É golpe: INSS alerta para falsa prova de vida via WhatsApp

(Foto: Arquivo)

Tem um novo golpe na praça e os segurados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem estar atentos. Há criminosos pedindo uma prova de vida via WhatsApp, mas na verdade é golpe para roubar dados dos beneficiários.

Segundo o INSS, criminosos ligam ou enviam uma mensagem pelo WhatsApp, pedindo que a vítima envie uma foto de algum documento com foto para finalizar o processo. A recomendação do órgão é não obedecer aos pedidos, bloquear o contato e não responder a qualquer outro tipo de solicitação.

Vale lembrar que a prova de vida está suspensa em todo país até 31 de maio. E desde o ano passado, quando teve início a pandemia do novo coronavírus, essa prova foi suspensa.

Prefeitura de Petrolina alerta para o golpe do falso cadastro do Programa Minha Casa Minha Vida

(Foto: ASCOM/PMP)

A prefeitura de Petrolina informou que tem recebido informações de que uma pessoa está se passando por representantes da  Secretaria Executiva de Habitação do Município ou da Caixa Econômica Federal, para tirar dinheiro de moradores de áreas de ocupações irregulares.

De acordo com as denúncias, essa pessoa têm visitado residências e oferecido supostas facilidades de cadastro no extinto Programa Minha Casa Minha Vida, hoje Casa Verde Amarela e assim cobrando entre R$ 1 mil e R$ 5 mil para inscrever as famílias para receber casas que não existem.

LEIA MAIS

Bandidos estão cobrando por serviços em nome da Compesa, alerta Companhia

(Foto: Ascom)

Criminosos estão aplicando um golpe utilizando o nome da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Segundo a Companhia, há pessoas agindo de má fé, cobrando por supostos serviços em nome da empresa, prática essa que não condiz com o procedimento da Compesa.

“A Compesa não autoriza seus funcionários a receberem valores, sejam em espécie, ou através de maquinetas de cartão de crédito e/ou débito, nem de forma alguma, durante as ações de fiscalização e cobrança realizadas nas residências e estabelecimentos comerciais ou de qualquer outra natureza“, orienta a Compesa.

Quem for vítima ou presenciar esse tipo de prática deve registrar denúncias nos canais oficiais da Companhia. E claro, acionar a polícia. Os contatos da Compesa são:

  • Atendimento Comercial 24h – 0800 081 0195
  • Vazamento de Água e Esgoto 24h – 0800 081 0185
  • Loja Virtual da Compesa: www.compesa.com.br
  • App Compesa Mobile ( Android e IOS):
  • Aplicativo: https://play.google.com/store/apps/details?id=compesa.mobile&hl=pt_BR

“Caso alguém se identifique como funcionário da Compesa e solicite valores em espécie durante a execução de algum serviço, orientamos que os clientes entrem em contato com a Companhia e com a polícia para denunciarem a situação, para que o caso seja apurado e os responsáveis sejam punidos administrativamente e criminalmente“, ressalta a Compesa.

Alerta: novo golpe tem como vítimas consignados do INSS

Segurados do INSS devem consultar com frequência extratos no Menu INSS para identificar possíveis fraudes, essa tem sido a recomendação do  Instituto Nacional do Seguro Social, a fim de evitar o mais novo golpe do mercado financeiro brasileiro. Nesta modalidade, o criminoso obtém dados pessoais da vítima, tais como CPF, e faz o empréstimo em seu nome.

É importante consultar mês a mês o extrato do benefício. Temos acompanhado uma série de golpes no país, dos mais variados tipos. Esse é mais um. Ao identificar qualquer cobrança não contratada por você, aciona imediatamente o órgão para esclarecimento“, pontua a advogada Anhamona de Brito do Ajê Advocacia.

LEIA MAIS

PF desarticula grupo suspeito de aplicar golpes em beneficiários do Auxílio Emergencial no Sertão de Pernambuco

Advogados viraram réus (Foto: PF/Arquivo)

A Polícia Federal desarticulou um grupo que estava aplicando golpes em beneficiários do Auxílio Emergencial no Sertão de Pernambuco. A operação “Ágio Emergencial” foi deflagrada na sexta-feira (4), coordenada pela unidade de Salgueiro (PE) e cumpriu seis mandados de busca e apreensão.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal da 20ª Vara do Estado. De acordo com a PF, duas pessoas apontadas como integrantes do grupo já foram identificadas. Um dos envolvidos é um homem de 26 anos, funcionário de uma casa lotérica no município de Belém do São Francisco.

Ele estaria cobrando uma taxa de 10% em cima do valor do auxílio, para que os beneficiários não enfrentassem fila no momento do saque. O suspeito estaria cobrando essa taxa desde abril. Segundo a PF, o pagamento era efetuado fora do estabelecimento e o funcionário mirava pessoas de baixa renda ou em situação de miserabilidade social.

LEIA MAIS

Polícia Civil alerta população de Petrolina sobre novo golpe dos cartões de crédito e débito

Bandidos são bem organizados e usam da boa fé das pessoas (Foto: Marcos Santos/USP)

Criminosos da região estão se passando por funcionários de bancos e operadoras de crédito para aplicar mais um golpe na população petrolinense. O alerta foi feito, nessa sexta-feira (13), pela Polícia Civil 213ª Delegacia, em Petrolina.

O golpe

Os criminosos entram em contato com os cidadãos, afirmando que houve um problema com seus cartões de crédito ou débito. Eles então agendam um horário para uma visita às residências, para recolher o cartão. A justificativa para se deslocar até a vítima, segundo a polícia, mostra a boa articulação dos golpistas.

“[Eles] dizem que estão indo nas residências para evitar que as pessoas se desloquem às agências bancárias, evitando aglomeração em razão da pandemia do coronavírus. De boa-fé, algumas pessoas têm feito a entrega, inclusive com senha, possibilitando aos criminosos fazer saques e/ou compras, causando sérios prejuízos a essas pessoas”, explica a Polícia Civil.

Fique atento!

Mas fique atento, pois nenhuma operadora ou banco solicita o recolhimento dos cartões em sua residência. Quem solicita isso, retira a polícia, quer aplicar algum golpe. Sendo assim, o moradora ou moradora deverá imediatamente acionar a polícia.

Polícia apreende menor acusado de aplicar golpes em Petrolina e cidades da Bahia

(Foto: Polícia Civil/BA)

O menor infrator foi apreendido na cidade de Senhor do Bonfim, região norte da Bahia. Durante as investigações, Policiais Civis da 19ª Coordenação Regional de Polícia do Interior, descobriram que um menor de idade, oriundo da cidade de Osasco, em São Paulo, estava hospedado em uma pousada da cidade de Senhor de Bonfim e o mesmo estava aplicando golpes em pessoas de Senhor do Bonfim, Campo Formoso e Juazeiro, cidades do norte da Bahia e em Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

O golpe acontecia da seguinte maneira. Um homem ligava de São Paulo para a vítima, se passando como funcionário da operadora do cartão. No telefonema, informava que seu cartão tinha sido clonado e que outra pessoa estava fazendo compras e transferências com o cartão da vítima em São Paulo.

LEIA MAIS

PF investiga mais um golpe da cédula falsa de R$ 200 em Pernambuco

Vítima é um comerciante de 60 anos (Foto: Raphael Ribeiro/BCB)

A Polícia Federal (PF) investiga um segundo golpe aplicado utilizando notas falsas de R$ 200. O caso aconteceu em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife, no início do mês. Mas apenas hoje (14) a vítima entrou em contato com a PF.

A vítima é um homem de 60 anos. Ele colocou refletores a venda na internet. A venda foi finalizada e ele recebeu o pagamento em dinheiro. Mas as oito notas de R$ 200 entregues pelos compradores eram falsas. O chefe de comunicação da Polícia Federal no Estado, Giovani Santoro, contou como a denúncia chegou até a PF.

“Esse empresário, administrador, estava fechando as atividades em visto até do falecimento de sua esposa, vendendo 11 refletores de 400 watts. Colocou na internet esse anúncio, uma mulher se apresentou como compradora, foi até a casa dele com outro suspeito e pagou R$ 1,6 mil em notas de R$ 200. Quando ele descobriu que as notas eram falsas as trouxe aqui para a Polícia Federal”, disse a Rádio Jornal.

Dicas

As dicas da PF são observar a cédula atentamente: analisar o número de série, a marca d’água, cor da cédula e acima de tudo, recorrer ao aplicativo “Dinheiro Brasileiro”. O app não dirá se a cédula é falsa, mas vai orientar o usuário sobre como identificar outras possíveis irregularidades.

Prefeitura de Petrolina alerta sobre falsa cobrança para cadastros no ‘Minha Casa, Minha vida’

(Foto: Ilustração)

Após receber a informação de que criminosos estariam se passando por representantes da Secretaria Executiva de Habitação e visitando ocupações irregulares para oferecer supostas facilidades no programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, a prefeitura de Petrolina decidiu fazer um alerta para que a população não caia nesse golpe.

De acordo com a prefeitura, os farsantes estariam cobrando o valor aproximado de R$ 1 mil. As pessoas que afirmaram ter recebido essa visita, já foram devidamente orientadas a procurar a delegacia da Polícia Civil para registrar a ocorrência.

LEIA MAIS

Golpe: Prodecon de Petrolina alerta consumidores sobre falsos perfis de lojas nas redes sociais

(Foto: Internet)

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) decidiu emitir um alerta para a população petrolinense sobre um novo modelo de golpe que tem se espalhado pelas redes sociais.

Segundo o Prodecon, tem sido comum o anúncio em falsos perfis de lojas que anunciam promoções imperdíveis, que às vezes oferecem desconto de mais de 50%.

Ainda de acordo com o órgão, os golpes ficam ainda mais fáceis pelo fato dos pagamentos serem feitos por boletos ou transferência, e o consumidor não ter em mãos os endereços do vendedor.

LEIA MAIS

Auxílio Emergencial: Ministério da Cidadania lista 1,3 milhão de CPFs suspeitos de fraude

Diante das fraudes em relação ao Auxílio Emergencial, o Ministério da Cidadania encaminhou um documento à Polícia Federal, listando 1,3 milhão de CPFs suspeitos de golpe no pagamento do benefício de R$ 600. Até fim dos trabalhos investigativos, as contas desses CPFs estão bloqueadas.

“Não é possível afirmar que esses CPFs sejam considerados cancelados ou inelegíveis para receber o benefício. Qualquer indício de ilegalidade, em especial na ótica criminal, é imediatamente informado à Polícia Federal e os pagamentos são suspensos”, informou a pasta ao tomar a decisão.

O Auxílio Emergencial foi criado durante a pandemia do novo coronavírus. O benefício previa, inicialmente, o pagamento de R$ 600,00 a brasileiros desempregados, MEIs e autônomos, além de mães chefes de família. O dinheiro é liberado pela Caixa Econômica Federal, através de conta digital ou saque. (Com informações do Metrópoles).

Mãe do garoto Miguel denuncia vaquinha virtual: “Estão se aproveitando da minha situação”

Mirtes teve perfil hackeado pela 2ª vez, dessa vez para vaquinha online (Foto:  Diogo Cavalcante/Diário de Pernambuco)

Mirtes Santana é mãe do garoto Miguel Otávio Santana e descobriu que está sendo vítima de um golpe na internet. Sua conta no Instagram foi hackeada por pessoas que criaram uma vaquinha virtual. A publicação pede ajuda financeira para custear a construção de uma casa para ela.

“Hoje, venho pedir um pouco da ajuda de vocês. Eu trabalhava de diarista, com o sonho de construir minha própria casa. mas ainda não consegui arrecadar o valor, então venho pedir a todos vocês que puderem me ajudar a realizar o meu sonho de ter a minha casa própria“, diz um trecho da falsa mensagem postada.

Alertada por mensagens

(Foto: Reprodução/JC Online)

Mirtes relatou ter acordado hoje com várias mensagens alertando sobre o golpe. “Fizeram uma vaquinha virtual em meu nome, botaram até informações falsas. Estão se aproveitando da minha situação, da minha dor, para poder roubar as pessoas. Isso é um absurdo. Já conversei com meu advogados. Isso é caso de polícia“, afirmou ao Jornal do Commercio.

Mensagem é golpe

Semana passada o mesmo perfil já havia sido hackeado e todas as fotos de Miguel haviam sido apagadas. Sobre a suposta vaquinha, Mirtes ressaltou que essa arrecadação é golpe. “Eu pedi o link e entrei no Instagram. Constatei que, de fato, a campanha existe. Eu pedi para que minha vizinha denunciasse. Eu chega fiquei assustada. Porque isso é uma fraude. É golpe. Vou na delegacia para que a polícia descubra quem está fazendo isso em meu nome“, conclui.

Alerta: golpe do FGTS já fez 100 mil vítimas no Brasil

Link malicioso rouba dados dos beneficiários (Foto: Reprodução/PSafe)

Depois do golpe do Auxílio Emergencial, os criminosos agora atuam no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Especialista em segurança digital, a PSafe afirma que até quarta-feira (1°) 100 mil pessoas já haviam sido vítimas dos bandidos em todo país.

O golpe

O golpe funciona da seguinte forma: os criminosos compartilham links maliciosos no WhatsApp e prometem o saque de R$ 1.045, usando o Auxílio Emergencial como isca para atrair as vítimas e roubar seus dados pessoais. Ao clicar no link, muitas vezes acreditando ser da Caixa Econômica Federal, o beneficiário é encaminhado a uma página.

Lá fornece seus dados pessoais e recebe orientações sobre como saque o FGTS, que foi liberado pelo banco nessa semana. Após roubar os dados das vítimas o grupo ainda obriga o usuário a compartilhar o link com outras pessoas. “Quando a vítima concede permissão para o envio das notificações, os criminosos podem utilizar dessa permissão para enviar propagandas, com as quais lucram, e até mesmo enviar novos golpes“, explica o diretor da PSafe Emilio Simoni.

WhatsApp: Deputado Fernando Filho alerta para tentativa de golpe usando seu nome

Mais um deputado se tornou vítima de tentativa de golpe pelo aplicativo WhatsApp. Nessa quanta-feira (27), Fernando Filho alertou amigos e seguidores sobre pessoas usando seu nome para conseguir cometer crimes pelo app.

“É um golpe para poder roubar o Whatsapp e a gente sabe que é para cometer todo tipo aí de ato criminoso”, alertou.

Segundo o parlamentar, são vários números com DDD de São Paulo ligando e enviando mensagens para seus contatos e seguidores das redes sociais.

“Isso já está acontecendo com outros parlamentares na Câmara e infelizmente desde ontem também alguns dos nossos seguidores têm recebido essa ligação e essa mensagem, isso por conta das lives que estamos fazendo todos os dias com as lideranças dos mais diversos  municípios”, disse.

Números de São Paulo têm ligado para várias pessoas seguidoras do parlamentar nas redes sociais pedindo para poder confirmar um número através de um link enviado por SMS. Fernando Filho pede para que  desconsiderem e avisem também aos demais contatos para evitar esta tentativa de golpe.

Veja vídeo:

PF faz alerta sobre novo golpe do auxílio emergencial

Golpe promete desbloquear benefício (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Na semana em que a Caixa Econômica Federal começa a pagar o auxílio emergencial de R$ 600 em dinheiro, a Polícia Federal (PF) fez um alerta aos beneficiários do chamado coronavoucher. Um novo golpe está circulando nos grupos de WhatsApp e também no Facebook, prometendo desbloquear o dinheiro.

De acordo com a PF, a mensagem começou a ser difundida na semana passada e tem como alvo aquelas pessoas com restrições cadastrais. No golpe, os criminosos solicitam informações pessoais – nome, data de nascimento e o tipo de trabalho – como também o local de preferência para o suposto saque.

Para tornar o golpe praticamente perfeito, os bandidos também exibem supostas mensagens de usuários que receberam o benefício após usar o aplicativo. Diante desse cenário, a PF faz um alerta aos brasileiros: desconfiem das mensagens, não compartilhem links sem saber a procedência e fique atento ao imediatismo do app.

Em caso de dúvidas, procure sempre os aplicativos fornecidos pela Caixa Econômica ou utilize os canais de comunicação fornecidas pela instituição: site oficial e telefone. (Com informações do JC Online).

123