Paulo Afonso: PC-BA prende homem suspeito de sequestrar testemunha que denunciou policiais na Operação Alcateia

Alex Cirino foi sequestrado no começo do mês (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil da Bahia deflagrou uma ação policial nesta quarta-feira (28) em Paulo Afonso, região Norte. Durante a ação, um homem foi preso suspeito de ter participado do sequestro de Alex Cirino Barbosa. Outras duas pessoas estão foragidas, incluindo um oficial da PM-BA.

A ação de hoje foi denominada de Cáfila e também ocorreu em Conde (BA) e uma cidade de Alagoas. Oito mandados de busca e apreensão também foram cumpridos ao longo do dia. De acordo com o órgão, a operação investiga indícios do sequestro e possível homicídio de Alex, registrado no dia 7 de abril, em Paulo Afonso.

LEIA MAIS

Quatro PMs são presos acusados de integrar milícia em Pernambuco

Polícia Civil prendeu PMs suspeitos de homicídios/Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Pernambuco deve apresentar nesta quarta-feira (16) os detalhes da Operação Hostes deflagrada no município de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, e que prendeu quatro policiais militares. Os agentes são suspeitos de homicídio, concussão, porte ilegal de arma de fogo, comércio ilegal de armas e munições e usurpação da função pública. A intenção dos investigadores é desarticular um grupo composto por PMs que funciona como uma milícia privada e com atuação em cidades como Recife, Caruaru, Toritama, além da própria Santa Cruz do Capibaribe.

Além dos policiais, outras três pessoas também foram presas nesta terça-feira (15) e uma pessoa permanece foragida. A Polícia Civil adiantou que foram apreendidas armas, bala clave e coletes a prova de bala durante a operação. Ao todo, foram cumpridos 15 mandados, sendo oito de prisão e sete de busca e apreensão

Hostes

A Operação Hostes é diretamente supervisionada pela chefia da Polícia Civil, por meio do delegado Joselito Kehrle do Amaral. A Diretoria Integrada do Interior 1 (Dinter 1) é a responsável pela coordenação das equipes. Uma coletiva de imprensa está marcada para às 8h30 da quarta-feira na Sede Operacional da Polícia Civil, no Recife

Com informações do ne10