Número de mortes nas rodovias federais de Pernambuco foi o 2º menor nos últimos 10 anos em 2019

(Foto: Divulgação/PRF)

Apesar de o número de acidentes e de feridos ter aumentado em relação a 2018, a quantidade de pessoas que morreram em decorrência de acidentes nas rodovias federais de Pernambuco foi o segundo menor em 2019, se forem considerados os últimos dez anos. No ano passado, 308 pessoas morreram em decorrência de ocorrências no trânsito nas BRs que cortam o Estado, que totalizaram 2.737 registros de acidentes e 2.851 de vítimas.

De acordo com balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta sexta-feira (7), 2018 teve o menor registro de mortes nas rodovias federais em dez anos, totalizando 294 pessoas. O ano de 2019 vem em seguida. A maior quantidade de falecimentos nas BRs foi contabilizada em 2010, quando 475 vítimas morreram em decorrência de acidentes. Ainda segundo a PRF, as principais causas que contribuíram para o aumento das ocorrências entre 2018 e 2019 foram: não guardar distância de segurança (192 acidentes); falta de atenção do pedestre (146 ocorrências) e ingestão de álcool (249 registros).

Falta de atenção do condutor foi a principal causa de acidentes em 2019, representando 36,7% dos acidentes. Em seguida estão desobediência às normas de trânsito (11,4%); ingestão de álcool (9%); não guardar distância de segurança dos outros veículos (7%) e velocidade acima da permitida na via (5,2%). O tipo de acidente que mais ocorreu foi a colisão traseira, com 21,6%.

LEIA MAIS

Número de mortes pelo coronavírus chega a 304 na China

(Foto: Reuters/Nguyen Huy Kham/direitos reservados)

Neste domingo (2), autoridades sanitárias da China anunciaram que outras 45 pessoas morreram na província de Hubei, o centro da epidemia de coronavírus. Até o momento, o número total de mortes na China continental chega a 304.

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou que 2.590 novos contágios foram registrados, elevando o número total de casos para 14.380. Segundo relatos, 2.110 pacientes encontram-se em estado grave.

LEIA MAIS

Polícia confirma mais duas mortes em acidente na barragem de Pindobaçu

Dois jovens seguem desaparecidos (Foto: Augusto Urgente/Reprodução)

Os corpos de duas pessoas que estavam desaparecidas após uma canoa virar na barragem de Pindobaçu (BA) foram encontrados na tarde de quinta-feira (26). Segundo a Polícia Militar da Bahia, Gimário Santos Silva, de 20 anos e Wanderson de Azevêdo Souza, de 16 estavam desaparecidos desde o acidente, no Natal.

LEIA TAMBÉM:

Adolescente morre e duas pessoas estão desaparecidas após canoa virar em Pindobaçu

 De acordo com a PM, os corpos foram localizados em um ponto da barragem mais afastado do local onde a canoa virou, mais de 24 horas depois do fato. Uma jovem de 14 anos foi encontrada morta ainda na tarde do acidente. Outras quatro pessoas conseguiram se salvar.

Ainda não há detalhes sobre a relação entre as vítimas e nem sobre as circunstâncias do acidente. O caso será apurado pela Polícia Civil da cidade. (Com informações do G1 BA).

Grave acidente deixa cinco pessoas mortas em Remanso

Acidente foi registrado na BR-235

Uma colisão frontal entre dois veículos de passeio terminou com pelo menos quatro mortes na madrugada desse domingo (22). Os carros trafegavam pela BR-235, que liga Remanso a Pilão Arcado, na Bahia e teriam se chocado quando um dos condutores foi desviar de um animal na pista.

Uma criança de apenas cinco anos está entre as mortes confirmadas. Ainda não há informações sobre o estado de saúde de outras quatro pessoas socorridas com vida, nem da identidade dos mortos. As causas do acidente serão investigadas.

Segundo IBGE, 1.735 morreram em Petrolina em 2018

(Foto: Ilustração)

Na última semana, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados sobre o ano de 2018 em Petrolina (PE) referente a nascimentos e mortes na cidade.

De acordo com a pesquisa, 1.735 morreram na cidade no ano passado. Na área da Região Administrativa Integrada de Desenvolvimento do polo Petrolina/Juazeiro (RIDE), o número de óbitos chegou 3717.

LEIA MAIS

Número de mortes violentas no país caiu 10,43% de 2017 para 2018

O Brasil registrou 57.341 mortes violentas intencionais em 2018, redução de 10,43% em relação ao ano anterior, quando o número chegou a 64.021. Os dados fazem parte do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019, divulgado hoje (10) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O total de 2018 é o menor desde 2013 (55.847 casos).

A taxa de homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes chegou a 27,5 no país em 2018, enquanto em 2017 era de 30,8 – uma redução de 10,8%. No recorte por unidades federativas, as maiores taxas estão em Roraima (66,6), no Amapá (57,9), no Rio Grande do Norte (55,4) e no Pará (54,6). Já as menores foram registradas em São Paulo (9,5), Santa Catarina (13,3), Minas Gerais (15,4) e no Distrito Federal (16,6).

Petrolina: morte de grande número de abelhas leva MPPE a instaurar inquérito para descobrir as causas

Uma das causas prováveis do aumento da mortalidade coletiva das abelhas, nas proximidades de área de irrigação, é a utilização de agrotóxicos

Devido à observação dos criadores de abelhas da região de Petrolina de que um grande número desses insetos estão aparecendo mortos, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou um inquérito civil para investigar o motivo das mortes. Assim, o MPPE fez uma parceria com o Centro de Manejo de Fauna da Caatinga da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Cemafauna – Univasf) para colher dados e esclarecimentos científicos sobre o caso.
Uma das causas prováveis do aumento da mortalidade coletiva das abelhas, nas proximidades de área de irrigação, é a utilização de agrotóxicos. Segundo as primeiras análises da Cemafauna, existe a presença de substâncias químicas nas áreas cuticulares (pele) de abelhas que têm correlação com os pesticidas usados em lavouras agrícolas.
LEIA MAIS

Funcionários de mineradora morrem em acidente na cidade de Pindobaçu

(Foto: Reprodução/Blog Netto Maravilha)

Duas pessoas morreram em um acidente na noite de terça-feira (15), em uma mineradora no distrito de Carnaíba, no município de Pindobaçu (BA). As vítimas eram funcionárias da empresa e teriam morrido após um desmoronamento em uma mina de esmeralda.

A Polícia Civil investiga as causas do acidente e até o momento não forneceu informações oficiais sobre a identidade das vítimas. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Senhor do Bonfim.

Com informações do G1 Bahia

Família de Serra Talhada é morta durante tentativa de assalto a bancos no Ceará

(Foto: Edson Freitas/G1)

Duas agências bancárias foram alvo de uma tentativa de assalto na madrugada dessa sexta-feira (7) em Milagres (CE). Na ação pelo menos 13 pessoas morreram, entre elas cinco pessoas da mesma família, que tinham saído de Serra Talhada, Sertão pernambucano e foram feitas reféns.

De acordo com o prefeito de Milagres, Lielson Landim, seis reféns morreram na ação, entre eles duas crianças, com idade entre 10 e 13 anos. A família de Serra Talhada teria sido abordada pelos criminosos na BR-116, onde a Polícia Militar encontrou um caminhão interditando a via.

Segundo testemunhas a tentativa de assalto aconteceu por volta de 2h17 e na fuga, os policiais trocaram tiros com o grupo durante cerca de 20 minutos. Teria sido nesse momento em que reféns e bandidos morreram.

Os dois bancos ficam na Rua Presidente Vargas, no Centro do município, que tem 28 mil habitantes e nenhuma quantia foi levada pelos criminosos. Parte de grupo teria fugido, mas a PM ainda não sabe qual destino tomado pelos ladrões.

Com informações do G1 e Diário do Nordeste

Onze suspeitos de assalto a banco em PE morrem em operação policial em Santana do Ipanema, AL

Uma operação da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) na zona rural de Santana do Ipanema deixou 11 mortos nesta quinta-feira (8). Segundo a polícia civil, os suspeitos cometeram um assalto no banco Bradesco de Águas Belas, em Pernambuco, e foram atingidos durante confronto. Na operação, foram apreendidos explosivos, armas, dinheiro e uma caminhonete foram apreendidos.

A operação batizada de Cavalo de Tróia foi coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado e contou com o apoio do Grupamento Aéreo.

De acordo com uma testemunha, os corpos foram levados para o Hospital Regional Dr Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema, que foi cercado por policiais.

O Instituto de Medicina Legal (IML) em Arapiraca foi acionado para recolher os 11 corpos em Santana do Ipanema.

A polícia informou que os detalhes da operação serão apresentados durante uma coletiva ainda sem hora e local defindos.

Acidentes de moto vitimam dois jovens em Petrolina e Bodocó

Piloto se chocou com bloqueio na ponte da PE 545, em Bodocó (Foto: Rômulo Lima)

A segunda-feira (27) começou de maneira trágica para dois jovens de Bodocó e Petrolina. Eles morreram em acidentes de moto, nas primeiras horas do dia. Em Bodocó, Francisco Alves de Sousa Filho, de 18 anos transitava pela zona rural quando se chocou com uma barreira de interdição na ponte da PE-545.

A ponte está interditada desde abril, quando as fortes chuvas desabrigaram vários moradores da cidade. Segundo testemunhas, Francisco estava embriagado e não utilizava capacete.

Em Petrolina, um acidente no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 03 vitimou um jovem conhecido como Denguinho. Ele residia na Rua 1 da Vila do N3 e também pilotava uma moto. No momento do acidente, o rapaz não utilizava capacete.

Véspera de Natal violenta no trânsito de Petrolina e Juazeiro

Acidente do Distrito Industrial de Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Pelos menos três acidentes graves registrados na tarde deste domingo (24), deixaram duas pessoas mortas e várias feridas em Petrolina e Juazeiro.

Na BR 407, na entrada do assentamento Mandacarú, em Petrolina (PE), um caminhão bateu em um carro de passeio. Em contato com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não conseguimos informações sobre as vítimas.

Minutos depois, um acidente envolvendo um veículo Polo e uma moto no Distrito Industrial, de Petrolina (PE), deixou uma pessoa morta e duas feridas. A vítima fatal é a senhora, Iraci Luiz Pequeno, de 53 anos, moradora do bairro São Gonçalo, em Petrolina (PE), que vinha na garupa da moto, supostamente pilotada por um de seus filhos. Informação ainda não confirmada pela polícia.

Ela morreu no local e ele foi encaminhado ao Hospital Universitário de Petrolina. O motorista do carro também teria sido levado para o hospital.

Acidente no bairro Tabuleiro em Juazeiro.

Um outro acidente registrado nessa tarde aconteceu no bairro Tabuleiro em Juazeiro (BA). Um veículo de passeio de cor vermelha atingiu uma moto e o motociclista morreu no local. Não há detalhes sobre o acidente.

No meio da tarde, no bairro Pedra do Lorde, Juazeiro (BA), um ônibus de transporte coletivo passou por cima da perna de uma mulher que mora no bairro.

A moça conhecida como “Xuxa” teve a perna estraçalhada pelo o veículo. Segundo informações de testemunhas, ao descer do ônibus ela passou por trás do veículo. O motorista teria dado ré e atingiu a passageira. Ela foi levada para o hospital pelo SAMU.

Pesquisa aponta que falhas em hospitais são a segunda causa de morte no Brasil

A pesquisa acompanhou 240.128 pacientes que tiveram alta hospitalar entre o início de julho de 2016 e final de junho de 2017. (Foto: Ilustração)

Pesquisa que faz parte do Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) revelou, nesta quarta-feira (22), que 302.610 pessoas morreram em 2016 em decorrência de falhas em hospitais públicos e privados do Brasil.

Por dia foram registradas, uma média, de 829 mortes dentro das instituições de saúde. O óbito é causado, em algumas situações, devido a falhas banais como erros de dosagem ou de medicamento, uso incorreto de equipamentos e infecção hospitalar.

Além das mortes, existem registros de que cerca de 1,4 milhão de pacientes são vítimas de sequelas que comprometem as atividades rotineiras e provocam sofrimento psíquico. Esses efeitos também elevam os custos da atividade assistencial. O Anuário estima que os eventos adversos resultaram em gastos adicionais de R$ 10,9 bilhões em 2016.

Dentre as maiores vítimas, estão bebês com menos de 28 dias e idosos com mais de 60 anos. Nesse grupo, quedas no hospital, infecções localizadas da cirurgia, trombose venosa e embolia pulmonar estão entre as causas evitáveis mais frequentes.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a situação não é muito diferente da brasileira. Com população aproximada de 325 milhões de pessoas, o país registra 400 mil mortes por eventos adversos ao ano, 1.096 por dia, ou 16% menos que nos hospitais brasileiros. A diferença para o Brasil diz respeito as mortes hospitalares que são a terceira do ranking americano, atrás de doentes cardíacos e de câncer.

Duas mortes são registradas em Juazeiro nessa quinta

Na noite dessa quinta-feira (2), duas mortes foram registradas em Juazeiro (BA). No primeiro caso, uma mulher foi atropelada por uma motocicleta na BR-407, próximo ao shopping da cidade.

No segundo caso, um homem foi assassinado no bairro Alto da Aliança. Ele foi vítima de vários disparos de arma de fogo e não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito no local.

Explosão de fossa deixa dois mortos e dois feridos no Agreste

Vítimas trabalhavam na limpeza do esgoto e teriam utilizado, antes da explosão, uma substância química

Dois homens morreram e outros dois ficaram feridos na manhã desta quarta-feira (4) após uma fossa explodir em uma residência no distrito de Bizarra, em Bom Jardim, no Agreste de Pernambuco. As vítimas trabalhavam na limpeza do esgoto e teriam jogado carbureto (substância química) na fossa pouco antes do acidente e tapado o respirador.

Após os trabalhadores utilizarem o material na limpeza, a fossa explodiu. As vítimas acabaram sendo atingidas por pedaços da tampa de concreto. Os homens que morreram foram identificados apenas como Dedé do Peixe e Manoel Romão e ambos teriam 30 anos.

Os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para o Hospital Regional de Limoeiro. Eles foram identificados como José Fernando Gonçalves de Melo, de 45 anos, conhecido como Fernando dos Fogos, e Cléber da Silva Faustino, de 37 anos.

Fernando dos Fogos, que era dono da casa onde a fossa explodiu, passa bem e deve receber alta hospitalar ainda nesta quarta. Já Cléber apresentou fraturas nos membros inferiores e deve ser transferido para uma unidade hospitalar do Recife. O caso será investigado pela Delegacia de Bom Jardim.

Com informações da Folhape.

123