Campanha arrecada doações para moradora do Residencial Nova Vida I que perdeu casa em incêndio

Um incêndio ocorrido na tarde da última terça-feira (3), no Residencial Nova Vida I, em Petrolina (PE), destruiu a casa de Márcia Miranda, de 46 anos. Móveis, eletrodomésticos, roupas, e bens em geral foram devastados pelas chamas. Na residência morava ela e um filho.

LEIA TAMBÉM

Casa no Residencial Nova Vida I é atingida por incêndio

Desempregada, Márcia conta agora com a solidariedade das pessoas. Uma campanha com o objetivo de arrecadar donativos para ela, foi lançada nas redes sociais.

Eu perdi tudo, minha casa, meus móveis. Eu estou sem trabalhar e peço que se alguém puder, me ajude com alguma coisa, se for possível. Ainda bem que eu estou com vida”, disse Márcia em entrevista ao Blog Petrolina em Destaque.

Quem tiver interesse em ajudar, pode entrar em contato com a família através dos números (87) 988525208/ (87) 988471229. A casa de Márcia está localizada na Rua Sibipiruna, nº 210, Residencial Nova Vida I.

Casa no Residencial Nova Vida I é atingida por incêndio

Dois cômodos da casa foram atingidos (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma casa localizada na Rua Sibipiruna, no Residencial Nova Vida I, em Petrolina, foi destruída por um incêndio, na terça-feira (3). Segundo moradores, as chamas atingiram a sala e cozinha do imóvel, mas por sorte ninguém ficou ferido.

Esse já é o oitavo caso de incêndio no Residencial. O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado, mas ao chegar ao Nova Vida as chamas já estavam controladas. Moradores vizinhos a dona do imóvel estão se mobilizando para ajudar a família atingida. Doações podem ser feitas através do número (87) 98852-5208.

Bombeiros controlam chamas após homem tentar incendiar agência da Caixa, em Petrolina

Homem ateou fogo e fugiu (Foto: Reprodução)

A Agência da Caixa Econômica Federal de Petrolina, localizada na Rua João Clementino, Centro da cidade, foi alvo de um atentado na noite de sábado (23). Um homem teria chegado em uma motocicleta, espalhado gasolina e ateado fogo na unidade.

Contudo, o Corpo de Bombeiros Militar da cidade conseguiu controlar o princípio de incêndio. Não há registro de feridos. O homem ainda não foi localizado e o caso será investigado pela Polícia Federal. (Com informações do G1 Petrolina).

Corpo de Bombeiros controla incêndio na zona rural de Cabrobó

(Foto: Arnaldo Vitorino/Projeto Bichos da Caatinga)

Após quase uma semana de incêndio na caatinga na zona rural de Cabrobó (PE), o corpo de bombeiros controlou as chamas que ameaçavam famílias do assentamento Juventude, em Orocó (PE). O fogo começou na última terça-feira (12)

De acordo com o Corpo de Bombeiros, alguns focos isolados foram encontrados na tarde desse domingo (17) e controlados. Os bombeiros fizeram uma verificação na área atingida pelas chamas e chegaram à conclusão de que o fogo estava controlado.

Segundo moradores da região, cerca de 100 hectares de vegetação foi destruída pelo incêndio. Não se sabe o que teria provocado as chamas. O Corpo de Bombeiros recomendou que, ao realizar algum serviço com fogo, os moradores tivessem o máximo de cuidado.

Incêndio que destruiu área de caatinga em Floresta está controlado

Chamas foram controladas no sábado (Foto: Reprodução/Facebook)

A semana foi marcada por incêndios na caatinga e no final de semana veio a boa notícia. A chama que atingiu Floresta (PE) está controlada. De acordo com a Prefeitura, o trabalho conjunto de voluntários e Corpo de Bombeiros deu certo.

LEIA TAMBÉM:

Ação do Corpo de Bombeiros para conter incêndio que atinge zona rural de Floresta deve ser encerrada nesta quinta

Segundo o município, além do Governo do Estado que prestou apoio com equipes, municípios vizinhos como  Itacuruba, Petrolândia, Carnaubeira, Belém do São Francisco e Serra Talhada também deram suporte no combate às chamas.

O trabalho agora é monitorar os possíveis novos focos. “Ficou acertado que o a Defesa Civil municipal, Corpo de Bombeiros, CPRH, Ibama e Brigadas de Incêndio junto com os moradores da região [que já] estão de prontidão 24 horas, monitoramento as áreas afetadas e possíveis pontos críticos para entrar em ação caso haja necessidade“, destacou o prefeito Ricardo Ferraz.

Ação do Corpo de Bombeiros para conter incêndio que atinge zona rural de Floresta deve ser encerrada nesta quinta

(Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Um incêndio de grandes proporções atinge a zona rural de Floresta (PE), desde a última segunda-feira (4). As primeiras chamas foram registradas no Sítio Crispim, mas de acordo com o 11º Grupamento do Corpo de Bombeiros, o fogo se alastrou e já afetou outras áreas de caatinga do município.

A boa notícia é que grande parte do incêndio já foi controlada. Bombeiros dos municípios pernambucanos de Garanhuns, Serra Talhada, Caruaru e Afogados da Ingazeira, estão no local auxiliando a equipe do 11º Grupamento do município de Petrolândia, responsável por Floresta.

LEIA MAIS

Fogo destrói barraca de lanches no José e Maria

Incêndio assustou frequentadores da Praça(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os moradores do bairro José e Maria, em Petrolina, tomaram um susto na noite da última sexta-feira (1°). Uma barraca de lanches localizada na Praça do bairro pegou fogo. Rapidamente as chamas se espalharam pelo local, mas segundo testemunhas ninguém se feriu.

Uma das hipóteses é que o problema tenha começado num vazamento de gás. Uma equipe do Corpos de Bombeiros Militar foi acionada, mas ainda não conseguimos informações oficiais com a corporação sobre as prováveis causas do incêndio.

 

Incêndio que destruiu caatinga está controlado, afirma Defesa Civil de Abaré

Foram quase 13 horas de combate às chamas (Foto: Reprodução)

O incêndio que começou na tarde da última quinta-feira (24) Projeto de Irrigação Pedra Branca, em Abaré (BA), foi controlado pela madrugada. Segundo a Defesa Civil do município, as equipes conseguiram apagar as chamas por volta de 3h da manhã dessa sexta-feira (25).

Foram quase 13 horas de combate às chamas. Ainda não é possível saber a área total destruída, mas a Defesa Civil estima que pelo menos 10 hectares da caatinga – o correspondente a 10 campos de futebol – tenham sido destruídos devido ao fogo.

O combate reuniu uma força-tarefa com bombeiros militares de Jacobina e Paulo Afonso, além de voluntários de outras cidades. Pelo menos cinco ovelhas que estavam em uma propriedade rural morreram no incêndio. Até o momento não se sabe a causa das chamas. (Com informações do G1 Bahia).

Incêndio destrói 7,14 hectares de cana-de-açúcar da Agrovale; empresa afirma que ação foi criminosa

(Foto: Ilustração)

Um incêndio de grandes proporções devastou 7,14 hectares de cana-de-açúcar da Agrovale, em Juazeiro (BA), na noite do último sábado (19). Segundo informações da empresa, a área atingida pelo fogo fica no lote 12 do Campo São Carlos, uma das partes do canavial mais próximas das cidades de Juazeiro e Petrolina (PE).

“A direção da empresa tomou uma série de providências logo que detectou o sinistro e após o registro de um Boletim de Ocorrência (BO), junto à delegacia de Polícia Civil, em Juazeiro, informou o ocorrido também aos órgãos ambientais de competência, INEMA e o IBAMA”, diz um trecho da nota da Agrovale divulgada há pouco.

LEIA MAIS

Petrolina: acusado de atear fogo na escola Otacílio Nunes é preso

A Polícia Civil prendeu, nessa terça-feira (15), um indivíduo suspeito de atear fogo na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Otacílio Nunes de Souza, localizada na Areia Branca, em Petrolina (PE).

De acordo com os policiais, o suspeito furtou um bebedouro da unidade escolar e colocou fogo na escola. O acusado afirmou que vendeu o objeto furtado para pagar dívidas com drogas.

Ainda segundo informações, o suspeito já foi preso após ter furtado um estabelecimento comercial.

Petrolina: Escola de Referência Otacílio Nunes é atingida por incêndio

Na noite dessa segunda-feira (14), por volta das 23h30, um incêndio atingiu a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Otacílio Nunes de Souza, que fica na Areia Branca, em Petrolina (PE). Não se sabe o que teria provocado as chamas.

Algumas imagens e vídeos foram compartilhados em grupos de WhatsApp mostrando muito fogo próximo à quadra poliesportiva e em uma sala da unidade escolar. O 4º Grupamento do Corpo de Bombeiros (CB) foi acionada e conseguiu conter as chamas.

Incêndio atinge área de proteção da caatinga em Campo Alegre de Lourdes

Moradores afirmam que grileiros provocaram incêndio (Foto: Pastoral da Terra/Ascom)

Um incêndio que começou na tarde da última quinta-feira (10) atingiu uma área preservada da caatinga na cidade de Campo Alegre de Lourdes (BA). Segundo a Comissão Pastoral da Terra de Juazeiro, comunidades tradicionais de fundo de pasto vêm sofrendo com as chamas.

Até o sábado (12) o fogo continuava se espalhando e causando um rastro de destruição no Território de Angico dos Dias. A área atingida pelo incêndio era composta por várias espécies da Caatinga, a exemplo de aroeiras, angicos, umbuzeiros, umburanas e caroás.

“Era uma área bem preservada, com madeira nativa de muitos anos, que tínhamos o maior cuidado e o fogo passou devorando tudo“, afirma o presidente da Associação de Fundo de Pasto de Angico dos Dias e Açu Edinei Soares. Moradores afirmam que o incêndio foi criminoso e pessoas ligadas a uma tentativa de grilagem teria provocado as chamas.

Leitores flagram incêndio em monumento na entrada de Juazeiro

Monumento está localizado na entrada de Juazeiro (Foto: Blog Waldiney Passos)

Leitores flagraram um incêndio no monumento localizado na entrada de Juazeiro (BA), pouco antes do acesso ao centro da cidade para quem vem da Ponte Presidente Dutra. Ainda não há informações oficiais sobre o fato, mas segundo testemunhas as chamas começaram pouco antes das 20h dessa sexta-feira (20).

Também não há registro de feridos em decorrência das chamas ou fumaça. Tentamos contato com o Corpo de Bombeiros Militar de Juazeiro, mas até o momento não obtivemos novas informações. Confira a seguir um vídeo encaminhado por leitores:

Incêndio atinge hospital do Rio de Janeiro, número de mortes sobe para 11

De acordo com a direção do hospital, a principal suspeita é que houve um curto circuito no gerador do prédio 1

Um incêndio de grandes proporções atingiu o hospital Badim, instituição particular localizada na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. No fim da tarde de ontem, pouco antes das 18h, o prédio  Começou a ser tomado pelas chamas, e uma fumaça preta e espessa pôde ser vista de longe por moradores da região.

O número de mortos no incêndio subiu para 11 durante a madrugada desta sexta-feira, segundo a Defesa Civil do Estado informou ao canal GloboNews. Dez corpos foram retirados por volta das 2h pelos bombeiros. Mais cedo, o vice-governador do Rio, Claudio Castro (PSC), afirmou às 22h20 que uma pessoa havia sido encontrada morta. Ainda não há informações sobre as vítimas.

Os bombeiros confirmaram no fim da noite que o incêndio foi controlado. “Mas como o incêndio foi grande, há muita fumaça e a visualização do local ainda está ruim”, disse a corporação. Seis carros do Corpo de Bombeiros foram enviado ao local e cerca de dez ambulâncias da corporação atuam na remoção das pessoas.

Os pacientes foram transferidos para hospitais próximos, tanto privados como públicos. Familiares de pacientes se aglomeraram na rua enquanto esperam por informações. A direção do Hospital Badim se manifestou sobre o incêndio no início da madrugada desta sexta-feira (13).

Por meio de nota, declarou um profundo pesar pelo ocorrido e informou que 103 pacientes estavam internados no momento em que o fogo teve início. De acordo com o hospital, a evacuação dos pacientes começou antes mesmo da chegada do Corpo de Bombeiros, por meio do trabalho da brigada de incêndio do próprio estabelecimento. “Desde o primeiro momento, a prioridade total foi socorrer os pacientes e funcionários e salvar vidas. Mais de 100 médicos foram mobilizados para dar assistência aos pacientes que estavam sendo socorridos”, diz a nota encaminhada à imprensa.
O hospital disse que só deve dar números e informações mais apuradas sobre vítimas quando o Corpo de Bombeiros finalizar a vistoria do prédio e liberar o acesso.

Curto-circuito e pacientes retirados Segundo o hospital, o incêndio foi provocado por um curto-circuito em um gerador na antiga unidade — o hospital tem dois prédios, um com 19 anos de fundação, segundo o site da instituição, e outro inaugurado em 2018.

Informações preliminares apontam que o incêndio se iniciou após um curto-circuito no gerador do subsolo do prédio mais antigo, espalhando fumaça para todos os andares.

Pacientes foram retirados ainda na maca e funcionários improvisaram leitos na rua São Francisco Xavier, que está bloqueada. Quem estava no prédio antigo, onde as chamas começaram, foi transferido para a unidade nova. O hospital tem capacidade para 128 leitos. “Todos os pacientes do CTI 1 já foram retirados e estão recebendo os primeiros atendimentos na rua Arthur
Menezes. Nesse momento, os pacientes do CTI 2, que tem 20 leitos, também estão sendo retirados”, informou o hospital.

“Toda a direção do hospital Badim está empenhada em prestar os devidos socorros necessários aos pacientes, que estão sendo transferidos para o hospital Israelita Albert Sabin e para os hospitais da Rede D’Or, do qual o Badim é associado”, comunicou o centro médico.

123