Jair Bolsonaro decide dar entrevista ao Jornal Nacional no Rio

A assessoria do presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição, informou à Globo, na manhã desta sexta-feira (5), que ele decidiu comparecer aos estúdios da emissora no Rio de Janeiro para a realização das entrevistas com os candidatos à presidência no Jornal Nacional.

Em e-mail enviado no fim da noite de quinta (4) a assessoria manifestava a disposição de Bolsonaro de conceder a entrevista, mas no Alvorada, alegando que “em função da campanha e de compromissos assumidos anteriormente, a agenda presidencial impossibilita a ida ao RJ, no dia 22 de agosto”.

Como as regras, anunciadas diversas vezes, previam a realização das sabatinas do g1, GloboNews e JN nos estúdios da emissora, a Globo reiterou que a entrevista não poderia ser realizada em Brasília e considerou que o convite fora recusado.

LEIA MAIS

Sorteio define Bolsonaro como primeiro entrevistado ao vivo do Jornal Nacional

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi sorteado nessa segunda-feira (1º) pela produção do Jornal Nacional, da TV Globo, para ser o primeiro entrevistado ao vivo na série com os candidatos ao Palácio do Planalto.

A participação dele ocorreria em 22 de agosto, uma segunda-feira. Na sequência viriam André Janones (Avante), no dia 23, Ciro Gomes (PDT), no dia 24, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no dia 25, e Simone Tebet (MDB), no dia 26.

As entrevistas terão duração de 40 minutos e serão conduzidas pela dupla de apresentadores do jornal, William Bonner e Renata Vasconcellos.

LEIA MAIS

Homem que invadiu Globo e fez jornalista refém tem pedido de liberdade negado

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de liberdade solicitada pela defesa de Thomas Rainer Francisco Rosa. O homem foi preso no dia 10 de junho após invadir a sede da Globo, no Rio de Janeiro e manter a repórter Marina Araújo como refém.

De acordo com o UOL, a ministra concluiu que a prisão cautelar do réu deverá ser mantida. A magistrada baseou-se nos autos do processo que apresenta elementos com indicativo de que Thomas possui alto grau de periculosidade. Sendo assim, o prolongamento da detenção do homem será uma forma garantir a ordem pública.

O processo também detalha que ao invadir a sede da Globo, o réu apontou uma faca na repórter Marina Araújo, enquanto imobilizava a profissional com um “mata-leão”. Além disso, Thomas chegou a cheirar o pescoço da vítima, fazer elogios ao físico da repórter e encostar suas partes íntimas na jornalista.

Ao pedirem liberdade de Rosa, a defesa do réu argumentou que ele não seria ameaça à ordem pública. Para embasar a questão, foi destacado que ao ver a jornalista Renata Vasconcelos, o homem imediatamente soltou a refém.

Thomas alegava que a ida até o local era justamente para conhecer a apresentadora do “Jornal Nacional”, no dia em que ela comemorava aniversário.

Morre pai do Jornalista e apresentador do Jornal Nacional, William Bonner

william-bonner

William Bonner foi substituído por Heraldo Pereira (Divulgação/ Globo)

O pai de William Bonner, o pediatra William Bonemer, morreu na manhã desta terça-feira (29), por este motivo o jornalista não apresentou o “Jornal Nacional” hoje. Quem o substituiu foi o apresentador e editor-chefe do noticiário na edição s Heraldo Pereira.

Ao lado dele, na bancada do “Jornal Nacional”, esteve a jornalista Giuliana Morrone, que está substituindo Renata Vasconcellos durante as férias da apresentadora. O jornalístico contou também com a participação de Galvão Bueno,convocado para falar sobre tragédia com o avião da Chapecoense, que caiu na Colômbia na madrugada de hoje.

A Globo confirmou a morte do pai de William Bonner e a licença do apresentador do “JN”, mas não divulgou informações sobre a causa da morte. O jornalista, que adotou o sobrenome artístico Bonner, tem o nome de batismo herdado do pai, e se chama na verdade William Bonemer Junior.

Evaristo Costa pode assumir lugar de William Bonner à frente do ‘Jornal Nacional’

Evaristo Costa estaria sendo treinado pela Rede Globo para assumir a apresentação do “Jornal Nacional” no lugar de William Bonner (Divulgação)

O “Jornal Nacional” pode estar prestes a sofrer uma nova dança das cadeiras em sua bancada. De acordo com o jornal “Agora São Paulo”, o plano da emissora é tirar William Bonner da apresentação de seu maior telejornal nos próximos três anos e trocá-lo por Evaristo Costa, que atualmente está à frente do vespertino “Jornal Hoje”, ao lado de Sandra Annenberg.

Bonner, que trabalha na Rede Globo há 30 anos e está no comando do “Jornal Nacional” há 20, seria mantido como editor-chefe do telejornal, porém se afastaria do posto de âncora que exerce atualmente. Ainda de acordo com o jornal, o ex-marido de Fátima Bernardes também poderia fazer coberturas e reportagens especiais ao longo de sua próxima fase no programa.

Os rumores sobre a troca de jornalistas na bancada do JN começaram a surgir no ano passado. De acordo com o burburinho que rola pelos corredores da Globo, Bonner está se opondo veementemente contra a escolha de Evaristo para o seu posto. Este, por sua vez, tem sido preparado pela emissora para o cargo e, para coroar a decisão, vem se destacando nas redes sociais ao longo do ano.