Audiência pública em Petrolina debate Rede PEBA

(Foto: Ascom/PMP)

A situação da Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Vale do Médio São Francisco, a famosa Rede PEBA foi debatida pelo Ministério Público Federal (MPF) e prefeituras de cidades vizinhas em Petrolina, na manhã de ontem (23).

“Rede PEBA- diagnóstico e viabilidade” foi o tema da audiência que contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde; dos Ministérios Públicos dos dois estados, da Central Interestadual de Regulação de Leitos; Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco (COSEMS); das Secretarias Estaduais de Saúde de Pernambuco e da Bahia e das Secretaria Municipais de Saúde Petrolina e Juazeiro.

A Rede foi criada em 2009, a Rede PEBA reúne municípios pernambucanos e baianos, mas hoje vive uma situação de caos e superlotação nas unidades hospitalares. Representando Petrolina, a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque comentou a importância do debate.

“Colocamos e debatemos sobre os problemas que temos, principalmente, como município sede. Saímos dessa audiência com a expectativa de que as indicações e encaminhamentos sejam executados, lembrando que será supervisionado pelo Ministério Público, porque sabemos da importância da Rede PEBA para a saúde da população“, disse.

15 comunidades rurais de Petrolina serão contempladas com visitas da Unidade Móvel Médica

(Foto: Ascom)

A programação da Unidade Móvel Médica da Prefeitura de Petrolina para setembro contemplará 15 comunidades rurais. Hoje (2) as ações tiveram início pela Federação e os serviços ofertados pela secretaria de Saúde seguirão até dia 30.

O objetivo da pasta é facilitar o acesso da população aos serviços médicos como: solicitação de exames e de consultas especializadas. Além disso, uma equipe especializada estará no local  para realizar exames rápidos, testes de glicemia, vacinas, aferição de pressão arterial, realizar curativos e distribuir medicamentos.

“Geralmente a unidade atende a partir das 8h, mas no dia 17 de setembro por exemplo,  pela manhã, estará na comunidade de Almas e pela tarde, às 12h, em Simpatia”, informou a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

Confira a seguir o calendário da Unidade Móvel:

LEIA MAIS

Secretária de Saúde faz balanço das ações da pasta em audiência na Câmara de Petrolina

Secretária prestou informações sobre investimentos na Saúde (Foto: Blog Waldiney Passos)

A secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque esteve na Casa Plínio Amorim na sexta-feira (30) para apresentar dados sobre a pasta. A Audiência Pública durou mais de três horas e na ocasião, a titular da pasta destacou os investimentos na atenção básica e os resultados obtidos nos três anos de gestão.

“Estamos também abrindo as salas de vacina uma vez por mês aos sábados e combatendo o movimento contrário contra as vacinas. Falando em redes sociais, em palestras e pedimos uma ajuda aos senhores e senhoras vereadoras, apoio em orientação junto à população para falar da importância da vacinação “, destacou a secretária.

Os vereadores fizeram questionamentos à Magnilde. A população também teve um momento para sanar dúvidas sobre como o dinheiro público está sendo investido. Por fim, a vereadora informou que a Casa de Parto já está em processo de licitação para a sua construção no espaço onde seria a UPA24h em frente ao Hospital Universitário.

Petrolina ganhará duas UBS nessa semana

(Foto: Ascom)

Duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) serão entregues pela Prefeitura de Petrolina nessa semana. As comunidades contempladas são o Rio Corrente e São Joaquim, totalizando 15 novas UBS durante a gestão do prefeito Miguel Coelho.

O Rio Corrente será o primeiro bairro a ser contemplado. Nesta quarta-feira (24), às 18h30 a Prefeitura inaugura na Rua 1 a UBS que atenderá cerca de quatro mil pessoas. O São Joaquim ganhará a unidade na sexta-feira (26), aparelho público localizado na Rua 26.

Ambas as UBSs terão salas de atendimento, consultórios, farmácia, sala de triagem, sala de vacina e consultório odontológico, melhorando o serviço na saúde pública municipal.

Assentamento Água Viva I recebe 17ª edição do Novo Tempo da Saúde

(Foto: Ascom)

O sábado (13) foi marcado por uma série de serviços sociais prestados pela Prefeitura de Petrolina no Assentamento Água Viva I, zona rural do município. A comunidade recebeu a 17ª edição do programa Construindo o Novo Tempo na Saúde.

Durante toda manhã a Escola Municipal Daniel Berg realizou 500 atendimentos, entre consultas com clínicos; ventosaterapia; auriculoterapia; citologia oncótica; avaliação antropométrica; aferição de PA e glicemia capilar (HGT).

Também foram ofertadas orientações nutricionais; de primeiros socorros (SAMU) e ainda realizaram novos cadastros e atualizações da Casa Bolsa.

“É muito satisfatório levar nossas equipes para dentro das comunidades, principalmente, aquelas que são áreas descobertas. Com esse programa, que iniciamos no início da gestão do prefeito Miguel Coelho, conseguimos diminuir as demandas por consultas médicas nas unidades básicas, além de levar diversos serviços que fazem a diferença na promoção à saúde e prevenção de doenças”, avaliou a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

Secretária de Saúde de Petrolina faz prestação de contas na Câmara de Vereadores

Secretária comenta dados (Foto: Blog Waldiney Passos)

A manhã dessa quarta-feira (29), na Casa Plínio Amorim é marcada pela prestação de contas da saúde de Petrolina. A secretária Magnilde Albuquerque está apresentando um balanço do terceiro quadrimestre de 2018. Nesse momento Magnilde apresenta dados técnicos e os vereadores acompanham, para depois questionar.

Segundo a assessoria, uma coletiva de imprensa será realizada ao fim da prestação de contas, para comentar os dados fornecidos por ela nessa manhã. A audiência foi convocada através do Ofício n° 379/2019, encaminhado à Câmara de Vereadores em 16 de maio.

Representantes da Prefeitura de Petrolina discutem saúde pública com gestores do Norte e Nordeste

Ocupando posição de destaque em saúde pública, a Prefeitura de Petrolina continua ampliando conhecimento de seus profissionais para melhorar, ainda mais, a oferta de serviços. Pensando nisso, representantes da gestão municipal participam, no Ceará, do 7° Congresso Norte e Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde. O evento – que acontece entre os dias 29 de abril e 1° de maio em Fortaleza – tem como tema principal tema a “Atenção básica e regionalização: Desafios e Perspectivas”.

A Secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, acompanhada pelas secretárias executivas de Atenção à Saúde, Ana Carolina Freire, e Gestão em Saúde, Cássia Guimarães, participam do Congresso o qual conta com vasta programação, que vai desde mesas e palestras com a participação de diversos nomes importantes locais e nacionais, abordando as temáticas da saúde, políticas públicas, gestão orçamentária, atenção básica, controle social e mercado farmacêutico. Ainda durante os três dias de evento, os congressistas terão a oportunidade de sanar dúvidas com técnicos do Ministério da Saúde.

De acordo com a gestora da pasta de saúde de Petrolina a experiência está sendo bastante construtiva. “A oportunidade de estar neste evento tem sido exitosa, pois, conseguimos perceber a dinâmica das demais secretarias de saúde, trocando experiências e vivências. Vamos voltar para Petrolina com ótimas ideias para  colocar em prática, qualificando ainda mais o serviço ofertado em nosso município”, diz Magnilde Albuquerque.

São Gonçalo ganha nova UBS, a 12ª inaugurada pela Prefeitura de Petrolina

(Foto: Ascom)

Na tarde dessa segunda-feira (22) a comunidade do São Gonçalo ganhará uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS). Localizada na Rua Baixa Grande, nº 551 o equipamento público foi construído nos moldes do Governo Federal e será inaugurado às 18h.

A UBS Parteira Idalina foi inaugurada ainda na gestão do prefeito Fernando Bezerra Coelho, em sede própria, com médicos, enfermeiros e dentista, mas sofreu danos em sua estrutura na antiga gestão. Agora em 2019 o prédio conta com novos consultórios, farmácia, sala de triagem, sala de vacina e a reativação do consultório odontológico, com equipe de saúde bucal fixa.

“Estamos devolvendo dignidade aos moradores do São Gonçalo, garantindo um local confortável, com estrutura adequada, e a volta do dentista, que era muito cobrada pela população. Trabalhamos junto ao prefeito Miguel Coelho para, cada vez mais, aproximarmos as equipes de saúde dos pacientes. Essa já é a 12ª unidade de saúde inaugurada em menos de um ano, através da plataforma Petrolina Cuida”, disse a secretária de Saúde, Magnilde Albuqu

Novo CEO vai ampliar média de atendimentos da saúde bucal em Petrolina, afirma prefeito

Prefeito celebrou nova unidade em Petrolina (Foto: Blog Waldiney Passos)

A saúde de Petrolina ganhou um reforço na manhã dessa quinta-feira (24), com a inauguração do novo Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) do tipo 3. O CEO conta com sete unidades odontológicas e ofertará duas novas especialidades: Ortodontia Preventiva para crianças até 10 anos e especialista em Disfunção temporomandibular (DTM). Haverá ainda o serviço de prótese.

A solenidade contou com a presença de secretários, da vice-prefeita Luska Portela, vereadores da cidade, pacientes e do novo secretário-executivo de Esportes, Ferson. A secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque destacou o avanço da saúde na atual gestão. “Quando a gente chegou só tinha um CEO e ele estava fechado e a gente conseguiu avançar a passos largos na saúde bucal”, disse.

Compromisso

O prefeito Miguel Coelho agradeceu o empenho de toda a equipe e reafirmou seu compromisso com a saúde. “A gente não pode considerar que esses gastos na saúde sejam despesa, pelo contrário porque a gente está cuidando das pessoas em primeiro lugar”, finalizou.

O novo CEO está localizado na Rua Antônio Padilha, número 30, Centro da cidade, próximo ao Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho e da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA). A expectativa é elevar o atendimento mensal na saúde bucal em três mil com o Centro inaugurado.

Secretária de Saúde de Petrolina presta contas sobre investimentos na pasta durante audiência pública na Câmara de Vereadores

Secretária apresentou relatórios sobre 2018 (Foto: Ascom CMP)

Convidada a participar da sessão de terça-feira (6) na Câmara de Vereadores, a secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque prestou contas sobre os investimentos na pasta no governo de Miguel Coelho. Ela apresentou dois Relatórios Detalhados Quadrimestre Anterior (RDQA), referentes ao atual ano.

A audiência pública foi realizada após a sessão ordinária que não teve projetos de lei em análise. Em pouco mais de cinco horas, Magnilde atualizou os poucos edis presentes no plenário da Casa Plínio Amorim sobre as receitas da pasta incluindo recurso próprio e repasses.

LEIA TAMBÉM:

“A saúde vem evoluindo substancialmente desde 2017”, afirma secretária de Saúde de Petrolina

“A gente teve as receitas de imposto e transferências constitucionais. No primeiro e segundo quadrimestre os recursos se somam, os recursos vêm juntos e a gente tem receitas de R$ 219 milhões, com 15% constitucional e foi repassado ao Fundo Municipal de Saúde R$ 32 milhões. Foi repassado 15% no primeiro e segundo quadrimestre juntos”, explicou Magnilde.

LEIA MAIS

“A saúde vem evoluindo substancialmente desde 2017”, afirma secretária de Saúde de Petrolina

Secretária citou mutirões e resultados colhidos nesse ano (Foto: Blog Waldiney Passos)

A secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque esteve na Câmara de Vereadores de Petrolina nessa terça-feira (6), participando de uma Audiência Pública para apresentar o 1º e 2º Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior (RDQA).

Antes de prestar contas à comunidade conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei Complementar nº 141/2012, a secretária conversou com a imprensa presente na Casa Plínio Amorim. Entre os assuntos abordados, Magnilde destacou os avanços na rede municipal.

“A saúde vem evoluindo substancialmente desde 2017. Em 2017 os primeiros seis meses foram da gente conhecer a casa, os serviços. Os outros seis meses foram da gente fazer contratação de serviços, a gente pegou a Saúde com um débito muito grande. A maioria dos serviços, os contratos estavam desfeitos. 2017 foi o ano de reorganizar a administrativamente a saúde”, destacou.

LEIA MAIS

Secretária de Saúde participa de audiência pública nesta terça na Câmara Municipal de Petrolina

Magnilde Albuquerque, Secretária de Saúde de Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Consta da pauta da  sessão ordinária desta terça-feira (06) na Câmara Municipal de Petrolina, a realização de uma audiência pública com a participação da secretária de saúde, Magnilde Alves Cavalcanti de Albuquerque, que deverá apresentar de forma detalhada os relatórios do quadrimestre anterior (RDQA) do ano de 2018, em cumprimento a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei Complementar nº 141/2012. que determina no Art. 38. competência ao Poder Legislativo, diretamente ou com o auxílio dos Tribunais de Contas, do sistema de auditoria do SUS, do órgão de controle interno e do Conselho de Saúde de cada ente da Federação, sem prejuízo do que dispõe a Lei Complementar, para fiscalizar o cumprimento das normas da Lei Complementar, com ênfase no que diz respeito:

I – à elaboração e execução do Plano de Saúde Plurianual;

II – ao cumprimento das metas para a saúde estabelecidas na lei de diretrizes orçamentárias;

III – à aplicação dos recursos mínimos em ações e serviços públicos de saúde, observadas as regras previstas nesta Lei Complementar;

IV – às transferências dos recursos aos Fundos de Saúde;

V – à aplicação dos recursos vinculados ao SUS;

VI – à destinação dos recursos obtidos com a alienação de ativos adquiridos com recursos vinculados à saúde.

A audiência será realizada logo após o pequeno expediente que consta da leitura e aprovação das indicações e requerimento apresentados pelos vereadores.

UBS do Fernando Idalino será reinaugurada neste final de semana

(Foto: Alexandre Justino/Ascom)

Neste sábado (27) a Prefeitura de Petrolina reabrirá a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Fernando Idalino Bezerra que estava fechada há cinco anos. Nesse período a comunidade precisou buscar atendimento médico no Henrique Leite, localizado a 2,2 km de distância.

A solenidade que marca a reinauguração da unidade está marcada para 9h. A UBS do bairro funcionará das 7h às 17h, de segunda à sexta-feira e contará com toda a estrutura imposta pelo Ministério da Saúde: consultório médico, odontológico, assistência farmacêutica e sala de vacina, procedimentos e curativos.

“A descentralização do serviço de saúde foi um compromisso firmado no plano de governo do prefeito Miguel Coelho. A ação permitirá ainda mais a aproximação da comunidade com as equipes de saúde, além de um atendimento mais rápido. A pessoa que precisa do serviço fica muito mais tranquila sabendo que poderá ser atendida perto de sua casa”, afirma a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

Com essa UBS o município totaliza nove unidades entregues apenas no segundo semestre desse ano. Antes, as comunidades do Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 06, Alto do Cocar; N-4; Capim; Lajedo; Jardim Maravilha e Roçado haviam sido contempladas.

Secretária de Saúde de Petrolina presta contas a Câmara de Vereadores e afirma que balanço é positivo

Magnilde Albuquerque, Secretária de Saúde de Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A Secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque, esteve nesta terça-feira (15) na Câmara de Vereadores, apresentando o Relatório Detalhado Quadrimestral, do período entre Setembro e Dezembro de 2017. Durante a apresentação, a secretária falou sobre os avanços, atividades desenvolvidas e recursos aplicados na pasta nos últimos quatro meses do ano passado.

A secretária mostrou, através de números e dados, o quanto os serviços e a oferta de saúde à população foram qualificados durante todo o ano de 2017, mesmo com a situação caótica encontrada pela gestão atual durante o início do ano.

Magnilde apresentou os números de cirurgias realizadas pelo município nos últimos meses de 2017, conquistados através de mutirões de saúde e parcerias com hospitais e clínicas privadas; destacou ainda o trabalho que vem sendo ofertado nas unidades de saúde e a redução da fila de espera de consultas.

“Apesar de todas as dificuldades encontradas no início da gestão, como a secretaria dividida em vários locais, mais de 75 mil exames e consultas pendentes, dívidas anteriores que precisaram ser honradas para garantir a continuidade de serviços e a falta de medicamentos nas unidades de saúde, conseguimos avançar e ir organizando a pasta. Neste ano de 2018 temos tido ainda muitos desafios, mas já nos primeiros meses, aumentamos a oferta de serviços”, afirmou Magnilde.

Secretária de Saúde de Petrolina afirma que falta de vacinas nos Postos de Saúde não é culpa do município

Magnilde Albuquerque, Secretária de Saúde de Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A Secretária de Saúde de Petrolina (PE), Magnilde Albuquerque, esteve na sessão da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira (15), para apresentar o relatório de prestação de contas da pasta, referente ao período de setembro a dezembro de 2017, e em entrevista coletiva a imprensa ela falou, dentre outros assuntos, sobre denúncias de falta de vacinas em Postos de Saúde do município.

De acordo com a Secretária, o município não tem gestão sobre a falta de vacinas nas unidades porque as doses são enviadas pelo o Ministério da Saúde e pela Secretária de Saúde do Estado. “Se existe falta de alguma vacina ou se existiu, foi por falta da chegada dessa vacina. A exemplo agora da vacina contra a gripe. Nós estamos em plena campanha de vacina, a gente precisaria receber 70 mil doses e atá agora só recebemos 40 mil. Então, esperamos que o restante das doses chegue até o final da campanha”, explicou Magnilde.

A Secretária também respondeu sobre a denúncia de que estudantes de medicina estariam atendendo nos Postos de Saúde, no lugar dos médicos formados. “Nós não temos médicos estagiários. Nós temos médicos que são residentes. E os médicos em residência já são médicos formados com diploma e estão fazendo residência em saúde da família porque a gente tem um convênio com a universidade. Eles precisam da preceptoria para a residência, não para o atendimento que eles fazem porque eles já são formados”, afirmou Magnilde Albuquerque.

12