Educação de Petrolina conquista liderança entre grandes cidades no Idepe

(Foto: Ascom/PMP)

Após obter resultados inéditos e o topo no ranking no Ideb, o município de Petrolina (PE) também se consolidou com a melhor nota na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe) entre as cidades com mais de 100 mil habitantes.

Pela primeira vez, Petrolina superou o patamar da nota 6 no estudo produzido pelo Governo do Estado. Nos anos iniciais, as escolas municipais da cidade sertaneja lideram o ranking com uma média 6,04 – representando a maior evolução do município no indicador. Em 2016, Petrolina teve nota 5,35; já em 2017, a média obtida foi 5,52; por fim, em 2018, subiu para 5,69.

LEIA MAIS

Colégio da Polícia Militar de Juazeiro supera meta do Ministério da Educação no IDEB 2019

(Foto: divulgação)

O IDEB foi criado em 2007 e reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. O índice varia de 0 a 10.

Os índices obtidos pelo Colégio da Polícia Militar Alfredo Vianna, de Juazeiro, cidade no norte da Bahia, no IBEB 2019, garantiu-lhe no Ensino Médio, a 2ª colocação com nota 5,5, na Rede Estadual de Ensino e a 1ª colocação no Ensino Fundamental com nota 6,3, superando a meta do Ministério da Educação (MEC) estabelecida em 6,2.

Em reconhecimento, o Comandante do Comando de Policiamento da Região Norte, Coronel PM Nilton Paixão, juntamente, com o seu Subcomandante, Tenente Coronel PM Brandão Júnior, parabenizam a equipe de Agentes Públicos que compõem o Quadro Organizacional, bem como os Alunos do Colégio da Polícia Militar (CPM) – Alfredo Vianna, localizado em Juazeiro – BA, pelo desempenho alcançado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) – 2019.

Rede estadual de ensino da Bahia alcança melhor desempenho no IDEB

(Foto: G1/Reprodução)

A rede estadual de ensino da Bahia alcançou o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) na série histórica para o Ensino Médio, ou seja, desde que este indicador foi lançado, no ano de 2005. A rede saltou de 2,7 (2017) para 3,2 (2019). O dado foi divulgado, nesta terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC). O IDEB demonstrou ainda que a rede estadual teve um aumento de 0,5, ou seja, acima da média nacional, que foi de 0,4.

Em termos percentuais, a Bahia cresceu 18,5%, ficando abaixo apenas do Paraná, que foi de 18,9%. O IDEB também aponta crescimento nos ensinos Fundamental I e Fundamental II na rede estadual. A Bahia saiu de 4,9, em 2017, para 5,0 em 2019, no Fundamental I. Já no Fundamental II, a rede estadual da Bahia foi a que teve o maior crescimento (15,6%) entre todas as redes estaduais do país, passando de 3,2, em 2017, para 3,7, em 2019.

LEIA MAIS

Petrolina aumenta nota e lidera ranking do Ideb em Pernambuco

(Foto: Ascom/PMP)

Com médias acima de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil, Petrolina por mais um ano se destaca com a melhor educação básica entre todos os municípios de médio e grande porte do Estado. O resultado foi divulgado pelo Ministério da Educação nesta terça (15).

Nos anos iniciais, Petrolina saltou de 5.8 para a nota 6.2 e foi a única cidade pernambucana com mais de 100 mil moradores a superar a média 6. Já nos anos finais da educação básica, o município sertanejo subiu de 4.9 para 5.2, obtendo também a liderança estadual.

O desempenho de Petrolina chama atenção ainda por superar as médias de Pernambuco (5.5 e 4.8), do Nordeste (5.4 e 4.5) e do Brasil (5.9 e 4.9) tanto nos anos iniciais quanto nos finais. Além disso, pela primeira vez, seis escolas da cidade sertaneja tiveram nota acima de 7.0.

Para o prefeito Miguel Coelho, os indicadores evidenciam os avanços que a rede municipal teve nos últimos anos com investimentos na reestruturação de creches, escolas, contratação de professores, robótica, ensino em tempo integral entre outras ações.

“Este é o reconhecimento pelo trabalho que foi feito em Petrolina todos esses anos. Aumentamos muito os investimentos públicos na educação, conquistamos parcerias com o Governo Federal para construção de creches, infraestrutura e estamos promovendo a modernização da rede pública. Apesar de estarmos liderando no estado, com médias acima do Brasil, Pernambuco e Nordeste, ainda há muito a ser feito porque buscamos ter a melhor educação básica de todo o País”, comentou o prefeito após saber os resultados do Ideb.

Casa Nova supera meta do IDEB em séries iniciais

O índice do IDEB observado para 2017 do 4º ao 5º ano foi de 4.2. (Foto: ASCOM)

A Secretária de Educação de Casa Nova, Rosicler Lustoza, comemorou nesta segunda-feira (03) o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), divulgado neste final de semana pelo INEP, órgão do Ministério da Educação.

“Superar as metas estabelecidas pelo MEC já não acontecia por três avaliações seguidas. Casa Nova, por isso, distanciou-se de municípios como Juazeiro e Petrolina e até mesmo de cidades de porte menor como Sobradinho. Esta retomada da melhoria do ensino nas séries iniciais, que é a base de todo ensino, nos anima, mostra o empenho de nosso quadro de educadores e a correção da política educacional do prefeito Wilker Torres”, disse a Secretária.

O índice do IDEB observado para 2017 do 4º ao 5º ano foi de 4.2, quando o projetado pelo MEC era de 4.1. “Retomar este crescimento além da meta foi resultado de um grande esforço de todo nosso quadro”, disse Rosicler.

Para a secretária, manter o foco nas séries iniciais, como é a orientação da administração, é o caminho correto a se seguir. “Ainda há muito que fazer para recuperar todo o tempo perdido, mas estes alunos chegarão às séries seguintes mais preparados e melhor capacitados. Vamos perseguir a cada ano melhores resultados”.

LEIA MAIS

Petrolina supera metas e tem maior IDEB entre as cidades pernambucanas com mais de 100 mil habitantes

(Foto: ASCOM)

Petrolina superou as metas previstas para 2017, em todos os níveis da educação Fundamental, determinadas pelo Ministério da Educação, e obteve o maior índice entre as cidades de Pernambuco com mais de 100 mil habitantes. Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2017 foram divulgados nessa segunda-feira (03).

Nos anos iniciais, Petrolina conseguiu nota 5.8, ultrapassando a projeção que era de 5.0, sendo superior também à média de Pernambuco (4.8), do Nordeste (4.9) e do Brasil (5.6), Com a nota, a cidade se mantém com a pontuação maior do que a projetada para o ano de 2021 (5.6) e eleva os índices obtidos em 2015 (5.6).

A escola Mãe Vitória, no bairro Jatobá, foi a unidade com maior nota do IDEB, com 6.7. O resultado foi aumentado em um ponto em relação ao último levantamento. “Estamos trabalhando para levar uma educação de qualidade para todos os estudantes de Petrolina, investindo na formação, qualificação dos professores e materiais pedagógicos, seguindo sempre a orientação do prefeito Miguel Coelho”, ressaltou Margareth Zaponi, secretária de Educação de Petrolina.

Maior nota

Nos anos finais, Petrolina também se destaca com a maior nota entre as cidades pernambucanas com mais de 100 mil habitantes. Com 4.9, a cidade supera a meta projetada para o ano e fica à frente de cidades como Caruaru, Olinda, Jaboatão e Recife. A Escola José de Araújo de Souza foi a unidade que obteve a maior nota no seguimento (6.0), média maior que a estadual, regional e nacional.

LEIA MAIS

Referência no Ideb, escola em Petrolina recebe equipe técnica da secretaria de Educação

A unidade escolar é referência na cidade e atrai estudantes de vários bairros. (Foto: ASCOM)

A Escola Moisés Barreto dos Santos, na Agrovila Massangano, localizada na zona rural de Petrolina (PE) e que obteve nota de 6.8 na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), superando a meta projetada para o ano de 2020, recebeu uma visita técnica da Secretaria de Educação da cidade.

A escola conta com 420 alunos desde a primeira infância até o Ensino Fundamental II. A equipe de visita foi supervisionada pela secretária de Educação, Maéve Melo. “Nosso objetivo é continuar dando suporte a todas as escolas do município para que possamos manter e ampliar os números positivos no Ideb que, de fato, são reflexos de ações nas salas de aula”, pontuou a gestora da pasta.

LEIA MAIS

Petrolina volta a subir no IDEB e antecipa meta estipulada para 2021

(Foto: Internet)

Com os novos números, Petrolina continua em primeiro lugar entre grandes cidades de Pernambuco. (Foto: Internet)

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) 2015, divulgados pelo Ministério da Educação, indicam que Petrolina manteve o bom desempenho, já registrado em avaliações anteriores.

O município do Sertão pernambucano saltou de 5,2 para 5,6 (anos iniciais) e de 4,4 para 5,0 (anos finais), atingindo este ano a meta que havia sido programada para ser alcançada apenas em 2021.

LEIA MAIS

Pernambuco lidera Ideb e aposta em colégios técnicos e integrais

(Foto: Internet/Ilustração)

O governo de Pernambuco atribuiu o bom desempenho no indicador ao alto investimento em escolas técnicas e integrais nos últimos anos. (Foto: Internet/Ilustração)

O Ideb é o principal índice de desempenho da educação básica brasileira. É formado por dois componentes: a aprendizagem em matemática e em língua portuguesa e a taxa de fluxo (aprovação, reprovação e abandono escolar). Divulgado a cada dois anos, avalia alunos do ensino fundamental e do médio públicos e privados. Foram projetadas metas para cada edição, até 2021, segundo o ponto de partida de cada rede.

Em 2015, apesar de 18 Estados terem aumentado seu índice em relação a 2013 (contando rede pública e privada), apenas Amazonas e Pernambuco conseguiram alcançar a meta estabelecida pelo MEC.

LEIA MAIS

Deputado pernambucano cobra dados do Ideb ao MEC

danilo cabral

o IDEB é divulgado em meados do ano seguinte à realização do Censo Escolar./ Foto: internet

Por causa da falta de previsão para a divulgação dos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) protocolou um requerimento de informação no Ministério da Educação. Ele pede que os dados referentes ao Índice estabelecido a partir do Censo Escolar realizado em 2014 sejam apresentados com urgência. Responsável por aferir a qualidade do ensino em todo Brasil, o Ideb é importante para que estados e municípios determinem suas políticas públicas na educação.

Para o parlamentar, é importante que o Índice seja divulgado o quanto antes para que a sociedade verifique se as ações tiveram efetividade. “Justamente neste momento em que vivemos o período eleitoral, precisamos fazer um grande debate com a população. Esse tema tem que estar na pauta da sociedade, para que ela possa aferir se a política adotada no âmbito da educação por cada prefeito que está concluindo o mandato teve um resultado objetivo”, justificou.

LEIA MAIS