Termina hoje o prazo para se inscrever no processo seletivo do curso de Medicina da Estácio de Juazeiro (BA)

(Foto: Ascom/Estácio)

O prazo de inscrição para o processo seletivo do curso de Medicina da Faculdade Estácio de Juazeiro – BA termina às 23h59min desta terça-feira (14). São 37 (trinta e sete) vagas a serem preenchidas no 2º semestre de 2020.

Podem se inscrever candidatos que tenham realizado o teste do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nos anos de 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019. É necessário selecionar a unidade na qual deseja fazer a inscrição, no caso Juazeiro-BA, clicar na opção “INSCREVA-SE”, preencher o formulário de inscrição, imprimir o boleto bancário e realizar o pagamento da taxa, no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais), até a data de vencimento.

LEIA MAIS

Faculdade de medicina de Juazeiro abre seleção para candidatos por transferência externa e para portadores de diploma

(Foto: Ascom/Estácio)

Estão sendo ofertadas 22 vagas para fins de TRANSFERÊNCIA/INGRESSO, para o segundo, terceiro, quarto e sexto períodos, de acordo com a disponibilidade para o segundo semestre de 2020.

Podem se inscrever candidatos que estejam regularmente matriculados em cursos da área de Saúde (Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia e Psicologia) e de Medicina de outras Instituições de Ensino Superior nacionais regularmente credenciadas pelo Ministério da Educação – MEC (Transferência Externa) e Instituições estrangeiras.

LEIA MAIS

UNINASSAU abre inscrições para o Vestibular de Medicina

Estão abertas as inscrições para o vestibular de Medicina da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, no Recife. O cadastro para o processo seletivo pode ser feito até o dia 10 de julho, neste link. Este ano, serão ofertadas 115 vagas.

Com inscrições completamente on-line, a seleção será feita em uma única fase, baseada nas notas do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) das duas últimas edições.

A UNINASSAU se destaca com um ensino híbrido, voltado para uma maior eficácia no desenvolvimento das competências e habilidades de seus estudantes. Além disso, possui matriz curricular pautada em metodologias ativas de aprendizagem, integração, interdisciplinaridade, flexibilidade e contextualização.

De acordo com o diretor médico da graduação, Cláudio Lacerda, o curso, que tem nota máxima no MEC, já se tornou referência em Recife e região. “Somos a primeira Instituição do Nordeste a ter a Mesa Sectra, um instrumento de aprendizagem com tecnologia 3D, totalmente voltada para alunos da graduação. Além disso, contamos com uma infraestrutura de ponta, com Laboratórios de Saúde equipados com o que há de mais moderno, Salas de Metodologias Ativas e corpo docente com 93% com mestrado ou doutorado”, destaca.

O resultado oficial do Vestibular de Medicina da UNINASSAU será divulgado no dia 27 de julho. O edital completo você confere no site vestibularmedicina.uninassau.edu.br.

Profissionais da UPA participam de curso sobre eletrocardiograma em Juazeiro

Profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Juazeiro participaram, nesta terça-feira (09), de mais um curso de capacitação para aperfeiçoamento e qualificação nos atendimentos voltados a sintomáticos respiratórios. A capacitação foi sobre eletrocardiograma (ECG) e teve como finalidade a avaliação e identificação do exame em pacientes com o novo coronavírus.

A apresentação foi realizada pelo cardiologista Dannyl Roosevelt que falou sobre análises de exames em diferentes etapas de evolução da COVID 19 em pacientes com sintomas leves e graves, alterações que podem aparecer no eletrocardiograma e principais alertas e medidas protetivas de evolução para parada cardíaca.  A Unidade de Pronto Atendimento de Juazeiro desde o dia 11 de maio atende exclusivamente casos com sintomatologia respiratória relacionada à COVID 19.

Para o diretor da UPA, Júnior Tanuri, as capacitações estão sendo intensificadas e auxiliam na qualificação dos profissionais para prestarem melhor assistência aos pacientes. “Nossa Unidade de Pronto Atendimento é referência há quase um mês em atendimentos exclusivos de pacientes com a COVID 19 ou outra síndrome respiratória, mas desde março estamos participando de cursos e capacitações para aperfeiçoamento em nossa assistência. Sem dúvida iremos fazer tudo que conseguirmos para elevar o conhecimento da nossa equipe e esse sobre ECG é de uma importância significativa para nossos profissionais”, descreveu.

O médico ainda ressalta que “a gestão municipal tem trabalhado para qualificar os profissionais da rede especializada e também da atenção primária à saúde, tem investido em Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), manutenção e preparação dos ambientes, qualificação profissional e acima de tudo tem trabalhado para a cada dia evitar a propagação do vírus. A UPA tem hoje 5 leitos com respiradores e nenhum paciente internado na sala vermelha,  8 leitos intermediários, neste 4 pacientes estão internados e sendo acompanhados por nossos profissionais”, concluiu.

Nenhum dos 12 militares nomeados por Pazuello para o Ministério da Saúde fez medicina

General Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde. (Foto: José Dias/PR)

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, nomeou pelo menos 12 militares para sua equipe nos últimos dias. Nenhum deles, porém, é formado em medicina, como informa a coluna de Guilherme Amado na Época.

Foram nomeados:

– coronel Antônio Élcio, para secretário-executivo substituto;

– tenente-coronel Reginaldo Machado, para diretor do Departamento de Gestão;

– coronel Luiz Otávio Franco Duarte, para assessor especial;

– tenente-coronel Marcelo Duarte, para assessor do Departamento de Logística;

– subtenente de infantaria André Botelho, para coordenador de contabilidade;

– major Ramon Oliveira, para coordenador de Inovações de Processos;

– subtenente Giovani Cruz, para coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde;

– tenente-coronel Marcelo Pereira, para diretor de programa;

– tenente-coronel Vagner Rangel, para coordenador de execução orçamentária;

– major Angelo Martins, para diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS;

– tenente Mario Costa, para a Subsecretaria de Planejamento e Orçamento;

– capitão Alexandre Magno, para assessor.

Governo reincorpora cubanos ao Mais Médicos; BA recebe 41 profissionais em 30 municípios

Um grupo de médicos cubanos será reincorporado ao programa Mais Médicos para o Brasil. A lista com os nomes e cidades de destino foi  publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (18) pelo Ministério da Saúde.

A Bahia vai receber 41 médicos que vão trabalhar em 30 localidades do estado: Acajutiba, Alagoinhas, Camaçari, Casa Nova, Conceição do Coité, Cruz das Almas, Eunápolis, Feira de Santana, Gongogi, Ilhéus, Inhambupe, Ipirá, Itaguaçu da Bahia, Itaparica, Jaguarari, Jeremoabo, Malhada, Manoel Vitorino, Monte Santo, Morro do Chapéu, Salvador, Santa Cruz Cabrália, São Félix do Coribe, Sátiro Dias, Senhor do Bonfim, Serrolância, Tucano, Urandi, Uruçuca e Wenceslau Guimarães, além do Distrito Sanitário Especial Indígena.

Além da Bahia, foram beneficiados Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão e Minas Gerais.

No mês de março o Ministério da Saúde informou que 7.167 médicos já haviam se inscrito no edital do Mais Médicos para o Brasil aberto para reforçar as equipes de saúde em função da epidemia do novo coronavírus, lembra reportagem da Agência Brasil. A previsão anunciada foi de que até cinco chamadas seriam feitas.

A pasta havia estimado um total de R$ 1,4 bilhão em investimentos, e que esses profissionais poderão atuar em mais de uma unidade de saúde, o que deverá ser organizado pelas respectivas secretarias de saúde.

Faculdade de Juazeiro está com inscrições abertas para preenchimento de 37 vagas no curso de medicina

(Foto: Ascom/Estácio)

A Faculdade Estácio de Juazeiro (BA) lançou o edital de abertura do processo seletivo para preenchimento de 37 (trinta e sete) vagas no curso de Medicina para o 2º semestre de 2020. Podem se inscrever candidatos que tenham realizado o teste do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nos anos de 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019.

A inscrição poderá ser feita pela internet, no site www.portal.estacio.br , bastando selecionar a unidade que deseja fazer a inscrição, preencher os dados cadastrais no formulário específico que está na página, imprimir o boleto bancário e realizar o pagamento da taxa estabelecida até a data de vencimento.

LEIA MAIS

Faculdade de Medicina de Juazeiro abre processo seletivo para preenchimento de 37 vagas

(Foto: Ascom/Estácio)

A Estácio de Juazeiro (BA) lançou o edital de abertura do processo seletivo para preenchimento de 37 vagas no curso de Medicina para o 2º semestre de 2020.

Podem se inscrever candidatos que tenham realizado o teste do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nos anos de 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019. A inscrição poderá ser feita pela internet, no site www.estacio.br/medicina , bastando selecionar a unidade que deseja fazer a inscrição.

LEIA MAIS

Juazeiro: alunos de medicina aderem às aulas ao vivo pela Internet autorizadas pelo MEC

(Foto: Ilustração)

Com o objetivo de garantir a continuidade dos estudos e minimizar os impactos sobre o calendário acadêmico por conta do cenário da COVID-19, os alunos de Medicina da Faculdade Estácio Juazeiro estão tendo aulas através de uma plataforma digital.

As aulas são ministradas pelos mesmos professores que vinham ministrando presencialmente as disciplinas e transmitidas ao vivo pela internet, com interação, chat, discussões e dúvidas, e ainda ficam gravadas para quem não pôde acompanhar.

LEIA MAIS

Revalida de diplomas médicos terá duas edições por ano

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) passará a ter, pelo menos, duas edições por ano. E os profissionais terão a oportunidade de fazer a segunda fase do processo mais de uma vez. Os anúncios foram feitos hoje (19) pelo Ministério da Educação (MEC).

Segundo a pasta, as provas continuarão sendo realizadas como antes, em duas etapas. A primeira com uma prova objetiva e a segunda com prova prática, em uma estação clínica. A diferença, agora, é que o aluno que reprovar a segunda fase pode refazê-la por mais duas vezes em edições consecutivas. Até agora, o candidato precisava realizar todo o processo desde o início. A previsão do MEC é que publicação da portaria para instituir o Novo Revalida e do edital ocorram ainda este ano.

Diploma

O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem trabalhar no Brasil. O exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina inicia trâmites para criação de faculdade de Medicina na Facape

Antônio Habbib, presidente da Facape, e Miguel Coelho, prefeito de Petrolina.

Petrolina deve contar com a primeira faculdade municipal de Medicina de Pernambuco até 2020. O primeiro passo para isso será dado na próxima semana, quando o projeto pedagógico do curso será entregue no Conselho Estadual de Educação.

Os detalhes de todo o processo foram discutidos, nesta quarta-feira (12), entre o prefeito Miguel Coelho e Antonio Habib, presidente da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), autarquia que abrigará o novo curso.

A proposta da nova entidade de ensino é oferecer entre 50 e 60 vagas em uma turma anual. Todos esses estudantes terão formação com um perfil voltado para o atendimento na saúde básica para serem absorvidos, inclusive, na rede municipal.

De acordo com Miguel, a Prefeitura pretende também criar um programa para utilizar os estudantes e profissionais nos postos de saúde do município. “Vamos destinar um investimento importante para a criação desse curso e queremos que esses futuros médicos trabalhem na rede municipal pelo menos um ano, ampliando a oferta de mão de obra de qualidade e melhorando o atendimento ao povo de Petrolina”, explica o gestor.

LEIA MAIS

Senado avança em proposta que libera uso medicinal da maconha

Proposta libera cultivo Cannabis sativa para uso terapêutico.

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (28), um substitutivo da senadora Marta Suplicy (sem partido – SP) ao Projeto de Lei do Senado 514/2017 que libera o uso medicinal da maconha. Antes de vigorar, a matéria tem longo caminho pela frente, já que precisa ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, depois, pelo plenário do Senado. Caso vencidas as etapas com sucesso, o texto será enviado para a Câmara dos Deputados.

A proposta relatada pela senadora Marta Suplicy descriminaliza o semeio, o cultivo e a colheita de Cannabis sativa para uso terapêutico pessoal em quantidade não maior que a suficiente ao tratamento segundo a prescrição médica. O substitutivo  também altera a Lei de Antidrogas (Lei 11.343, de 2006) e passa a liberar o acesso à Cannabis para associações de pacientes ou familiares de pacientes criadas especificamente com esta finalidade.

Sob os olhares de 10 famílias com pacientes que dependem da substância e que acompanharam a votação, a senadora destacou que, a partir do uso da substância, foi possível perceber melhora importante em pacientes com autismo, epilepsia, Alzheimer, Parkinson, nas dores crônicas e nas neuropatias. “O tratamento reduz o sofrimento não só dos pacientes, mas também dos familiares”, ressaltou.

LEIA MAIS

Após ser picada por formiga, neta de ex-prefeito de Pilão Arcado passa mal e morre

Jovem era alérgica ao inseto.

No início dessa semana, uma jovem de 24 anos morreu após passar mal depois de ter sido picada por uma formiga na casa onde morava, em Salvador (BA).

Michelle Teixeira do Valle foi encaminhada ao Hospital da Bahia em estado grave após a picada se desenvolver para grave síncope com choque circulatório e Parada Cardiorrespiratória (PCR).

A vítima, que era estudante de medicina, é neta do ex-prefeito de Pilão Arcado, João Ribeiro do Valle, já falecido, e filha do ex-vereador da cidade, Márcio Ribeiro do Valle.

LEIA MAIS

Projeto petrolinense sobre plantas medicinais é destaque regional

(Foto: Reprodução/Internet)

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina repercutiu em Pernambuco no começo dessa semana. O Jardim Suspenso busca promover hábitos saudáveis e tratamentos alternativos para doenças mais simples através do uso de plantas medicinais.

Os estudantes de medicina vão até escolas orientar os jovens sobre as plantas e incentivar o atendimento humanizado dos profissionais. Tudo começou no bairro Alto da Boa Vista, em Petrolina, onde foi construída uma horta na Unidade Básica de Saúde (UBS) com plantas doadas pelo Recanto Madre Paulina. As plantas medicinais serão utilizadas pela comunidade local de forma gratuita.

“Nosso objetivo era pensar em melhorias para o local e, como a maioria dos atendidos lidava com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, tivemos a ideia de propor medidas que acrescentassem ao tratamento tradicional”, conta Eliene Cerqueira, estudante do primeiro período de medicina e integrante do projeto.

O projeto foi orientado pelo professor Aristóteles Cardona, que falou sobre a relevância da iniciativa. “Muitas vezes o pessoal entra na universidade com uma perspectiva de conhecimentos baseados em livros e muito pouco na realidade concreta. Projetos assim estimulam novas práticas na medicina, aproveitando os saberes populares”, disse.

Com informações do JC

Com bala alojada na coluna, estudante de medicina do Piauí assiste aulas em cima de uma maca

(Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Uma cena diferente tem chamado a atenção de quem frequenta a faculdade de medicina da Universidade Federal do Piauí, campus de Teresina. Todos os dias, uma ambulância adentra as dependências da Universidade sob olhares curiosos de funcionários e alunos.

O veículo serve de transporte para o estudante Leandro Silva de Souza, de 21 anos de idade, que cursa o segundo período de medicina.

Além do veículo especial para conseguir chegar ao centro de formação médica, o jovem Leandro, desloca-se em uma maca por laboratórios e auditórios, além de assistir às aulas, por até oito horas, deitado de bruços.

Desde março deste ano, o estudante enfrenta a pobreza, olhares curiosos, dores posturais e a falta quase completa de acessibilidade na estrutura da universidade para seguir o propósito de ser médico.

“Tenho que lutar todos os dias contra a adversidade, colocar fé e perseverança na cabeça para seguir em frente e nunca deixar de pensar que tudo é possível, que as coisas irão melhorar”, diz.

LEIA MAIS
123