Moradores do bairro Tabuleiro em Juazeiro cobram da prefeitura serviços de recuperação de ruas da comunidade

Moradores das travessas das ruas 12 e 13 do bairro Tabuleiro, em Juazeiro, voltam a reclamar da falta de compromisso da gestão pública para com a comunidade, especialmente com as travessas das ruas 12 e 13. De acordo com os denunciantes, sem a pavimentação reivindicada pela comunidade há anos, a via se transforma em lama quando chove e em poeira e buracos quando chega a estiagem. Para complicar a situação, há muito lixo acumulado no local.

Em 16 de abril deste ano, depois de enviarem mensagem ao Blog Waldiney Passos, mostrando insatisfação com a situação, a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) enviou uma nota informando “que iniciou no último dia 9 do mesmo mês, o patrolamento das vias não pavimentadas do Tabuleiro. Devido à chuva, o serviço foi interrompido e seria retomado, contemplado as vias mostradas na reportagem.”

Quase um mês depois, tudo continua como era antes, diz a moradora dona Clara. Ela conta que chegaram a gerar um protocolo na SESP quando procuraram a secretaria novamente no dia 27 de abril e que quem a atendeu prometeu resolver a situação, mas não resolveu. “Não vieram e não jogaram cascalho no local. Como agravante, houve um acidente na casa de esquina e o morador teve que colocar ferro na calçada, para os carros e motos não passarem por lá,” disse ela.

O Blog Waldiney Passos procurou novamente a prefeitura que informa em nota o seguinte:

“A Secretaria de Serviços Públicos de Juazeiro informa aos moradores do bairro Tabuleiro que enviou uma equipe técnica às Travessas das Ruas 12 e 13 e foi verificado que será necessário além do patrolamento, a colocação de cascalho.

A SESP irá providenciar o cascalho para que o serviço seja iniciado.

A Secretaria lembra ainda que qualquer solicitação de atendimento deve ser realizada pelo telefone (74) 3612 5411, e é necessário que a pessoa forneça o endereço completo e o número do telefone para que possa ser realizado o registro de protocolo.”

Cano estourado e chuva faz lama entrar em casas do São Joaquim, em Petrolina

Em contato com o blog Waldiney Passos, um morador do São Joaquim, em Petrolina (PE), relatou um grave problema na estrutura da rua da sua residência. Sem pavimentação, sempre que chove ou quando um cano da rede água estoura, o que acontece constantemente, a lama escorre pela rua 20 do bairro e chega a entrar dentro das casas.

“Já não bastava o lamaceiro das chuvas que tinha ficado por causa da estrutura da rua. Muita lama muito e esgoto. O grande problema é quando estoura [canos de rede de água] ou quando chove aqui nessa rua. A lama sempre entra na área da gente por causa da estrutura da rua”, diz o leitor.

O morador relatou ainda a situação que encontrou sua casa após o cano da rede de água ter estourado. “Ontem (27) quando cheguei do trabalho me deparei com a pior situação que já teve aqui. A lama já tinha entrado na minha casa e em algumas casas vizinhas. Minha área estava cheia de sujeira da lama. Horrível a situação”.

Ainda de acordo com a reclamação, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi acionada e tentou resolver o problema. No entanto, o cano da rede de água estoura constantemente, o que piora a situação deixada pelas chuvas que tem caído na cidade.

Compesa conserta cano e deixa lamaceiro em rua no Alto da Boa Vista

Toda a população petrolinense já conhece o descaso da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Dessa vez, a empresa, em mais um de seus desserviços, deixou uma rua praticamente intransitável no bairro Alto da Boa Vista, zona oeste de Petrolina (PE).

Segundo moradores, a companhia foi até o local para consertar um cano que teria estourado. A empresa cavou um buraco para realizar o serviço e depois simplesmente deixou um verdadeiro lamaceiro na via.

Um dos moradores quase não consegue entrar e sair de sua casa, já que seu veículo tem que passar pelo lamaçal que ficou em frente à garagem de sua residência.

Em Petrolina, moradores do José e Maria reclamam de água empoçada e fazem protesto

145402cf-0e08-40b6-803c-4c49d13e80ed

Moradores do bairro José e Maria, que fica na cidade de Petrolina (PE), estão realizando neste momento um protesto que reclama de uma poça de esgoto que tem incomodado a população do local. De acordo com um dos moradores, o esgoto está verde e emite um forte odor.

edabc65b-3296-4823-9520-09366ac446a8

Eles querem chamar a atenção das autoridades para que a situação seja resolvida e para isso empilharam vários pneus próximo ao local e atearam fogo. Várias pessoas estão participando do protesto. Moradores informaram, ainda, que já houve várias tentativas de contato com a Compesa para resolver o problema, mas nunca foram atendidos.