Reitor da Univasf emite nota negando que HU tenha feito convênio com a Universidade Estácio de Juazeiro

(Foto: Ascom)

Depois de diversas postagens em redes sociais de que o Hospital Universitário – HU (antigo Hospital de Traumas), que é administrado pela Univasf, teria celebrado um convênio com a Universidade Estácio de Juazeiro, através do qual o HU cederia espaço para atividades de formação médica de estudantes da instituição particular, o Reitor Pro-Tempore da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Paulo César Fagundes Neves,  emitiu nota negando a celebração dessa parceria.

Segue na íntegra.

LEIA MAIS

HU-Univasf e Prefeitura de Juazeiro reforçam convênio

(Foto: Ascom PMJ)

A parceria entre o Hospital Universitário (HU-Univasf) e a Prefeitura de Juazeiro seguirá firme na gestão de Suzana Ramos (PSDB). Uma reunião na quarta-feira (27) reforçou a importância do convênio entre as partes, a fim de garantir mais acesso dos juazeirenses a saúde pública.

O município cedeu dois médicos ortopedistas, três técnicos de laboratório e duas técnicas em enfermagem ao HU. A proposta para esse ano e os próximos e ampliar o convênio. “A gente precisava entender essa parceria e ampliar o convênio. Não queremos que os nossos pacientes fiquem muito tempo na fila de espera, e esse encontro foi produtivo porque estamos buscando melhorar o atendimento à nossa população”, disse a prefeita.

Representantes do HU relataram que hoj, 40% das demandas atendidas na unidade de Petrolina é de pacientes do lado baiano. Por isso, na opinião do secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa, é relevante estreitar laços. “Queremos uma parceria que melhore o atendimento aos pacientes de Juazeiro que são atendidos no HU”, afirmou.

Secretaria de Saúde de Petrolina se manifesta sobre suspensão de refeições para servidores cedidos ao Hospital Universitário

(Foto: Ascom/Sindsemp)

Na última segunda-feira (11), funcionários do município cedidos ao Hospital Universitário (HU) de Petrolina foram surpreendidos com a notícia de que não teria mais direito as refeições fornecidas pela unidade hospitalar, mesmo trabalhando um plantão de 12 horas seguidas.

Para não deixar os funcionários sem se alimentar, já que por lei ninguém que está em plantão, pode se ausentar do hospital, o Sindicato dos Servidores municipais de Petrolina (Sindsemp) comprou as refeições e entregou aos servidores municipais, no horário reservado ao almoço.

LEIA MAIS

Hospital Universitário suspende almoço de plantonistas e Sindicato precisa comprar as refeições

(Foto: Ascom/Sindsemp)

Servidores municipais de Petrolina lotados no Hospital Universitário (HU), tiveram o almoço do plantão desta segunda-feira (11), suspenso pela direção da unidade hospitalar. De acordo com Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsemp), cerca de 12 funcionários não receberam a refeição mesmo estando em regime de plantão de 12 horas seguidas.

Para que os servidores não ficassem sem se alimentar, o Sindsemp comprou as refeições e levou ao hospital no horário do almoço, já que por lei, os funcionários não podem se ausentar do local de trabalho durante o plantão.

LEIA MAIS

Hospital Universitário intensifica ações voltadas para a Saúde Mental no mês de janeiro

(Foto: Ascom)

Uma pesquisa coordenada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/Ministério da Saúde),  aponta que 47,3% dos trabalhadores de serviços essenciais durante a pandemia de Covid-19, no Brasil e na Espanha, foram afetados com sintomas de ansiedade e depressão. Além disso, 42,9% sofreram mudanças nos hábitos de sono.

Com foco na prevenção destes sintomas, o Hospital Universitário da Univasf (HU-Univasf) está apoiando, por mais um ano, o Janeiro Branco, mês voltado para a conscientização de questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e Emocional. Conteúdos educativos serão produzidos e divulgados durante todo o mês, com apoio da Divisão de Gestão de Pessoas e equipe de profissionais de Psicologia e Psiquiatria do hospital.

LEIA MAIS

Juazeiro registra mais um homicídio por arma de fogo

Moisés dos Santos Ferreira, 40 anos de idade, morador da rua da Conceição, bairro Argemiro, em Juazeiro (BA), morreu nesta quarta-feira (30), no Hospital Universitário, em Petrolina (PE). A vítima não resistiu a ferimentos feitos por disparos de arma que sofreu no fim de semana.

De acordo com a Polícia, Moisés foi baleado por volta de 1 hora da madrugada do último sábado (19), na rua Américo Tanury, bairro Malhada da Areia, na cidade baiana, quando foi socorrido por uma ambulância do SAMU. Não há informação sobre o autor dos disparos.

Hospital Universitário de Petrolina se pronuncia sobre idosa de 96 anos que aguarda cirurgia

(Foto: Ascom)

O Hospital Universitário de Petrolina (HU) atendeu solicitação deste Blog e enviou nota sobre o estado de saúde e previsão de realização de uma cirurgia de uma paciente que havia fraturado a perna.

Os familiares de Dona Ananda Simão de Lima, de 96 anos, procurou nossa produção na manhã desta quarta-feira (2), informando que a paciente havia sido levada para o Hospital Universitário por uma ambulância do do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no início da tarde de terça-feira (1º), após sofrer uma fratura na perna.

Segundo parentes, a idosa deu entrada na recepção às 13h04 e ficou durante toda a tarde e parte da noite deitada na maca do SAMU, na recepção, a espera de transferência para um leito. A mesma foi transferida para a enfermaria durante o período noturno, mas até a final da manhã de quarta-feira (2), o hospital não havia informado uma previsão para a realização da cirurgia de Ananda, que é portadora do mal de Alzheimer.

Atendendo nossa solicitação, o Hospital Universitário enviou a seguinte nota:

NOTA SR ANANDA

Hospital Universitário de Petrolina se destaca em Pesquisas sobre o novo coronavírus

(Foto: Internet)

Desde o início da pandemia do novo coronavírus que o Hospital Universitário-Univasf (antigo Hospital de Traumas) de Petrolina, estuda soluções de tratamento, prevenção e redução de danos decorrentes da doença. Ao todo, o hospital tem hoje nove pesquisas em andamento abordando temas de estudos diretamente relacionados a Covid-19.

Um desses estudos, denominado “Perfil clínico, radiológico e microbiológico de pacientes portadores de síndrome respiratória aguda grave, incluindo as causadas por sars-cov-2, internados no HU-Univasf”, analisa informações como resultados de exames, formas de reação ao vírus e investigação de outros micro-organismos presentes em pacientes com ou sem a covid-19 que desenvolvem a síndrome respiratória aguda grave.

LEIA MAIS

Hospital Universitário de Petrolina rebate denúncia do Sindsemp sobre reutilização de luvas

A denúncia foi feita por profissionais da saúde do município de Petrolina, Sertão de Pernambuco, que são lotados no Hospital Universitário, ao Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsemp), Walber Lins. Segundo os servidores, as luvas de borracha que são utilizadas pelos técnicos de enfermagem e enfermeiros nos pacientes com coronavírus estão sendo reaproveitadas.

De acordo com as informações recebidas pelo Sindsemp, as luvas são lavadas e devolvidas aos profissionais de saúde para uso, perdendo qualidade no material que garante o isolamento do vírus no contato com a pessoa contaminada. Depois da matéria ter sido publicada no Blog Waldiney Passos no último domingo (18/10), o Hospital Universitário se manifestou através de nota. Veja abaixo a íntegra do documento.

LEIA MAIS

Denúncia: Luvas usadas por profissionais do Hospital Universitário de Petrolina no manuseio a pacientes com Covid-19 estão sendo reutilizadas

A denúncia foi feita por profissionais da saúde do município de Petrolina, Sertão de Pernambuco, que são lotados no Hospital Universitário, ao Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsemp), Walber Lins. Segundo os servidores, as luvas de borracha que são utilizadas pelos técnicos de enfermagem e enfermeiros nos pacientes com coronavírus estão sendo reaproveitadas.

De acordo com as informações recebidas pelo Sindsemp, as luvas são lavadas e devolvidas aos profissionais de saúde para uso, perdendo qualidade no material que garante o isolamento do vírus no contato com a pessoa contaminada. As informações do Sindicato dão conta de que 80 servidores municipais da saúde trabalham no Hospital Universitário, antigo Hospital de Traumas, além de todo o corpo de profissionais da EBESERH – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares.

LEIA MAIS

Família pede ajuda para encontrar parente que desapareceu em Petrolina

Robson Luiz desapareceu na última sexta-feira (25).

Uma família da cidade de Campo Formoso, na região norte da Bahia, está a procura de um parente que desapareceu em Petrolina (PE).

Robson Luiz Feliz Cruz, de 32 anos de idade, mora em Campo Formoso. Sofreu um acidente de moto e recebeu atendimento em uma unidade hospitalar da cidade onde reside, mas foi transferido para o Hospital Universitário (antigo Hospital de Traumas) de Petrolina (PE).

Segundo a família ele deu entrada no Hospital na quinta-feira da semana passada, dia 24 de setembro, com fratura na clavícula e um trauma na cabeça. No dia seguinte, teria recebido alta mas não voltou pra casa. Os parentes registraram um boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil, que está investigando o caso.

Enquanto isso, a família está a procura de Robson e pede ajuda para localizá-lo. Qualquer informação pode ser repassara para Poli, irmã de Robson, através dos números (74) 98841-5208 ou (74) 99937-6052.

Ebserh inicia convocação de aprovados do concurso nacional; em Petrolina, convocados irão para o Hospital Universitário

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) começou a convocar profissionais aprovados no Concurso Nacional 01/2019. A estatal, em conjunto com outros órgãos, conseguiu reverter o entendimento da Procuradoria-geral da Fazenda Nacional, acerca da Lei Complementar 173/2020, que impedia a realização de contratações para substituir profissionais que se desligaram antes do dia 28 de maio de 2020 (início da vigência da lei complementar). O novo entendimento da PGFN, defendido pela Ebserh, é de que as reposições de vacâncias poderão ser feitas sem um limite temporal.

“Sempre lutamos para dar início as contratações, pois esses profissionais vão nos ajudar imensamente a continuar prestando um trabalho de excelência nos nossos hospitais. Foi essencial termos chegado a esse entendimento e poder iniciar essas convocações”, destacou o Diretor de Gestão de Pessoas da Ebserh, Rodrigo Barbosa.

LEIA MAIS

Hospital Universitário comemora UTI Covid-19 vazia, mas alerta: a pandemia ainda não acabou

(Foto: Ascom)

A UTI-Covid do Hospital Universitário está há cinco dias sem pacientes internados, a notícia é boa, mas ainda cedo para dizer que o pior já passou. Autoridades da área da saúde afirmam ser imprescindível que a população continue mantendo todos os cuidados para que a taxa de transmissão continue diminuindo.

O número de infectados pelo coronavírus vem caindo por todo o país, inclusive na nossa região.  A média móvel de novas mortes no país, nos últimos 7 dias, foi de 692 óbitos, uma variação de -21% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Ao longo de pouco mais de cinco meses, a UTI-Covid do HU atendeu 87 pessoas. Em todo o Brasil, já são contabilizadas mais de 129 mil mortes. O número alto de perdas se deve à gravidade da doença que, além das conhecidas complicações respiratórias, ainda pode atacar diversos órgãos do corpo, podendo causar grandes danos.

A recuperação dos acometidos pelo vírus pode ser lenta e custosa, com alto impacto na qualidade de vida. Ressaltando que a eficácia de um remédio e os estudos para a criação de uma vacina ainda estão em andamento.
O uso de máscaras, o distanciamento social, atenção na higienização das mãos, além de outros cuidados já repetidamente transmitidos desde o início da pandemia, continuam sendo essenciais para a manutenção de vidas.

Tecnologia possibilita o contato seguro entre familiares de pacientes e colaboradores do Hospital Universitário de Petrolina

(Foto: Ascom)

Para garantir a segurança de familiares dos pacientes internados, o Hospital Universitário passou a disponibilizar boletins médicos remotos. A unidade implementou uma ferramenta que permite o repasse de informações através de ligações telefônicas realizadas por computador. Os boletins passaram a ser gravados e armazenados com segurança para documentação do contato e eventual consulta posterior.

A solução foi aplicada pelo Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação do hospital visando atender a uma demanda da Gerência de Atenção à Saúde que precisava criar mecanismos para manter o contato seguro dos profissionais com os familiares após a suspensão das visitas em decorrência da pandemia.

“A experiência tem sido muito positiva, melhorou a comunicação e a organização do fluxo de informações. O familiar conversa com o médico, esclarece as dúvidas sobre o estado de saúde do paciente sem precisar vir até a unidade. A ligação é sigilosa e fica gravada como arquivo de prontuário”, explicou a gerente de Atenção à Saúde, Katia Regina de Oliveira.

Os usuários do serviço de boletim remoto também demonstram satisfação quanto à ferramenta. A advogada Luiza Mudo precisou acompanhar a distância o tratamento de seu irmão na UTI Covid. Durante os 15 dias de internamento, a família foi contatada pela equipe por através do sistema. “Apesar da aflição que vivemos pelo adoecimento de meu irmão, nos sentimos acolhidos. Os profissionais esclareciam todas as nossas dúvidas e também nos confortavam”, contou.

O programa está em funcionamento desde de julho na UTI-Covid. Posteriormente, foi ampliado para outros setores assistenciais que também necessitam de acesso restrito, como a Sala de Emergência e Sala de Cuidados Intermediários.

Hospital Universitário de Petrolina capacita profissionais da região para enfrentamento à Covid-19

(Foto: Arquivo)

O Hospital Universitário vem atuando de diversas maneiras no enfrentamento da pandemia. Além de oferecer atendimento aos casos críticos da doença, com a disponibilização de leitos de UTI, o hospital também vem oferecendo treinamentos para outras unidades de saúde pública da região.

A primeira capacitação aconteceu no mês de julho, quando uma equipe de fisioterapeutas do HU, sob a liderança do chefe do Setor de Apoio Diagnóstico e Terapêutico Fabrício Olinda, ministrou um curso prático sobre o uso de respiradores mecânicos para profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Juazeiro (BA).

LEIA MAIS
123