Lucas Ramos ressalta destinação de R$ 65,1 mi para combate ao coronavírus

Presidente da Comissão de Finanças da Alepe, o deputado Lucas Ramos (PSB) apresentou, na Reunião Plenária desta quinta (21), o balanço atualizado das emendas parlamentares para ações de combate à pandemia do novo coronavírus. De acordo com ele, após o remanejamento feito em abril, foram destinados R$ 64 milhões para a área da saúde. Ao se levar em conta os recursos para assistência social, chega-se a R$ 65,1 milhões.

O socialista detalhou esses investimentos, que correspondem a mais de 70% do total do Orçamento reservado aos deputados. Segundo Ramos, R$ 30,4 milhões foram para aplicação direta pelo Estado (sendo R$ 22,4 milhões para investimentos e R$ 8 milhões para custeio). Ainda houve mais R$ 26 milhões em transferências a municípios e R$ 96 mil para entidades federais sediadas em Pernambuco.

“Desde que iniciamos e aprofundamos a discussão no combate à Covid-19, este Poder não poupou esforços e se colocou à disposição para ajudar Pernambuco a enfrentar esta crise sanitária. O remanejamento foi uma das ações, entre tantas outras aprovadas”, enfatizou.

Lucas Ramos pediu aos colegas que acompanhem o processo de elaboração e aprovação dos planos de trabalho, que antecedem os empenhos. Também anunciou que, até o mês de junho – data-limite estabelecida pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) –, haverá mais dois ciclos de remanejamentos.

O presidente da Comissão de Finanças informou, ainda, que o secretário da Fazenda do Estado, Décio Padilha, participará da reunião do colegiado na próxima quarta (27). Na ocasião, fará a apresentação do Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo referente ao primeiro quadrimestre de 2020.

Homologação de licitação para contratação de empresa para pavimentação da PE-635 é publicada no Diário Oficial

Após anos de espera, finalmente a tão sonhada pavimentação da PE-635, que liga Afrânio a Dormentes, ambos em Pernambuco, deve ser implementada. Isso porque a homologação da licitação para contratação da empresa que deve ficar responsável pela obra foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (04).

A informação foi compartilhada pelo deputado estadual Lucas Ramos (PSB) em suas redes sociais. Segundo o parlamentar, a conquista é fruto do seu trabalho em parceria com o governo do estado e com a Secretaria de Infraestrutura e Recurso Hídricos.

“A reconstrução da estrada é fundamental para a população das duas cidades, dando condições adequadas de mobilidade. A restauração vai melhorar o escoamento de produção e transporte de animais”, disse Lucas.

A empresa vencedora do certame foi a Esse Engenharia Sinalização e Serviços Especiais LTDA. O valor total da licitação é de R$ 24.399.591,35. As obras devem ser iniciadas ainda neste ano.

Julio Lossio ressalta potencial de Lucas Ramos e minimiza suposto acordo entre PT e PSB em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Diante da polêmica sobre o suposto acordo entre o PSB e PT nas eleições de Petrolina (PE), para rifar a candidatura de Lucas Ramos (PSB) em apoio a Odacy Amorim (PT), o  ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PSD), preferiu minimizar a eventual negociação, reduzindo a manobra a um tipo de especulação.

LEIA TAMBÉM

Ao contestar retirada de candidatura de Lucas Ramos em Petrolina, Gonzaga Patriota classifica acordo entre o PSB e PT como suicídio

“Ainda tem muita água para rolar em baixo da ponte. Até lá, teremos muitas especulações”, disse Lossio à reportagem do Blog do Jamildo.

LEIA MAIS

“Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirma Paulo Câmara

Governador de Pernambuco e vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara negou que haja qualquer costura política com o PT em Petrolina. Nessa semana o Blog noticiou que há uma manobra entre socialistas e petistas para firmar uma aliança, o que rifaria, por exemplo, candidaturas solo de cada sigla.

LEIA TAMBÉM

PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Questionada pela Folha de Pernambuco, Câmara foi direto. “Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirmou. No dia 14 ele cumpriu uma extensa agenda na cidade e acompanhou a filiação de candidatos a prefeito no Sertão.

LEIA MAIS

PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Duas pré-candidaturas podem ser rifadas nestas eleições municipais. Conforme havíamos antecipado, a definição do nome que irá disputar o pleito em Petrolina pelas oposições, passa necessariamente pela a definição das alianças no Recife.

Assim, o PT definindo apoio a um nome do PSB na capital, o socialista João Campos, refletiria com o apoio do PSB ao nome escolhido pelo PT em Petrolina, que pelo andar da carruagem deve ser mesmo o de Odacy Amorim. Com isso, o sonho do deputado Lucas Ramos disputar o pleito, cairia por terra.

Em conversa com o Blog do Jamildo, o socialista reagiu a esta possibilidade e disse que vai partir para o confronto.

“Nós estamos há seis meses das eleições e nós não temos uma palavra do governador afirmando que o PSB terá candidato em Petrolina. Sabe porque? Porque Geraldo Júlio não deixa… Só que eu vou para o confronto, não vou aceitar isto. Quem vai pedir votos para o PSB em 2022, na sucessão de Paulo Câmara? Vai ser o PT de Odacy Amorim ou o PSB de Lucas Ramos?”, questiona o socialista.

“Essa turma está esquecendo que existe vida mais a frente (2022) e depois do Recife. Tudo bem, é a capital, é a vitrine do PSB, mas eu acredito que um projeto não anda distante do outro. Eles se fortalecem”, afirma.

Apesar de dá sinais de desconforto Lucas Ramos afirmou não ter interesse em sair do PSB.

Outra que também seria rifada mais uma vez do processo, é a deputado federal Marília Arraes, que inclusive obteve do próprio presidente Lula em encontro no Rio de Janeiro, a garantia do apoio para consolidar sua pré-candidatura a prefeita do Recife.

“A força política está aqui nesse palanque”, afirma Lucas Ramos em ato do PSB, em Petrolina

Lucas Ramos destacou força política da oposição

Aniversariante da sexta-feira (14), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) fez um discurso firme contra o Governo Federal, destacou a atuação dos socialistas na oposição às matérias como reforma da Previdência e ironizou a chamada força política dos Coelho, cujo líder do Senado é Fernando Bezerra Coelho, pai do atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Pleiteando a Prefeitura local, Lucas foi firme. “Quando a gente liga o rádio, escuta o noticiário e lê o jornal ouve muito falar sobre a força política. A força política está aqui nesse palanque“, afirmou citando a presença dos prefeitos de Lagoa Grande, Afrânio, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Santa Filomena e outros locais.

União da Oposição

Se o sertanejo é forte, ele precisa se unir e união é o que a gente vai pregar nessa cidade. As forças politicas de oposição de Petrolina, formadas por Odacy Amorim, Dulcicleide Amorim, Cristina Costa, Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Julio Lóssio, Paulo Valgueiro, Elismar e ainda com a nossa força política e é exatamente o que a gente vai defender: união“, disse.

Lucas já deixou clara sua intenção de concorrer à Prefeitura e é o provável candidato do PSB, tendo inclusive o apoio do deputado federal Gonzaga Patriota, seu colega de partido. Porém, a Oposição ainda não bateu o martelo se irá com uma única candidatura ou apresentará várias em Petrolina.

Presente em ato de filiação do PSB, Julio Lóssio fala em “unir forças” pelo Brasil

Ex-prefeito se aproximou dos socialistas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Julio Lóssio (PSD) marcou presença no ato de filiação de alguns prefeitos ao PSB, realizado na noite de sexta-feira (14), em Petrolina. O ato contou com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Lóssio disse ter prestigiado o colega Lucas Ramos, deputado estadual pelos socialistas, que fez o convite e também era o aniversariante do dia.

LEIA TAMBÉM

“O futuro tem como base uma educação pública de qualidade”, afirma Paulo Câmara

Durante visita de Paulo Câmara, Miguel Coelho discorda de discurso sobre Compesa e rebate críticas de Lucas Ramos

Ponte de Bodocó deve estar pronta em março, segundo Paulo Câmara

Em Petrolina, Paulo Câmara destaca investimentos do Governo do Estado na educação

Essa aproximação do ex-prefeito de Petrolina com o PSB esquenta ainda mais as conversas de bastidores: a oposição vai unida ou cada partido irá com candidaturas próprias? Segundo Lóssio uma aliança é o caminho, em especial para combater as ações do Governo Federal.

LEIA MAIS

Durante visita de Paulo Câmara, Miguel Coelho discorda de discurso sobre Compesa e rebate críticas de Lucas Ramos

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A primeira parada do governador Paulo Câmara, durante sua visita a Petrolina (PE) nesta sexta-feira (14), foi no bairro São Gonçalo, onde inaugurou a Escola de Referência Evanira de Souza Dias. O evento foi prestigiado por vários políticos e autoridades da região. O prefeito Miguel Coelho esteve presente.

LEIA TAMBÉM 

Ponte de Bodocó deve estar pronta em março, segundo Paulo Câmara
Em Petrolina, Paulo Câmara destaca investimentos do Governo do Estado na educação

“Essa escola foi eu que pedi como deputado estadual, há quatro anos atrás. O trabalho que a gente começou lá atrás, hoje, se trona realidade, tanto aqui no São Gonçalo, como a escola do João de Deus. Como disse o governador, política é uma coisa e o administrativo é outra, enquanto ele for governador e eu prefeito, essa parceria estará mantida”, ressaltou o gestor municipal.

Além da inauguração da escola, o primeiro momento de Paulo Câmara foi dedicada à imprensa. Quem também concedeu entrevista foi o prefeito de Petrolina. Entre os assuntos abordados, os questionamentos foram voltados para a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e para a as eleições 2020, claro.

Questionado sobre a fala do governador Paulo Câmara referente aos serviços da Compesa, Miguel Coelho, afirmou que o povo de Petrolina quer mudança. “Ele não precisa convencer a mim, Petrolina está com sua opinião formada que é de fazer uma PPP, um processo de concessão. […] Essa questão de uma nova licitação já foi superada, a própria Compesa admite e diz que quer participar da licitação. O que a gente quer é que a empresa que ganhe, invista o dinheiro de Petrolina em Petrolina.”

LEIA MAIS

Ronaldo Silva critica Oposição por só cobrar demandas ao grupo Coelho

Vereador criticou cobranças constantes da Oposição ao grupo Coelho (Foto: Blog Waldiney Passos)

Aliado do governo municipal, Ronaldo Silva (PSDB) usou seu tempo de fala na sessão de quinta-feira (6) para criticar a Oposição e a população de Petrolina que apenas faz cobranças ao grupo Coelho. Para o vereador, a chamada “força política” não se restringe a uma família e sim a todos os políticos eleitos com votos dos petrolinenses.

Antes da sessão de ontem Ronaldo participou do programa Super Manhã na Rádio Jornal e ouviu cobranças de um ouvinte, a respeito das escolas do Ensino Médio, o que motivou sua fala. “A responsabilidade da escola de segundo ano é do Governo do Estado, que não tem feito a parte dele no município de Petrolina. O povo cobra da nossa força política, para o povo de Petrolina e a Oposição a força política da nossa cidade é Fernando Bezerra, Fernando Filho, Miguel e Antônio Coelho”, afirmou.

Em seguida o edil citou vários políticos, alegando que os mesmos não atuam na região. “Os outros que são aliados do governador Paulo Mentira, aproveite os deputados que os senhores trouxeram para Petrolina para dar voto, a força política é todos que foram votados na nossa cidade, assim como o deputado Lucas Ramos, Dulcicleide Amorim, Gonzaga Patriota, Luciano Bivar e Fernando Monteiro. Pergunte quanto eles colocaram aqui?  Vão trabalhar e deixa quem trabalha, trabalhar pelo povo“, finalizou.

De olho em outubro, Lóssio adota cautela sobre pré-candidatura à Prefeitura de Petrolina

Ex-prefeito ainda esconde o jogo (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Petrolina e candidato a Governador de Pernambuco em 2018, Julio Lóssio (PSD) reuniu a imprensa nesse sábado (1º) buscando voltar aos holofotes da política local. Ainda sem confirmar sua pré-candidatura em outubro, Lóssio teceu críticas à atual gestão, lembrou suas ações enquanto gestor e falou da oposição.

Nos bastidores ele já se encontrou com vários possíveis pleiteantes à Prefeitura e não escondeu o jogo. “Quando se tá na corrida você não pode botar o pé para atraplhar. Numa eleição com possibilidade de segundo turno é normal e é salutar que nós tenhamos vários candidatos. Nós temos conversas. Já conversei com Odacy Amorim, com Lucas Ramos, com Gabriel [Menezes] e com Gonzaga [Patriota] que têm preocupações no desmonte da área social”, afirmou.

A respeito de sua pré-candidatura, Lóssio foi cauteloso. “Pode acontecer tudo, inclusive nada. A gente vai tomar a decisão na hora certa. Todo ex-prefeito é um candidato natural. Todo mundo fica muito ansioso, mas a ansiedade atrapalha as coisas. Nós vamos construir junto com os demais pré-candidatos um jogo que permita um jogo salutar a cidade“, disse.

Presidente estadual do PT não descarta aliança com PSB em Petrolina

Doriel citou possibilidade para pleito de outubro (Foto: Jarbas Araújo/Alepe)

Enquanto os membros do PT e PSB não decidem qual rumo tomarão nas eleições de 2020 – uma candidatura própria ou aliança como em 2018 – o presidente da executiva estadual do Partido dos Trabalhadores, o deputado estadual Doriel Barros não descarta uma união aqui em Petrolina. Em entrevista por telefone ao programa Super Manhã na Rádio Jornal dessa quarta-feira (29), Barros foi enfático: há sim uma possibilidade de junção com Lucas Ramos (PSB).

LEIA TAMBÉM

Odacy Amorim propõe discussão sobre aliança entre PT e PSB para 2020

A ideia da Executiva Nacional é lançar o máximo de candidaturas possíveis em outubro, contudo em Pernambuco há um cenário peculiar, tanto na capital quanto em Petrolina. Nesses municípios há pleiteantes – Marília Arraes e Odacy Amorim – galgando candidaturas próprias, ideia ainda não aprovada pelo partido.

LEIA MAIS

Eleições 2020: Lucas Ramos quer oposição unida no segundo turno em Petrolina

Deputado estadual Lucas Ramos (PSB)

Em entrevista à Rádio Folha (96,7), nesta sexta-feira (17), o deputado estadual Lucas Ramos, pré-candidato do PSB na disputa pela Prefeitura de Petrolina (PE), sinalizou que o campo de oposição ao prefeito Miguel Coelho (MDB) terá várias candidaturas. No entanto, na avaliação do parlamentar, para uma possível disputa em segundo turno, a oposição deve estar unida.

A oposição está representada em vários partidos da Frente Popular em Pernambuco. A gente poder discutir múltiplas candidaturas. O PSB decidiu por essa candidatura também. No final do ano passado o governador Paulo Câmara concedeu uma entrevista a uma radio de Petrolina confirmando a candidatura. Isso nos deu força”, revelou.

LEIA MAIS

Cientista político prevê eleição em Petrolina polarizada por temas nacionais

2020 é ano de eleições municipais e o cenário político de Petrolina foi destaque na imprensa da capital. Para o Jornal do Commércio, o debate entre os candidatos locais passará pelos temas nacionais. Isso porque o prefeito Miguel Coelho (MDB) tem na manga a força política que já trouxe inúmeros ministros a cidade.

Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Tereza Cristina (Agricultura) e o Abraham Weintraub (Educação), além do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estiveram em Petrolina no primeiro ano do mandato federal. “Petrolina é uma cidade muito politizada. Os petrolinenses sempre sabem que qualquer prefeito ou governador, para ter sucesso, precisa ter alinhamento com o governo federal, independentemente da ideologia política ou partidária. O dinheiro está em Brasília”, disse o prefeito ao JC.

Soma-se a isso o fato de uma das possíveis candidaturas ser de Odacy Amorim (PT), o que deve polarizar bolsonaristas e petistas. Segundo o cientista político Elton Gomes, a divisão política será um gás a mais no pleito municipal.

Isso dá uma tônica do ponto de vista da tendência de não mais uma polarização, mas uma hiperpolarização, onde o debate público se enfraquece. Temas muito locais tendem a se sobressair no Brasil profundo, uma das principais questões é a continuidade ou não da administração daquele grupo político”, explica o cientista. Ainda figuram como nomes para as eleições o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) e Julio Lóssio (PSD).

Eleições 2020: Humberto Costa coloca Odacy como candidato do PT em Petrolina

Para senador, Odacy deve ser candidato do PT em Petrolina (Foto: Ascom)

Se depender do líder do PT no Senado, Humberto Costa, Odacy Amorim será o candidato do partido em Petrolina. Nessa sexta-feira (6), Humberto participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal e deixou claro: a sigla vai trabalhar em torno de Odacy.

LEIA TAMBÉM:

Humberto Costa visita Petrolina nessa sexta-feira

“Hoje a direção municipal do PT em Recife tem uma posição favorável a manter a aliança [com o PSB], aqui em Petrolina a ideia é tentar unir todos os partidos da Frente Popular em torno de uma candidatura, no nosso caso é do nosso companheiro Odacy Amorim“, destaca.

Segundo turno em 2020?

O senador está cumprindo agenda em Petrolina hoje e na sua pauta está o fortalecimento da esquerda como oposição a Jair Bolsonaro. Para ele, a Oposição deve se unir e lançar no mínimo, duas candidaturas na tentativa de forçar um segundo turno em 2020.

LEIA MAIS

Gonzaga reafirma apoio a Lucas Ramos, mas não descarta aproximação com Miguel

(Foto: Arquivo)

O apoio do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) à pré-candidatura de Lucas Ramos à Prefeitura de Petrolina, nas eleições do próximo ano, não é novidade para ninguém. De acordo com o socialista, o PSB tem o direito e o dever de encabeçar uma chapa própria para a Prefeitura e ressalta que o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) reúne todas as qualidades necessárias para isso.

Como disse em entrevista a uma rádio de Petrolina, sobre sua postura de oposição ao prefeito Miguel Coelho (MDB) Patriota deixa claro, que apoiará o nome do seu companheiro de partido, Lucas Ramos. No entanto, o parlamentar não exclui a possibilidade de uma futura aproximação com o prefeito Miguel Coelho.

“Meu candidato é Lucas Ramos, vou brigar por ele. Vamos trabalhar pra ganhar essas eleições, se Deus quiser. Quanto a uma aproximação com Miguel Coelho, lá na frente, quem sabe, a gente pode estar juntos.  Isso já ocorrera com o seu pai, Fernando Bezerra Coelho”, disse Gonzaga relembrando que isso já aconteceu com o senador Fernando Bezerra Coelho.

As afirmações de Patriota sobre o pleito municipal de 2020 em Petrolina, se baseiam na possibilidade de um segundo turno histórico no município sertanejo. Fato que o referido parlamentar acredita ser possível.

123