamental redobrar os cuidados, e um espaço público como a Câmara de Vereadores deve ser uma instituição que sirva de exemplo no que diz respeito ao cuidado e atenção às regras”, pontuou o vereador.

Novo líder da Bancada de Oposição, Marquinhos do N4 comenta decisão de Gilmar em não apoiar seu nome

Marquinhos terá a missão de liderar a bancada de Oposição (Foto: Blog Waldiney Passos)

Quando as sessões legislativas começarem em fevereiro, a bancada de Oposição de Petrolina terá uma nova liderança. Marquinhos do N4 (PODEMOS) foi escolhido pelos colegas e espera manter um trabalho propositivo. Entretanto, seu nome não foi unânime no grupo dos opositores.

“Tivemos o voto de Samara [da Visão] e Elismar [Gonçalves]. Gilmar [Santos] adotou uma postura de oposição independente. Respeito a posição dele, mas enquanto líder vamos propor, vamos conversar e buscar trazer melhorias. Ele propôs algo diferente, onde nós três não aceitamos. Ele queria que fosse um rodízio. Um ano fica um, renunciava para o outro assumir. Ele disse que era uma proposta coletiva, mas pra mim proposta coletiva é onde a maioria aceita. Aceitamos dois anos e depois mais dois anos”, explicou no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Câmara de Petrolina aprova mudanças no Código Tributário, que já começam a valer em 2021

2020 foi um ano conturbado e o encerramento da atividades no legislativo na Câmara de Vereadores de Petrolina não poderia ser diferente. Assim como foi durante toda legislatura, Situação e Oposição mais uma vez se dividiram em relação aos projetos de Lei apresentados pelo Poder Executivo.

LEIA TAMBÉM

Atual presidente da Câmara, Osório confirma escolha de Aero para assumir comando da Casa em 2021

Na pauta de terça-feira (29) havia quatro matérias enviadas pelo prefeito Miguel Coelho (MDB), entre elas o Projeto de Lei Complementar n° 003/2020, atualizando o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) a partir de 2021. Além disso, o PL atualiza as taxas de coleta de lixo, que será por m² e zonas.

LEIA MAIS

Petrolina: lei garante atendimento prioritário na marcação de exames a pacientes com lúpus

Pacientes ganham prioridade no atendimento com lei (Foto: Ascom/PMP)

Agora é lei municipal. Os pacientes diagnosticados com lúpus terão atendimento de urgência, emergência e marcação de exames/consultas prioritário em Petrolina. A medida vem através da Lei n° 3.341/2020, sancionada pelo prefeito Miguel Coelho (MDB) no Diário Oficial de quarta-feira (22).

A lei foi proposta pelo vereador Gilmar Santos (PT) e aprovada pela Casa Plínio Amorim. O texto da matéria também determina que pacientes com suspeita da doença e que precisam realizar exames para comprovar o diagnóstico também receberão tal prioridade.

Mas para isso deverão apresentar alguma documentação comprovando o diagnóstico de lúpus ou a necessidade da confirmação do prognóstico médico.

Discursos de vitória e agradecimento marcam sessão dessa terça na Casa Plínio Amorim

Quem não foi reeleito também agradeceu pelos votos recebidos (Foto: Arquivo)

O clima de eleição marcou a sessão dessa terça-feira (17), na Câmara de Vereadores de Petrolina. Os edis aproveitaram o momento para agradecer a confiança na renovação dos mandatos. Aos que saíram derrotados, o tom foi um misto de tristeza, mas também de cabeça erguida.

Depois de aprovar as Indicações e Requerimentos por 15×0, os vereadores começaram seus discursos políticos. Major Enfermeiro (MDB) agradeceu aos que ajudam na saúde. Em 2021 ele iniciará seu quarto mandato na Casa Plínio Amorim.

LEIA TAMBÉM

Confira os vereadores eleitos em Petrolina

Ronaldo Silva (DEM) foi outro a ser reeleito e lembrou que, a população não quer dinheiro e sim, um político próximo. “A pessoa precisa da presença do seu líder, das ações. E peço aqui aos amigos que foram eleitos, que façam essas visitas. As pessoas precisam de uma liderança“, pontuou.

Alex de Jesus (Republicanos) também foi reeleito. “Foi uma campanha muito difícil, no meio de uma pandemia e uma dificuldade muito grande“, lembrou Alex. Para Zenildo. Rodrigo Araújo (Republicanos) também retornará em 2021 e lembrou da parceria com o atual prefeito, Miguel Coelho (MDB). “Petrolina tem força e a vitória história do prefeito Miguel Coelho reforça que a nossa cidade poderá contribuir, no futuro próximo, com o destino do nosso Estado“, lembrou.

LEIA MAIS
123