Juristas estrangeiros pedem ao STF que liberte o ex-presidente Lula

A carta é intitulada “Lula não foi julgado, foi vítima de uma perseguição política”, e cita as revelações do jornalista Glenn Greenwald

Um manifesto de juristas estrangeiros pede ao Supremo Tribunal Federal que liberte o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e anule suas condenações. A íntegra da carta está disponível no site do Instituto Lula. No perfil que mantém no Twitter, o instituto faz uma série de comentários a respeito do teor do manifesto e se posiciona contra o juiz Sergio Moro, atual ministro da Justiça, dizendo que “Não há Estado de Direito sem respeito ao devido processo legal. E não há respeito ao devido processo legal quando um juiz não é imparcial, mas atua como chefe da acusação”.

A carta é intitulada “Lula não foi julgado, foi vítima de uma perseguição política”, e cita as revelações do jornalista Glenn Greenwald e do site The Intercept, em parceria com outros veículos, as quais “estarreceram todos os profissionais do Direito. Ficamos chocados ao ver como as regras fundamentais do devido processo legal brasileiro foram violadas sem qualquer pudor. Num país onde a Justiça é a mesma para todos, um juiz não pode ser simultaneamente juiz e parte num processo.”

O Instituto Lula afirma que espera que as autoridades brasileiras tomem as providências “para identificar os responsáveis por estes gravíssimos desvios de procedimento”. E continua: “Sergio Moro não só conduziu o processo de forma parcial, como comandou a acusação. Manipulou os mecanismos da delação premiada, orientou o trabalho do MP, exigiu a substituição de uma procuradora com a qual não estava satisfeito e dirigiu a estratégia de comunicação da acusação.”

Carro de som é contratado para atrapalhar protesto a favor da garota Beatriz, segundo Lucinha

Posted by Lucinha Mota on Thursday, August 2, 2018

Durante o protesto dos grupos “Somos Todos Beatriz” e “Beatriz Clama Por Justiça”, que cobravam do Poder Judiciário uma posição em relação ao pedido de prisão preventiva do funcionário do Colégio Maria Auxiliadora que teria apagado as imagens do circuito de câmeras da escola, um carro de som parou em frente ao local onde era realizada a manifestação e ligou o som em um volume alto, atrapalhando a ação

Segundo uma nota de indignação divulgada no grupo “Somos Todos Beatriz”, a mãe da garota Beatriz, Lucinha Mota, se dirigiu até o motorista e pediu que ele diminuísse o volume. O responsável pelo veículo disse que não podia porquê estaria sendo pago pelo Fórum.

Lucinha explicou que se tratava de um manifesto sobre o caso de Beatriz e pediu que ele desse uma volta no quarteirão. O motorista voltou a dizer que estaria sendo pago para fazer aquilo e que não poderia sair do local.

Foi quando aconteceu um absurdo ainda maior. A mãe de Beatriz questionou o proprietário do carro de som se o dinheiro valia mais que a vida e escutou um “sim”. “Tudo isso foi testemunhado por várias pessoas que estavam presentes no manifesto”, diz a nota.

“Essas atitudes nos deixam muito tristes. Continuamos indignados com a postura do Poder Judiciário e de algumas pessoas ou instituições que lhe representam ou que estejam prestando serviços. Não esperamos justificativas vazias. O que esperamos é eficiência, imparcialidade e celeridade do Poder Judiciário. O que gera a violência é a impunidade. Precisamos sentir firmeza por parte dos promotores da lei. A justiça é cega (por conveniência), mas a injustiça doe nos nossos olhos”, disse Lucinha na nota.

Ministro da Fazenda confirma fim da Cide para diesel

(Foto: Arquivo)

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, confirmou o acordo feito entre governo e Congresso Nacional para redução do preço do diesel. Em declaração feita na noite de hoje (22) no Palácio do Planalto, Guardia disse que o governo eliminará a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre o diesel e, em contrapartida, os parlamentares devem aprovar o projeto de reoneração da folha de pagamento.

“Acordamos que iremos eliminar a Cide incidente sobre o diesel. Ao mesmo tempo, o Congresso aprovará um projeto de reoneração da folha. O acordo é que iremos, uma vez aprovado o projeto de reoneração, assinar um decreto eliminando a Cide sobre o diesel”, disse Guardia.

De acordo com o Ministério da Fazenda, o governo arrecada atualmente R$ 2,5 bilhões por ano com a Cide sobre o diesel. Segundo a pasta, o reforço nas receitas da União nos próximos três anos com o fim da desoneração da folha de pagamento dependerá do número de setores que perderem o benefício fiscal no projeto que tramita no Congresso.

Apelo aos caminhoneiros

Guardia disse ainda que o governo vai continuar negociando com os caminhoneiros, que fazem paralisações por todo o país, em protesto contra o aumento sucessivo no preço dos combustíveis. Ao anunciar a redução do tributo sobre o diesel, Guardia fez um apelo aos caminhoneiros.

“O governo continuará a conversar com os caminhoneiros para debater alternativas para o problema. Nesse sentido, gostaríamos de fazer um apelo à categoria, para que possam retornar às atividades normais para que não penalize a população”. O ministro reiterou o discurso do governo de que a alta dos combustíveis está atrelada ao preço internacional do petróleo e a valorização do dólar perante o real.

Fonte Agência Brasil

Movimentos Sociais de Petrolina realizam ato em protesto contra o assassinato da vereadora Marielle Franco

Representantes de diversos movimentos sociais e partidos políticos de Petrolina (PE), a exemplo do PT, PSOL, PCB PC do B, Marcha Mundial das Mulheres, Levante Popular da Juventude, Associação das Mulheres Rendeiras, Associação Sertão LGBT – Vale do São Francisco, se reuniram neste sábado (17) no centro de Petrolina (PE), em protesto contra o assassinato da vereadora do PSOL do Rio de Janeiro, Marielle.

Marielle Franco foi executada com quatro tiros na cabeça, na última quarta-feira (14), quando ia para casa no bairro da Tijuca, zona norte do Rio, retornando de um evento ligado ao movimento negro, na Lapa.

O protesto realizado em Petrolina iniciou por volta das 9h da manhã na praça do Bambuzinho, onde várias lideranças discursaram pedindo o fim da violência contra a mulher, o fim do racismo e da homofobia. Os manifestantes também protestaram contra o governo do presidente Michel Temer, a quem chamaram de golpista.

Nas falas também, eles pediram ao prefeito Miguel Coelho mais políticas públicas para os bairros da cidade.

Natália Neres, uma das coordenadoras do movimento e representante da Associação Sertão LGBT – Vale do São Francisco, pediu mais segurança para as mulheres de Petrolina.

“A cidade de Petrolina é uma das mais violentas de Pernambuco. Então diante disso, a gente fica pensando se não seremos as próximas. Por isso, a gente exige do prefeito de Petrolina, políticas públicas voltadas para a nossa segurança. Em Petrolina tem mulheres que tem voz, tem voz política, então elas exigem”, cobrou a Natália.

Com faixas e cartazes, o grupo saiu em passeata pelas ruas do centro gritando palavras de ordem. Na avenida Guararapes fizeram uma parada em frente à prefeitura municipal, em um ato simbólico para chamar a atenção do prefeito, para suas reivindicações.

Há três meses sem receber, vigilantes se mobilizam e cobram SEDUC em Petrolina

Vigilantes se mobilizam por pagamento de salários.

Como antecipado por este blog, os vigilantes que integram o Sindicato dos Vigilantes Intermunicipal do Sertão de Pernambuco realizaram, na manhã desta quinta-feira (11), uma manifestação em busca do recebimento de salários atrasados desde outubro de 2017. O protesto aconteceu em frente a GRE de Petrolina (PE), onde vários profissionais se fizeram presentes.

O diretor presidente do sindicato, Laércio Vasconcelos, falou ao blog Waldiney Passos a respeito da situação e sobre a reivindicação da categoria. “Os vigilantes estão fazendo uma manifestação por falta de salário. São três salários em atraso e os vale-alimentação. Os profissionais que estão sendo penalizados desde o mês de outubro são pais de família que não estão conseguindo levar o sustento para sua casa”.

Presidente do Sindicato, Laércio Vasconcelos.

Segundo Laércio, a Secretária Estadual de Educação afirma que fez o repasse dos valores para a empresa Mandacaru, responsável pela prestação do serviço de vigilância. Contudo, ainda segundo o presidente do sindicato, a empresa afirma que não houve qualquer repasse por parte do estado.

LEIA TAMBÉM

Professores fazem manifesto e cobram salário e 1/3 de férias atrasados em Orocó

“A gente quer ver se a SEDUC e a Mandacaru resolvem esse problema, um fica jogando para o outro e os companheiros é que são penalizados. Uma hora diz que foi repassado, outra que não foi. Mas não justifica, quando a empresa contrata, ela tem que honrar com o compromisso e pagar o salário”, afirmou Laércio.

Para resolver a situação, o presidente do sindicato ajuizou uma ação no Ministério Público e espera uma resposta do governo estadual. “Eu quero dizer que o Governo do Estado se sensibilize com a situação. São profissionais que garantem a segurança do patrimônio e precisam levar o pão para sua casa. Hoje são 11 cidades em que os vigilantes trabalham dentro da secretária da Educação e que estão sendo penalizados. A empresa também tem que pagar o que deve. Já entramos com ação no Ministério Público para resolver essa situação”.

Dor e emoção marcaram o manifesto de 2 anos e 1 mês da morte da menina Beatriz

(Foto: blog Waldiney Passos)

Os pais da menina Beatriz Mota, que foi assassinada em 10 de dezembro de 2015, Sandro Romilton e Lúcia Mota, familiares e amigos do coletivo Somos Todos Beatriz realizaram na noite desta quarta-feira (10), um manifesto para lembrar os 2 anos e 1 mês da morte da menina.

O encontro foi no portão que dar acesso a quadra do Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina (PE), onde a menina foi assassinada com cerca de 40 facadas, em 10 de dezembro de 2015, durante uma festa de formatura.

Durante o ato, desta quarta-feira (10), foi colado um novo cartaz com a foto de Beatriz na parede do colégio, contendo a inscrição “Ninguém está acima da justiça”.

As pessoas presentes acenderam velas, colocaram flores no local, fizeram orações e cantaram.

Líderes comunitários protestam por melhorias em frente à Compesa em Petrolina

líderes comunitários durante protesto na Compesa em Petrolina. (Foto: WhatsApp)

Líderes comunitários de Petrolina (PE) estiveram, na manhã desta quarta-feira (3), em frente à sede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na cidade. Eles reivindicam melhorias da companhia no que diz respeito à constante falta d’água e problemas com esgotos estourados.

Os líderes levaram um documento para que a empresa se comprometa a resolver os problemas apresentados. Contudo, por ser início de ano, aparentemente, a sede está sem nenhum responsável.

Segundo informações obtidas por este blog, há uma pequena queda de braço entre os líderes comunitários, pois alguns têm dito que o movimento se trata de manobra política. Caso não haja uma resposta definitiva hoje, os coordenadores do protesto devem convocar uma reunião para tratar do assunto.

Petrolina: líderes comunitários realizam manifesto contra Compesa na próxima quarta

(Foto: Ilustração)

A paciência da população de Petrolina com o desserviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) chegou ao limite. Depois de uma semana com falta d’água em diversos bairros, os líderes comunitários resolveram convocar um manifesto contra a atuação da companhia no município. O protesto está marcado para a próxima quarta-feira (3), a partir das 7h, em frente à Compesa, próximo ao posto universitário, na Av. Pres. Tancredo Neves.

Nos últimos dias, o blog Waldiney Passos recebeu várias reclamações de diversos pontos da cidade sobre a constante falta d’água. Moradores do Terras do Sul, Dom Avelar, Cohab VI, Vivendas e Rio Corrente, por exemplo, demonstram insatisfação com a Compesa. Algumas das reivindicações feitas pela população apontam para a falta de abastecimento há cerca de 15 dias, como é o caso do bairro Terras do Sul e Park São Gonçalo, onde os cidadãos têm que acordar de madrugada para juntar dois baldes de água.

Segundo um dos líderes comunitários, a intenção do movimento é chamar atenção para o péssimo serviço da empresa na cidade, já que constantemente a população se depara, com esgotos estourados, falta d’água e atendimento precário. “É um protesto sem bandeira política. Pretendemos procurar os órgãos públicos, se for possível, o prefeito de Petrolina, para que ele tente tirar a Compesa da cidade. Queremos respeito!”, afirmou um dos organizadores da manifestação.

No dia 10 de agosto deste ano, moradores do bairro Jardim Petrópolis, cobraram aqui no blog, a instalação da tubulação de água na comunidade. Os moradores tinham que recorrer a ligações clandestinas para ter água em casa.

No dia 21 do mesmo mês, o gerente regional da Compesa, João Raphael, visitou nossa redação e disse que as obras começariam em breve, sem citar data, para solucionar o problema. Hoje, 29 de dezembro, uma moradora do bairro entrou em contato conosco e disse que até o presente momento não iniciou nem uma obra por lá.

Advogados de Temer, Dilma, Lula e Aécio se unem em manifesto

(Foto: Internet)

Os advogados do presidente Michel Temer (PMDB), do senador Aécio Neves (PSDB) e dos ex-presidentes Dilma Rousseff (PT) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estão articulando um manifesto questionando a atuação da Justiça e do Ministério Público. As informações foram publicadas na edição deste domingo do jornal Folha de São Paulo.

Os debates ocorreram através do grupo “Prerrogativas”, formado no WhatsApp, ainda segundo a publicação. Um texto contendo críticas a OAB será lançado em defesa da “retomada do protagonismo da advocacia” e pede o fim do que chamaram de “Estado de exceção”.

Fonte Diário de Pernambuco

Motoristas bloqueiam BR-324 que liga Remanso à Dirceu Arcoverde e pedem recuperação da estrada

(Foto: WhatsApp)

Há cerca de 18 anos os motoristas que trafegam pela BR-324, que liga Remanso (BA) à Dirceu Arcoverde (PI), um trecho de apenas 40 km, sofrem com a situação da estrada. A via é uma mistura de resto de asfalto e trechos com pedras e terra.

Não suportando mais o descaso das autoridades públicas, vários motoristas da região bloquearam a estrada em busca do recapeamento do local. Alguns cartazes foram colocados  mostrando que a estrada foi considerada a pior do Brasil em 2012.

Os manifestantes afirmam que ninguém vai passar pelo local até que haja um posicionamento das autoridades.

Petrolina: Sindsemp realiza manifestação contra reforma da previdência nesta quarta

Servidores se reúnem na praça do bambuzinho para iniciar caminhada contra PEC da reforma da previdência. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Sindicato do Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp) está, desde às 8h da manhã dessa quarta-feira (15), realizando um protesto e aderindo ao manifesto nacional contra a PEC da reforma da Previdência. Vários servidores e trabalhadores começaram a se reunir na praça do bambuzinho para mostrar o seu descontentamento com proposta da reforma.

A mobilização conta com a presença de outros sindicatos e do Movimento da Frente Brasil Popular. Os manifestantes seguirão em caminhada pelo centro de Petrolina. A manifestação deve acontecer em vários pontos do país.

Lucenildo Lima, Didi do Sindsemp, diretor de saúde do trabalhador, falou sobre o protesto e afirmou que será impossível alguém conseguir se aposentar no Brasil, caso a reforma seja aprovada.

“Hoje o sindicato está aderindo à greve geral contra a PEC da reforma da previdência. A PEC está destruindo os direitos dos trabalhadores do Brasil e não dará direito, caso seja aprovada, à aposentadoria, porque nenhum ser humano vai ter a capacidade de se aposentar. Depois de 65, 70 anos para se aposentar, acho que a pessoa já está debilitada e quem conseguir se aposentar, não terá dinheiro nem para os remédios”, criticou.

Bancários fazem manifestação em frente ao Itaú nesta manhã (17) em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

O presidente do sindicato tratou as ações do banco como “absusrdos”. (Foto: ASCOM)

O Sindicato dos Bancários de Juazeiro e Região realizaram na manhã desta quinta-feira (17) uma mobilização em frente à Agência do Banco Itaú, no centro de Juazeiro. O movimento, de acordo com a diretoria do Sindicato, é um alerta para que o Banco modifique sua atuação junto a funcionários e clientes.

O Sindicato informa que tem recebido várias denúncias de abuso e descaso, como assédio moral contra funcionários, que são obrigados a atingir metas abusivas, além das várias demissões, inclusive por justa causa.

LEIA MAIS

Estudantes fazem protesto e reivindicam passe livre em Petrolina (PE)

(Foto: Waldiney Filho)

O ato está sendo organizado pela União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina e a União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (UESPE). (Foto: Waldiney Filho)

Acontece neste momento em Petrolina (PE) um movimento realizado por estudantes das escolas que reivindicam a aprovação do passe livre e a melhora no ensino da rede estadual. O ato está sendo organizado pela União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina e a União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (UESPE).

“Nós estamos organizando um ato em defesa da educação pública gratuita e de qualidade. Hoje a gente não tem passe livre, enquanto várias cidades já dispõe do serviço. A realidade das escolas na rede estadual, também não está boa, a gente tem falta de quadra, falta de laboratório, falta de estrutura, professor. Nossa luta no dia de hoje é ir à câmara cobrar o passe livre e a melhoria nas condições das nossas escolas”, disse Evandro José, vice-presidente da UESPE.

Os estudantes estão concentrados na Praça Maria Auxiliadora, próximo à Prefeitura Municipal de Petrolina, e irão caminhar até a Câmara Municipal de Vereadores da cidade para chamar a atenção das autoridades públicas.

Beatriz Clama por Justiça promove ‘buzinaço’ neste sábado

buzinaço beatriz

Neste sábado (30), irá acontecer mais uma manifestação pedindo justiça e solução para o caso na menina Beatriz Angélica Mota, assassinada durante uma festa de formatura, no dia 10 de dezembro, em um colégio tradicional de Petrolina, Sertão de Pernambuco.

O ato tem início com concentração às 7h no posto Juazeiro,  localizado na BR-407, na cidade baiana. O organizadores pretendem que este, seja o maior, até agora realizado.  A carreata segue em direção ao Colégio Auxiliadora, onde será feito um protesto e encerramento do ato.

Mãe de Beatriz convoca famílias da região para participarem de mais um manifesto pela paz

Beatriz-Angelica-Mota-menina-sete-anos-morta-escola-auxiliadora

Conforme informamos em primeira mão aqui no Blog Waldiney Passos, os pais da pequena Beatriz Angélica Mota, brutalmente assassinada no último dia 10 de dezembro, nas dependência do Colégio Maria Auxiliadora, estarão participando no início da noite desta quinta-feira (11), da 4ª manifestação cobrando por justiça e pela paz.

Para reforçar o convite a própria mãe da Beatriz, Lúcia Mota (Lucinha), postou um áudio nas redes sociais convocando as famílias de Petrolina e região. “Vamos lutar para que outras famílias não passem pela dor que estamos passando hoje”, conclama. Ouça o áudio.

12