Após comprovarem perdas, 13 municípios pernambucanos receberão Garantia-Safra referente a 2018/2019

Garantia-safra está garantido aos pernambucanos (Foto: Josué da Mata)

Os trabalhadores rurais de 13 cidades pernambucanas receberão o Garantia-Safra no valor de R$ 850. O Governo do Estado anunciou a destinação de aproximadamente R$ 22 mil para as famílias do campo, elevando o número de beneficiados para quase 55 mil.

Araripina, Bodocó, Carnaubeira da Penha, Flores, Sertânia, Tacaratu e Terra Nova, no Sertão do Estado, e Belo Jardim, Ibirajuba, Lajedo, Orobó e São Bento do Una, no Agreste estão na lista das cidades contempladas com o recurso.

Segundo o Governo de Pernambuco o que houve foi uma mudança. Inicialmente as cidades não estavam registradas na perda da safra 2018-2019, mas apresentaram recurso ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e conseguiram comprovar o problema.

“Com os resultados, colocamos a nossa equipe da Coordenação Estadual do programa à disposição das gestões municipais e orientamos as prefeituras a anexar laudos de vistorias e recorrer ao Ministério”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, Dilson Peixoto.

Superintendência do INCRA em Pernambuco tem nova chefia

Kaio Maniçoba não é mais o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) em Pernambuco. Ele foi surpreendido com sua exoneração nessa terça-feira (2), quando o Ministério da Agricultura anunciou no Diário Oficial a nomeação de Thiago Angelus Conceição Brandão.

LEIA TAMBÉM

Pernambuco: Kaio Maniçoba assume Superintendência do INCRA

A nomeação feio através da Portaria n° 179/2020, assinado pela ministra Tereza Cristina. Thiago Brandão já foi vice-presidente da AD Diper, no Estado. De acordo com o Blog do Magno, ele a mudança pegou Kaio de surpresa, pois não houve aviso prévio.

Thiago Brandão é formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Boa Viagem e tem vasta experiência na administração pública. Ele atuou no Detran (RN), na Infraero (PE) no setor de Comunicação. Em seguida ingressou na AD Diper na função de coordenador do Arranjo Produtivo Local de Fruticultura, depois assumiu a Gerência do Programa do Artesanato de Pernambuco e também organizou a realização da Fenearte.

Petrolina: parcelas do Garantia-Safra serão pagas ainda neste mês

(Foto: Jonas Santos/PMP)

De 2.053 agricultores a folha de pagamento do Garantia-Safra de Petrolina passou para 2.084 produtores rurais que serão contemplados neste mês de abril. Na nova lista foram adicionados mais 31 agricultores que até o momento não haviam recebido nenhuma parcela do benefício, devido a problemas cadastrais.

O pagamento está vindo de maneira integral, inclusive, de agricultores que não recebiam nenhum valor há vários anos. Os demais 2.053 agricultores vão receber as parcelas de abril e maio juntas o que garante R$ 340 para os que já vinham recebendo desde janeiro deste ano.

LEIA MAIS

Garantia-safra 2018/2019 será pago no valor integral em abril

Valor pago em abril será integral (Foto: Ascom)

O pagamento do programa Garantia-Safra será antecipado nesse mês. O Governo Federal autorizou o pagamento integral da temporada 2018/2019 e não mais parcelado como acontece de praxe. Ou seja, quem receber em abril terá na conta os R$ 850.

Os agricultores contemplados até março serão contemplados com as parcelas retroativas aos valores já recebidos por eles. 149 municípios de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe serão contemplados com o recurso.

Confira as parcelas e o valor a ser recebido:

LEIA MAIS

Guilherme Coelho é eleito novo presidente da Abrafrutas

Empresário do ramo, ex-prefeito de Petrolina assume posto mais alto da Associação (Foto: Ascom)

A Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) tem uma nova diretoria. A presidência da instituição ficou com o petrolinense Guilherme Coelho que até então exercia a função de vice-presidente do grupo.

A decisão foi tomada por videoconferência na quinta-feira (2). A nova chapa da Abrafrutas ficará no comando por três anos. Engenheiro agrônomo, empresário da fruticultura, ex-prefeito e ex-deputado federal, Guilherme Coelho tem as credenciais necessárias para exercer sua função.

“Nós estamos dentro do grupo de serviços essenciais, serviços estes que não podem parar. O agro está dando um recado a população, o Agro está dizendo: Fiquem vocês em casa que nós estamos aqui trabalhando para que não falte alimento“, disse ao assumir a presidência em meio à pandemia do novo coronavírus.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina esteve na videoconferência e referendou a escolha de Guilherme para a Abrafrutas. A nova diretoria da Abrafrutas ficou da seguinte forma:

LEIA MAIS

Ministério da Agricultura afirma não haver risco à saúde pública. após peixe apontar índice de contaminação por mancha de óleo

Fragmentos já chegaram ao Sudeste (Foto: Marinha do Brasil)

Exames feitos em amostras de pescados nas áreas atingidas pelo vazamento de óleo identificaram peixes com valores acima dos níveis definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A situação foi percebido em duas amostras.

Outras 66 amostras – incluindo peixe, camarão e lagosta – tiveram resultados abaixo do permitido. A análise foi feita pela unidade avançada do Laboratório Federal de Defesa Agropecuária em Santa Catarina, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a partir de pescados coletados entre os dias 6 e 8 de novembro.

Apesar dos níveis elevados em duas amostras, o Ministério da Agricultura voltou a afirmar que não há risco para a saúde pública nem limitação ao consumo de pescados marinhos, por enquanto. “Essas são as primeiras análises encontradas acima dos níveis de preocupação e não há uma série histórica para se estabelecer um comparativo de contaminação de pescados antes e depois do derramamento de óleo”, pontua a nota.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento visita Petrolina e Juazeiro nesta semana 

(Foto: Internet)

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) inicia nesta quarta-feira (2), nova missão exploratória no Nordeste brasileiro. O objetivo é conhecer iniciativas de sucesso implementadas nos estados de Piauí, Pernambuco e Bahia que poderão ser replicadas para outras áreas da região por meio do projeto estratégico AgroNordeste, lançado oficialmente no final da tarde de hoje (1º) pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), em solenidade no Palácio do Planalto.

O AgroNordeste pretende impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural e será implantado em 2019 e 2020 em 230 municípios dos nove estados do Nordeste, além de Minas Gerais, divididos em 12 territórios, alcançando uma população rural de 1,7 milhão de pessoas.

A comitiva do Mapa parte de Teresina e vai para Parnaíba, no Piauí, passa passa pela Bahia e será finalizada na tarde de sexta-feira (4) em Petrolina- (PE). O grupo é formado pelo secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Ministério, Fernando Camargo; pelo presidente da EMBRAPA, Celso Moretti; pelo diretor do AgroNordeste, Danilo Forte; pela diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação, Mariane Crespolini; pelo diretor de Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas, Orlando Castro; e pelo coordenador de Instrumentos de Agricultura Irrigada,  Valdir Juswiak.  Em Petrolina, a equipe será reforçada com as presenças do chefe-geral da Embrapa Semiárido, Pedro Carlos Gama da Silva, e dos superintendentes do BNB de PE, Ernesto Lima Cruz, e da Bahia, José Gomes da Costa.

LEIA MAIS

Ministra da Agricultura participará de workshop em Petrolina sobre novas variedades da uva

em seis dias de precipitação, produtores calculam prejuízos que já chegam a R$ 7 milhões. (Foto: ASCOM)

A passagem de Tereza Cristina por Petrolina na segunda-feira (15) ganhou mais um compromisso oficial. A ministra da Agricultura participará, às 18h, de um workshop realizado na Fundação Nilo Coelho, sobre as novas variedades de uva cultivadas na região do São Francisco.

O encontro é promovido pelo Sindicato dos Produtores Rurais, em parceria com a Codevasf, Valexport, grupo Labrunier e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco (SECTI). Segundo o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais, Jailson Lira o workshop será um momento para apresentar as demandas dos agricultores.

LEIA TAMBÉM:

Agenda de ministra sofre alteração; visita a Juazeiro ficará para a tarde de segunda-feira

“Esse projeto de aprimoramento e desenvolvimento de novas espécimes de uva surgiu da necessidade imperativa de nós, produtores, renovarmos o plantel de variedades de uvas de mesa no Vale do São Francisco, em substituição às antigas, sem sementes. Isso ocorreu para que continuássemos competitivos diante de um mercado global cada vez mais fechado. A presença da ministra vai servir, por tanto, para discutir como o governo poderá contribuir nessa questão”, disse.

As pesquisas são lideradas pela Codevasf, que desde 2010 busca apresentar espécimes com tolerância à chuva, resistência às pragas, novos sabores e formatos exóticos, visando agradar o consumidor estrangeiro e nacional.

Agenda de ministra sofre alteração; visita a Juazeiro ficará para a tarde de segunda-feira

Tereza Cristina faz sua primeira visita a Juazeiro (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

Na próxima segunda-feira (15) a ministra da Agricultura, Tereza Cristina desembarca na região para sua primeira visita a Petrolina e Juazeiro (BA). Ontem o Blog mostrou que ela conhecerá as instalações do SENAR, na cidade vizinha, mas de acordo com o próprio Ministério, a agenda foi modificada.

LEIA TAMBÉM:

Ministra da Agricultura visita SENAR de Juazeiro na segunda-feira

Cristina chegará a Juazeiro às 17h e não mais às 11h. Além de conhecer o SENAR, a ministra acompanhará uma apresentação do presidente do Sistema FAEB/SENAR, Humberto Miranda, sobre as potencialidades do Vale do São Francisco.

Compromissos

Essa é a terceira etapa da viagem de Tereza Cristina, titular da pasta de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ao Nordeste. A primeira parte dos compromissos na região começa por Petrolina, às 9h no Sindicato Patronal Rural, onde se reúne com lideranças ligadas à produção de cana-de-açúcar. Pela tarde os compromissos serão todos em Juazeiro, no Distrito de Maniçoba e no SENAR.

Ministra da Agricultura visita SENAR de Juazeiro na segunda-feira

(Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

Na próxima segunda-feira (15) a ministra da Agricultura, Tereza Cristina desembarca na região para uma extensa agenda de compromissos. Além de sua passagem por Petrolina, ela visitará também a cidade de Juazeiro (BA). No lado baiano do rio, Cristina realiza uma visita técnica ao Centro de Excelência em Fruticultura do Sistema CNA/FAEB/SENAR.

A visita está prevista para 11h. O objetivo é conhecer o Centro de Referência, momento no qual a ministra conhecerá mais sobre as potencialidades do Vale do São Francisco na agricultura.

Essa será a segunda visita de ministros do governo de Jair Bolsonaro (PSL) à região. Ontem (11) o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto esteve em Petrolina.

Miguel Coelho busca recursos federais para investir na infraestrutura de Petrolina

(Foto: ASCOM)

Cumprindo agenda na capital federal, o prefeito Miguel Coelho se reuniu com ministros na segunda-feira (26). Em Brasília, o gestor buscou a liberação de recursos os quais serão investidos em obras de infraestrutura em Petrolina.

Miguel esteve acompanhado do senador Fernando Bezerra Coelho e juntos visitaram o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. A reunião tratou do investimento de R$ 5 milhões em recapeamento e manutenção de avenidas, estradas e ruas da cidade.

O prefeito e o ministro também discutiram uma parceria para a elaboração de um plano de drenagem. Miguel também visitou o Ministério da Agricultura, onde reivindicou a aceleração de recursos para concluir as obras no matadouro municipal, com data para ser reaberto em junho deste ano.

Fernando comemora decisão do Governo Federal que estende por mais um ano os benefícios do “Programa do Milho”

O Senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) comemorou a decisão do Ministério da Agricultura em prorrogar até 31 de dezembro de 2018, o benefício concedido aos pequenos agricultores do Nordeste, no chamado “Programa do Milho”.

A resolução, publicada nesta sexta-feira (29), no Diário Oficial da União, amplia em um ano a venda de milho no balcão, o que na prática reduz pela metade o preço da saca para os produtores.

A medida é fruto de uma solicitação de Fernando Bezerra ao ministro da Agricultura Blairo Maggi, para sustentar o preço do grão mais barato, garantindo que os produtores possam continuar mantendo os rebanhos.

O “Programa do Milho” foi idealizado por Fernando em 2013, quando ele era ministro da Integração Nacional. Em 2016 Fernando Bezerra retomou os debates sobre o tema com o Governo Federal, iniciando uma série de reuniões com os ministérios da Agricultura, Fazenda e Planejamento.

Em fevereiro deste ano a implantação do programa foi anunciada em cerimônia no Palácio do Planalto.

“Esta decisão ajuda muito os pequenos produtores do Nordeste, que perderam a maior parte das suas criações após seis anos de seca e não tinham mais recursos para comprar as rações. Com o subsídio estendido, eles vão permanecer todo o ano de 2018 trabalhando, produzindo e gerando empregos. Esta é a nossa luta”, afirmou Fernando.

Ministério da Agricultura identifica irregularidades em 45 amostras de azeites

(Foto: Internet)

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento identificou irregularidades em 45 marcas de azeite, entre 140 coletadas nos últimos dois anos. A fraude mais comum praticada por empresas envazadoras é a utilização de óleo vegetal com azeite lampante (extraído de azeitonas deterioradas ou fermentadas), que tem cheiro forte e acidez elevada e não deve ser destinado à alimentação.

A equipe de fiscalização inspecionou 279 amostras de 214 lotes. Do total, 38,7% dos lotes tinham problemas e 79% das irregularidades eram relacionadas a baixa qualidade. As amostras foram colhidas em 12 estados e no Distrito Federal, num total de 322.329 litros. Desses, 114.750 litros foram considerados adequados e 207.579 litros apresentaram problemas.

Os estados onde foram registradas mais irregularidades foram São Paulo, Paraná e Santa Catarina. além do Distrito Federal, onde se concentra o maior número de empresas que envazam o produto. No Paraná, foram identificadas empresas que vendiam produto como azeite de oliva, mas com composição de 85% de óleo de soja e 15% de lampante.

As fraudadoras foram autuadas, multadas em até R$ 532 mil por irregularidade encontrada e os produtos foram apreendidos para descarte. As empresas também foram denunciadas ao Ministério Público. O próximo passo é a abertura de inquérito policial.

Segundo o ministério, a primeira coisa em que o consumidor deve prestar atenção é no preço do azeite, desconfiando se estiver muito abaixo do padrão. Qualquer adição ou mistura com outros óleos vegetais requer que o produto seja rotulado como “óleo misto ou composto”, devendo o consumidor ser obrigatoriamente informado sobre os percentuais que compõem a mistura.

Fonte EBC

Antes tarde do que nunca:Temer recria Ministério da Cultura

ministro da cultura

A extinção do Ministério da Cultura gerou uma grande insatisfação de artistas e entidades culturais, o que obrigou Temer a recriá-lo. Foto:Uol

O Presidente interino, Michel Temer (PMDB) na sua composição ministerial havia incorporado alguns ministérios, como foi o caso do Ministério da Cultura ao Ministério da Educação.

Ocorre que tal decisão causou uma grande insatisfação no meio artístico e entidades culturais, desse modo Temer, optou por recriar o Ministério da Cultura nomeando Marcelo Calero, que na quarta-feira (18), tivera sido nomeado como secretário nacional de Cultura, agora é novo ministro da pasta. A recriação do Ministério da Cultura, será feita por meio de uma medida provisória, a ser editada na segunda-feira (23). A posse de Calero deve ocorrer na terça-feira (24).

Com o anúncio da volta do Ministério da Cultura muitos artistas, entre eles a cantora baiana Daniela Mercury, consideraram uma “Vitória” para a classe e consequentemente para o engrandecimento da cultura no Brasil.

Com informações Uol