Dia Nacional do Idoso terá programação especial na Policlínica de Juazeiro

idoso

O dia terá programação diferente em Juazeiro para comemorar a data./ Foto: Blog Waldiney Passos

No dia 1º de outubro é comemorado o Dia Nacional do Idoso. Visando reforçar a importância da melhor idade no município, a Secretaria de Saúde de Juazeiro (Sesau), através do Centro de Especialidades Médicas – Policlínica vai realizar na próxima segunda-feira (26), uma programação para o público da melhor idade.

 Dados do Centro de Especialidades Médicas

 A Policlínica de Juazeiro contabiliza mais de 200 pacientes da geriatria atendidos mensalmente na unidade.

LEIA MAIS

Idoso desaparecido há nove dias é encontrado morto em Afrânio

IML

Espedito Lopez da Silva, idoso, 89 anos que estava desaparecido há nove dias foi encontrado morto em estado de putrefação no Sítio Pau Darco – Zona Rural de Afrânio(PE).

O IML se deslocou até o local do ocorrido e removeu o cadáver. Segundo informações do Instituto de Criminalística o corpo não apresentava sinais de violência, sendo morte natural a possível causa do óbito. Um dos filhos da vítima reconheceu o corpo como sendo do seu pai.

 

Idoso é preso suspeito de estelionato em pesqueira

Uma aposentada, de 48 anos, foi vítima de estelionato na quinta-feira (14) em Pesqueira, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, um idoso, de 63 anos, foi preso suspeito de cometer o crime. Ele ofereceu ajuda para a vítima sacar dinheiro, roubou o cartão da mulher e entregou um documento parecido para ela, conforme informou a PM.

Ainda segundo a polícia, o idoso sacou R$ 3,6 mil da conta da aposentada. O suspeito foi localizado pela PM em frente a uma agência bancária de Pesqueira, levado para a Delegacia de Polícia Civil e encaminhado ao presídio do município. Com ele foram apreendidos vários cartões de banco.

Com informações de G1

Exposição “Uma nova fase, um novo olhar” aborda a beleza da terceira idade

exposição

A proposta do projeto era trabalhar a partir da PNL a auto estima de cada participante de maneira que elas se olhassem de uma forma diferente e se sentissem melhores e mais úteis. Foto: assessoria

Fotografias que abordam a beleza da terceira idade de forma poética, sorrisos e poses que revelam trajetórias de vida de pessoas que carregam consigo histórias, vivências e experiências, são registros feitos pelo fotógrafo Jason Ribeiro que compõem a exposição “Uma nova fase, um novo olhar”, produzidos a partir das atividades de um projeto de pesquisa do programa da Faculdade Aberta e Terceira Idade (FAT), da Universidade de Pernambuco(UPE). Em cartaz a partir de hoje (28), no Hall da Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Campus Centro, em Petrolina (PE), a mostra é aberta ao público e ficará em cartaz até 06 de julho, das 8h às 18h.

Resultado do projeto de pesquisa da estudante de Pedagogia e prattcioner em Programação Neurolingusitica (PNL) Tatiana Campos em parceria com a Diretoria de Arte, Cultura e Ações Comunitárias (Dacc), da Pró- Reitoria de Extensão da Univasf, a exposição traz fotografias que demostram a trajetória de cada participante no decorrer do projeto. São mais de 30 imagens, em tamanho 40cm x 60cm, que apresentam as mulheres nos momentos das aulas e das saídas ao parque e ao zoológico.

LEIA MAIS

FACAPE discute violência à pessoa idosa no projeto “Facape contra a intolerância”

Evento realizado na Facape discute a violência à pessoa idosa. (Foto: ASCOM)

Evento realizado na Facape discute a violência à pessoa idosa. (Foto: ASCOM)

Idosos, estudantes e docentes se reuniram esta semana na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) para discutir a violência contra a pessoa idosa. A iniciativa – organizada pela direção da faculdade – fez parte da campanha ‘Facape contra a intolerância’, que tem o objetivo de promover e ampliar as discussões sobre temáticas que envolvem atos de opressão vivenciados no ambiente acadêmico.

O evento aconteceu na data em que é celebrado o Dia Mundial da Conscientização contra o Abuso de Idosos – 15 de junho. A programação foi aberta pelo professor Geison Duarte, que trabalhou a interação dos participantes com alongamentos, danças e atividades físicas. Logo depois, estudantes do Colegiado de Direito, Fernanda Leal e Edson Andrade, explicaram como identificar os tipos de violência contra a pessoa idosa, destacando os meios para denúncia e as punições de acordo com a lei.  Já a estudante de Pedagogia da Universidade de Pernambuco (UPE), Tatiana de Souza, ministrou a palestra ‘Violência: o avesso do respeito’.

LEIA MAIS

Dia de conscientização contra a Violência à Pessoa Idosa é comemorado com oficina e palestra

oficinaPara lembrar o Dia Mundial de Conscientização contra a Violência à Pessoa Idosa, a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) realizará, nesta quarta-feira (15), uma oficina voltada para os direitos da pessoa idosa e como a sociedade pode ajudar a combater todos os tipos de violência contra o idoso.

O evento está marcado para as 9h, no auditório principal da faculdade, e qualquer pessoa interessada pode participar. Além dos estudantes da autarquia, estarão presentes os alunos da Faculdade Aberta a Terceira Idade (FATI), projeto da Facape e UPE direcionado a pessoas com mais de 50 anos.

A programação será aberta com uma aula de alongamento e dança com o professor Geison Duarte. Logo depois, serão realizadas duas palestras: ‘Maus tratos: violência e negligência contra os idosos’, com os estudantes de Direito da Facape, Fernanda Leal e Edson Andrade, e ‘Violência: o avesso do respeito’, com a discente de Pedagogia da UPE, Tatiana de Souza.

LEIA MAIS

Idoso é encontrado em cárcere privado em Juazeiro

idoso

O idoso foi encontrado em local sujo e fétido

Uma  mulher foi encaminhada a Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro, Norte da Bahia, por manter um idoso de 72 anos em cárcere privado. Segundo a Polícia Militar, na tarde de Ontem (23), após denúncias,  a  jornalista Cibele Fonseca, pediu apoio a PM para averiguar a situação no bairro Alto da Aliança.

Foi encontrado na residência da acusada, no quarto dos fundos, um idoso abandonado em  local sujo e fétido.

O idoso por estar muito debilitado foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). A acusada e a vítima foram encaminhados ao órgão competente para serem tomadas as medidas cabíveis.

Homem é preso por agredir com uma barra de ferro o pai e um cachorro em Petrolina

Um homem, de 25 anos, foi preso acusado de maus tratos em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, ele foi pego em flagrante  por ter maltratado um animal com uma barra de ferro e também  ter tentado agredir o pai de 77 anos com a mesma barra de ferro.

A sorte do idoso, foi um varal de roupas que encontrava entre ele e o agressor, sendo ele  atingido de raspão. O acusado também saiu ferido na cabeça, ambos foram encaminhados ao Hospital Universitário de Traumas,  medicados e em seguida liberados. O acusado foi apresentado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Petrolina e autuado em flagrante delito.

Crime de estelionato contra idoso terá pena duplicada

Idosos 2

A partir de agora, quem cometer crime de estelionato contra idoso poderá receber pena de até dez anos de prisão, o dobro do previsto no Código Penal. A mudança está na Lei 13.228/2015, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff e publicada hoje (29) no Diário Oficial.

O Artigo 171 do Código Penal estabelece que o estelionato ocorre quando alguém obtém vantagem ilícita, para si ou para outra pessoa, em prejuízo alheio, ao induzir alguém ao erro, por meio de fraude ou outros artifícios.

A pena para o crime é de um a cinco anos de reclusão. Com a nova lei, se a vítima tiver 60 anos ou mais, a punição será duplicada, podendo chegar a dez anos de prisão. “Aplica-se a pena em dobro se o crime for cometido contra idoso”, diz o trecho incluído no Código Penal. (Fonte: EBC)

Expectativa de vida do brasileiro sobe para 75,2 anos, mostra IBGE

idoso

A expectativa de vida dos brasieliros aumentou para 75 anos e dois meses (75,2), em 2014, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa é três meses e 18 dias superior à do ano anterior, que era de 74,9. Os dados fazem parte da Tábua Completa de Mortalidade, publicada na edição de hoje (1º) do Diário Oficial da União.

As mulheres vivem em média 7,2 anos a mais que os homens, com uma expectativa de 78,8 anos, contra 71,6 anos para eles.

Em 2014, no entanto, a estimativa masculina aumentou mais, com um acréscimo de três meses e 25 dias, contra três meses e 11 dias para as mulheres.

Unidades da Federação

Com grande vantagem sobre a segunda colocada, Santa Catarina foi a unidade da Federação com a maior expectativa de vida, de 78,4 anos. Os homens catarinenses passaram a ter expectativa de vida de 75,1 anos, e as mulheres, 81,8 anos. O Distrito Federal, com 77,6 anos, e o Espírito Santo, com 77,5, ficaram em segundo e terceiro lugar.

Os três estados da Região Sul, os quatro estados do Sudeste e o Distrito Federal ocupam as oito primeiras posições – todos com expectativa de vida superior à média nacional (75,2 anos). Depois deles, o Rio Grande do Norte apresenta a maior taxa, que coincide com a média do Brasil.

A menor expectativa de vida ao nascer é a dos maranhenses (70 anos). O Piauí tem a segunda menor, com 70,7 anos. Alagoas, aparece em seguida, com 70,8 anos.

1234