PRF apreende caminhão carregado com madeira ilegal em Salgueiro

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesse final de semana o resultado da Operação Ambiental “Anodorhynchus”, realizada no Sertão de Pernambuco. O foco era combater a criminalidade no Sertão de Pernambuco.

O saldo da ação foi a apreensão de um caminhão com madeira irregular, dois revólveres e um veículo roubado. Segundo a PRF, o caminhão transportava 15 m³ de madeira na BR 116, em Salgueiro. O condutor apresentou Documento de Origem Florestal com divergências, além de uma Guia Florestal inválida.

Toda carga foi apreendida e encaminhada ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). A ação também se estendeu a Cabrobó, onde as armas de fogo foram apreendidas. Dois homens que estavam com os revólveres foram encaminhados à Polícia Civil e responderão por porte ilegal de arma.

40 municípios do Piauí tem pessoas doentes por comerem carne de tatu

Um total de 40 municípios do Piauí já registrou mais de 100 casos de micose pulmonar, transmitida por um fungo que reside no solo. O fungo fica depositado no tatu, animal silvestre muito consumido e comercializado e que, ao ser capturado por seres humanos, transmite a doença.

“Esses casos são uma mescla, entre o manejo do tatu e escavação de poços tubulares”, explica Fabiano Pessoa, médico veterinário e responsável pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

No Piauí, é comum, sobretudo nas estradas no Sul do Estado, o comércio ilegal de caças como o tatu e outros animais silvestres. O manejo e consumo do animal, além de crime ambiental, podem transmitir diversas doenças para os seres humanos.

LEIA MAIS

Óleo compatível ao que atingiu praias do Nordeste chega ao Rio de Janeiro

Mancha de óleo causou estragos no litoral nordestino (Foto: Adema/Governo de Sergipe)

Depois de atingir as praias do Nordeste, o óleo de origem ainda não identificada chegou ao Sudeste. Nesse final de semana, cerca de 300 grama do óleo foi recolhida na praia de Grussaí, em São João da Barra (RJ).

Segundo a força-tarefa formada por Marinha, Ibama e ANP (Agência Nacional de Petróleo), as manchas de óleo que atingiram a praia de Grussaí passaram por análise do Instituto de Estudo do Mar Almirante Paulo Moreira e é compatível com a que atingiu o Nordeste.

“[O material] é compatível com o óleo encontrado no litoral da região Nordeste e Espírito Santo”, concluiu o instituto. Equipes estiveram no local para fazer a limpeza da praia. De acordo com o Ibama, até sexta-feira (22), o óleo já havia atingido 724 localidades em 120 municípios de dez estados brasileiros.

União tem até hoje para adotar medidas de contenção do óleo nas praias de Pernambuco

Primeiras manchas foram percebidas na sexta-feira passada (Foto: Reprodução/Twitter)

Termina hoje (21) o prazo dado pela Justiça Federal em Pernambuco para que a União tome medidas e instale barreiras e equipamentos de proteção, para conter o avanço das manchas de óleo nas prais do estado. A decisão do juiz Augusto Cesar de Carvalho Leal acata um pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em caráter de urgência.

“Esta decisão obriga a União, no prazo de 24 horas, a fazer todo o procedimento, todas as providências focadas na contenção. A decisão do juiz dá prioridade justamente para as áreas mais sensíveis, que são os recifes de corais, o manguezal e os estuários”, explica o procurador Geral do Estado, Ernani Medicis.

Desde sexta-feira (18) as praias de Pernambuco são atingidas pelo óleo que já havia chegado a outras praias do Nordeste. Até a noite do último domingo (20) o mutirão do Governo de Pernambuco havia retirado 71 toneladas do produto, envolvendo 400 pessoas na ação.

O procurador acrescenta que a decisão prevê uma multa de R$ 50 mil à União e ao Ibama, caso não haja o cumprimento. Apesar da situação preocupante, o Governo do Estado ainda não decretou situação de emergência.

Petróleo encontrado no litoral nordestino não é brasileiro, afirma IBAMA

Mancha de óleo chamou atenção da população (Foto: Brenda Dantas/Divulgação)

As manchas de óleo vistas em diversas praias do Nordeste nas última semanas não são de petróleo brasileiro. A Marinha e a Petrobras fizeram análises e identificaram que a substância trata-se de petróleo cru, produzido no exterior, mas de origem ainda não identificada.

O Ibama vem investigando o caso desde 2 de setembro, com apoio dos Corpos de Bombeiros e dos dois órgãos já citados anteriormente. De acordo com a Petrobras, o petróleo não foi produzido nem comercializado por ela e que está contribuindo com a limpeza das praias que apresentaram manchas de óleo, nos últimos dias.

“Após verificação dos relatórios e gráficos mais recentes sobre a situação das manchas de óleo nas praias do Rio Grande do Norte, os analistas da equipe de monitoramento concluíram que a situação no Estado é estável até o momento”, afirmou o Ibama em comunicado publicado no seu site. (Com informações da Band).

Site fraudulento simula cadastro para contratação no Ibama

Cuidado: anúncio falso de emprego. Foto: Vinícius Mendonça/Ibama.

“Seja um servidor do Ibama na sua cidade”, comunica o site ibama.recruta.org. O texto de anúncio para a página afirma que o órgão ambiental federal está contratando “em todas as cidades” para cargos “de todas as escolaridades” e salários que vão “de R$1422,15 à R$ 3.712,72”, “sem precisar de experiência prévia”. Trata-se de um anúncio falso de cadastro de emprego.

Não se sabe qual o objetivo dos fraudadores em obter dados pessoais de pessoas em busca de emprego. O cadastro pede o nome, escolaridade, telefone, cidade e estado onde a pessoa mora. A partir desse cadastro, o site pede para que o candidato indique mais 5 contatos através do WhatsApp.

As páginas na internet do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) usam, necessariamente, o domínio “gov.br”, por se tratar de um órgão do Estado. Existem dois tipos de contratação para o Ibama. Por concurso público, onde os candidatos são aprovados após seleção por prova ou contratação temporária através de editais, como nos casos dos brigadistas. As informações sobre vagas são disponibilizadas no portal oficial do Instituto: www.ibama.gov.br

 

Em nota divulgada pelo Ibama na semana passada, o órgão informou que não desenvolve páginas fora do domínio “gov.br” para divulgar oportunidades de contratação.

Embora esse anúncio tenha sido feito no dia 05 de setembro, o site fraudulento contínua no ar.

Relatório do Ibama não indica contaminação do São Francisco por rejeitos de Brumadinho

Segundo Ibama, ainda não é possível saber quando lama de rejeitos atingirá bacia (Foto: Léo Boi)

A Fundação SOS Mata Atlântica havia informado na semana passada que o Rio São Francisco já está contaminado com rejeitos da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Entretanto, em um relatório divulgado na quarta-feira (27) o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) negou a contaminação.

O documento foi elaborado em parceria com o Instituto Federal de Florestas (IEF), tendo como base dados coletados pelo Instituto Mineiro de Águas (Igam), principal órgão monitorador do desastre ocorrido em 25 de janeiro.

LEIA TAMBÉM:

Relatório afirma que rio São Francisco está contaminado com rejeitos de Brumadinho

Presidente do CBHSF faz alerta sobre rejeitos de Brumadinho no rio São Francisco: “Sem dúvida alguma haverá um impacto”

Segundo o Ibama, “até o momento, os dados oficiais de qualidade de água não indicam que os rejeitos atingiram o trecho do rio Paraopeba a jusante da UHE de Retiro baixo, portanto também não atingiram o reservatório da UHE de Três Marias e o rio São Francisco”.

LEIA MAIS

Jacaré é flagrado por leitores transitando pela Avenida Sete de Setembro, em Petrolina

Populares registraram animal andando pela avenida (Foto: Reprodução)

Já virou rotina em Petrolina os flagras de jacarés transitando pelas vias públicas da cidade. Na noite de quarta-feira (27) populares registraram mais um caso do tipo, dessa vez na Avenida Sete de Setembro. O animal caminha livremente até alcançar o acostamento da rodovia.

Apesar do flagrante, não há informações de que ele tenha sido capturado ou se retornou por conta própria à lagoa de estabilização da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), localizada na Avenida Manoel dos Arroz. Nossa produção procurou a Compesa, questionando quais medidas a companhia está tomando para proteger esses animais que vivem na lagoa.

O Blog também procurou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) de Juazeiro, em busca de informações a respeito da proteção dos jacarés e possível remoção dos mesmos para outro ambiente, que não seja a lagoa de estabilização. Entretanto, nenhuma das partes citadas retornos aos nossos questionamentos.

Confira o vídeo registrado pelos leitores:

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro emite nota de pesar por morte de servidor do IBAMA

(Foto: Ilustração)

A Prefeitura de Juazeiro (BA) emitiu na manhã de hoje (5) uma nota de pesar pela morte de Ulmar Biquiba Guarani, funcionário do IBAMA no município.

Ulmar faleceu na sexta-feira (4), vítima de um câncer. Ele era biólogo, membro do Conselho Municipal de Meio Ambiente desde 2009 e professor da rede municipal de educação.

Na nota a Prefeitura manifesta “grande pesar e se solidariza com a família de Ulmar”. O corpo de Ulmar foi velado durante a noite de ontem e será sepultado hoje, às 11h.

IBAMA apreende mais de 100 aves que estavam sendo comercializadas de forma irregular em Petrolina

Fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), com o apoio da Guarda Civil Municipal de Petrolina, apreenderam na manhã desta segunda-feira (21), na rua do Abacaxi, bairro Dom Avelar, em Petrolina (PE), mais de 100 aves que estariam sendo comercializadas de forma irregular.

Segundo informações, os animais estavam na casa de um homem que é acusado mantê-los em cativeiro de forma irregular. Ainda de acordo com as informações, o dono das aves não estava em casa e é considerado um dos grandes comerciantes da região, tendo inclusive uma loja de animais na cidade de Juazeiro (BA).

Dinheiro arrecadado com multas ambientais será utilizado na recuperação da bacia do Velho Chico

(Foto: Arquivo)

A bacia do Rio São Francisco será a primeira contemplada com o programa conversão de multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recurso Naturais Renováveis (IBAMA). O anúncio foi feito pelo órgão ambiental na tarde dessa sexta-feira (16).

O programa do IBAMA consiste na aplicação de multas, que posteriormente serão convertidas em recurso para ser investido na recuperação ambiental. O órgão escolheu a bacia do Velho Chico por ser a mais degradada no país.

O programa foi publicado no Diário Oficial da União e para evitar interesses, o IBAMA em Brasília dará a palavra final sobre as punições. Segundo o portal UOL, o Instituto aplica anualmente oito mil multas, somando R$ 4 bilhões. A Petrobras é uma das principais empresas enquadradas pelo IBAMA.

Ainda segundo o UOL, de 2011 a 2016 as multas aplicadas totalizaram R$ 23 bilhões e somente 2,62% das multas foi quitado pelas empresas notificadas.

Operação Mandacaru: Crime ambiental é registrado em Petrolina e em outras três cidades do Sertão

O desmatamento irregular, resultou na aplicação de 14 autos de infração que, juntos, somam uma multa de R$ 430 mil. (Foto: Ilustração)

Agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis em Pernambuco (Ibama-PE) localizaram expressivas clareiras em Petrolina, Afrânio Bodocó e Serra Talhada. A área desmatada equivale a 425 hectares.

A Operação Mandacaru, resultou na aplicação de 14 autos de infração que, juntos, somam uma multa de R$ 430 mil. O trabalho dos fiscais durou duas semanas (8 a 20 de outubro), mas o balanço foi divulgado na última sexta-feira.

O chefe de fiscalização do Ibama-PE, Amaro Fernandes, destaca que a vistoria foi exitosa porque, diferentemente das anteriores, o órgão ambiental teve apoio de imagens captadas por satélites. O método inovador é utilizado em fiscalizações feitas na Amazônia e agora está sendo replicada para toda a Caatinga nordestina

“Essa ferramenta, sem dúvidas, facilitou nosso trabalho ao dar uma maior precisão na identificação desses pontos desmatados. Eles foram confirmados em campo e os responsáveis, autuados. Além desses municípios, nossa equipe identificou desmate em Queimada Nova, no Piauí”, complementa.

Com informações do FolhaPE

“Não vamos deixar Casa Nova e seus produtores prejudicados”, diz Wilker Torres sobre multas aplicadas pelo o IBAMA na região

Alguns produtores chegaram a receber multa no valor de 50 mil reais. (Foto: Divulgação)

Os produtores de Casa Nova, estão preocupados com o número de multas aplicadas pelo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ( IBAMA), na região. O prefeito Wilker Torres (PSB) ficou ao lado dos agricultores e pretende recorrer.

Na última quinta-feira (17), uma reunião entre agricultores, representantes do Ibama e prefeitura, foi tensa e de desabafo. “Nós estamos em uma situação caótica, se essas fazendas, se essas propriedades, se esses produtores, fecharem as suas portas, nós teremos um caos social maior do que nós já estamos tendo”, afirma o Superintendente da Agência Municipal do Meio Ambiente, Isael Amara.

“A partir de segunda-feira (21), todos os produtores de Casa Nova que foram multados pelo IBAMA procurem Isael na Agencia do Meio Ambiente. Vamos recorrer de todas as multas, levantar provas, juntar documentos e entrar com uma ação coletiva para anular estas multas do IBAMA. Se for necessário vamos criar uma comissão, ir a Salvador, ao governador, à Brasília, ao ministro, mas não vamos deixar Casa Nova e seus produtores prejudicados por este festival de multas”, declarou Wilker Torres.

Ministros recebem recomendação do MPF para tornar sem efeito a nomeação do superintendente do Ibama na Bahia

mpfba

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) expediu recomendações, em 20 de julho, direcionadas ao ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, e ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para que tornem sem efeito a nomeação de Neuvaldo David Oliveira para o cargo de superintendente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na Bahia, ou o exonere em caso de haver ocorrido a posse e exercício no referido cargo. De acordo com o órgão, a nomeação, publicada em portaria assinada em 18 de julho pelo ministro de Meio Ambiente Interino, Marcelo Cruz, pode ocasionar em conflito de interesses.

Segundo a recomendação, Oliveira já foi responsabilizado por infração ambiental e condenado a pagar multa pela instalação de rede de abastecimento de energia elétrica em área de preservação permanente, infringindo a Lei nº 9.605/98. Além disso, ele responde a quatro ações por improbidade administrativa, sendo duas movidas pelo MPF e as outras pelo Município de Caravelas, distante 844 km de Salvador.

LEIA MAIS

Ibama apreende pássaros na feira da Cohab Massangano

pf ibama

O crime é inafiançável. / Foto: arquivo pessoal

Neste sábado (18), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), aprendeu centenas de pássaros na feira da Cohab Massangano, em Petrolina, Sertão de Pernambuco. 

pf ibama 2

Foto: arquivo pessoal

O crime é inafiançável com detenção de seis meses a um ano e multa.  Essa é a pena para quem caça, persegue, mata, apanha e utiliza espécies da fauna brasileira sem a prévia autorização ou licença do Ibama.

As pessoas que estiverem em posse de animais silvestres e entregá-los voluntariamente ao órgão ambiental competente, não deverão sofrer sanções e penas previstas.

12