Beneficiários do Bolsa Família começam a receber auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal começou nesta sexta-feira (16) o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial de 2021 para beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 1.

O recebimento dos recursos é realizado da mesma forma e nas mesmas datas do benefício regular para quem é inscrito no programa social. Para quem recebe por meio da Poupança Social Digital, os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

LEIA MAIS

Brasil encerra semana superando marca de 350 mil mortes por covid

(Foto: Michael Dantas / AFP)

O Brasil concluiu a primeira semana de abril superando a triste marca de 350 mil mortes por covid-19. Os dados de sábado (10) indicam 13.445.006 pacientes infectados e 351.334 óbitos, desde o início da pandemia, em março de 2020.

Apenas no sábado foram mais 71.832 diagnósticos e 2.616 vítimas fatais. Os números são do Ministério da Saúde, contabilizados até 18h30 de ontem. A média de mortes nos últimos sete dias foi de 3.020. A de casos, de 70.201.

Ainda segundo o Governo Federal, 11,8 milhões de pessoas estão recuperadas da doença, e 1,3 milhão permanecem em acompanhamento. A notícia positiva é que o país atingiu 30 milhões de vacinas aplicadas, somando 1ª e 2ª doses.

Petrolina recebe 10 respiradores para equipar UTIs destinadas a pacientes com covid

(Foto: Ascom)

Petrolina recebeu 10 respiradores para equipar as Unidades de Terapia Intensiva (UTI), destinadas a pacientes com covid-19. De acordo com a Prefeitura, o material que foi entregue da quinta-feira (8) foi encaminhado pelo Governo Federal.

A cidade conta hoje com 82 vagas abertas pela gestão municipal, Governo do Estado e Federal. “Nas últimas semanas, enfrentamos um crescimento de internações e mesmo com um esforço conjunto enorme da Prefeitura, Governo Federal e Estado, temos a ocupação da UTI no limite. Seguiremos focados nessa luta, tanto na estrutura de atendimento quanto na vacinação para sairmos logo desse momento difícil”, disse Miguel Coelho (MDB).

O gestor municipal agradeceu o apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) em um vídeo divulgado nas redes sociais:

Aeroporto de Petrolina é arrematado na sexta rodada do leilão de aeroportos

(Foto: Divulgação)

O Aeroporto de Petrolina Senador Nilo Coelho, no Sertão do Médio São Francisco, em Pernambuco, foi arrematado no Bloco Central da sexta rodada do leilão de aeroportos realizada pelo Governo Federal nesta quarta-feira (7).

O bloco foi arrematado por R$ 754 milhões e dele também fazerm parte os aeroportos de Goiânia /GO, Palmas/TO, São Luís/MA, Imperatriz/MA e Teresina/PI. Segundo o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), o grupo vencedor do leilão tem expertise em concessões.

LEIA MAIS

Companhia arremata Aeroporto de Petrolina em leilão federal

O Governo Federal promoveu, na manhã desta quarta-feira (7), o leilão para concessão de 22 aeroportos nacionais. O Aeroporto Senador Nilo Coelho, em Petrolina, que integra o Bloco Central, foi arrematado pela Companhia de Participações em Concessões, subsidiaria da CCR.

A previsão do Governo Federal é repassar os aeroportos à iniciativa privada por até 30 anos. No balanço inicial, a arrecadação foi de R$ 3,3 bilhões com o leilão. A principal vencedora do processo foi a Companhia de Participações em Concessões, que levou dois blocos (Sul e Central).

Bloco Sul

  • Formado por nove terminais (investimento total de R$ 2,8 bi): Curitiba, Bacacheri, Foz do Iguaçu e Londrina (PR), Navegantes e Joinville (SC), e Pelotas, Uruguaiana e Bagé (RS).

A oferta mínima era de R$ 130,2 milhões e o pacote recebeu três ofertas:

LEIA MAIS

Pagamento do Auxílio Emergencial começou nesta terça-feira; veja o calendário

(Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil)

A primeira parcela da nova rodada do novo auxílio emergencial começará a ser paga pela Caixa nesta terça-feira (6). Seguindo o mesmo modelo de 2020, os pagamentos serão realizados de acordo com a data de nascimento do beneficiário. Assim, as pessoas nascidas em janeiro devem receber o valor ainda hoje.

Segundo a Caixa, foram contratados 7,7 mil colaboradores para atuar em cerca de 4,2 mil agências no país e reforçar o atendimento aos beneficiários. Confira o calendário de pagamento para o mês de abril:

LEIA MAIS

Aeroporto de Petrolina está entre os 22 que serão leiloados pelo governo federal nesta quarta-feira

A “Infra Week”, como o governo tem chamado a semana de leilões, começa nesta quarta-feira (7), com os 22 aeroportos. Eles serão divididos em três blocos: o primeiro com nove terminais da região Sul, o segundo com sete da região Norte e o último com seis do Centro-Oeste e Nordeste.

Os principais são os aeroportos de Manaus, Goiânia e Curitiba. Os vencedores terão de administrar todos os terminais do bloco.

LEIA MAIS

Pipeiros estão sem receber desde novembro, afirma leitor

(Foto: Ilustração)

Os pipeiros que atuam na Operação Carro-Pipa, no Sertão da Bahia, estão sem receber pelos serviços desde novembro de 2020. No último dia 24 de março o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou a retomada das atividades, mas segundo os trabalhadores, não houve a quitação dos débitos.

“Está com esses meses atrasados. Quando a gente assina o contrato, eles podem quebrar o contrato. A gente não pode não, porque paga uma multa. Trabalhamos janeiro e fevereiro, março não porque eles [o Governo Federal] não tinha dinheiro”, relata um leitor que é pipeiro.

Sem resposta

Apesar da expectativa, março terminou sem o pagamento das dívidas aos pipeiros. Eles seguem aguardando e seguem cumprindo com suas obrigações para continuar trabalhando, enquanto o MDR não dá um posicionamento em relação ao dinheiro pendente. “O mês de novembro vai fazer mais de 120 dias. O de janeiro vai completar quase 60 dias e estamos aguardando. Interessante é que eles podem quebrar contato, mas os pipeiros não pode quebrar o contrato“, ressalta.

Outro lado

O Blog solicitou uma resposta ao MDR ainda na semana passada, porém até a conclusão desta matéria, não obtivemos retorno. O espaço segue aberto aos esclarecimentos.

Governo Federal distribui mais de 9 milhões de vacinas contra covid

(Foto: Divulgação)

Mais 9,1 milhão de doses das vacinas contra a covid-19 foram  envidadas aos 26 estados e Distrito Federal, nesta quinta-feira (1°). De acordo com o Governo Federal, do total, 8,4 milhões são da CoronaVac (Sinovac/Butantatan) e 728 mil da AstraZeneca/Oxford (Fiocruz).

Público-alvo

O quantitativo de hoje é o maior deste o início da distribuição nacional. E mais 2,1 milhões da vacina de Oxford devem chegar até sábado (3). Essas vacinas serão disponibilizadas aos idosos entre 65 e 79 anos, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.

Ações

As vacinas de Oxford destinam-se à segunda dose dos profissionais da saúde. “A estratégia visa completar o esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante e é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte do Butantan e da Fiocruz, de forma a garantir a disponibilidade da segunda dose no intervalo máximo de quatro semanas e de 12 semanas, respectivamente”, informou o Ministério da Saúde.

Auxílio emergencial será pago a partir da próxima semana, confira o calendário

O Governo Federal confirmou o início do pagamento do Auxílio Emergencial para a próxima terça-feira (6). O anúncio foi feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), durante entrevista coletiva na manhã de hoje (31). Ele estava acompanhado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães e do Dataprev, Gustavo Canuto.

A versão 2021 do benefício será pago a trabalhadores informais de baixa renda e aqueles inscritos em programas sociais como o Bolsa Família, caso o novo benefício seja mais vantajoso. Serão quatro parcelas. Os pagamentos seguem as datas de nascimento dos beneficiários. Veja o calendário na seguir:

LEIA MAIS

Governo publica regras do Auxílio Emergencial 2021

O Governo Federal detalhou as regras para pagamento do Auxílio Emergencial 2021. As determinações estão disponíveis no Diário Oficial da União de sexta-feira (26), em edição extra. Terão direito trabalhadores informais de baixa renda e aqueles inscritos em programas sociais como o Bolsa Família, caso o novo benefício seja mais vantajoso.

A previsão do Governo é iniciar os pagamentos em 4 ou 5 de abril, conforme o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já havia informado. A edição 2021 do benefício será pago em quatro parcelas de R$ 250 (valor médio). No balanço da União, o auxílio contemplou 68 milhões de brasileiros.

Segundo o decreto, as parcelas do auxílio serão pagas independentemente de novo requerimento, desde que o beneficiário atenda aos requisitos estabelecidos na Medida Provisória aprovada neste mês de março. O governo vai utilizará a base de dados de quem se cadastrou para o programa no ano passado, pelo aplicativo ou pelo site da Caixa Econômica Federal, além daquelas pessoas inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) e no Bolsa Família.

Após 1 ano de pandemia, governo federal anuncia criação de comitê anticovid

(Foto: Reprodução/TV Brasil)

A reunião do Governo Federal, nesta quarta-feira (24), com os presidentes do Senado e da Câmara, Supremo Tribunal Federal (STF), ministros de estado e sete governadores terminou com a criação de um comitê de enfrentamento à covid-19.

Ficou determinado que o grupo se reunirá semanalmente, para decidir as ações contra a doença no Brasil. O comitê surge após um ano de pandemia. “Da nossa parte, um comitê se reunirá toda semana pra decidirmos ou redirecionarmos o rumo do combate ao coronavírus. É unanimidade a intenção de nós, cada vez mais, nos dedicarmos à vacinação em massa no Brasil”, disse o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Mesmo com a sinalização favorável à ciência, Bolsonaro voltou a abordar o chamado tratamento precoce. “Tratamos também da possibilidade de tratamento precoce. Isso fica a cargo do ministro da Saúde, que respeita o direito e o dever do médico off-label de tratar os infectados”, disse.

Governo Federal veta projeto que garantia internet gratuita a estudantes da rede básica

(Foto: Gabriel Melo/Arquivo)

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) vetou o projeto que visava garantir internet grátis a alunos e professores da rede básica de ensino. A decisão barra a matéria na íntegra e está disponível no Diário Oficial da União de hoje (19).

O texto previa repasse de R$ 3,5 bilhões por parte da União aos Estados e ao Distrito Federal, à compra de planos de internet móvel e de tablets aos professores e alunos. A justificativa de Bolsonaro é que isso dificultaria o cumprimento da meta fiscal.

Contudo, nessa semana o Governo Federal se articulou com Câmara e Senado para perdoar a dívida de igrejas e templos, deixando de arrecadar R$ 1 bilhão sem a cobrança. A gratuidade de internet e materiais tecnológicos garantiria acesso a alunos da rede pública, oriundos de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Pipeiros de 24 cidades cobram pagamento pelos serviços prestados e retorno da Operação Pipa

Manifestantes querem pagamento do serviço prestado (Foto: Cortesia)

Desde dezembro de 2020 os pipeiros de 24 cidades do Sertão estão sem receber pelo serviço prestado na Operação Pipa. E diante da suspensão do programa federal, os trabalhadores foram até a frente do 72º BIMTZ, em Petrolina na manhã desta quarta-feira (17), cobrar providências das autoridades.

“Somos pipeiros de todas as cidades, são 24 aqui [na região]. Estamos fazendo a manifestação pelo pagamento de dezembro e janeiro que ainda não pagaram. E também estamos cobrando a liberação dos caminhos na Operação Pipa pra levar água ao povo do interior”, contou ao Blog um dos pipeiros presentes no ato.

MDR suspendeu operação

A Operação Pipa é realizada pelo Governo Federal, em parceria com o Exército Brasileiro. No último dia 26 de fevereiro o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou a suspensão de todas as atividades por conta da falta de recursos. Desde então, várias comunidades sertanejas estão sem água.

Pazuello deve deixar Saúde e governo já tem favorita ao cargo

Pazuello assumiu Saúde de forma interina e foi efetivado no cargo (Foto: José Dias/PR)

Eduardo Pazuello pediu para sair. Segundo O Globo noticiou neste domingo (14), o ministro da Saúde não ficará na pasta e o Governo Federal já tem uma substituta. Nos bastidores o nome da cardiologista Ludhmila Hajar, que foi do Sírio-Libanês e agora está na rede Star, hospitais de elite da Rede D’Or é o mais forte para assumir a Saúde.

Fontes ligadas ao Palácio do Planalto relataram ao jornal que Pazuello teria comunicado a Bolsonaro estar com problemas de saúde e por isso precisará de tempo para se reabilitar. Ainda de acordo com O Globo, a provável saída coincide com o auge da pressão de deputados do Centrão, também pleiteiam mudança no comando da pasta.

Coincidentemente, Ludhmila tinha encontro pessoal marcado com Bolsonaro para a tarde de hoje. Especializada no tratamento de Covid-19, a médica chegou a ser cotada para assumir o ministério quando Luiz Henrique Mandetta (DEM-MT) deixou o comando da pasta.

123