Servidores buscam Sindsemp para saírem do HU devido às más condições de trabalho

(Foto: Internet)

Nesta semana, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp), recebeu a confirmação do cancelamento da cedência de servidores ao Hospital Universitário.

Ao todo, 31 servidores encaminharam, através do Sindsemp, o pedido de realocação para as unidades de saúde da rede municipal. Esse grupo já foi retirado da escala de plantão do HU e esperam novos postos de trabalho, já solicitados à Secretaria de Saúde.

O Sindsemp acompanha a insatisfação dos servidores da saúde com a gestão do HU, que chegou a suspender a alimentação dos plantonistas da Prefeitura, no mês de janeiro. O Sindicato precisou comprar almoço para os técnicos em enfermagem que trabalhavam com carga horária de 12 horas.

LEIA MAIS

Após luta do SINDSEMP, servidores voltam a receber refeições no plantão do HU

(Foto: Ascom/Sindsemp)

Nesta terça-feira (19), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDSEMP) recebeu a secretaria de saúde, Magnilde Albuquerque, para uma conversa com os profissionais de saúde do município que estão cedidos ao Hospital Universitário. Em pauta, as refeições dos servidores que foi suspensa pela direção do HU.

O SINDSEMP solicitou providências da gestão municipal junto ao Hospital Universitário acerca das refeições suspensas e chegou a comprar marmitas para os plantonistas em escalas de 12 horas de plantão.

Na reunião a secretária de saúde tranquilizou os servidores e servidoras em relação ao pagamento das refeições fornecidas aos profissionais do município que trabalham no HU. A secretaria de saúde informou ao SINDSEMP que a direção do HU já notificou a EBSERH nacional sobre o acordo em relação ao fornecimento das refeições aos profissionais de saúde do município para finalizar a situação de uma vez por todas.

LEIA MAIS

Hospital Universitário de Petrolina se pronuncia sobre idosa de 96 anos que aguarda cirurgia

(Foto: Ascom)

O Hospital Universitário de Petrolina (HU) atendeu solicitação deste Blog e enviou nota sobre o estado de saúde e previsão de realização de uma cirurgia de uma paciente que havia fraturado a perna.

Os familiares de Dona Ananda Simão de Lima, de 96 anos, procurou nossa produção na manhã desta quarta-feira (2), informando que a paciente havia sido levada para o Hospital Universitário por uma ambulância do do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no início da tarde de terça-feira (1º), após sofrer uma fratura na perna.

Segundo parentes, a idosa deu entrada na recepção às 13h04 e ficou durante toda a tarde e parte da noite deitada na maca do SAMU, na recepção, a espera de transferência para um leito. A mesma foi transferida para a enfermaria durante o período noturno, mas até a final da manhã de quarta-feira (2), o hospital não havia informado uma previsão para a realização da cirurgia de Ananda, que é portadora do mal de Alzheimer.

Atendendo nossa solicitação, o Hospital Universitário enviou a seguinte nota:

NOTA SR ANANDA

Hospital Universitário de Petrolina rebate denúncia do Sindsemp sobre reutilização de luvas

A denúncia foi feita por profissionais da saúde do município de Petrolina, Sertão de Pernambuco, que são lotados no Hospital Universitário, ao Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsemp), Walber Lins. Segundo os servidores, as luvas de borracha que são utilizadas pelos técnicos de enfermagem e enfermeiros nos pacientes com coronavírus estão sendo reaproveitadas.

De acordo com as informações recebidas pelo Sindsemp, as luvas são lavadas e devolvidas aos profissionais de saúde para uso, perdendo qualidade no material que garante o isolamento do vírus no contato com a pessoa contaminada. Depois da matéria ter sido publicada no Blog Waldiney Passos no último domingo (18/10), o Hospital Universitário se manifestou através de nota. Veja abaixo a íntegra do documento.

LEIA MAIS

Denúncia: Luvas usadas por profissionais do Hospital Universitário de Petrolina no manuseio a pacientes com Covid-19 estão sendo reutilizadas

A denúncia foi feita por profissionais da saúde do município de Petrolina, Sertão de Pernambuco, que são lotados no Hospital Universitário, ao Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsemp), Walber Lins. Segundo os servidores, as luvas de borracha que são utilizadas pelos técnicos de enfermagem e enfermeiros nos pacientes com coronavírus estão sendo reaproveitadas.

De acordo com as informações recebidas pelo Sindsemp, as luvas são lavadas e devolvidas aos profissionais de saúde para uso, perdendo qualidade no material que garante o isolamento do vírus no contato com a pessoa contaminada. As informações do Sindicato dão conta de que 80 servidores municipais da saúde trabalham no Hospital Universitário, antigo Hospital de Traumas, além de todo o corpo de profissionais da EBESERH – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares.

LEIA MAIS

Hospital Universitário capacita profissionais da região para enfrentamento à Covid-19

O Hospital Universitário vem atuando de diversas maneiras no enfrentamento da pandemia. Além de oferecer atendimento aos casos críticos da doença, com a disponibilização de leitos de UTI, o hospital também vem oferecendo treinamentos para outras unidades de saúde pública da região.

A primeira capacitação aconteceu no mês de julho, quando uma equipe de fisioterapeutas do HU, sob a liderança do chefe do Setor de Apoio Diagnóstico e Terapêutico Fabrício Olinda, ministrou um curso prático sobre o uso de respiradores mecânicos para profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Juazeiro-BA.

Neste mês de agosto, uma parceria entre a Gerência de Ensino e Pesquisa do hospital e a VIII Gerência Regional de Saúde (Geres), instruiu mais de 150 profissionais da atenção básica sobre: Coleta, acondicionamento e transporte de amostras biológicas para o diagnóstico da Covid-19.  O curso, ministrado pela Chefa do Setor de Pesquisa e Inovação Tecnológica, Dra. Carine Naue, foi oferecido via videoconferência e foi transmitido para 08 municípios do sertão de Pernambuco.

LEIA MAIS

Mais de 3,6 mil profissionais já foram convocados pela Ebserh para o combate à Covid-19; inclusive para Petrolina

O hospital universitário de Petrolina é administrado pela Rede Ebserh. (Foto: Internet)

O número de convocações de profissionais temporários para o enfrentamento à pandemia de Covid-19 nos hospitais universitários da Rede Ebserh, empresa que administra os hospitais universitários, já soma mais de 3,6 mil desde seu início, sendo que quase 600 já iniciaram suas atividades. Aliado aos profissionais que já atuavam nos hospitais e a outras ações da Ebserh – como investimentos em medicamentos, infraestrutura e equipamentos –, o reforço de pessoal possibilitou a oferta de mais de 1,5 mil leitos exclusivos para o atendimento e apoio a pacientes com Covid-19.

O diretor de Gestão de Pessoas, Rodrigo Barbosa, alertou para as próximas convocações, uma vez que a efetivação das contratações temporárias pode resultar em mais avanços. “Os candidatos devem estar atentos à publicação dos editais. É fundamental o comparecimento nas datas corretas e atenção à documentação exigida, para que possamos continuar garantindo atendimento à população brasileira nesse momento tão delicado”, afirmou Barbosa.

Com mais de 225 mil inscrições efetivadas, o processo seletivo emergencial da Rede Ebserh teve como objetivo formar cadastro reserva, com possibilidade de contratação temporária de aproximadamente 6 mil profissionais, de acordo com as necessidades dos hospitais. Não houve impacto aos concursos públicos em andamento, que continuam seguindo seus trâmites normais.

Foram autorizadas aproximadamente 900 vagas para médicos (nas especialidades de Medicina de Emergência, Anestesiologia, Clínica Médica e Medicina Intensiva), 1,4 mil enfermeiros (incluindo as especialidades de Terapia Intensiva e de Urgência e Emergência), 3 mil técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros (clínico e mecânico) e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.

Hospital Universitário de Petrolina lança site com conteúdos relacionados à pandemia de Covid-19

A campanha “Juntos Somos Mais Fortes” foi desenvolvida pelo Hospital Universitário (HU) para levar informações sérias e de qualidade à população e aos próprios colaboradores da unidade. Os conteúdos estão concentrados em uma página criada pela Unidade de Comunicação Social do HU.

Os internautas poderão acessar diversos vídeos gravados pela equipe multiprofissional do hospital com orientações a respeito da doença e de como manter a saúde física e mental durante o período de isolamento social. São dicas de alimentação saudável, atividade física, proteção contra o coronavírus, entre outros  temas.

A página também disponibiliza um espaço para esclarecer dúvidas sobre a doença e formas de proteção. Basta acessar o site pelo endereço: bit.ly/juntoshuunivasf e enviar a sua pergunta.

Hospital Universitário se prepara para atendimentos de COVID-19

A chegada da pandemia de COVID-19 ao Brasil tem exigido empenho de todos os órgãos e instituições de saúde públicas e privadas. As unidades precisam estar preparadas para atender ao grande número de pacientes que deve necessitar de assistência nas próximas semanas.

O Hospital Universitário é a referência para os atendimentos de alta complexidade dos municípios ligados à VIII Gerência Regional de Saúde do estado de Pernambuco. O hospital receberá os pacientes em estado crítico que precisem de cuidados intensivos.

A unidade já possui uma estrutura com equipamentos modernos, ainda assim, foi necessário desembolsar mais de R$ 1.200.000,00 na aquisição de insumos hospitalares e na locação de uma central de oxigênio, exclusiva para pacientes de COVID-19 que serão internados na Policlínica. Os recursos fazem parte do custeio do hospital, repassado pelo Governo Federal, através da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

LEIA MAIS

Hospital Universitário de Petrolina suspende consultas e exames ambulatoriais

(Foto: Internet)

O Hospital Universitário de Petrolina (antigo Hospital de Traumas) tomou novas medidas para diminuir o fluxo de pessoas na unidade e na Policlínica, a fim de combater e prevenir a proliferação da COVID-19.

Baseado em recomendações do Ministério da Saúde e da Organização de Saúde, o HU suspendeu as consultas e exames de imagens ambulatoriais. A equipe do hospital entrará em contato com os pacientes, posteriormente, para remarcação.

Somente a programação de cirurgias eletivas ortopédicas e oncológicas será mantida, as outras especialidades realizarão apenas cirurgias emergenciais.

As visitas a todos os setores de internamento da unidade também foram suspensas. As informações sobre estado de saúde de pacientes serão repassadas aos seus familiares através de boletins médicos na recepção de visitas, nos seguintes horários:

Unidade de Cuidados Intermediários – 10h

Sala de Observação da Emergência – 11h

Unidade de Terapia Intensiva – 12h

Sala de Emergência –  15h

Hospital Universitário restringe visitas para prevenir COVID-19

(Foto: Internet)

O Hospital Universitário vem implementando uma série de ações que visam prevenir e combater a proliferação da COVID-19, baseadas em recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde. Algumas dessas medidas impactarão no fluxo de visitas a pacientes na unidade.

A partir desta quarta-feira (18), todas as visitas estendidas estarão suspensas, incluindo os pacientes em paliação. Setores que abrigam pacientes em estado delicado, como: Sala de Emergência, Sala de Cuidados Intermediários e UTI, também não receberão visitantes.

LEIA MAIS

Com espírito natalino, ação promove momento especial para pacientes e acompanhantes no Hospital universitário

(Foto: Ascom/HU)

O Natal chegou mais cedo para os pacientes do Hospital Universitário que receberam a visita do Papai Noel, na tarde da última quarta-feira (18). O Comitê de Humanização do hospital preparou um momento especial que levou alegria e emoção para todos.

Há quatro anos, profissionais da unidade promovem eventos alusivos ao período natalino. Este ano não foi diferente, os colaboradores vestiram seus gorros de natal e saíram levando música e presentes aos pacientes, acompanhados do Papai e da Mamãe Noel.

LEIA MAIS

Leitor reclama e Hospital Universitário esclarece dificuldades no atendimento

(Foto: Internet)

Usuários do Hospital Universitário (HU), em Petrolina (PE) entraram em contato com o Blog Waldiney Passos para reclamar da nova modalidade de atendimento executada pelo Hospital via telefone.

“O HU atualizou modalidade de atendimento pelos telefones a partir de hoje [11], mas ninguém atende e nem completa a ligação”, relatou um denunciante.

Diante da reclamação, o Blog entrou em contato com o HU, para saber como funciona essa nova modalidade, e qual a resposta do Hospital sobre as queixas dos usuários.

LEIA MAIS

Vítima de acidente na Transnordestina, mototaxista morre no HU

Mototaxista se envolveu em um grave acidente no último domingo.

A mototaxista Elisete Macedo dos Santos, que estava internada desde o último domingo (6), quando se envolveu em um grave acidente, faleceu na noite dessa quinta-feira (10) no Hospital Universitário (HU), em Petrolina (PE).

Ela colidiu com outra motocicleta na Avenida Transnordestina, no trecho entre o Bairro Dom Avelar e a BR-428. Após o acidente, algumas informações falsas sobre a morte da mototáxi estavam sendo divulgadas, mas o falecimento de Elisete foi confirmado somente na noite de ontem.

Fake news: Hospital Universitário desmente doação de leite Nan Soy

(Foto: Divulgação/HU)

O Blog Waldiney Passos recebeu, na tarde desta sexta-feira (4), uma mensagem via WhatsApp sobre uma suposta doação de leite Nan soy feita pelo Hospital Universitário (HU), em Petrolina (PE). Segundo o texto, pessoas que necessitam do produto deveriam procurar o Hospital que estava com estoque do produto prestes a vencer.

“O núcleo de alergia do HU (Hospital Universitário) tem várias latas pra vencer no mês de dezembro. Vamos divulgar pra chegar nas mãos de quem precisa e assim evitar tal desperdício”, diz um trecho da mensagem.

O Blog entrou em contato com o HU para apurar a informação, após tentar contato com o número indicado na mensagem, e não obter sucesso. Em nota, o Hospital afirma que a informação é falsa, e que esse mesmo boato já havia sido disseminado no ano de 2017.

“O HU-Univasf esclarece que é falsa a informação que circula nas redes sociais sobre a distribuição de leite Nan Soy. O hospital não possui ‘núcleo de alergia’ nem latas de leite a vencer”, esclarece a Unidade.

1234