Vacinação contra gripe termina nesta sexta-feira; grupo com menor vacinação é de crianças em Petrolina

Grupos prioritários devem procurar postos de saúde até esta sexta-feira para realizar a imunização.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus da gripe H1N1 será encerrada em todo país nesta sexta-feira (22). Por isso, as pessoas que compõem os grupos de risco devem procurar as unidades de saúde para se imunizarem. Até o momento, Petrolina (PE) já atingiu 82,25% do público-alvo geral. O recomendável pelo Ministério da Saúde é de, pelo menos, 90%.

Segundo a secretaria de Saúde do município, foram aplicadas, até a tarde dessa quarta-feira (20), um total de 51.568 doses na cidade. O governo de Pernambuco preconiza o número de 70.000 a serem vacinadas.

O público-alvo das crianças é o que tem apresentado menor taxa de vacinação em Petrolina, seguido pelas gestantes. Somente 67% e 71,42% do público desses grupos, respectivamente, foram vacinados até o momento.

Idosos apresentam uma taxa de 87% de doses aplicadas, professores 96% e puérperas – mulheres até 45 dias após o parto – 80,62%. O grupo dos trabalhadores da saúde atingiu a totalidade da imunização com 100% de vacinação.

Grupos prioritários

  • Crianças de 6 meses de idade a 4 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como trissomias, doença respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesidade e transplantados (neste caso, se não fizer o acompanhamento na unidade de saúde é preciso apresentar solicitação ou prescrição médica com o motivo da indicação da vacina);
  • Gestantes, independente do mês gestacional;
  • Mulheres em pós-parto, até 45 dias após o nascimento do bebê (apresentar certidão de nascimento do bebê, cartão-gestante ou documento do hospital em que ocorreu o parto);
  • Trabalhadores da saúde (apresentar declaração do vínculo de atuação);
  • Professores de escolas públicas ou privadas (apresentar documento que comprove vínculo de atuação, como crachá ou declaração da instituição em que atua).

Greve dos Caminhoneiros faz Ministério da Saúde prorrogar vacina contra a gripe até dia 15 de junho

(Foto: ASCOM)

A paralisação dos caminhoneiros afetou serviços de saúde e fez o governo prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe até o dia 15 de junho.

Em Juazeiro (BA), a população pertencente ao grupo prioritário pode se dirigir à Unidade Básica de Saúde do Bairro Angary das 7h às 13h para se vacinar. No momento, as demais unidades de saúde não estão recebendo as doses da vacinação por conta do desabastecimento na cidade.

A vacinação segue apenas para o grupo de prioridade considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que são: crianças de seis meses a menor de cinco anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, indivíduos com 60 anos de idade ou mais, pessoas portadoras de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Em Juazeiro 69,5% do grupo prioritário já foi vacinado.

Campanha de vacinação termina na próxima semana, Petrolina conseguiu imunizar apenas 51,5% do público alvo

(Foto: Ascom/PMP)

O prazo para o grupo prioritário da campanha de vacinação contra a gripe se imunizar termina em 12 dias. Petrolina tem como meta atingir 70.003 pessoas, conforme estabeleceu o Governo de Pernambuco, mas até o momento apenas 51,5% já estão imunizados.

A vacina é oferecida gratuitamente à população e pode ser tomada nas unidades de saúde do município. O público alvo da campanha são idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, trabalhadores da área de saúde, professores da rede pública e privada, mulheres gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) e pessoas privadas de liberdade.

Com a proximidade do fim da campanha, a Secretaria de Saúde de Petrolina pede que a população procure se imunizar. “Lembramos que a campanha da vacinação contra a gripe segue até o dia 1° de junho, portanto, é preciso que as pessoas consideradas do grupo-prioritário se conscientizem da importância da vacinação e procurem os postos para se proteger contra a doença. A vacina e a forma mais eficaz de resguardar a população, reduzindo hospitalizações e complicações da doença”, afirmou a secretária de Saúde em exercício, Marlene Leandro.

A vacina contra gripe imuniza contra três tipos de vírus: H1N1, H3N2 e Influenza B. É importante se proteger, tendo em vista que os casos de gripe no estado estão crescendo, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Adotar hábitos de higiene como lavar as mãos podem ajudar no combate ao vírus.

Secretaria de Saúde de Juazeiro imuniza pessoas do grupo prioritário em dia D de vacinação contra a gripe

(Foto: ASCOM)

Neste sábado (12), a Secretaria Municipal de Saúde de Juazeiro cumprindo o calendário  nacional  do Ministério da Saúde realizou em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) o dia D de vacinação contra a gripe. A unidade escolhida para abertura foi o Posto de Saúde do Quidé e reuniu grande público durante todo o dia, assim como nas demais unidades de saúde do município.

Com o objetivo de chamar a atenção das crianças, a unidade fez toda uma preparação com pula-pula, distribuição de doces e picolés, o medo da agulha e a vontade de se divertir  tirou a carinha de choro e se  transformou em sorriso e divertimento. Para a vendedora Andrea Santos o dia D proporcionou a ela a oportunidade de vacinar o filho. “Eu vim hoje vacinar o Arthur, durante a semana eu trabalho e não tem como vir até a unidade de saúde para vacinar, mas com essa oportunidade pude trazê-lo hoje”, explicou Ângela Mayara Rodrigues.

LEIA MAIS

Postos de saúde funcionam em Petrolina e Juazeiro neste sábado para vacinação contra a gripe

(Foto: Internet)

Quem faz parte dos grupos prioritários, mas ainda não se vacinou contra a gripe, poderá aproveitar este sábado (12), data marcada para o ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Vacinação, para se proteger do vírus.

Em Petrolina (PE), todas as unidades de saúde também estarão funcionando, das 8 às 17h na zona urbana, e das 8h às 13h na zona rural do município.

Serão disponibilizadas ainda vacinas na AME Policlínica, na AME Servidor e num ponto móvel em frente ao Supermercado Bompreço, no bairro Atrás da Banca.

Juazeiro

Em Juazeiro (A), a solenidade de abertura do ‘Dia D’ acontecerá às 9h na Unidade Básica de Saúde do bairro Kidé, mas todos os postos de saúde estarão funcionando. Na zona urbana o horário de atendimento será das 9h às 17h e nos distritos a vacinação acontecerá das 9h às 12h.

A vacinação segue apenas para o grupo de prioridade considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que são: crianças de seis meses a menor de cinco anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, indivíduos com 60 anos de idade ou mais, pessoas portadoras de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Centro de Atenção à Pessoa Idosa de Petrolina antecipa vacinação contra a gripe

(Foto: ASCOM)

Para garantir a imunização dos idosos assistidos no Centro de Atenção à Pessoa Idosa de Petrolina (CAPI), a prefeitura de Petrolina (PE), através de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social e Secretaria de Saúde, encaminhou nesta sexta-feira (11), uma equipe da AME do bairro Vila Eduardo para vacinar o grupo de idosos cadastrado no CAPI.

Para que não existissem dúvidas em relação à vacina, os profissionais de saúde fizeram um trabalho inicial de conscientização com os idosos, explicando o porque da vacinação, quem precisava ser imunizado e quais as restrições.

De acordo do a secretária executiva de Atenção à Pessoa Idosa, Ana Carolina Freitas Cavalcanti, o cuidado com os idosos do município é uma prioridade. “Buscamos diariamente manter a qualidade de vida dos nossos idosos. Nos preocupamos não só com o bem-estar deles, mas também com a saúde. Por esse motivo, fizemos o possível para garantir a imunização de cada um dos nossos assistidos”, diz.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou no último dia 23 de abril e segue até o próximo dia 1° de junho. Segundo informações da Secretária de Saúde, mais de 13 mil doses da vacina já foram aplicadas no município. A expectativa é que 70 mil pessoas sejam vacinadas até o final da campanha.

Postos de saúde de Petrolina funcionam neste sábado (12) para vacinação contra gripe

(Foto: Internet)

Quem faz parte dos grupos prioritários, mas ainda não se vacinou contra a gripe, poderá aproveitar este sábado (12), data marcada para o ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Vacinação, para se proteger do vírus.

Em Petrolina (PE), a Unidade de Saúde Ricardo Soares, da Cohab Massangano, será o local de referência para a cerimônia de abertura oficial do ‘dia D’. Paralelo a isso, todas as unidades de saúde também estarão funcionando, das 8 às 17h na zona urbana, e das 8h às 13h na zona rural do município.

Serão disponibilizadas ainda vacinas na AME Policlínica, na AME Servidor e num ponto móvel em frente ao Supermercado Bompreço, no bairro Atrás da Banca. Essa estrutura visa intensificar a vacinação e atingir o maior número possível de pessoas, como explica a secretária de Saúde em exercício, Marlene Leandro.

“Convidamos o público-alvo para aproveitar o Dia D e ficar imunizado contra os três tipos de vírus: Influenza B, H1N1 e H3N2. Importante que estejam com um documento de identificação e, se possível, o cartão do SUS. A vacinação é o melhor meio para se prevenir contra a gripe”, diz.

 Devem se vacinar idosos com mais de 60 anos; crianças de seis meses a cinco anos; gestantes; puérperas até 45 dias após o parto; profissionais de saúde e professores da rede pública e privada. A imunização não é recomendada para pessoas alérgicas ao ovo.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza teve início no último dia 23 de abril e segue até o próximo dia 1° de junho. Até a última segunda-feira (7), já haviam sido aplicadas, em Petrolina, 13.469 doses da vacina. A expectativa é que 70 mil pessoas sejam vacinadas até o final da campanha.

Postos de Saúde de Juazeiro estarão abertos neste sábado (12) para o dia D de Vacinação contra a gripe

(Foto: Ilustração)

Seguindo o calendário nacional do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) realizará neste sábado (12) o dia D da campanha contra a gripe e todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão funcionando. A solenidade de abertura acontecerá às 9h na Unidade Básica de Saúde do bairro Kidé.  O horário de atendimento na zona urbana será das 9h às 17h e nos distritos a vacinação acontecerá das 9h às 12h.

A meta de vacinação em Juazeiro é 126.627 pessoas pertencentes ao grupo prioritário preconizado pelo Ministério da Saúde. Mais de 22 mil doses já foram aplicadas e a campanha de vacinação contra a influenza segue até 1º de junho. “O dia D é uma estratégia comum adotada em campanhas de vacinação e é realizado aos sábados como uma alternativa para o usuário que não pode ir ao posto durante a semana, no horário de funcionamento das unidades. Além disso, é uma oportunidade a mais para que as equipes de saúde possam alcançar suas metas”, afirma Tatiane Malta, Superintendente de Vigilância em Saúde.

A vacinação segue apenas para o grupo de prioridade considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que são: crianças de seis meses a menor de cinco anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, indivíduos com 60 anos de idade ou mais, pessoas portadoras de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

H1N1: Casos graves crescem 600% em Pernambuco

O número geral de pessoas internadas por SRAG de etiologias diversas e ainda em investigação subiu 18%.

Sobe o número de pacientes diagnosticados com as influenzas A H1N1 e H3N2 em Pernambuco. Já são 23 pacientes atestados com H1N1, sendo sete que desenvolveram síndrome respiratória aguda grave (SRAG), número que representa um aumento de 600% em relação à semana anterior, quando foi registrado um caso.

Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), na última quarta-feira (2), e levam em consideração os registros de janeiro até o dia 21 de abril. O H3N2 já acumula oito confirmações que tiveram SRAG e mais nove com sintomas mais leves, que não precisaram de internação. O número geral de pessoas internadas por SRAG de etiologias diversas e ainda em investigação subiu 18%. As mortes também.

Até agora, dois pacientes morrerem devido à síndrome respiratória aguda grave, ambos com exames positivos para o vírus H1N1. O primeiro óbito foi de paciente, que já tinha comorbidades, de 45 anos, do Recife, que faleceu em 24 de abril. A morte mais recentemente confirmada foi de uma paciente de 74 anos, também com comorbidade, que faleceu no dia 17 de abril. Ela era residente em Jaboatão dos Guararapes. 

LEIA MAIS

Pernambuco tem primeira morte confirmada por H1N1

(Foto: Miva Filho/SES/Divulgação)

A primeira morte causada pela gripe H1N1 foi confirmada nessa sexta-feira (27), pela Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES). O paciente tinha 45 anos e foi notificado com a síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no dia 16 de abril, mas veio a óbito na terça-feira (24).

A causa da morte foi confirmada pelo Laboratório Central de Pernambuco (Lacen), após análise laboratorial. A SES informou que está monitorando a circulação do vírus de maneira permanente e que os casos de SRAG foram reduzidos em 38,5% .

Segundo a pasta, nesse ano 18 pessoas já foram vítimas de infecções causadas pelos vírus da H1N1, H3N2 e influenza B. Um dos casos foi de uma paciente de Petrolina, mas a paciente já está saudável. A SES também reforça que os municípios pernambucanos estão abastecidos da vacina contra a gripe, que protege contra três vírus.

Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa nesta segunda

Serão priorizados grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa nesta segunda (23) e segue até 1º de junho. Fazem parte do grupo prioritário da vacina contra a gripe idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem se imunizar. Nesse caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica. 

LEIA MAIS

Vacinação contra o vírus da gripe começa próxima segunda-feira (23), em Juazeiro

(Foto: Ilustração)

A partir da próxima segunda-feira (23), a Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza H1N1, um vírus que pode causar gripe.

Este ano, a vacinação acontecerá até 01 de junho, sendo o dia 12 de maio a data da mobilização nacional, chamada de dia D. O objetivo dessa campanha é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza.

Crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, pessoas com 60 anos de idade ou mais, portadoras de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional são mais vulneráveis e por isso têm prioridade em receber a vacina.

Após os sintomas, o tratamento deve iniciar em 48 horas, com orientação médica. Além da vacinação, é importante lavar as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas.

A vacinação é anual, mas devido às mudanças das características dos vírus influenza, o Ministério da Saúde alerta que para as crianças de seis meses a oito anos, 11 meses e 29 dias que estarão recebendo a vacina pela primeira vez deverão tomar a segunda dose da vacina após 30 dias.

Para todas as crianças de seis meses a menores de nove anos que receberam pelo menos uma dose da vacina contra a influenza sazonal após o ano de 2010, devem receber apenas uma dose em 2018.

Essas pessoas podem se dirigir para a unidade de saúde mais próxima e realizar o procedimento. Lembrando que a vacina é contra indicada para quem apresenta alergia a ovo e seus derivados.

Secretaria de Saúde da Bahia confirma caso de H1N1 em Juazeiro; Vacinação começa dia 23 deste mês

Quatro morte já foram registradas no estado. (Foto: Internet)

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou, em nota divulgada nesta quarta-feira (11), 43 casos influenza no estado, sendo 36 pelo subtipo A H1N1 – com quatro óbitos registrados, três em Salvador e um em Lauro de Freitas.

Juazeiro é uma das cidades com caso de H1N1 registrado, segundo a Sesab. Os números folham colhidos até o dia 7 de abril. Outras cidades da região como Jacobina e Camaçari também registraram casos do vírus H1N1.

Campanha de Vacinação

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa no dia 23 de abril e termina 1º de junho, tendo o dia 12 de maio como o Dia D de mobilização nacional. A meta é de vacinar 90% do público alvo.

Público Alvo

O público alvo serão indivíduos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a cinco anos, gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

No ano passado, dos 27 estados, apenas dez alcançaram a meta pactuada de vacinar 90% da população alvo. Na Bahia, foram vacinadas 2,6 milhões de pessoas, o que representou 84,60% da cobertura vacinal, considerando a estimativa populacional de 3 milhões de pessoas. Dos 417 municípios, apenas 172 alcançaram a meta de vacinar 90%.

Caso de H1N1 em Petrolina foi encerrado, garante secretaria de Saúde

Paciente continua internada.

A secretaria de Saúde de Petrolina afirmou em nota que o caso da gripe H1N1 que foi confirmado na cidade foi encerrado. Ainda de acordo com a secretaria, os primeiros sintomas foram diagnosticados no dia 11 de fevereiro, após viagem a Salvador, e a confirmação saiu na última semana.

A paciente, de 56 anos, recebeu todo o tratamento necessário, mas continua internada por complicações devido à medicação. A secretaria disse ainda que se trata de um caso isolado e que o registro não apresenta uma situação de alerta.

LEIA TAMBÉM

Pernambuco registra primeiros casos da gripe H1N1, uma das pacientes é de Petrolina

Confira a íntegra da nota

Com relação à notícia dos dois casos da gripe H1N1 confirmados em Pernambuco, em que um deles foi registrado em Petrolina, a Secretaria de Saúde esclarece que a paciente, de 56 anos, teve todo o acompanhamento necessário e o caso já foi encerrado pelo setor

Os primeiros sintomas foram diagnosticados no dia 11 de fevereiro, após viagem a Salvador, e a confirmação saiu na última semana. Reforçamos que a mesma recebeu todo o tratamento e só está internada por complicações devido à medicação, porém, trata-se de um caso isolado.

Informamos ainda que os registros não representam uma situação de alerta máximo e que todas as unidades de saúde estão sendo monitoradas“.

CAAPE promove vacinação contra a gripe em Petrolina

(Foto: Internet)

Visando reforçar o compromisso de interiorização de suas ações, a CAAPE promove vacinação em Petrolina contra a influenza A (H1N1 e H2N3). A ação, que tem a advocacia da região como público-alvo, vai ser realizada nesta quinta-feira (22), das 9h às 17h, na sede da Subseccional da OAB em Petrolina. Para participar o advogado e advogada precisa apenas apresentar a carteira da OAB.

Recentemente, a Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (CAAPE) promoveu a ação CAAPE Presente em Petrolina. A iniciativa levou para a advocacia da região uma série de serviços e benefícios gratuitos, a exemplo de engraxate, manicure e massagem, distribuição de brindes e esclarecimento sobre planos de saúde e previdência privada. O CAAPE Presente marcou ainda a assinatura de novos convênios para a advocacia da região e o anúncio da instalação do Ponto CAAPE na sede da Subseccional da OAB Petrolina.

12345