HU-Univasf e Prefeitura de Juazeiro reforçam convênio

(Foto: Ascom PMJ)

A parceria entre o Hospital Universitário (HU-Univasf) e a Prefeitura de Juazeiro seguirá firme na gestão de Suzana Ramos (PSDB). Uma reunião na quarta-feira (27) reforçou a importância do convênio entre as partes, a fim de garantir mais acesso dos juazeirenses a saúde pública.

O município cedeu dois médicos ortopedistas, três técnicos de laboratório e duas técnicas em enfermagem ao HU. A proposta para esse ano e os próximos e ampliar o convênio. “A gente precisava entender essa parceria e ampliar o convênio. Não queremos que os nossos pacientes fiquem muito tempo na fila de espera, e esse encontro foi produtivo porque estamos buscando melhorar o atendimento à nossa população”, disse a prefeita.

Representantes do HU relataram que hoj, 40% das demandas atendidas na unidade de Petrolina é de pacientes do lado baiano. Por isso, na opinião do secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa, é relevante estreitar laços. “Queremos uma parceria que melhore o atendimento aos pacientes de Juazeiro que são atendidos no HU”, afirmou.

Hospital Universitário de Petrolina se destaca em Pesquisas sobre o novo coronavírus

(Foto: Internet)

Desde o início da pandemia do novo coronavírus que o Hospital Universitário-Univasf (antigo Hospital de Traumas) de Petrolina, estuda soluções de tratamento, prevenção e redução de danos decorrentes da doença. Ao todo, o hospital tem hoje nove pesquisas em andamento abordando temas de estudos diretamente relacionados a Covid-19.

Um desses estudos, denominado “Perfil clínico, radiológico e microbiológico de pacientes portadores de síndrome respiratória aguda grave, incluindo as causadas por sars-cov-2, internados no HU-Univasf”, analisa informações como resultados de exames, formas de reação ao vírus e investigação de outros micro-organismos presentes em pacientes com ou sem a covid-19 que desenvolvem a síndrome respiratória aguda grave.

LEIA MAIS

Inscrições abertas para concurso com vagas para técnico em enfermagem e médico do HU-Univasf

As inscrições podem ser realizadas até o dia 10 de dezembro. (Foto: Internet)

Estão abertas as inscrições para o concurso nacional da Rede Ebserh, que oferece 1.660 vagas para 39 unidades hospitalares distribuídas nas cinco regiões do país, além da sede da instituição. Para Petrolina (PE), na unidade do Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), estão sendo ofertadas vagas para técnico em enfermagem e médico anestesiologista.

Os editais foram publicados nessa segunda-feira (04) no Diário Oficial da União (DOU), no site da banca organizadora do concurso e no portal da Rede Ebserh. Os interessados nas vagas para Petrolina devem conferir os editais 2 e 3.

LEIA MAIS

HU-Univasf fecha parcerias com os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês para implementação de projetos na unidade

(Foto: Ascom)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) foi aprovado em duas seleções do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) e receberá o apoio dos hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês para a execução de projetos que visam a otimização nos processos e fluxos hospitalares.

Os trabalhos iniciarão a partir de agosto de 2019 e serão direcionados em duas áreas: inovação tecnológica e resolutividade na urgência e emergência. Os colaboradores do HU-Univasf participarão de reuniões e workshops ministrados pelas equipes dos hospitais paulistas que também farão visitas à unidade para desenvolver estratégias de acordo com a realidade do HU e da região.

O Hospital Sírio-Libanês implementará o “Lean nas Emergências”, filosofia de gestão voltada para o aperfeiçoamento de processos baseada em tempo e valor, desenhada para assegurar fluxos contínuos e eliminar desperdícios e atividades de baixo valor agregado.

LEIA MAIS

HU-Univasf desenvolve ferramenta que alerta pacientes pelo celular sobre atendimentos agendados

(Foto: Divulgação/Ascom)

Desde o mês de novembro de 2018, os pacientes do Hospital Universitário vêm recebendo mensagens em seus celulares com lembretes sobre o agendamento de consultas ambulatoriais e exames. A ferramenta foi desenvolvida pelo hospital para evitar a abstenção aos atendimentos que chegaram a uma média de 41% no ano passado, para primeiras consultas.

Segundo o Chefe da Unidade de Processos e Sistemas do HU, Renato Cruz, são enviados em média 200 mensagens de texto por dia, alertando sobre a data e o horário marcados para o comparecimento do paciente. O HU-Univasf é o primeiro da rede de hospitais universitários filiados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) a usar este tipo de sistema.

LEIA MAIS

HU-Univasf promove mais uma edição do “Dia C” para combate ao câncer de pele

(Foto: Internet)

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), em parceria com o Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), promove, anualmente, o “Dia C – Dia de Combate ao Câncer de Pele”, oferecendo consultas ambulatoriais gratuitas para pacientes com suspeita da doença. Neste ano, o mutirão acontecerá no dia 01 de dezembro, das 9h às 13h, na Policlínica do HU-Univasf.

Este é o terceiro ano de realização da ação em Petrolina (PE). Na última edição, foram atendidas cerca de 350 pessoas que passaram por consultas e procedimentos cirúrgicos para tratar as lesões. O projeto contará com a colaboração de dermatologistas e cirurgiões, além de residentes e estudantes de medicina da Univasf que trabalharão de forma voluntária.

As pessoas que tiveram algum tipo de lesão ou mancha suspeita na pele deverão procurar a Policlínica, localizada na Rua André Vidal de Negreiros, s/n, bairro Maria Auxiliadora, no dia da ação, para passar pela avaliação dos profissionais. Não é necessário marcar antecipadamente a consulta.

“O melanoma costuma se manifestar através de manchas ou pintas, com bordas irregulares, que mudam de cor ou tamanho e que podem sangrar. Já em relação aos outros tipos câncer de pele, são sempre lesões que não cicatrizam, muito mais comuns na face. De repente, surge aquela lesão que começa a sangrar espontaneamente. Quem apresentar sinais com essas características deve procurar um médico. ”, explicou a dermatologista, Paulyane Ramos.

Segundo a especialista, na maioria dos casos, o procedimento cirúrgico é o tratamento mais indicado. Durante o mutirão, serão disponibilizados procedimentos cirúrgicos e os demais casos serão encaminhados para as unidades de saúde referência em oncologia.

Câncer de pele

LEIA MAIS

HU-Univasf oferece serviços e orientações sobre saúde e qualidade de vida nesta sexta

A partir das 17h desta sexta-feira (31), o Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), em parceria com o River Shopping, realiza a terceira edição da “Ação Viver com Saúde”. A expectativa é que 250 pessoas participem das atividades.

Os atendimentos à população – que acontecem no estacionamento do shopping – seguem até às 19h com serviços gratuitos, como: aferição de pressão arterial, teste de glicemia, avaliação de Índice de Massa Corporal (IMC), aula de FitDance, entre outros.

Projeto

O objetivo principal do projeto, que é uma iniciativa das Unidades de Nutrição Clínica e de Reabilitação do HU-Univasf, é celebrar o Dia do Nutricionista (31) e do Profissional de Educação (01), além de conscientizar e estimular a prática de hábitos saudáveis que podem prevenir e colaborar com o tratamento de diversas doenças.

Homem morre em acidente de trânsito na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, em Petrolina

Moto da vítima (Foto: Divulgação)

Por volta das 18h30, um homem de 26 anos, morreu em um acidente de trânsito na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, em Petrolina.

A polícia informou que Pedro Guilherme Gomes de Sá transitava pela via, quando se envolveu em um acidente com um veículo modelo Siena, perdeu o controle da motocicleta e colidiu em uma placa de regulamentação da via. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no Hospital Universitário de Petrolina (HU-Univasf).

A condutora do veículo, uma mulher de 31 anos, ficou no local e prestou depoimento à polícia. Ela foi submetida ao teste com etilômetro e nenhuma quantidade de álcool foi contatada.

1ª edição do prêmio “Ideias em Ação” do HU-Univasf acontece na próxima terça-feira

O Hospital Universitário  (HU-Univasf) promove a primeira edição do Prêmio Ideias em Ação na próxima terça-feira (5) em Petrolina.

O prêmio tem o objetivo de estimular a cultura da gestão participativa e da inovação em busca de soluções que otimizem os processos e atividades desenvolvidas na unidade.

Ao todo, 31 ideias foram submetidas nas seguintes categorias: Administração e processos gerenciais; Atenção à saúde; Ensino, pesquisa, extensão e inovação. Concebido pela Gerência Administrativa do HU, o projeto marca a intenção de aproximar e inserir os colaboradores no processo de gestão. As ideias classificadas serão implantadas no hospital, seguindo as diretrizes que regem a administração pública federal e a atenção à saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

HU-Univasf emite nota sobre paralisação dos servidores da instituição

(Foto: Arquivo)

Cerca de 50 servidores paralisaram suas atividades no Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), na última segunda-feira (13). Em nota, a instituição informou que o trabalho foi retomado hoje (21).

A greve foi iniciada, segundo o Sindicato Estadual dos Trabalhadores de Empresas Públicas de Serviços Hospitalares (Sindserh-PE), devido ao atraso nas negociações com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) em relação ao Acordo Coletivo de Trabalho referente a 2017/2018.

A paralisação inicial foi uma sinalização para o início de uma greve, caso as reivindicações do grupo não sejam atendidas. Por este motivo, as atividades foram retomadas para não prejudicar o atendimento da instituição. Entretanto, uma nova assembleia será feita na próxima segunda-feira (27) para decidir o rumo dos servidores.

Em nota, o HU-Univasf informou que providenciará a agilização de procedimentos cirúrgicos que não foram realizados durante o período de greve. A direção permanece aguardando o resultado das negociações em torno do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2017/2018, sob responsabilidade da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), ocorridas no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

HU-Univasf emite nota de esclarecimento sobre morte de idosa em Petrolina

(Foto: Divulgação)

A equipe de assessoria de comunicação do Hospital Universitário de Petrolina (HU-Univasf) emitiu nesta quinta-feira (21) uma nota de esclarecimento sobre a morte de Alvina Maria, de 82 anos. Ela faleceu nesta quarta-feira (20) após 15 dias de internamento na unidade.

Veja a nota na íntegra:

“Antes de qualquer esclarecimento, toda a comunidade hospitalar do HU-Univasf expressa sentimentos de condolência e respeito aos familiares e amigos da Sr. Alvina Maria Nabuco de Araújo; torcendo também para que haja consolo no coração de todos que sofrem com sua partida. Sobre o caso em questão, o Hospital acolheu a paciente em 05 de Setembro, vinda do Hospital Regional -Juazeiro-BA. A Srª Alvina chegou ao HU-Univasf já com a saúde bastante fragilizada, o que inviabilizou totalmente a possibilidade de intervenção cirúrgica imediata. Assim, coube à equipe multiprossional do Hospital Universitário empreender todos os esforços possíveis para reabilitar o quadro clínico da paciente. Infelizmente, mesmo com toda a dedicação profissional, mobilização técnica e acolhimento dedicados à Srª Alvina nos últimos quinze dias para reabilitá-la e assim tornar possível o procedimento cirúrgico, não foi possível reverter o quadro clínico e a paciente veio a óbito em 20 de setembro. Assim, estando disponível para prestar quaisquer informações necessárias, o HU-Univasf mais uma vez lamenta a partida da Srª Alvina Maria Nabuco de Araújo e se solidariza com todos que estiveram envolvidos nessa luta”.

Idosa morre após esperar 15 dias por cirurgia de fêmur no HU-Univasf em Petrolina

Nesta quarta-feira (20) o hospital informou aos acompanhantes que a idosa adquiriu uma infecção. (Foto: Divulgação)

No início da tarde de hoje (20) recebemos a notícia do falecimento de Alvina Maria de Araújo, conhecida como “Neneca”, de 82 anos. A idosa deu entrada no Hospital Universitário de Petrolina (HU-Univasf), no dia 5, para uma cirurgia no fêmur.

O drama de Neneca começou após sofrer uma queda e fraturar o fêmur, ela foi encaminhada pelo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de sua residência em Petrolina para o Hospital Regional de Juazeiro, onde ficou internada por oito dias aguardando transferência para o HU-Univasf. Durante o internamento em Juazeiro, ela adquiriu escaras – ferimentos resultantes da pressão prolongada sobre a pele -.

No final da tarde do dia 5, Alvina foi transferida para o Hospital Universitário de Petrolina, onde inicialmente ficou em uma maca no corredor e na tarde do dia seguinte, foi transferida para um leito.

Durante o período de internamento, segundo membros do grupo que acompanhava a idosa, o problema com as escaras se agravou e espalhou por outras regiões do corpo da idosa. Segundo os acompanhantes, o hospital alegou que a cirurgia só seria possível, depois de tratar os ferimentos.

Nesta quarta-feira (20) o hospital informou aos acompanhantes que a idosa adquiriu uma infecção e que estava em estado grave, na sequencia foi iniciado o procedimento de reanimação e o falecimento foi informado.

“Me entristeço com a morte de Dona Alvina ou melhor Neneca. A morte dessa guerreira me levou a reflexão de que nos momentos da necessidade, muitos nos abandonam e com ela não foi diferente. Tantas vezes a encontrava andando nas ruas servindo ao cartório, que a explorou até o último momento da sua vida e depois quando uma única vez ela precisava do apoio desses falsos colegas, a ela viraram as costas”, disse Gessica Dayane, que acompanhava a idosa.

Depois de grande repercussão, idosa é transferida para o HU-Univasf em Petrolina

(Foto: Divulgação)

No final da tarde desta terça-feira (5) a idosa Alvina Maria de Araújo, de 82 anos, conhecida como “Neneca”, conseguiu a transferência para o Hospital Universitário de Petrolina (HU-Univasf). Segundo uma acompanhante, a idosa ficou em uma maca no corredor e só foi transferida para um leito, na tarde de hoje (6).

Uma das acompanhantes de Dona Neneca, Gessica Dayane entrou em contato com o Blog, para informar que a idosa foi transferida para o HU, mas que ficou no corredor do hospital, por quase 24h, aguardando um leito.

“Ela só foi transferida por conta da repercussão e da pressão feita pela mídia, tanto que ficou no corredor, porque não tinha um leito livre. Foi muito difícil, porque no corredor tinham outros homens e tínhamos que levar ela ao banheiro para fazer a sua higiene pessoal, além de tratar seus ferimentos”, informou.

Além do fêmur fraturado, diversos ferimentos surgiram no corpo da idosa, devido ao colchão inadequado que ela utilizou durante os oito dias de internamento no Hospital Regional de Juazeiro. Um colchão novo foi doado para a idosa e o grupo continua recebendo doações de fraldas geriátricas.

Gessica ainda informou, que a expectativa é que Dona Alvina seja operada até sexta-feira (8) de acordo com o resultado dos exames que foram feitos hoje (6).

Quem tiver interesse em ajudar, pode doar fraldas geriátricas e fazer uma visita a dona Alvina passando uma noite ou um dia como acompanhante da idosa no hospital. Outras informações podem ser adquiridas através dos telefones: (87) 98827-1440 (Adriano), (87) 98861-4844 (Gessica), (87) 98806-8859 (Adalberto) e (74) 98858-5343 (Mocinha).

No dia do nutricionista e do Profissional de Educação Física, HU promove diversos serviços gratuitos em Petrolina

O objetivo é alertar a população sobre a necessidade de hábitos saudáveis para adquirir qualidade de vida. (Foto: Divulgação)

Para celebrar o dia do Nutricionista e do Profissional de Educação Física, o Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) promove nesta quinta-feira (31) diversos serviços gratuitos em Petrolina.

As atividades acontecerão no Parque Josefa Coelho, das 07h30 às 10h da manhã. Entre os serviços estão aferição de pressão arterial, teste de glicemia, avaliação de Índice de Massa Corporal (IMC), orientações nutricionais, entre outros.

Segunda vítima de explosão em garimpo morre no HU-Univasf em Petrolina

A explosão no garimpo ametista de Sento Sé (BA), aconteceu na noite do último domingo (20). (Foto: Internet)

No final da tarde desta segunda-feira (21) faleceu no Hospital Universitário de Petrolina (HU-Univasf) a segunda vítima da explosão no garimpo ametista de Sento Sé (BA) que aconteceu no último domingo (20).

O garimpeiro identificado como João Martins Cordeiro Filho, de 35 anos, era de Petrolina, assim como a outra vítima que faleceu no domingo, Ivanilson Bezerra da Silva, de 21 anos. As vítimas estavam em uma área interditada e o acidente aconteceu quando os dois entraram no local para verificar um explosivo que não foi detonado.

123