Mais de 100 profissionais da Segurança Pública já foram vacinados contra a Covid-19 em Juazeiro

(Foto: Marcel Cordeiro/PMJ)

Um plantão especial realizado neste sábado (3), no auditório da UNIVASF de Juazeiro, possibilitou a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 em mais de 100 profissionais da Segurança Pública da ativa, com idade acima de 50 anos.

Foram vacinados policiais militares, policiais federais, policiais civis, bombeiros militares, agentes penitenciários, guardas municipais e guardas de trânsito lotados no município.

Além disso, no Centro de Saúde III, que fica no bairro Angary, também foram vacinados profissionais autônomos da saúde, como como médicos, odontólogos, auxiliares de saúde bucal, enfermeiros e técnicos de enfermagem, e idosos com idade acima de 68 anos que aguardavam a segunda dose do imunizante.

Sindsemp realiza blitze promovendo campanha em defesa da mulher, contra a violência e o feminicídio

O Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina esteve nesta segunda-feira (22) visitando diversas Unidades Básicas de Saúde, a fim de divulgar a campanha de proteção à mulher, contra a violência e o feminicídio: não deixe para amanhã, denuncie!

O presidente do Sindsemp, Walber Lins, acompanhado das diretoras financeira e de assuntos extraordinários, Elizete de Souza e Luciedna Batista,  visitaram o Centro de Especialidade Odontológicas de Petrolina, o Centro de Atenção Psicossocial Infanto – Juvenil Josemário Menezes (Capsi) e a Unidade Básica de Saúde Amália Granja de Alencar, na Vila Mocó.

LEIA MAIS

Bombeiros de Juazeiro ganham visita surpresa

(Foto: Corpo de Bombeiros/Juazeiro)

A quarta-feira (9) foi de surpresa para o 9º Grupamento de Bombeiro Militar de Juazeiro. A mãe de um bebê nascido dentro de um carro, em caráter de emergência, no interior do quartel de Juazeiro há cinco meses resolveu levar o mais novo membro da família para agradecer pessoalmente o serviço dos militares.

Na época, as manobras do parto foram realizadas pela soldado Daniela, que ficou emocionada com a visita. A surpresa contagiou a todos do grupamento. O bebê ainda não foi registrado em cartório, mas o Comandante do 9° GBM, Tenente Coronel Tarcísio Ribeiro, garantiu que tomará todas as medidas para regularizar a situação da criança nos próximos dias.

Nenhum dos 12 militares nomeados por Pazuello para o Ministério da Saúde fez medicina

General Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde. (Foto: José Dias/PR)

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, nomeou pelo menos 12 militares para sua equipe nos últimos dias. Nenhum deles, porém, é formado em medicina, como informa a coluna de Guilherme Amado na Época.

Foram nomeados:

– coronel Antônio Élcio, para secretário-executivo substituto;

– tenente-coronel Reginaldo Machado, para diretor do Departamento de Gestão;

– coronel Luiz Otávio Franco Duarte, para assessor especial;

– tenente-coronel Marcelo Duarte, para assessor do Departamento de Logística;

– subtenente de infantaria André Botelho, para coordenador de contabilidade;

– major Ramon Oliveira, para coordenador de Inovações de Processos;

– subtenente Giovani Cruz, para coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde;

– tenente-coronel Marcelo Pereira, para diretor de programa;

– tenente-coronel Vagner Rangel, para coordenador de execução orçamentária;

– major Angelo Martins, para diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS;

– tenente Mario Costa, para a Subsecretaria de Planejamento e Orçamento;

– capitão Alexandre Magno, para assessor.

Testes rápidos realizados em militares de Petrolina registram 13 policiais com a Covid-19

(Foto: Ascom)

A Prefeitura de Petrolina realizou nesta sexta-feira (29), mais um mutirão de testagens rápidas para detectar a Covid-19. Além das pessoas que já estavam notificadas pela Secretaria de Saúde, também foram testados policiais militares do 5º Batalhão (BPM) e do 2º BIEsp. Dos 717 testes rápidos realizados nesta sexta-feira, 13 deram positivos para o novo coronavírus. Do Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE), o município recebeu três exames positivos.

Foram confirmados por testes rápidos 8 mulheres com idades entre 07 e 49 anos, 5 homens entre 06 e 59 anos. Os pacientes positivados após análises laboratoriais são dois homens de 32 anos e 35 anos, e uma mulher de 39.

Com essas 16 novas confirmações, o total de casos subiu para 249. São 181 casos confirmados através de testes rápidos feitos pela prefeitura e 68 diagnosticados através de exame laboratorial. As curas clínicas aumentaram para 97. Sete mortes foram registradas.

Hospital de campanha

O hospital de campanha da prefeitura não recebeu novos pacientes nesta sexta-feira, permanecendo três leitos ocupados. Os três pacientes internados seguem sob os cuidados da equipe multidisciplinar do hospital.

SRAG

O boletim com casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) aponta que são 66 casos em investigação e 30 já foram descartados. Confirmados somam 9 casos, além de um óbito.

Bolsonaro luta pela sobrevivência política e abre caminho a militares, diz Jornal americano

O presidente Jair Bolsonaro está lutando pela sua sobrevivência política após ser “golpeado por uma torrente de investigações sobre ele e sua família” e se tornou “dependente” de militares mais experientes, dando-lhes o maior poder desde a ditadura militar. É o que diz uma reportagem publicada hoje no jornal americano “The New York Times”.

Além das investigações contra Bolsonaro envolvendo denúncias do seu ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, o jornal também cita “queda livre” da economia e “críticas ao manejo descuidado de uma das epidemias de coronavírus que mais crescem no mundo”.

LEIA MAIS

Gonzaga Patriota é membro oficial da Comissão que vai analisar a reestruturação da carreira das Forças Armadas

Foto: arquivo

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) em pronunciamento, nesta terça-feira (08), em Brasília, comunicou que foi indicado pelo PSB como membro efetivo da Comissão Especial destinada a proferir Parecer ao Projeto de Lei nº 1645/2019, de autoria do poder executivo, que propõe a reestruturação na carreira dos militares, no qual, consta o acréscimo de 05 (cinco) anos no tempo de serviço (passando o tempo mínimo de 30 para 35 anos); exigido para o militar adquirir o direito de transferência para a reserva remunerada. A diminuição do efetivo composto por militares de carreira, também está inclusa na proposta, sendo então substituído pelo efetivo de militares temporários, entre outras mudanças.

“Eu tive a honra de receber do Exército, da Marinha, da Aeronáutica as maiores Comendas e agora participo dessa Comissão do PL 1645. Quero que todos nesse PL sejam tratados com igualdade, pois está havendo algumas reclamações de sargentos, cabos e soldados que há uma diferença entre os graduados e os não graduados. Quero fazer aqui esse apelo e que chegue ao conhecimento de todos da Comissão”, disse.

Para o deputado socialista a reformulação na reestruturação da carreira dos militares, precisa atender de maneira homogênea, equivalente e proporcional a todos os militares. “Porque sendo este Projeto aprovado na íntegra, como aqui apresentado, será o fim da integralidade, da paridade e da isonomia, entre os postos, dentro das carreiras dos militares”, avaliou.

E completou: “se o PL for aprovado sem as alterações, a cota de sacrifício ficará restrita somente aos soldados, cabos e sargentos, o que não é justo, pois é dever do parlamento a correção necessária para que a justiça seja feita, isto não ocorrendo, ao invés de dar uma proteção social da carreira dos militares, teremos um desamparo a essas carreiras”, falou.

Cúpula militar vê risco de ataque a Bolsonaro acirrar ânimos

A cúpula das Forças Armadas avalia que o ataque ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) pode levar ao acirramento dos ânimos no processo eleitoral.

Os comandantes militares estavam reunidos no Ministério da Defesa quando foram avisados que Bolsonaro foi esfaqueado na tarde desta quinta-feira (6) em ato de campanha na cidade de Juiz de Fora (MG).

Eles receberam a notícia com preocupação e destacaram o ineditismo do ataque a um presidenciável durante evento de campanha. A avaliação foi de que os ânimos já exaltados no país durante a campanha podem se acirrar.

Em março, quando a campanha presidencial ainda não havia começado, dois ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram atingidos por tiros. Ninguém foi ferido.

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, estava em reunião com os comandantes Eduardo Villas Bôas (Exército), Eduardo Bacellar Leal Ferreira (Marinha) e Nivaldo Luiz Rossato (Aeronáutica) e com o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Ademir Sobrinho. O encontro, que começou às 15h, estava marcado previamente.

A análise dos militares é que o homem que atacou Bolsonaro provavelmente agiu por fanatismo, em ato isolado, que não tem relação com outros candidatos ou partidos.

Policiais Militares acusados de fraudes e corrupção em Pernambuco são afastados das funções

Militares da Casa Civil do Estado foram alvos da Operação da Polícia Federal. (Foto: Luiz Pessoa)

Seis meses após a deflagração da Operação Torrentes, dois policiais militares acusados de crimes como fraudes em licitações e corrupção foram afastados das funções públicas pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Uma portaria determinou que o tenente-coronel Fábio de Alcântara Rosendo, ex-secretário-executivo da Casa Civil de Pernambuco, e Laurinaldo Félix Nascimento, ex-coordenador administrativo da mesma secretaria, vão permanecer afastados por no mínimo 120 dias.

O capitão do Corpo de Bombeiros Flávio Henrique de Andrade Figueiredo, denunciado pelo crime de peculato na mesma operação, também foi afastado das funções. Além disso, os três militares também devem entregar imediatamente as identificações funcionais de policial e as armas e utensílios funcionais que estão em posse deles.

LEIA MAIS

Em Petrolina, desfile de 7 de Setembro reúne estudantes e militares na Av. Guararapes

O desfile teve início na Praça do Bambuzinho e percorre a Avenida Guararapes até a Praça das Algarobas. (Foto: Marco Aurélio)

Grande público marca presença no desfile de 7 de Setembro, nesta quinta-feira (7), na Av. Guararapes, em Petrolina. O desfile cívico, conta com militares, estudantes e manifestantes com o “Grito dos Excluídos”.

A programação começou às 08h com o hasteamento das bandeiras em frente à prefeitura. O desfile teve início na Praça do Bambuzinho, percorrendo a Avenida Guararapes até a Praça das Algarobas.

(Foto: Jonas Santos)

O prefeito Miguel Coelho (PSB) recepcionou os militares e as autoridades. O momento cívico, conta com alunos de escolas públicas e particulares, Exército, da Marinha, da Aeronáutica, do Corpo de Bombeiros, da Guarda Municipal e Polícia Militar.

A Polícia Militar levou cães, viaturas e motos para o desfile. (Foto: Marco Aurélio)

Petrolina: 1ª Corrida e Caminhada Duque de Caxias acontece em setembro

(Foto: ASCOM)

No dia 17 Setembro o Círculo Militar do Médio São Francisco (CMMSF) e o Clube dos Subtenentes e Sargentos do Médio São Francisco (CSSMSF) realizarão a 1° Corrida e Caminhada Duque de Caxias com concentração e largada no CMMSF, na Orla de Petrolina a partir das 07h30.

Os objetivos do evento são de homenagear o patrono do Exército Brasileiro, Duque de Caxias,estimular a prática de esportes e promover o congresso entre o Exército Brasileiro, sociedade local e demais instituições.

O evento é sem fins lucrativos, sendo o percurso de 6 km, pela orla de Petrolina. A taxa de inscrição é de 40 reais. O atleta terá direito a uma camisa do evento, microchip para cronometragem eletrônica, numeração, medalha de participação, além do apoio de água e mesa de frutas após a atividade.

A premiação da corrida será concedida aos 1°, 2° e 3° lugares gerais dentro dos segmentos masculino e feminino.

  • 1° lugar: 500,00
  • 2° lugar: 200,00
  • 3° lugar: 100,00

O evento contará com uma série de estandes dos patrocinadores os quais terão a oportunidade de apresentar seus serviços e produtos.

Haverá também atividades e recreação para crianças,venda de comidas e bebidas, food truck e música. Os atletas poderão se inscrever nos postos no Juá Garden, River Shopping, CMMSF e também pelo site www.cronoschip.com.br.

Reajuste de PMs e Bombeiros é aprovado em segunda votação e oposição judicializará caso

A matéria foi acatada pela unanimidade dos parlamentares presentes e a votação aconteceu sob protestos dos deputados de Oposição, que novamente deixaram o Plenário

Após a aprovação, em segunda votação, do projeto que reajusta os salários de bombeiros e policiais militares na tarde desta quarta-feira (15), a bancada de oposição da Assembleia Legislativa anunciou que vai entrar com uma ação judicial solicitando a anulação das sessões que aprovaram o texto. O líder da bancada, Sílvio Costa Filho (PRB), também protocolou um ofício para pedir esclarecimentos ao procurador geral da Assembleia sobre o não cumprimento do inciso 1° do artigo 231 do regimento interno da casa.

No entendimento dos oposicionistas, houve atropelo no regimento quando as comissões de Administração, Finanças e Legislação e Justiça votaram os pareceres do projeto na última segunda-feira (13). A leitura é de que precisaria haver cinco sessões legislativas, a contar do início da tramitação do projeto, para que houvesse deliberações. Desde que passou a tramitar na Casa, houve sessões nos dias 7, 8, 9 e 13 de fevereiro.

O projeto de lei complementar 1166/2017, que reajusta os subsídios de 27,5% a 40%, a depender da patente dos militares, foi chancelado por 32 parlamentares, assim como aconteceu na tarde da última terça-feira (14). Novamente, a oposição retirou-se do plenário por não concordar com a legalidade da tramitação do texto. Nesta quinta-feira (16) o texto será analisado na comissão de redação final e depois seguirá para a sanção do governador Paulo Câmara (PSB), que deve acontecer na sexta-feira.

O deputado Joel da Harpa (PTN), que representa os militares na Casa de Joaquim Nabuco, fez críticas ao projeto 1159/2017. De acordo com o parlamentar, o texto configura-se como uma “grande armadilha do governo para para os militares do estado”, já que três promotores de Justiça do Ministério Público (MPPE) que atuavam na corregedoria geral da Secretaria de Defesa Social para analisar decisões envolvendo questões disciplinares dos militares foram retirados do posto. “Estamos assinando um cheque em branco para o estado perseguir (a categoria)”.

Governo defende legalidade

O líder do governo, Isaltino Nascimento (PSB), voltou a defender a legalidade da tramitação do projeto que reajusta os salários de PMs e Bombeiros, afirmando que o texto atende às principais reivindicações da categoria. “Foi discutido dentro das comissões. A oposição participou do debate ontem e hoje, não participando apenas da votação”, resumiu.

Sobre o projeto envolvendo a atuação do MPPE dentro da corregedoria da Secretaria de Defesa Social, Isaltino defendeu que o órgão tem condições de fazer a análise dos processos envolvendo os militares sem estar auxiliando diretamente o Poder Executivo. “(Esse auxílio) vai ser restabelecido quando for necessário, quando houver qualquer tipo de questionamento ou recurso”, disse.

Com informações do Diário de Pernambuco

Governo do Espírito Santo anuncia demissão de 161 policiais militares

Medida será publicada no Diário Oficial desta terça-feira/Foto: Pablo Jacob da Agência O Globo

A Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo (Sesp) informou que serão publicadas nesta terça-feira (14), no Diário Oficial, as demissões de 161 policiais militares envolvidos na paralisação das forças de segurança, além dos primeiros Inquéritos Policiais Militares (IPMs).

De acordo com o governo, as demissões serão concluídas em até 30 dias. Serão publicados os inquéritos dois tenentes-coronéis, um major, e um capitão da reserva remunerada. No total, 703 policiais são investigados.

 

 

Parlamentares voltam a discutir proposta que reajusta vencimentos de policiais e bombeiros militares

Deputados defendem junção de forças para que o projeto satisfaça a todas as partes interessadas/Foto: Giovanni Costa

Publicada no Diário Oficial do Poder Legislativo desta terça (7), a proposta que reajusta os vencimentos de policiais e bombeiros militares em Pernambuco motivou nova rodada de debates em torno das demandas dos profissionais da segurança pública e da situação financeira do Estado. Durante a Reunião Plenária, os parlamentares discorreram sobre os principais termos do Projeto de Lei Complementar (PLC) n° 1166/2017 e propuseram a união de esforços para que, ao fim da tramitação, a proposição satisfaça a todas as partes interessadas.

O deputado Edilson Silva (PSOL) defendeu o fortalecimento do processo democrático nas corporações militares do Estado, a fim de garantir maior participação dos profissionais nas decisões que afetem a categoria. Sobre a proposta do Executivo, o psolista pediu “equilíbrio” nas discussões.

O deputado Antônio Moraes (PSDB) pediu responsabilidade dos parlamentares durante a tramitação do PLC. Segundo ele, é preciso esclarecer o motivo de haver diferença entre a proposta do Estado para a Polícia Militar e a negociação salarial feita com a Polícia Civil, em dezembro do ano passado.

“O reajuste acompanha outras ações a favor da PM, desenvolvidas nos últimos anos. Entre 2015 e 2016, houve 7900 promoções e trabalhamos na melhoria do vale-refeição, do auxílio-farda e do auxílio-transporte”, enumerou o líder do Governo, deputado Isaltino Nascimento (PSB).

A deputada Priscila Krause (DEM) propôs que seja feita uma reunião conjunta entre as Comissões de Justiça, Administração Pública e Finanças – por onde o projeto tramitará – para permitir um debate mais amplo da proposta pelos parlamentares.

LEIA MAIS

Solenidade marca a chegada do novo comandante da Aeronáutica em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a manhã desta quarta-feira (25), uma solenidade no Hotel de Trânsito da Aeronáutica recebeu o novo comandante do Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo de Petrolina, o 1º Tenente Paulo Augusto Lacerda de Almeida Pinto.

A cerimônia contou com a presença do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, Militares, Políticos de outras regiões, representantes de instituições educacionais, amigos e familiares dos militares.

O Capitão Lício Santos de Jesus deixou o cargo com um discurso pautado na gratidão e agora deixa Petrolina e segue para São José dos Campos (SP).

12