Ouricuri e Araripina terão lockdown a partir de sexta-feira

Após o avanço dos casos do novo coronavírus (covid-19), dois municípios localizados no polo gesseiro do Estado recuarão no Plano de Convivência com a Covid-19 , estabelecido pelo Governo de Pernambuco. A partir de sexta-feira (7), os municípios de Ouricuri e Araripina, no Sertão do Araripe, adotarão medidas de isolamento mais rígidas para combater a disseminação do vírus, a exemplo do que já foi feito em cidades da Região Metropolitana do Recife e do Agreste pernambucano.

O lockdown se estenderá até o dia 16 de agosto. Os municípios, que estavam na Etapa 4 do plano, voltarão para a Etapa 2, em que apenas os serviços considerados essenciais têm autorização para funcionar.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a 4ª Macrorregião, da qual faz parte o Sertão do Araripe, tem liderado a requisição de leitos de UTI para o combate à covid-19. De acordo com André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco, dos 134 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) registrados na localidade na semana passada, 77 estão na 9ª Gerência Regional de Saúde (Geres), que compreende os dos municípios. “Com relação aos casos na semana passada, foram 134 ocorrências de SRAG, sendo quase 60% na nona Geres, que compreende os municípios do Araripe”, explicou Longo. Juntas, as duas cidades concentram 70% de todos os casos da regional, com 52 confirmações na última semana.

O isolamento social mais rígido já foi adotado em outras cidades do Estado, em outros momentos da pandemia. “Ficar em casa e adotar atitudes de prevenção são as orientações para aquela região. As medidas rígidas de isolamento provaram sua eficiência tanto no Grande Recife quanto no Agreste. Tenho certeza de que em Araripina e Ouricuri o engajamento da sociedade não será diferente”, apostou Longo. O secretário também destacou que existem 82 leitos dedicados à covid-19 nesses dois municípios, sendo 20 de terapia intensiva.

Em nota, a prefeitura de Araripina informou que cumprirá as determinações do Governo do Estado. O comunicado diz que as medidas anunciadas “coincidem com outras adotadas desde sexta-feira passada (31), quando a prefeitura determinou medidas mais restritivas como o toque de recolher após as 21h, a proibição de venda de bebida alcoólica e intensificação na fiscalização dos estabelecimentos.” A nota alerta ainda para a alta taxa de ocupação de leitos intermediários para Srag e dos leitos de UTI instalados no Hospital Santa Maria, mas não detalha os números. Até esta terça-feira (4), Araripina tinha 768 casos confirmados da doença, outros 139 em investigação e 16 óbitos.

A reportagem procurou a Prefeitura de Ouricuri na noite desta terça-feira, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria. De acordo com o último boletim divulgado pelo município, Ouricuri tem 265 casos confirmados , 157 recuperados e 8 óbitos por covid-19.

Covid-19: Prefeitura de Uauá (BA) decreta ‘lockdown’ na cidade a partir desta sexta-feira

Cidade de Uauá. (Foto: Divulgação)

A medida adotada para tentar conter o aumento de casos de infecção pelo novo coronavírus começa a valer a partir de hoje, sexta-feira (24). A norma tem validade até 31 de julho. Durante esse período, a população não poderá circular pelas ruas da cidade das 18h às 5h, salvo por motivos de saúde.

A prefeitura informou que a medida foi tomada porque, em 10 dias, o aumento de casos de Covid-19 foi de 153%. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, Uauá já registrou 185 casos confirmados, com 81 recuperados e 4 óbitos.

Com a medida, também está proibida a entrada e saída de pessoas no município, exceto com a apresentação de comprovante de residência em nome próprio ou de familiar, e nas hipóteses de tratamento de saúde que não seja fornecido na cidade. As pessoas que trabalham em outros municípios também poderão sair ou entrar na cidade.

De acordo com o decreto, apenas será permitida a abertura de farmácias, postos de combustíveis e funerárias. Poderão funcionar somente através do serviço de entrega em domicílio (delivery), distribuidoras de gás e água, lojas que comercializam alimentação e medicamentos para animais. Oficinas mecânicas e borracharias poderão funcionar exclusivamente para atender veículos oficias e ambulâncias.

Estão proibidas as atividades na construção civil, exceto os serviços de interesse público vinculados a saúde e mobilidade urbana. Os Postos de Saúde da Família (PSF), bem como os serviços essenciais de saúde, permanecerão com o funcionamento em horário normal.

Prefeitura de Uauá (BA) decreta lockdown para conter avanço do novo coronavírus

Cidade de Uauá. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Uauá, no norte da Bahia, decretou em todo município a suspensão total das atividades de estabelecimentos comerciais e de prestadoras de serviços, como também a restrição da circulação de pessoas nas ruas, é o chamado lockdown.

A medida visa conter o avanço da disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no município, que nos últimos 11 dias registrou um aumento de 153% de casos confirmados. O decreto começa a valer a partir da próxima sexta-feira (24) e vai até o dia 31 de julho.

De acordo com o decreto, apenas será permitida a abertura de farmácias, postos de combustíveis, funerárias, além do funcionamento de serviços de entrega de gás, água mineral e lojas de remédios e alimentos para animais. Oficinas mecânicas e borracharias poderão funcionar exclusivamente para atender veículos oficias e ambulâncias.

Neste período está proibida a entrada e saída de pessoas no município, exceto com a apresentação de comprovante de residência em nome próprio ou de familiar, e nas hipóteses de tratamento de saúde que não seja fornecido na cidade. O toque de recolher será das 18h às 05h, salvo por motivos de saúde.

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Municipal de Saúde, Uauá contabiliza 162 casos positivos, sendo que 68 estão clinicamente curados. O município já registrou 04 óbitos por Covid-19.

Confira o decreto na íntegra clicando no link abaixo.

http://www.ipmbrasil.org.br/visualizar-publicacoes?cod=1658&file=F782D9A120AC88ABCFEDBC0ECC34D8A4&type=edicao

Uauá: Prefeitura decreta lockdown a partir do dia 24

Lockdown será de 24 a 31 de julho (Foto: Reprodução/ Internet)

Mais um município baiano adotará o lockdown para tentar controlar a disseminação do novo coronavírus. A partir desta sexta-feira (24), Uauá estará em quarentena mais rígida. A medida foi anunciada no Decreto n° 1.125/2020 (veja aqui), publicado no Diário Oficial de terça-feira (21).

O lockdown vigorará até dia 31 de julho. Enquanto durar o decreto, fica determinado o “fechamento total dos estabelecimentos e prestadores de serviço, com restrição de circulação de pessoas”. Dessa forma, serviços da construção civil, casas lotéricas, publicidade e o comércio não essencial deverá suspender as atividades.

Distribuidores de gás e água, lojas que comercializam alimentação/medicamentos para animais somente poderão atuar via delivery. Farmácias, postos de combustíveis (exclusivamente para abastecimentos), funerárias e concessionárias de serviços públicos essenciais, tais como, energia elétrica e água poderão abrir normalmente. O lockdown também proíbe a circulação de pessoas das 18h às 5h.

Lagoa Grande inicia toque de recolher nesta quinta-feira

Isolamento social mais rígido começa a valer amanhã (Foto: Ascom PMLG)

Lagoa Grande, no Sertão do São Francisco, é mais uma cidade pernambucana a endurecer as medidas de enfrentamento a covid-19. A partir desta quina-feira (16) tem início o toque de recolher, das 19h às 4h, pelos próximos 15 dias.

A medida foi anunciada nessa quarta-feira (15) pelo prefeito Vilmar Cappellaro. Durante a vigência do decreto municipal, fica “vedado a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, em todo território do município de Lagoa Grande – PE (Distritos, Povoados e Lugarejos), inclusive pelos visitantes e frequentantes das regiões adjacentes”.

Fiscalização com PM e apoio do MPPE

A Prefeitura atuará em conjunto com a Polícia Militar e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), para fazer valer o decreto municipal. Cappellaro também pediu consciência aos moradores. “Não queremos fechar comércio, não queremos decretar lockdown, respeitamos o direito de ir e vir das pessoas. Esperamos que a população atenda. Todas as ações que fazemos são no sentido de prevenção de vidas“, disse.

O que está liberado

Serviços de saúde e segurança pública, além de restaurantes, lanchonetes e farmácias estão autorizados a funcionar durante o toque de recolher. Contudo, somente por delivery ou drive-thru. A comercialização presencial está vedada. Os que já estão autorizados a funcionar durante o dia devem seguir o horário máximo de fechamento.

“A restrição prevista não se aplica aos servidores, funcionários e colaboradores, no desempenho de suas funções, que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde, segurança e preparação de alimentação, desde que estejam devidamente identificados, apresentando declaração, carteira funcional ou documento equivalente“, frisa a Prefeitura. O uso de máscaras segue obrigatório.

Cedro: confira o que está liberado após lockdown de 15 dias

Município viveu dias de rigidez por conta da pandemia (Foto: Wellyson CDS)

A partir dessa quarta-feira (8) o município de Cedro, no Sertão de Pernambuco, tenta retomar a rotina após 15 dias de lockdown para controlar a covid-19. Os setores da economia, no entanto, funcionarão de forma limitada, inclusive aos finais de semana.

O que está liberado

Padarias podem reabrir das 5h. O comércio está liberado das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira e aos sábados, até 13h. Aos domingos somente postos de combustíveis e farmácias estão liberados. Templos religiosos podem abrir, mas apenas com 10 pessoas por vez.

O que não pode

Transporte alternativo para outras cidades segue vetado. A entrada de caminhões será controlada e apenas os carregamentos destinados a Cedro poderão entrar, com a finalidade de não deixar o setor desabastecido. Vendedores ambulantes estão impedidos de entrar.

Bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, clubes, academias, quadras e campos de futebol continuarão fechados. Apenas delivery está liberado, sem horário de restrição.

A Prefeitura ressalta a importância de seguir os protocolos de higiene e distanciamento entre clientes. O uso de máscaras permanece obrigatório e quem descumprir as determinações será punido conforme prevê o Código Penal.

Lockdown adotado no Ceará, Pernambuco e Maranhão frearam curva da Covid-19

No Nordeste, a Bahia, Rio Grande do Norte, Sergipe e Piauí exibem curvas de crescimento exponencial de casos da Covid-19 mantidas há vários dias, enquanto Ceará, Pernambuco e Maranhão exibiram uma desaceleração significativa do crescimento de infectados. A diferença de cenário foi atribuída a adoção de lockdown nos três últimos estados. A constatação é de especialistas do Comitê Científico do Consórcio Nordeste.

Os pesquisadores fizeram ponderações sobre as curvas de crescimento de casos e óbitos para os estados nordestinos e suas capitais, e os resultados foram apresentados no boletim divulgado nesta sexta-feira (3).

LEIA MAIS

Cedro prorroga lockdown até 7 de julho

Lockdown foi anunciado na última semana de junho e prorrogado nesse mês

Cedro, no Sertão de Pernambuco, ficará em lockdown até 7 de julho. A medida mais rígida deveria vigorar entre 24 e 30 de junho, contudo, diante do surgimento de novos casos de covid-19, a Prefeitura prorrogou o isolamento social mais rigoroso.

Com pouco mais de 10 mil habitantes, segundo o último censo do IBGE, já são 36 casos confirmados da doença. “A decisão se deu pelo aumento nos casos de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Os números são preocupantes. Caso o município não tome medidas rígidas, poderemos mais que dobrar os números existentes nos próximos dias”, informa a Prefeitura.

População não compreendeu momento

No entendimento do Comitê de Coronavírus, a população não aderiu de forma suficiente ao isolamento mais rígido. Para tentar controlar a disseminação do vírus a Prefeitura adotará uma fiscalização mais rígida e reforçará as barreiras sanitárias nas entradas do município.

“A população precisa entender que o isolamento social, evitando circulação de pessoas e veículos, principalmente, os veículos de outros municípios, vai evitar um aumento na proliferação de infecções pelo coronavírus no município“, pontua a Prefeitura.

Prefeito de Juazeiro cita receio de lockdown e justifica endurecimento com comércio durante pandemia

O prefeito Paulo Bomfim realizou mais uma coletiva de imprensa nessa terça-feira (30) na sede da Prefeitura. Em rápidas palavras ele justificou o fato de ter estendido o fechamento do comércio não essencial para 12 de julho: a medida se faz necessária para analisar o avanço dos casos em Juazeiro (BA).

LEIA TAMBÉM

Fechamento do comércio de Juazeiro é prorrogado até dia 12 de julho

“O decreto eu mudei do dia 6 ao dia 12 [de julho], que é o tempo que a gente vai avaliar a abertura desses leitos de UTI e avaliar o aumento do crescimento desse vírus. Caso a gente consiga controlar, a gente pode [reabrir o comércio] ou controlar um pouco mais“, destacou.

LEIA MAIS

Depois do Lockdown Sobradinho volta a aumentar o número de casos da Covid-19

(Foto: Edmilson Santos)

No Boletim Epidemiológico divulgado nesta quarta feira (24), a Secretaria de Saúde de Sobradinho registrou 8 novos casos do novo coronavírus, e a 60ª cura clínica. Durante o Lockdown os números eram bem mais abaixo, chegando a registrar apenas um caso em um dos dias do bloqueio.

Os casos confirmados são de quatro mulheres de 19, 27, 47 e 49 anos, dois homens de 20 e 37 anos e dois idosos de 60 e 62 anos, todos diagnosticados através de teste rápido. Informamos que, entre os oito casos confirmados, cinco encontram-se curados clinicamente. Em função do período de incubação do vírus, já mostram no exame, o IGM negativo, ou seja, que a infecção não está mais na fase ativa.

Com esta atualização, o município passa a contabilizar 127 casos da infecção, com 10 óbitos e 60 curas clínicas, sendo que dos 57 ainda positivados, 2 estão internados em hospitais pertencentes a rede PEBA e 55 assintomáticos encontram-se em isolamento domiciliar, aguardando o prazo para cura clínica.

A Secretaria de Saúde informa que os testes estão sendo realizados atendendo rigorosamente as recomendações médicas. Sobradinho soma 814 testes já realizados, entre os testes rápidos e os do Laboratório Central (Lacen).

Qualquer dúvida ou denúncias referentes a Covid 19, a população pode ligar para: Vigilância Sanitária: (74) 98814 0095 ou Vigilância Epidemiológica: (74) 9 8818 3736.

Depois do Lockdown número de novos casos da Covid-19 diminui em Sobradinho

Depois de quase oito dias com as divisas e comércio completamente fechados, a Secretaria de Saúde de Sobradinho registrou um caso do novo coronavírus, em Boletim Epidemiológico divulgado nesta segunda feira (22). O caso confirmado é de uma mulher de 29 anos, diagnosticada através de rápido.

Com esta atualização, o município passa a contabilizar 118 casos da infecção, com 8 óbitos e 35 curas clínicas, sendo que dos 75 ainda positivados, 2 estão internados em hospitais da região e 73 assintomáticos encontram-se em isolamento domiciliar, aguardando o prazo para a cura clínica.

A Secretaria de Saúde pede a comunidade que fique em casa, evite aglomerações, higienize as mãos corretamente e use máscara, caso seja necessário ir as ruas.

Qualquer dúvida ou denúncias referentes a Covid-19, a população pode ligar para: Vigilância Sanitária: (74) 98814 0095 ou Vigilância Epidemiológica: (74) 9 8818 3736.

Prefeito de Sobradinho estende Lockdown até o próximo domingo (21)

O prazo terminaria hoje (18), mas em reunião que aconteceu na manhã desta quinta-feira (18), o Prefeito de Sobradinho Luiz Vicente Berti, juntamente com o comitê de enfrentamento a pandemia no município e uma comissão composta por representantes dos diversos segmentos da sociedade, decidiu pela prorrogação do Lockdown em Sobradinho.

“É preciso que as pessoas entendam que, um dia a menos de pessoas circulando nas ruas, faz toda a diferença. Menos gente circulando, menor risco de contagio. A prorrogação do lockdown é exatamente para ganharmos mais 3 dias de bloqueio total, o que vai impactar muito positivamente no freio ao crescimento de casos no município. A medida é rígida, exige o sacrifício de todos, mas é para proteger vidas, proteger o nosso povo, e para isso todo esforço vale a pena”, explicou o Prefeito Luiz Vicente Berti.

Com a prorrogação, as entradas da cidade permanecerão fechadas, permitindo apenas o acesso de ambulâncias e veículos que transportem pessoas com necessidade comprovada, através de documento, de se deslocar para atividades profissionais, além de transporte de mercadorias essenciais.

Também continua proibida, qualquer atividade econômica formal e informal, incluindo ambulantes e feirantes. Está permitido o funcionamento das farmácias, serviços de saúde de urgência e emergência, lojas de insumos hospitalares, postos de combustíveis, funerárias, distribuidoras de gás e água em sistema de delivery, órgãos públicos encarregados da realização de atividades essenciais, provedores de internet e fornecedores de água, esgoto e energia.

Permanece proibida também, a qualquer hora do dia, a circulação de pessoas na cidade, exceto para realização de alguma necessidade, devidamente comprovada por documento, de atividades ligadas a saúde, e trabalho nos serviços considerados essenciais.

Até o momento, Sobradinho registra 104 casos confirmados da infecção, com 8 óbitos e 28 curas clínicas.

Sobradinho supera marca de 50% do índice de isolamento social e Lockdown poderá ser prorrogado

De acordo com dados divulgados nesta terça-feira (16) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEI), na última segunda-feira (15), o município de Sobradinho superou a marca de 50% do índice de isolamento social, percentual mínimo recomendado por autoridades de saúde, como forma de controlar o avanço da Covid-19.

Neste dia, Sobradinho teve o maior índice registrado, chegando a 58,3%, e liderando o ranking das nove cidades baianas que conseguiram superar a marca do índice de isolamento social.

Segundo a SEI, os dados são gerados a partir da geolocalização de dispositivos móveis, como celulares e tablets, pela plataforma InLoco.

Os dados se referem ao primeiro dia de Lockdown no município, decretado pelo Prefeito Luiz Vicente Berti, como medida de conter a propagação do vírus. O Lockdown por um período de quatro dias, segundo decreto municipal, está previsto para se encerrar nesta quinta-feira (18), podendo ser prorrogado.

Amanhã (18), o Comitê de enfrentamento a pandemia no município vai se reunir para avaliar a medida e a necessidade de prorrogação por mais um período.

” O Lockdown em Sobradinho, nestes 3 dias, foram bastante produtivos e deram resultado, tanto que os dados nos colocam na liderança do índice de isolamento social. Os sobradinhenses aderiram a medida e isso se reflete nos números. Um dia a menos de pessoas nas ruas tem um reflexo muito positivo na contenção do contágio. Portanto, vamos decidir, juntamente com o Comitê, se prorrogaremos a medida até o final de semana, ou se estabeleceremos outro período na próxima semana. Estamos correndo contra o tempo e, tão logo o Comitê decida, de forma transparente, vamos avisar a população e pedir mais uma vez a compreensão e colaboração no cumprimento desta medida mais rígida, mas muito necessária para todos os munícipes”, informou o Prefeito Luiz Vicente Berti.

Atualmente Sobradinho registra 104 casos confirmados da infecção, com 8 óbitos e 27 curas clínicas.

Com 90 casos confirmados e 7 óbitos pela Covid-19 Sobradinho começou o Lockdown nesta segunda-feira (15)

Para entrar ou sair da cidade de Sobradinho, na região norte do estado da Bahia, a partir de hoje (15), somente com uma boa justificativa. É que por causa do alto índice de casos confirmados e mortes pela Covid-19, o comitê gestor de enfrentamento a pandemia no município fechou as saídas da cidade, proibiu circulação nas ruas durante, decretou toque de recolher a noite e impediu o funcionamento de atividades consideradas não essenciais por quatro dias. É o chamado lockdown. Uma tentativa de diminuir o avança da doença.

No último boletim epidemiológico divulgado na noite deste domingo, o município acumulava o registra de 90 casos da infecção, com 7 óbitos e 22 curas clínicas.

Já declarada transmissão comunitária no município, a Vigilância epidemiológica informa os bairros e quadras com casos da doença, são: Bairro Santana, Portelinha, Quadras S07, S19, S21, S13, S09, S15, S17, N18, N20, N14, N16, N22 do bairro São Joaquim, Loteamento Paulo Pacheco e Quadras 1 e 2 do Bairro São Francisco.

A Secretaria de Saúde pede a comunidade que reforce todas as medidas preventivas, como o distanciamento social, o uso de máscaras e a higienização das mãos. Evitem receber visitas, realizar encontros e confraternizações em casa.

Justiça mantém validade de decreto e supermercados de Paulo Afonso deverão funcionar por delivery até quarta-feira

Na busca por conter a disseminação do coronavírus em Paulo Afonso (BA) a Prefeitura determinou o fechamento de supermercados até a próxima quarta-feira (17), mas a medida não soou muito bem entre os empresários que acionaram a Justiça e acabaram perdendo.

A justiça baiana reconheceu a validade do Decreto n°5.796/2020 e negou a cautelar da Associação Baiana de Supermercados no plantão desse domingo (14). Na decisão do juiz plantonista Daniel Pondé “não resta qualquer dúvida que o Município de Paulo Afonso possui competência para, dentro de seu território, regulamentar e controlar as atividades econômicas com finalidade de combater a propagação do coronavírus. Aliás, até mesmo a parte autora reconhece este poder-dever da municipalidade, aduzindo que “o Município em questão possui competência para a aplicação de sanções quanto à verificação de descumprimento do Decreto Municipal, conforme, inclusive, já reafirmado pelo STF”.

Lockdown não está descartado

Dessa forma, os mercados deverão continuar atuando apenas com serviço de delivery, das 8h às 12h. Em um vídeo divulgado na página da Prefeitura o secretário de Saúde Ghiarone Garibalde não descarta a hipótese de um lockdown.

Não é um lockdown. O que estamos implantando a partir de sábado é uma restrição no comércio de Paulo Afonso para que possamos fazer uma desinfecção para o controle da pandemia. Se não conseguirmos com essa ação, teremos que trabalhar outras alternativas e irá desembocar num lockdown“, explicou.

123