Com a desistência da vereadora Maria Elena, seria Ruy Wanderley o segundo nome do grupo Coelho a concorrer a uma vaga na Alepe?

Vereador Ruy Wanderley – PSC. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A desistência da vereadora Maria Elena de concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), pegou os vereadores de Petrolina de surpresa. Maria Elena trocou o PSB pelo o PRTB para se candidatar a deputada estadual como um dos dois candidatos do grupo Coelho (Fernando Bezerra Coelho, Fernando Filho e Miguel Coelho).

Durante a sessão plenária desta quinta-feira (24), a vereadora anunciou a desistência da candidatura por falta de apoio. O grupo teria priorizado a candidatura de Antônio Coelho, filho do senador Fernando Bezerra Coelho, o que teria deixado Maria Elena insegura para continuar a caminhada ruma a Alepe.

A decisão de vereadora do PRTB abre espaço para um novo nome para candidatura estadual pelo grupo do prefeito de Petrolina. O vereador Ruy Wanderley pode surgir como uma alternativa, uma vez que é da base de sustentação de Miguel Coelho e já foi líder do governo na Câmara.

Procurado por este blog, Ruy disse que ainda é cedo para falar sobre o assunto. “Nós ainda não tratamos disso com o governo, com prefeito Miguel Coelho, com o deputado Fernando Filho, com o senador Fernando Bezerra. Nós hoje fomos pegos de surpresa por essa decisão da companheira Maria Elena e essa é uma avaliação que nós vamos fazer posteriormente, para entendermos essa composição política do futuro”, analisa o vereador.

Ruy Wanderley disse ainda que a candidatura dele depende também de uma decisão do PSC, legenda pela qual se elegeu vereador. O que pode dificultar o entendimento de Ruy com o grupo do prefeito Miguel Coelho, uma vez que em Petrolina o PSC apoia o grupo Coelho, mas a nível de estado está fechado com o governador Paulo Câmara, adversário político do senador Fernando Bezerra Coelho.

“Nós vamos ter o nosso presidente, deputado André Ferreira, como candidato a senador. Então vamos aguardar a definição dele e vamos continuar trabalhando, ouvindo as lideranças não só de Petrolina, mas as lideranças do sertão, para que a gente possa consolidar o nosso nome como pré-candidato a deputado estadual”, afirmou Ruy Wanderley.

Maria Elena desiste de concorrer a uma vaga na Alepe

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão dessa quinta-feira (24) na Câmara de Vereadores de Petrolina foi marcada pelo anúncio da desistência de Maria Elena a uma sua pré-candidatura para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Cotada para ser o segundo nome pelo grupo do prefeito Miguel Coelho, a edil explicou sua decisão durante o uso da Tribuna Livre.

A vereadora que recentemente se filiou ao PRTB para disputar as eleições estaduais, creditou sua decisão devido a atual conjuntura política. “A conjuntura política nos mostra um quadro incógnito do ponto de vista da viabilidade e a gente se reportando a uma Petrolina do passado bem recente, a gente via que as forças políticas, existia a condição de um grupo político fazer dois candidatos e a nossa realidade agora é que existem muitas forças políticas e a gente não sabe como eleitor vai reagir agora”, afirmou.

Após discursar na Casa Plínio Amorim, Maria Elena atendeu a imprensa e chamou sua pré-candidatura de uma “aventura” na qual ela não poderia submeter a família e os amigos a um caminho de incerteza. Ela também ressaltou que o grupo Coelho sempre foi claro que a primeira opção era o nome de Antônio Coelho, filho mais novo do senador Fernando Bezerra. “O combinando foi tratado, é claro que o Antônio é o candidato da Casa Grande e eles em momento nenhum me trataram fora do combinando. Eles disseram que ia ter a pessoa da casa deles e eu seria a segunda”.

Questionada sobre sua saída do PSB para o PRTB, decisão tomada para concorrer à Alepe, a vereadora disse ter a intenção de fazer um teste no novo partido. “Eu vou fazer uma experiência no PRTB, é uma coisa que agora não dá [pra dizer] que eu só queria alugar a sigla, confesso a vocês que me doeu muito sair do PSB e agora estou no PRTB que ia me oferecer as condições partidárias e eu não posso ser desleal”, destacou.

Vereadores de Petrolina analisam um Projeto de Lei na sessão desta quinta-feira (12)

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na sessão desta quinta-feira (12), os vereadores de Petrolina vão discutir um único Projeto de Lei do Legislativo colocado em pauta. O PL nº 023/2018, de autoria da vereadora Cristina Costa (PT), institui a Semana Municipal de Conscientização sobre a depressão infanto-juvenil.

Se aprovado, a semana de conscientização será realizada entre 08 e 14 de outubro de cada ano. Por parte do Executivo não há matérias para apreciação. Os vereadores também discutirão três Requerimentos e outras 21 Indicações.

Requerimentos

Entre os Requerimentos, destaque para o nº47/2018, do vereador Gilberto Melo (PR). O edil solicita uma emenda parlamentar ao deputado federal Fernando Filho (DEM), para a complementação da pavimentação asfáltica, no trecho entre o Campus Zona Rural da Univasf, até o KM 119, da BR-407.

Maria Elena (PRTB) apresentou o Requerimento nº 053/2018, ao Diretor do Fórum Estadual da Comarca Petrolina, Francisco Moreira.

O pedido trata do pedido de indenização das famílias proprietárias de casas construídas pela Companhia de Habitação Popular (COHAB), pois segundo os moradores, os materiais utilizadas foram de baixa qualidade. A sessão ordinária na Casa Plínio Amorim começa às 9h.

“No momento oportuno nós vamos apresentar nossos candidatos” afirma prefeito Miguel Coelho

Ruy Wanderley deixará liderança da Situação para disputar vaga como Deputado Estadual (Foto: Ascom PMP)

As eleições de outubro já estão movimentando os políticos em Petrolina e o grupo do prefeito Miguel Coelho ainda não definiu quais serão seus candidatos. A vereadora Maria Elena deixou a Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes para retornar à Casa Plínio Amorim, pleiteando uma pré-candidatura.

Segundo o prefeito Miguel Coelho, a vereadora tem todo direito de disputar uma vaga. “Nós vamos ter candidatos aqui, é mais do que natural, mas a gente vai se posicionar disso no momento oportuno. É legítimo que ela queira pleitear uma vaga, como eu disse ela tem currículo, tem história, tem trabalho, tem serviço prestado. Mas no momento oportuno nós vamos apresentar nossos candidatos”, destacou o gestor.

Outro nome cotado para representar o grupo é o do presidente da Câmara de Vereadores, Osório Siqueira. Aero Cruz, que assumirá o posto de Líder da Situação no lugar de Ruy Wanderley, também demonstrou interesse, mas assim como Orlando Tolentino deve abrir mão.

Major Enfermeiro afirma que apoiará o candidato que o grupo político definir

(Foto: Arquivo)

Nos bastidores da política em Petrolina, a maior especulação do momento é quem será candidato a deputado estadual pelo grupo do prefeito Miguel Coelho. Orlando Tolentino desistiu da vaga e nomes como o dos vereadores Osório Siqueira e Maria Elena podem se destacar.

Aero Cruz também se colocou à disposição e enquanto o martelo não é batido, há rumores de que o grupo deve sair com dois candidatos. Todavia, para o vereador Major Enfermeiro, independente de qual nome for escolhido, o grupo ficará unido.

LEIA MAIS

Política: Maria Elena e Osório Siqueira devem disputar vaga para Deputado Estadual

Vereadores disputam vaga para deputado estadual.

A corrida para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) começa a tomar forma em Petrolina. Com vários nomes buscando o apoio do prefeito Miguel Coelho, três parecem ter saído na frente em busca de duas vagas.

Zé Coelho, que é primo de Miguel, já estaria com o apoio garantido do chefe do Executivo Municipal. A outra vaga estaria sendo disputada por Maria Elena, que deixou a secretaria de esporte e cultura para seguir seu sonho de ser deputada estadual, e o presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina, Osório Siqueira.

Com isso, o grupo de Miguel disputaria com Lucas Ramos, que desistiu de disputar uma vaga no Congresso Nacional para Deputado Federal e Odacy Amorim, que buscaria a reeleição. Ambos seriam apoiados pelo Governador Paulo Câmara, que é oposição a Miguel e seu pai, Fernando Bezerra, que deve disputar o cargo de governador do estado.

Há pouco mais de sete meses para as eleições 2018, os grupos vão tomando forma e as especulações começam a dar espaço às decisões concretas.

Cícero Freire e Maria Elena devem retornar à Casa Plínio Amorim nessa semana

A semana começou com mudanças no secretariado do prefeito Miguel Coelho e as alterações também alteram o cenário na Casa Plínio Amorim. Cícero Freire e Maria Elena devem reassumir seus mandatos na próxima quinta-feira (8).

Cícero Freire, cuja exoneração foi publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (2), retoma sua cadeira. Dessa forma, Júnior do Gás voltará para a suplência. Já Maria Elena, até então secretária de Cultura, Turismo e Esportes se junta aos edis, fazendo com que Ibamar Fernandes continue como suplente.

LEIA MAIS

“As pessoas nem reclamam mais” diz a secretária Maria Elena sobre a privatização do Carnaval de Petrolina

Maria Elena, secretária de Cultura, Turismo e Esportes. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Visitando os Polos Orla e 21 de Setembro na noite dessa segunda-feira (12), a secretária de Cultura, Turismo e Esportes de Petrolina (PE), Maria Elena, fez uma avaliação do Carnaval do município.

Maria Elena disse que a festa está acima das expectativas e que está superando o Carnaval do ano passado. Sobre a polêmica da privatização da folia, a secretária afirmou que esse modelo de festa é normal nos dias de hoje e que as pessoas nem reclamam mais. Veja o vídeo.

Privatização do Carnaval é alvo de críticas dos petrolinenses

Primeiros dias de festa são marcados por críticas da população (Foto: Divulgação)

Nos dois primeiros dias de Carnaval um tema foi unanimidade entre os foliões de Petrolina: a privatização da festa. As críticas começaram ainda na sexta-feira (9), véspera da abertura oficial do evento quando a Prefeitura deu início ao fechamento das ruas do Centro.

Na noite do domingo (11), segundo dia de carnaval os foliões demonstravam seu descontentamento. “É muito triste ver que nosso carnaval acabou porque privatizaram a festa, ano passado a festa foi muito boa e organizada, nesse ano estou bem triste com o que vi” lamentou uma foliã que preferiu não se identificar.

Sergio Pessoa, leitor do Blog também não poupou críticas à privatização. “A programação da Prefeitura sempre foi excelente no últimos anos, mas o que de adianta fazer a alegria para uns e tristeza para outros. Digo isso pela falta de sensibilidade que a Prefeitura teve em barrar as pessoas que se programaram para este evento, para vender bebidas e para aqueles que são obrigados a consumir com preços caros” comentou.

LEIA MAIS

Maria Elena critica Governo do Estado por vetar investimentos no Carnaval de Petrolina

(Foto: Divulgação)

O desgaste entre a gestão de Petrolina com o Governo do Estado ganhou mais um capítulo na tarde dessa sexta-feira (9). A secretária de Cultura, Turismo e Esporte de Petrolina, Maria Elena emitiu uma nota afirmando ter havido exclusão do governo Paulo Câmara (PSB) em relação aos investimentos desse ano.

De acordo com a secretária, mesmo com 87% de aprovação na edição de 2017 o carnaval de Petrolina foi excluído de recursos estaduais para a realização dos quatro dias de folia. Ainda segundo Maria Elena, mesmo com pouco recurso a edição de 2018 será realizada com um polo a mais e a estimativa do crescimento de 15% no público desse ano.

Nossa equipe tentou entrar em contato com a secretaria de Cultura do Estado (Seculte), mas foi informada que devido ao recesso carnavalesco no Recife, o expediente havia sido encerrado mais cedo.

Leia a seguir a nota emitida pela secretaria de Cultura, Turismo e Esporte de Petrolina:

Foi com surpresa e estranhamento que recebemos a informação de que, após vários anos, o Governo do Estado não fará nenhum investimento no Carnaval de Petrolina 2018. Mesmo depois de consolidarmos, merecidamente, a condição de polo oficial da programação de Pernambuco, nossa cidade foi preterida.

Ano passado, Petrolina fez um grande Carnaval. Aprovado por mais de 87% da população e turistas. A rede hoteleira da cidade ficou lotada, a economia foi aquecida e a produção cultural local foi privilegiada com cerca de 90% de atrações da região. Grandes artistas se apresentaram como Geraldo Azevedo, Maciel Melo e a banda Araketu para um público médio de 30 mil pessoas por noite.

Apesar desses vários fatores, mesmo com o fortalecimento e crescimento do ciclo carnavalesco, a cidade de Petrolina foi excluída dos investimentos do Estado. Não entendemos porque nos anos anteriores, com um evento mais modesto, a cidade recebeu recursos e agora, após ampliar e consolidar o Carnaval, a capital do Sertão foi negligenciada pelo Governo.  Fica o questionamento: qual o critério para excluir dos investimentos a maior cidade do Sertão, com a quinta maior população entre os municípios de Pernambuco? Petrolina parece que, de repente, não é mais prioridade para o Governo do Estado.

Apesar da negligência do Governo de Pernambuco com nossa riqueza cultural e nossa gente, a Prefeitura de Petrolina realizará um grande Carnaval em 2018. Com menos recursos, sem apoio nenhum do Estado, teremos a ampliação do evento com cinco polos (um a mais que em 2017) e cerca de 60 artistas em quatro noites de festa. Mais uma vez nossa rede hoteleira está lotada e nossa expectativa é de um público nos polos 15% superior ao do ano passado. Tudo isso, com a Prefeitura gastando menos que no ano passado.

Diante disso, lamentamos a postura do Governo com os petrolinenses e a cultura de nossa cidade. Ainda assim, asseguramos que isso não afetará o sucesso do Carnaval 2018 e, mesmo sem apoio do Estado, teremos quatro noites inesquecíveis de folia e esplendor cultural no Sertão.

Maria Elena Alencar – secretária de Cultura, Turismo e Esporte de Petrolina

Baile Municipal inicia nesta sexta (2) calendário oficial do Carnaval em Petrolina

(Foto: Divulgação)

Após anos nove sem a realização, o Baile Municipal de Petrolina abrirá oficialmente o Carnaval da cidade. O evento acontece nesta sexta-feira (2), às 21h, no Coliseu Hall (antigo Manga Rosa) e será o momento também, da coroação do Rei e Rainha da festa.

Muito além de promover a cultura da cidade, o baile tem um viés beneficente. O dinheiro obtido na comercialização dos ingressos será doado ao Hospital do Câncer, como destacou a secretária de Cultura, Esporte e Turismo do município, Maria Elena, em entrevista ao programa Super Manhã de hoje (1º) na Rádio Jornal.

“Haverá a venda de mesa que estão sendo comercializadas a R$ 200,00 para quatro pessoas e os ingressos individuais podem ser trocados por fraldas descartáveis. O dinheiro será revertido para o Hospital Dom Tomás e as fraldas, serão doadas ao programa Bem Maior, um programa da Secretaria de Desenvolvimento Social do município” informou Maria Elena.

Rei e Rainha

A escolha do Rei e Rainha do Carnaval, realizada na última terça-feira (30), teve participação da comunidade e durante o Baile, a dupla momesca receberá as chaves da festa pelas mãos do Prefeito Miguel Coelho.

Do bairro José e Maria, Fernando Barros foi eleito o Rei e Joyce Taís representou o N7, sendo coroada a Rainha. O casal tem como missão, animar a festa na cidade, como explicou Maria Elena. “Eles vão animar a festa, visitarão todos os polos da festa levando alegria na festa”.

Concurso de fantasias

Ainda no Baile Municipal será realizado o concurso de fantasias, com premiação em dinheiro, nos valores de R$600,00 a R$ 7 mil, divididos nas Categoria Luxo, Originalidade e Arranjo de Cabeça.

Baile Municipal

O baile será realizado às 21h no Coliseu Hall (antigo Manga Rosa), na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, Areia Branca. Entre as atrações da festa estão a Philarmônica 21 de Setembro, cuja missão é recepcionar os foliões. Camila Yasmine, Andrezza Santos e Silvana Salazar representarão o talento feminino e também se apresentarão na festa.

Por meio de nota, Prefeitura de Petrolina esclarece informações sobre taxa cobrada aos ambulantes durante cadastramento do Carnaval 2018

(Foto: Ilustração)

Os vendedores ambulantes de Petrolina não ficaram satisfeitos com o valor de R$ 500,00 cobrados durante o cadastramento para o Carnaval 2018. A Associação dos Barraqueiros e Ambulantes de Eventos do Vale do São Francisco (ABAEV) criticou o custo, alegando ser “fora da realidade” dos profissionais e mesmo após reunião com a secretária de Cultura, Turismo e Esporte, Maria Elena, o preço ficou mantido.

Por meio de nota, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura informou não haver cobrança de taxa para a comercialização de bebidas, como se especulou na última quarta-feira (24).

Os valores informados durante o cadastramento dos profissionais por parte da empresa vencedora no processo de licitação são referentes a comercialização de alimentos nos quatro dias de festa. A Prefeitura informou ainda que as informações referentes à licitação para o Carnaval estão disponíveis no Diário Oficial do Município, por meio do processo 316/2017.

Confira a íntegra da nota:

Sobre as críticas acerca da comercialização no Carnaval de Petrolina, a Prefeitura esclarece que:

1 – Não é cobrada taxa para os ambulantes que irão comercializar apenas bebidas. Eles irão receber os produtos em forma de consignação, ficando com uma porcentagem do lucro obtido durante a festa.

2 – Para os demais ambulantes, a concessionária estipulou uma taxa dependendo do item a ser comercializado. No caso de alimentação, por exemplo, é cobrado o valor de R$ 500 para os quatro dias de festa no Polo da 21 de Setembro, o que corresponde a R$ 125 por dia. Vale ressaltar que esse valor é equivalente ou menor ao cobrado em outras cidades, como Juazeiro, Crato (CE), etc. No réveillon de Petrolina, por exemplo, a Associação dos Ambulantes chegou a cobrar cerca de R$ 1 mil para um dia de festa.

3 – O processo licitatório para a escolha da concessionária está disponível no Portal da Transparência e no Diário Oficial (publicação de 14 de dezembro de 2017), além de ter sido publicizado em veículos de comunicação da região. O processo tem o número 316/2017.

4 – Por fim, é importante ressaltar que essa parceria com a iniciativa privada, especialmente para realização de festas, não é novidade nos municípios. É uma forma de economizar recursos públicos, direcionando-os inclusive para outras áreas. No Carnaval de Petrolina, a empresa Faz Live ficou responsável por toda a parte de infraestrutura, como palco, som e iluminação – possibilitando uma economia de quase R$ 300 mil para o município em relação ao ano anterior. A empresa também entrará com uma contrapartida para garantir o direito de explorar o espaço comercial da festa e a exclusividade da venda de bebidas.

Ambulantes de Petrolina criticam valor de R$ 500,00 cobrado por empresa vencedora de licitação no Carnaval

Na manhã dessa quarta-feira (24) foi iniciado o cadastramento dos vendedores ambulantes para trabalhar no Carnaval de Petrolina. No entanto, foram muitas as críticas dos profissionais a respeito dos valores repassados pela Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte, conforme acompanhou nossa equipe.

De acordo com a Presidente da Associação dos Barraqueiros e Ambulantes de Eventos do Vale do São Francisco (ABAEV), Maria Salomé muitos ambulantes optaram por não trabalhar no principal polo carnavalesco. “Posso dizer que em relação ao ano passado, cerca de 50% não vão trabalhar esse ano porque os valores estão muito altos”, afirmou.

Valores e prazo para pagamento

A ABAEV afirma que o valor de R$ 500,00 determinado pela empresa vencedora do processo de licitação está fora da realidade dos ambulantes. Durante a manhã foi realizada uma reunião foi realizada entre os ambulantes e a secretária Maria Elena, para discutir a situação.

Por meio de nota, Prefeitura informou que solicitou à concessionária um prazo maior – dia 29/01 – para os ambulantes efetuarem o pagamento dos espaços. O credenciamento dos vendedores ambulantes termina nesta quinta-feira (25).

Secretária de Esportes de Petrolina é homenageada durante competição de judô

Secretária Maria Elena de Alencar recebendo a homenagem. (Foto: ASCOM)

Encerrando o ano, a Copa União de Judô 2017, contou com a participação de mais de 200 alunos, no Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Crianças, jovens, adultos e pais de atletas torceram e vibraram com cada competição na manhã do último domingo (17).

Durante o evento, a Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE), recebeu uma homenagem da Federação Pernambucana de Judô, pelo reconhecimento e incentivo à prática esportiva na cidade.

A secretária da pasta, Maria Elena de Alencar, recebeu o título de “Judoca Honorária” pelo constante apoio dado a modalidade na região. Na ocasião, Maria Elena agradeceu ao presidente da federação, o senhor Jaciano Delmiro da Silva e também ao mestre Daniel, que desenvolvem um trabalho social na cidade.

Além da secretária, o diretor de Esportes, Rodrigo Galvão, também teve seu trabalho reconhecido. “Esse troféu representa para gente, um incentivo a mais para continuar nosso trabalho. Nos motiva perceber que, de alguma maneira, estamos ajudando a mudar a vida de tantas pessoas” comemorou.

Ao longo do ano, mais de 3 mil pessoas, de 10 núcleos da cidade, participaram de competições com o apoio da Prefeitura. A Copa União de Judô  é promovida pela Federação Pernambucana de Judô, com o apoio da Prefeitura de Petrolina.

Secretárias Maria Elena ( Cultura, Esporte e Turismo) e Magnilde Alves (Saúde) participam da sessão da Câmara nesta terça

Secretárias estarão presentes na sessão desta terça. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Petrolina desta terça-feira (16) deve ser extensa devido as participações das secretárias Maria Elena ( Cultura, Esporte e Turismo) e Magnilde Alves (Saúde).

Maria Elena atende requerimento de autoria do vereador Gilmar Santos (PT), para falar sobre o plano de trabalho da secretaria de Cultura, Esporte e Turismo e oportunizar aos trabalhadores da cultura, bem como a sociedade em geral, espaço de diálogo sobre política municipal de cultura.

Já a secretária de Saúde Magnilde Alves Cavalcante de Albuquerque, vai apresentar o Relatório Detalhado Quadrimestral (RDQ) referente ao 2º quadrimestre do ano de 2017.

Na oportunidade os vereadores irão questionar sobre os avanços na área da saúde nos primeiros 9 meses da nova gestão.

12345