Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Alunos de Juazeiro são premiados no Concurso Nacional de Redação da Marinha

Nesta quinta-feira (13), alunos da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro foram premiados no Concurso de Redação ‘Operação Cisne Branco’ pelo Comando do 2º Distrito Naval da Marinha do Brasil, em uma Cerimônia alusiva ao Dia do Marinheiro, na Agência Fluvial em Juazeiro, sediada no Bairro Santo Antônio.

Oito alunos do 6º ao 9º ano das escolas Anália Barbosa, Argemiro José e Mandacaru foram homenageados com medalhas e certificados, pelo Capitão-Tenente Luís Felipe Melo.

A aluna Jéssica Gonçalves, da Anália Barbosa, foi destaque e ganhou o 1º lugar com a melhor redação. “Esse prêmio para mim foi importante, fiquei feliz em representar a educação de Juazeiro. Com certeza vou levar por toda a minha vida”, comemorou. O evento contou também com a presença dos pais e professores.

LEIA MAIS

Gonzaga Patriota recebe maior honraria da Marinha do Brasil

Gonzaga Patriota recebe homenagem da Marinha.

O deputado federal Gonzaga Patriota recebeu, nesta quinta-feira (13), a Medalha Mérito Tamandaré, uma das mais expressivas condecorações de paz da Marinha do Brasil e extensiva a civis.

Nesta data, comemora-se o nascimento de Joaquim Marques Lisboa, o almirante Tamandaré, patrono da Marinha Brasileira. Por isso, é celebrado também o Dia do Marinheiro.

As medalhas foram destinadas a congratular aqueles que, de alguma maneira, tenham prestado relevantes serviços na divulgação ou no fortalecimento das tradições da Marinha do Brasil, honrando seus feitos ou realçando seus vultos históricos. A comenda foi criada em 1957.

Além de Gonzaga Patriota, outras personalidades civis e militares, além de instituições, foram agraciadas com a Medalha Mérito Tamandaré. A cerimônia aconteceu no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília.

Leitor denuncia falta de sinalização no canal de navegação do Rio São Francisco

(Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Um leitor que prefere não se identificar enviou mensagem ao blog Waldiney Passos denunciando a falta de sinalização no canal de navegação do Rio Francisco entre Petrolina (PE) e Sobradinho (BA). Segundo ele, a Administração Hidroviária do São Francisco (AHSFRA), empresa ligada ao DNIT, que é responsável pela sinalização no rio, abandonou a região há 2 anos.

Ainda segundo o leitor, essa boia (foto acima) que fica em frente a Marinha, em Juazeiro (BA), desprendeu-se e os condutores de embarcações ficam sem orientação neste local, o que faz com que lanchas e barcos batam nas pedras. O leitor alerta: “à qualquer hora teremos uma tragédia”.

O blog entrou em contato com Administração Hidroviária do São Francisco (AHSFRA) através de telefone e fomos informados que, por conta do jogo da Seleção Brasileira pela Copa do Mundo o expediente só começará a partir das 14h. Enviamos também solicitação de resposta sobre a denúncia através de e-mail. Estamos no aguardo.

A partir deste ano, jovens podem se alistar no exército pela internet

Jovens que nasceram em 2000 devem se alistar até fim de junho. (Foto: Internet)

A partir deste ano o alistamento militar poderá ser feito pela internet. Agora o alistamento para fazer parte do Exército Brasileiro, da Marinha do Brasil ou da Força Aérea Brasileira vai poder ser feito de forma online pelo site www.alistamento.eb.mil.br.

Neste ano, é a vez dos jovens que nasceram no ano 2000 se alistarem. Ou seja, todo brasileiro do sexo masculino que completar 18 anos é obrigado a se alistar pela internet ou então deve comparecer a uma Junta de Serviço Militar mais próxima da sua residência. O prazo máximo é até o dia 30 de junho.

Quem optar por fazer o alistamento pela internet deve preencher o formulário e informar o número do CPF para validação dos seus dados pessoais. Agora quem não tem o CPF deve levar os seguintes documentos na junta de Serviço Militar: certidão de nascimento ou no caso de brasileiro naturalizado ou por opção, a prova de naturalização ou certidão do termo de opção; um comprovante de residência ou declaração assinada; e convém também levar um documento oficial com fotografia que permita sua identificação, caso necessário.

LEIA MAIS

Temer sanciona lei que garante às mulheres acesso a todos os cargos da Marinha

(Foto: Ilustração)

O presidente Michel Temer (PMDB) sancionou durante evento nesta segunda-feira (18) a lei que libera às mulheres o acesso a todos os cargos de oficiais da Marinha, como os da Armada e do corpo de Fuzileiros Navais. Até agora, apenas homens eram admitidos nessas funções.

“É importante esse ato porque abre as portas para todo e qualquer posto para mulheres na Marinha. A igualdade conquistada pelas mulheres fará termos uma sociedade melhor e nos fará homens melhores. Essa luta é importante para toda a sociedade”, disse o ministro da Defesa, Raul Jungmann, que participou da cerimônia de sanção, no Palácio do Planalto.

Segundo Temer, garantir às mulheres os mesmos direitos “não faz mais do que cumprir o preceito constitucional”. Em seu discurso, Temer lembrou que um dos pilotos do avião presidencial é uma mulher e afirmou que quando a aeronave é conduzida por ela, a aterrissagem “é mais suave”.

“Já percebi que quando ela pilota o avião a descida é mais suave. Não sei se a pista reconhece o elemento feminino, mas o fato é que toda vez eu fico observando e a aterrissagem é muito mais suave; o que significa que a presença da mulher, além de ser de uma força extraordinária, também tem uma suavidade sensível, que todos podemos perceber”.

Fonte EBC

Mar Grande: Marinha revisa número de mortos em naufrágio para 18

O número de mortos foi revisado pela Marinha do Brasil

A quantidade de pessoas mortas durante o naufrágio de uma lancha na travessia Mar Grande-Salvador,ocorrida na manhã desta quinta-feira (24), caiu para 18. A informação foi divulgada pelo comandante do 2º Distrito Naval, Flávio Almeida. Inicialmente, acreditava-se em 23 mortos.

Mais cedo, a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) também divulgou um novo número, sobre os passageiros que estavam a bordo no momento do acidente. Primeiramente foi informado que 133 pessoas, incluindo quatro tripulantes, estavam na embarcação. Depois foi divulgado que, na verdade, 120 passageiros estavam na lancha, que suportava 160 passageiros, um número maior do que a quantidade que estava a bordo.

A embarcação saiu às 6h30 do Terminal de Vera Cruz, na ilha de Mar Grande, em direção à Salvador; 10 minutos depois, o acidente aconteceu. 89 pessoas foram resgatadas, sendo que 70 foram levadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mar Grande, 15 para o Hospital Geral de Itaparica, enquanto quatro vítimas estão na capital baiana, distribuídas entre os hospitais do Subúrbio e Geral do Estado (HGE).

Marinha e Polícia Civil vão investigar causas de naufrágio em Salvador

No meio da tarde, em nova contagem, o número de mortes foi reduzido para 18. (Foto: Agência Brasil)

O trabalho de buscas por desparecidos do naufrágio da manhã de hoje (24) na Baía de Todos-os-Santos, em Salvador, continuará até que todas as pessoas que estavam na lancha Cavalo Marinho I tenham sido localizadas, garantiu o Comando do 2º Distrito Naval, sediado em Salvador.

Em nota, o comando informou que serão instaurados dois inquéritos, um para apurar o que aconteceu e outro, administrativo, para investigar causas, circunstâncias e responsabilidades do “lamentável e doloroso acidente”.

O diretor adjunto do Departamento de Polícia Metropolitana, Giovanni Iran, afirmou que a Polícia Civil também abriu inquérito para apurar as causas do naufrágio. Até o momento, foram confirmadas 23 mortes. No meio da tarde, em nova contagem, o número de mortes foi reduzido para 18.

O 2º Distrito Naval informou também que a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) recebeu às 7h45, por meio de rádio, o pedido de socorro enviado pela embarcação Joana Angélica, com a informação de que  a lancha de passageiros Cavalo Marinho I havia naufragado perto da localidade de Barra da Penha, na Ilha de Itaparica, na Baía de Todos os Santos.

LEIA MAIS

Concurso: Marinha oferece 29 vagas de nível superior

(Foto: Internet)

A Marinha do Brasil oferece 29 vagas para o Quadro Técnico do Corpo Auxiliar. As inscrições poderão ser feitas a partir da próxima quarta-feira (26).

O processo seletivo, destinado a candidatos de nível superior, oferta vagas nas áreas de direito, comunicação social, educação física, estatística, meteorologia, informática, pedagogia, entre outros segmentos. A seleção prevê prova de conhecimentos específicos e exame de saúde, teste de aptidão física, avaliação de títulos, além de prova discursiva apenas para os candidatos da área de direito.

De acordo com o edital do certame, as provas escritas ainda não contam com datas definidas. Porém, os locais de realização já foram confirmados: Olinda, Natal, Salvador, Porto Alegre, São Paulo e Belém são algumas das localidades.

Outras informações através do edital.

Concurso: Marinha oferece 64 vagas de nível superior

(Foto: Internet)

Estão abertas as inscrições para concurso de ingresso no Corpo de Engenheiros (CP-CEM) da Marinha em 2017. Do total das oportunidades, 20% são reservadas para negros.

As oportunidades são para as profissões de arquitetura e urbanismo (2), engenharia cartográfica (3), engenharia civil (4), engenharia de materiais (2), engenharia de produção (4), engenharia de sistemas de computação (5), engenharia de telecomunicações (2), engenharia elétrica (9), engenharia eletrônica (6), engenharia mecânica (12), engenharia mecatrônica (2), engenharia naval (8), engenharia nuclear (3), engenharia química (2).

Os candidatos devem ter nível superior na área a que concorre e menos de 36 anos de idade no dia 1º de janeiro de 2018. As inscrições devem ser feitas até 28 de abril pelo site www.ensino.mar.mil.br ou nos endereços listados no edital de abertura. A taxa é de R$ 110.

Veja o edital.

A Marinha disponibiliza 1.300 vagas para soldado fuzileiro naval

(Foto: Internet)

As inscrições para o concurso de admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN) para as turmas I e II de 2018 vão até as 23h59 do dia 30 de março deste ano pela internet ou nos postos de inscrições. A taxa custa R$ 20

O concurso tem seis etapas: exame de escolaridade, verificação de dados biográficos, verificação de documentos, inspeção de saúde, teste de subciência física e exame psicológico.

A primeira fase será realizada no dia 30 de maio e consiste em provas de Português e Matemática. Entre os requisitos para inscrição, estão: ser brasileiro do sexo masculino, voluntário, ter, no mínimo, 18 anos e, no máximo, 21 anos de idade até o dia 1º de janeiro de 2018 e não ser isento do serviço militar. É preciso ter altura mínima de 1,54 metros e máxima de 2 metros.

Além disso, é preciso ter concluído o ensino médio ou curso equivalente. Durante o curso, o aluno terá acesso a alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica, remuneração de acordo com a graduação, como previsto na Lei de Remuneração dos Militares, como ajuda de custo para despesas pessoais.

Serão 1060 vagas destinadas ao Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (Ciampa), preferencialmente para candidatos das regiões Sul e Sudeste do Brasil; e 240 vagas para Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (Ciab), para candidatos das regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste do Brasil. 20% das vagas serão reservadas a candidatos negros.

Com informações do JC

A Marinha do Brasil está com inscrição aberta para nível superior

marinha

A Marinha do Brasil está com inscrição aberta até dia 11 de novembro para o Processo Seletivo do Serviço Militar Voluntário (SMV-2017) de Oficiais temporários, para ambos os sexos, totalizando 450 vagas de ensino superior em diversas áreas, tais como Saúde, Humanas e Exatas. Os interessados devem ter mais de 18 anos e menos de 45 em 2017. Rendimentos brutos iniciais de R$ 8 mil.
As 450 oportunidades estão distribuídas pelos nove Distritos Navais, sendo a maior parte para o 1º Distrito Naval, com 273 vagas, abrangendo Rio de Janeiro, Espírito Santo e parte de Minas Gerais. Os oficiais temporários vão servir em um dos estados englobados pelo Distrito Naval escolhido e o contrato é renovado a cada ano, podendo chegar até oito anos.

LEIA MAIS

Caça da Marinha cai no Rio de Janeiro

caça

O acidente é o segundo no Rio de Janeiro, em menos de um mês./ Foto: divulgação

A Marinha confirmou agora há pouco um acidente com avião caça, modelo AF-1B. O piloto precisou se ejetar e está sendo procurado pelo Corpo de Bombeiros. A aeronave caiu no mar, próximo à cidade de Saquarema, na região dos lagos, cerca de 100 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro.

A Marinha informou que faz as buscas pelo piloto a poucas milhas da costa e está apoiando a família do militar, informou, em nota enviada à imprensa.

LEIA MAIS

Marinha retira sigilo de estudo sobre lama no Rio Doce

 

A tragédia no município de Mariana, em Minas Gerais, levou poluição à bacia do rio Doce e ao mar no litoral norte do Espírito Santo

A tragédia no município de Mariana, em Minas Gerais, levou poluição à bacia do rio Doce e ao mar no litoral norte do Espírito Santo

A Marinha do Brasil decidiu retirar o sigilo sobre um estudo realizado com o navio hidroceanográfico Vital de Oliveira. Em novembro de 2015, a embarcação foi utilizada para a produção de uma pesquisa nos arredores de Linhares, no Espírito Santo, sobre o impacto da lama de rejeitos que vazou após o rompimento de uma barragem da mineradora Samarco, no mesmo mês. A tragédia no município de Mariana, em Minas Gerais, levou poluição à bacia do rio Doce e ao mar no litoral norte do Espírito Santo.

A decisão da Marinha ocorre após a organização não-governamental (ONG) Transparência Capixaba contestar a falta de transparência em relação à pesquisa. “Pela Lei de Acesso à Informação, não há absolutamente qualquer motivo para que estas informações sejam consideradas sigilosas ou que envolvam a segurança nacional”, diz Edmar Camata, integrante da ONG. Ele entende que os resultados do estudo são relevantes para a sociedade e imprescindíveis para que se possa ter conhecimento dos danos que a tragédia causou.

A Transparência Capixaba pretendia questionar judicialmente o sigilo.

A pesquisa foi realizada com o objetivo de subsidiar ações de recuperação ambiental de diferentes esferas do governo. A Marinha informou que, conforme tratado entre todos os envolvidos no processo de pesquisa, os resultados deveriam ser repassados aos órgãos ambientais, para então ser emitido um parecer técnico conclusivo.

 

1340 vagas para jovens do nível médio são oferecidas pela marinha do Brasil

Marinha Brasil 1As inscrições para o Concurso Público de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (CPAEAM/2016) estão abertas, até o dia 28 de março. São 1.340 vagas e o candidato deve ser brasileiro nato ou naturalizado do sexo masculino, possuir o Ensino Médio e ter 18 anos completos e menos de 22 anos de idade no dia 1º de janeiro do ano de 2017.

 Todas as informações necessárias relativas ao certame estão no edital publicado no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 20,00.

O candidato fará uma prova escrita de conhecimentos em Matemática, Português, Química e Física Os classificados nesta primeira fase participarão ainda de etapas, com caráter eliminatório, como inspeção de saúde e teste de aptidão física.

Ao serem aprovados em todas as fases do concurso, os candidatos realizarão a formação militar em uma das quatro Escolas de Aprendizes-Marinheiros, localizadas em Fortaleza (CE), Recife (PE), Vitória (ES) e Florianópolis (SC).

O curso de formação de Marinheiros tem a duração de 48 semanas, em regime de internato. Nesse período, os jovens recebem alimentação, alojamento, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-odontológica e remuneração como grumete. Ao final do curso, serão promovidos a Marinheiros e receberão vencimentos iniciais de cerca de R$1.500,00.

O Marinheiro permanecerá três anos nesta graduação. No primeiro ano, será designado para servir (preferencialmente), a bordo de Navios da Marinha e também deverá escolher qual especialidade dentro de sua área irá cursar ao final do 3º ano.  Após esta fase será nomeado Cabo Especializado, recebendo diploma equivalente à formação técnica, reconhecida pelo MEC, com remuneração (soldo mais gratificações) de cerca de R$ 2.500,00.