Petrolina: vereadores divergem sobre Moção de Aplausos a empresa Monsanto

Oposição foi contrária ao Requerimento de Cancão (Foto: Blog Waldiney Passos)

Oposição e Situação novamente divergiram na Câmara de Petrolina na sessão dessa terça-feira (23). O motivo da divisão foi o Requerimento nº 103/2019 apresentado por Ronaldo Souza (PTB). Cancão pediu uma Moção de Aplausos a Monsanto Bayer Petrolina.

Segundo o edil, desde 2013 a empresa “vem realizando pesquisas de ponta para o desenvolvimento de novas linhagens de híbridos de milho”. Contudo, a Moção não foi bem recebida por seus pares Cristina Costa (PT) e Gilmar Santos (PT).

Gilmar pediu destaque e o Requerimento foi votado em separado. Ao justificar sua negativa ao pedido, o petista justificou que a “Monsanto é uma das maiores empresas produtoras de agrotóxicos, junto com a Bayer se torna o maior conglomerado”.

LEIA MAIS

Corpo de Bombeiros de Juazeiro recebe Moção de Aplausos pelo trabalho realizado durante incêndio da loja HB tecidos

Vereadores Anastácio -PC do B e Florêncio Galdino – PDT. (Foto: ASCOM)

Foi lida durante o Expediente da Sessão Ordinária da Câmara de Juazeiro, nesta terça-feira (10), uma Moção de Aplauso ao 9º Grupamento de Bombeiro Militar (9ºGBM) referente ao excelente trabalho realizado na contenção de incêndio ocorrido no último dia 6 de abril na Loja de Tecido HB. O reconhecimento foi realizado pelos vereadores Florêncio Galdino (PDT) e Anastácio (PC do B).

Anastácio lembrou que a ação contou com a ajuda de outras instituições também. “Tivemos também o apoio do SAAE, do Exército, do Corpo de Bombeiros de Petrolina, houve uma força-tarefa. Então fica aqui um agradecimento aos bravos bombeiros que conseguiram apagar o fogo”, disse Anastácio.

Já Florêncio Galdino destacou a garra dos Bombeiros e se solidarizou com os funcionários da loja HB. “Sabemos o quanto foi difícil para o Corpo de Bombeiros cumprir aquele desafio, mas saíram de lá vitoriosos, pois conseguiram apagar o fogo. Então, fica o reconhecimento da Câmara de Vereadores de Juazeiro a todos os envolvidos nesse heroico feito. Ficamos triste por causa de toda a história e por todos os funcionários, mas sabemos que conseguirão dar a volta por cima”, concluiu.

Vereador Gaturiano Cigano indica moção de aplausos à atuação de Marcos Bacelar em Petrolina

 

Juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina, Marco Franco Bacelar

Durante a sessão ordinária dessa terça-feira (07), na Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Gaturiano Cigano apresentou o requerimento nº. 387 /2017, que previa uma Moção de Aplausos ao Juiz da Vara da Infância e Juventude da cidade, Marco Franco Bacelar, pelo importante trabalho desenvolvido à frente da instituição. O requerimento foi aprovado por unanimidade.

“Temos acompanhado o importante e exitoso trabalho do juiz Marco Bacelar ao longo dos anos na Vara da Infância e Juventude de Petrolina, juntamente com sua equipe de agentes do Poder Judiciário, Dr. Marco tem tido uma trajetória marcante para as nossas crianças e jovens. O devido reconhecimento é preciso”, afirmou Gaturiano.

Vaquejadas: vereadores de Petrolina aprovam Moção de Aplausos ao Senador Otto Alencar

Vereador Gabriel Menezes (PMDB) apresenta Moção de Aplausos ao senador Otto Alencar (PSD/BA)/Foto: Blog Waldiney Passos

A Câmara Municipal de Petrolina aprovou na sessão de ontem (16), uma Moção de Aplausos ao Senador Otto Alencar (PSD/BA), por ser o autor da proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a realização das vaquejadas, aprovada após uma decisão do Supremo Tribunal Federal no ano passado, que considerou inconstitucional a lei que regulamentava a atividade.

Autor do requerimento, o vereador Gabriel Menezes (PMDB), enalteceu a iniciativa do senador baiano em defesa da vaquejada, uma das mais importantes manifestações culturais do povo nordestino.

“Logicamente cobrando o bem-estar animal, primando ali pelo bem-estar do boi, do cavalo e do vaqueiro, porque são os três atores principais e com a falta de um deles a vaquejada não teria sentido. Então que essa Casa registre total apoio e solidariedade a causa da vaqueirama, a defesa da cultura do vaqueiro e esta Moção de Aplausos, que é extensiva a todos os senadores que foram sensíveis e votaram a favor dessa PEC”, comentou.

Segundo o edil, as vaquejadas movimentam R$ 600 milhões anualmente, empregam diretamente 120 mil pessoas e indiretamente mais de 700 mil. “Seria inadmissível aceitarmos o desaparecimento de uma hora para outra de algo tão importante principalmente para nós nordestinos”, enfatizou.

Gabriel se mostrou ainda confiante na aprovação da matéria também na Câmara dos Deputados.