Lucas Ramos defende várias candidaturas da Oposição de Petrolina nas eleições 2020

Deputado estadual é pré-candidato pelo PSB e quer a Oposição com várias candidaturas em Petrolina

Lucas Ramos (PSB) é favorável a ideia de a Oposição entrar com várias candidaturas à Prefeitura de Petrolina em 2020. O posicionamento dele vai de encontro ao de Odacy Amorim (PT), que assim como Lucas, é membro da base governista em Pernambuco.

Durante entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos na Rádio Jornal dessa terça-feira (1º), o deputado estadual citou vários possíveis pleiteantes para fazer frente ao prefeito Miguel Coelho. “O ex-deputado Odacy Amorim está buscando construir a candidatura dele dentro do PT. Ainda vejo o nome da vereadora Cristina Costa como uma grande alternativa para o Partido dos Trabalhadores. Tenho certeza que o PT haverá de apresentar uma candidatura para a cidade de Petrolina nas próximas eleições. Da mesma forma que o ex-prefeito Julio Lóssio está buscando construir essa candidatura majoritária”, respondeu Lucas.

Outros concorrentes

Além de Costa e Lóssio, o deputado estadual citou os nomes de Lucinha Mota (PSOL), Gabriel Menezes (PSL) e o dele próprio na corrida eleitoral em 2020. “No PSB onde a gente já harmonizou junto ao deputado federal Gonzaga Patriota. Ele confiou em nós e foi quem nos lançou candidato em Petrolina”, destacou.

Várias frentes

Para Lucas, a Oposição tem tudo para travar um “debate qualificado” no primeiro turno e aposta as fichas no segundo. “Petrolina hoje conta com mais de 209 mil eleitores, o que permitirá a decisão de quem será o prefeito em segundo turno. Exatamente nisso que a gente está apostando. Para essa estratégia é importante todas as candidaturas“, finalizou

“É um menino de recado da Compesa”, diz Miguel Coelho sobre declarações de Lucas Ramos

Miguel Coelho durante discurso em evento com o Governador do Estado.

As eleições de 2020 parecem ter começado em Petrolina (PE). Nesta quarta-feira (21), durante evento que contou com a presença do Governador Paulo Câmara (PSB), o deputado Lucas Ramos (PSB) e o prefeito Miguel Coelho trocaram farpas a respeito da atuação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na cidade.

Durante seu discurso, Lucas fez questão de criticar a municipalização do serviço de abastecimento de água e de tratamento de esgoto proposta por Miguel. O parlamentar afirmou que a companhia pode fazer um bom serviço na cidade.

LEIA TAMBÉM

Lucas Ramos critica municipalização da Compesa em Petrolina durante evento com Governador

“O povo de Petrolina quer ver parceria, entrega, resultados. Não vai ser vendendo o serviço de abastecimento de água e esgoto que você [Miguel] vai atender a população Petrolina. Muito pelo contrário, acredito que a Compesa pode fazer um serviço muito melhor na nossa cidade”, afirmou.

No entanto, em resposta, Miguel classificou Lucas como “menino de recado da Compesa”. “Acho que a melhor resposta para a ignorância é o silêncio e a melhor resposta para incompetência, o trabalho. Eu sou de oposição ao governador, mas nem por isso critiquei. Isso só mostra o tamanho do deputado e mostra mais uma vez que o deputado é um menino de recado da Compesa”, disse.

LEIA MAIS

Lucas Ramos critica municipalização da Compesa em Petrolina durante evento com Governador

Lucas Ramos durante evento em Petrolina. (Foto: ASCOM)

O deputado estadual Lucas Ramos (PSB) esteve presente, juntamente com o governador do Estado Paulo Câmara e outras lideranças regionais, no evento de lançamento da segunda rodada do “Seminário Todos por Pernambuco”, que aconteceu nesta quarta-feira (21), no João de Deus, em Petrolina (PE).

Em seu discurso, o parlamentar, que deve disputar as eleições para prefeito da cidade no próximo ano, defendeu a atuação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em Petrolina e destacou o trabalho realizado pela empresa no município. Além disso, o deputado defendeu a parceria de Petrolina com o Estado para que novos investimentos sejam feitos.

“Em Petrolina, nos últimos 10 anos, já foram investidos mais de R$ 200 milhões para atender as famílias. Em Lagoa Grande existe uma obra de saneamento em andamento da ordem de R$ 8 milhões graças à parceria importante que a gente tem com prefeito Vilmar Cappellaro (…). E é o que a gente espera aqui de Petrolina”, disse.

LEIA MAIS

Lucas Ramos ressalta atuação de Roberto Tavares à frente da Compesa

 

O deputado Lucas Ramos (PSB) elogiou, nesta segunda (19), a atuação de Roberto Tavares como presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) ao longo dos últimos oito anos. “Deixará o cargo com uma lista de serviços prestados pela melhoria do abastecimento e do saneamento para a população do Estado”, afirmou. A engenheira civil Manuela Marinho foi indicada pelo governador Paulo Câmara para assumir a empresa e, na próxima semana, terá o nome submetido ao Conselho de Administração da estatal.

Ao mesmo tempo em que desejou sucesso à nova administradora, Lucas Ramos fez um balanço da atuação do gestor à frente da companhia. “Indicado por Eduardo Campos, ele logo mostrou capacidade para ocupar o posto. A longevidade de sua gestão é resultado de um desempenho competente, de responsabilidade e de coragem para servir bem à sociedade”, salientou. Para o parlamentar, Tavares enfrentou o desafio de melhorar o abastecimento d’água no Estado e colocar o interesse da população em primeiro lugar.

“Ele trabalhou muito para que todas as regiões passassem a ter oferta regular de água. Investimento em adutoras, barragens e perfuração de poços foi prioridade do Governo do Estado”, acrescentou. Ramos enfatizou que o abastecimento garante saúde e dignidade para o povo, e Pernambuco agradece o esforço de Roberto Tavares para que o melhor fosse feito.

Em aparte, parlamentares ratificaram o posicionamento do socialista em relação ao gestor. José Queiroz (PDT) destacou a eficiência de Tavares à frente do órgão, “possibilitando o maior investimento hídrico que Pernambuco já teve”. Antonio Fernando (PSC) afirmou “que o administrador ‘enxugou’ a Compesa e prestou excelentes serviços em todo o Estado”. Para Roberta Arraes (PP), o presidente transformou a história da companhia. “Ele suplantou os desafios e obteve muitas realizações”, elogiou.

Tony Gel (MDB) frisou que Roberto Tavares sempre se mostrou dinâmico. “Seu trabalho é reconhecido até mesmo fora do Estado.” Aglailson Victor (PSB) pontuou obras em Vitória de Santo Antão (Mata Sul). “Ele viabilizou o saneamento na cidade e regularizou o abastecimento no distrito de Pirituba.” Priscila Krause (DEM) o parabenizou pela dedicação: “Apesar de ter um posicionamento crítico à gestão de Paulo Câmara, reconheço o bom trabalho de Roberto Tavares”.

Alberto Feitosa (SD) deu boas-vindas à nova gestora da Compesa e enalteceu as ações do dirigente que se despede. Já o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros (PP), observou a atenção e a disposição de Tavares para o trabalho. “O setor de abastecimento e de saneamento do Estado esteve em muito boas mãos”, disse.

Apesar de reconhecer o trabalho de Miguel, Gonzaga Patriota vai de Lucas em 2020

Reavivando um pouco a memória sobre algumas eleições em Petrolina poderemos facilmente concluir que o deputado Gonzaga Patriota (PSB) é um bom samaritano, um político polido e de boa índole. Não seria bem o caso de ter compaixão dos outros, mas os gestos do parlamentar indicam que ele sabe conviver bem com as adversidades políticas e perdoar aqueles que o faltaram com o apoio no passado.

É do conhecimento da maioria dos petrolinenses que Gonzaga não conseguiu vencer três eleições consecutivas para prefeito em Petrolina: em 2000 ele concorreu pela primeira vez apenas para marcar território, em 2004 se fortaleceu e por pouco não tirou a reeleição do então prefeito Fernando Bezerra, em 2008 veio o grande desastre, a derrota para Julio Lossio, após ter vencido o então prefeito Odacy Amorim em um bate chapa do PSB.

Pois bem, em algumas dessas eleições Gonzaga não contou com o apoio de colegas políticos como: Odacy Amorim, Julio Lossio e Ranilson Ramos, pai do deputado Lucas Ramos. Nem por isso o deputado se nega a apoiá-los em um eventual segundo turno nas eleição do ano que vem em Petrolina. Apesar de reconhecer o trabalho que o prefeito Miguel Coelho vem realizando em Petrolina, Gonzaga afirmou em recente entrevista à Rádio Jornal que irá apoio o nome de Lucas Ramos em 2020 no primeiro turno das eleições e caso ele não chegue ao segundo turno apoiará Odacy ou Julio, se esta for a decisão do seu partido.

O deputado Lucas Ramos, que busca consolidar seu nome junto ao governado Paulo Câmara para disputar o pleito, tem comemorado esse apoio do Gonzaga. Nas redes sociais ele postou na terça-feira (30) ter disposição ao lado de Patriota ‘para fazer Petrolina avançar’.

Com a missão de fortalecer agricultura no Sertão, IPA inaugura nova Central de Distribuição do PAA em Petrolina

Solenidade aconteceu na manhã de hoje, em Petrolina (Foto: Blog Waldiney Passos)

Autoridades estaduais e municipais se reuniram na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em Petrolina na manhã dessa sexta-feira (28), para inaugurar a nova Central de Recebimento e Distribuição do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A obra, executada pelo Governo de Pernambuco, beneficiará diversos municípios do Sertão, facilitando a distribuição dos alimentos nas cidades.

Entre os presentes na inauguração estava deputado estadual e o aliado do governador Paulo Câmara (PSB), Lucas Ramos. Ele lembrou que o IPA e os demais órgãos estaduais que funcionam no prédio visam melhorar a vida dos cidadãos. “A gente precisava oferecer um atendimento melhor e a iniciativa de trazer pra cá a extensão da presidência é imprescindível, para entender a realidade do agricultor”, disse.

LEIA TAMBÉM:

IPA inaugura central de recebimento e distribuição do PAA em Petrolina

Presidente da Comissão de Agricultura da Câmara de Vereadores de Petrolina, Gabriel Menezes (PSL) destacou que que o sertanejo ganhou muito com a ida de Odacy Amorim (PT) ao IPA. “Sempre que uma mão amiga se estende aos nossos produtores, a gente tem motivos para se alegrar”, afirmou.

LEIA MAIS

Candidato a prefeito por três vezes, Gonzaga Patriota declara seu apoio a Lucas Ramos

Deputado apoiará colega de partido (Foto: arquivo)

Gonzaga Patriota (PSB) bateu na trave por diversas vezes na corrida eleitoral para assumir a Prefeitura de Petrolina. Na eleição de 2020 ele já deixou claro q não disputará o pleito, mas apoiará um companheiro do seu partido: o deputado estadual Lucas Ramos.

LEIA TAMBÉM:

Marília Arraes defende nome de Cristina Costa como candidata a prefeita de Petrolina

“Eu vou apoiar o Lucas, já assumi esse compromisso. É do meu partido, tenho uma dívida muito grande com ele, com o pai dele e vamos trabalhar para chegar no segundo turno. Não sei com quem, obviamente se no segundo turno não for meu candidato, eu vou apoiar o candidato que for da oposição”, disse durante uma entrevista por telefone no programa Super Manhã com Waldiney Passos dessa terça-feira (26).

LEIA MAIS

Com Lucas Ramos e Odacy Amorim, Governo do Estado anuncia investimentos em Petrolina

O programa “Caminho de Pernambuco” deve investir R$ 505 milhões na recuperação de rodovias.

Em visita a Petrolina (PE), e acompanhada dos deputados Lucas Ramos (PSB), Dulcicleide Amorim e o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim, ambos do PT, a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do estado, Fernandha Batista, conferiu o andamento de obras nas PEs 626 e 647, e anunciou a recuperação das PEs 638 e 636.

“É com muita satisfação que visitamos as intervenções do Programa Caminhos de Pernambuco em Petrolina e anunciamos as próximas vias que receberão as melhorias. Tivemos a preocupação de montar um programa bem planejado e com rotas otimizadas, levando em conta o tráfego da via, escoamento de produção, desenvolvimento regional, ente outros fatores técnicos”, disse Fernandha.

A iniciativa, lançada pelo governador Paulo Câmara no dia 20 de maio, está sendo executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e tem como objetivo melhorar as condições de trafegabilidade nas estradas, dando mais conforto e segurança aos usuários.

LEIA MAIS

Na tentativa de evitar novos desastres ambientais e contaminação do Velho Chico, Alepe promove audiência pública em Petrolina

Lucas Ramos representou Alepe no evento (Foto: Blog Waldiney Passos)

Políticos, técnicos, representantes de entidades e a sociedade civil estão reunidos na manhã dessa segunda-feira (3) na Câmara de Vereadores de Petrolina para discutir o risco de contaminação do rio São Francisco pela lama de rejeitos da barragem de Brumadinho (MG).

A Audiência Pública foi proposta pela Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a pedido do deputado estadual Lucas Ramos (PSB). Segundo Lucas, esse é importante, já que Petrolina é um polo agricultor.

“Esse rio é do turismo, da pesca artesanal, da geração de emprego. Ninguém quer estar diante da notícia de estar consumindo água imprópria, por isso iniciamos esses debates, passando Cabrobó e Floresta, cidades berços da Transposição do rio. Nós temos que buscar soluções para evitar novos crimes ambientais como Brumadinho e sobretudo, garantir a saúde do rio São Francisco”, destacou em entrevista ao Blog.

Segundo Lucas, torna-se necessário elaborar ações permanentes. Por isso as audiências são importantes. “Essa agenda permitirá que elaboremos um relatório e apresentemos ao Consórcio dos Governadores do Nordeste, precisa um esforço conjunto. Esse relatório será apresentado ao Ministério Público Estadual e Federal”, finalizou.

LEIA MAIS

Frente Parlamentar da Alepe promove debate em Petrolina sobre risco de contaminação do rio São Francisco com rejeitos de Brumadinho

A Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) vem a Petrolina nesta segunda-feira (3) para discutir a temática do rio São Francisco. Às 9h será realizada uma Audiência Pública sobre os riscos da contaminação do Velho Chico com os rejeitos da barragem de Brumadinho (MG).

O evento acontece na Câmara de Vereadores local, conduzido pelo deputado Lucas Ramos (PSB), coordenador do colegiado. A audiência contará com a presença de ambientalistas, pesquisadores, representantes da sociedade civil e de instituições públicas como prefeituras e câmaras de municípios do Vale do São Francisco.

“Estamos somando esforços para construirmos soluções que possam evitar uma contaminação das águas do rio mais importante do Nordeste, o que prejudicaria diretamente a agricultura familiar e irrigada, a pesca artesanal, o abastecimento, o turismo e a geração de energia”, explica Lucas Ramos.

A Barragem de Brumadinho se rompeu em janeiro desse ano. Uma comissão especial da Casa Plínio Amorim fez uma excursão em Minas Gerais e coletou dados. Agora é a vez da Alepe debater o tema em Petrolina. A Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco foi criada por Lucas Ramos e conta com os deputados Fabrizio Ferraz (PHS), Isaltino Nascimento (PSB), Dulcicleide Amorim (PT), Roberta Arraes (PP) e Pastor Cleiton Collins (PP).

Ronaldo Cancão quer que Alepe traga Frente Parlamentar de Segurança Pública a Petrolina

Vereador pediu apoio dos políticos eleitos em Petrolina que estão na Alepe (Foto: Jean Brito/CMP)

Na sessão de quinta-feira (2) na Câmara de Vereadores de Petrolina, Ronaldo Cancão (PRTB) fez um pedido direcionado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) que instalou a Frente Parlamentar de Segurança Pública no mês passado.

De acordo com Cancão, a Alepe tem que trazer o debate da segurança pública ao interior e é justo promover os debates na região do Vale do São Francisco. “A Assembleia criou a Frente Parlamentar de Segurança em Pernambuco para debater no Estado de Pernambuco a questão da segurança e eu estou solicitando da Alepe para que a Frente possa promover uma audiência pública nessa Casa para tratar desse assunto”, disse.

Para reforçar sua reivindicação ele citou nominalmente os três representantes que Petrolina tem em Recife: Antônio Coelho (DEM), Dulcicleide Amorim (PT) e Lucas Ramos (PSB). A intenção da Alepe é levar a Frente a todas as regiões do Estado, mas ainda não foi informada a programação aqui no Vale do São Francisco.

Com Antônio, Dulcicleide e Lucas, Alepe dá posse a deputados eleitos em Pernambuco

Uma cerimônia marcada para 15h dessa sexta-feira (1º) dá posse aos três deputado estaduais eleitos para representar Petrolina e região na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Indo para seu segundo mandato, Lucas Ramos (PSB) inicia sua nova jornada, mais uma vez como membro da situação.

Ele se junta a dois estreantes, mas que assim como Lucas carregam nomes importantes nas costas. Antônio Coelho (DEM) e Dulcicleide Amorim (PT). A dupla faz parte do grupo de 22 deputados da Câmara que nunca exerceu um mandato.

Lucas Ramos foi eleito com 62.968 votos, Antônio Coelho recebeu 44.277 votos e Dulcicleide Amorim 22.359. Além da posse do trio, a cerimônia no Recife será marcada pela votação da Mesa Diretora para o biênio 2019-2020.

Lucas Ramos afirma que PSB terá candidatura própria em 2020 e que Odacy precisa deixar o IPA se quiser disputar o pleito

Lucas Ramos pretende disputar prefeitura de Petrolina na próxima eleição. (Foto: Ilustração)

É sempre assim, mal termina uma eleição e os bastidores da política já começam a ser especulados para o pleito seguinte. Petrolina não foge a esta regra e pelo andar da carruagem a eleição para prefeito vai dar muito o que falar.

Nesta quarta-feria (23), em entrevista a Rádio Jornal, o Deputado Federal Lucas Ramos (PSB) afirmou que pode ser o nome indicado do governador Paulo Câmara (PSB) para disputar a prefeitura da cidade, apesar de ter ficado na 5ª colocação na votação para deputado estadual na última eleição em Petrolina.

Lucas obteve 10.195 votos e ficou atrás de Antônio Coelho (DEM), com 28.251 votos, Dulcicleide Amorim (PT), com 14.656 votos, Lucinha Mota (PSOL), que somou 13.110 votos e do vereador Gabriel Menezes (PSL), com 12.499 votos.

Acreditando existir um desgaste do grupo liderado pelo senador Fernando Bezerra, apesar de reconhecer o trabalho realizado pelo prefeito Miguel Coelho, Lucas vislumbra uma possível aliança da oposição, em um provável segundo turno, que possa culminar com uma vitória nas urnas.

Sobre Odacy Amorim (PT), que assumiu a comando do IPA no Estado, Lucas disse que se ele quiser ser candidato vai ter primeiro que ‘renunciar ao cargo’, mas que é legítima a sua vontade, pois em um eventual segundo turno todos estariam no mesmo palanque.

Segundo turno transformará eleição em “jogo de xadrez”, afirma ex-prefeito Lóssio

Ex-prefeito já havia dito que vai estar no jogo em 2020, mas sem revelar de que forma (Foto: Blog Waldiney Passos)

A eleição municipal de 2020 deverá contar, pela primeira vez na história, com o segundo turno e tornar o caminho à Prefeitura de Petrolina mais difícil. Para o ex-prefeito e candidato ao Governo de Pernambuco, Julio Lóssio, a movimentação de bastidores será a chave para ganhar o pleito.

“Nas últimas eleições a gente jogava uma partida de tênis, era um do lado e ganhava no primeiro set. Nós vamos caminhar para o segundo turno, que é um jogo de xadrez. Nós temos em Petrolina uma disputa cada vez mais que será um jogo de xadrez e ganhará quem conseguir somar mais forças no segundo turno”, comentou.

Futuro político

Anteriormente Lóssio já havia colocado seu nome no “jogo político” de 2020, porém, sem explicar em qual função. Além dele outros nomes cotados são Gabriel Menezes (PSL), Odacy Amorim (PT), Lucas Ramos (PSB), Gonzaga Patriota (PSB) e o atual prefeito, Miguel Coelho.

Quando questionado a respeito de uma possível aliança entre a oposição, caminhando ao lado de Lucas Ramos, Lóssio não descartou a parceria. “Nós vamos discutir essa questão de eleição no momento certo, mas eu penso que teremos uma eleição que é um jogo de xadrez e agora é diferente”, finalizou

Apesar da boa avaliação da atual gestão, Dr. Pérsio acredita que eleição de 2020 está aberta

Ex-vereador afirma que extinção do Ministério do Trabalho não afeta trabalhador (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante uma participação no programa Super Manhã com Waldiney Passos o ex-vereador de Petrolina, Dr. Pérsio analisou o cenário político na cidade. Na opinião de Pérsio, a reeleição de Miguel Coelho depende de vários fatores, apesar da boa avaliação do atual prefeito.

“A eleição municipal é diferente da eleição estadual e federal. Tem uma lógica, mas a matemática, na hora ela pode mudar alguns índices. Por exemplo, o atual prefeito teve respaldo nas ruas pra família que veio com deputado federal e estadual”, disse o ex-vereador.

LEIA TAMBÉM:

Eleitor queria fim da política de “toma lá, dá cá”, afirma Pérsio Antunes sobre vitória de Bolsonaro

Segundo Pérsio, apesar de conseguir emplacar seus dois irmãos nas eleições de outubro, a aceitação de Miguel acaba sendo inferior à sua rejeição. “19,8% para o federal e 20,1% para estadual, ou seja, dos 100% dos votos válidos, apenas 20% reconheceram que o grupo que está no poder atualmente merecia o voto e 80% votou contra o que demonstra que o atual governo está fragilizado, ele vai ter que se recompor se quiser ganhar as eleições daqui a dois anos”, analisou.

LEIA MAIS
123