Mulher é encontrada morta em Vermelhos, Lagoa Grande

Mulher foi alvejada por disparos de arma de fogo.

Uma mulher foi encontrada, nessa sexta-feira (13) sem vida no bairro Invasão, no distrito de Vermelhos em Lagoa Grande (PE). A vítima foi identificada como Bruna e não teve sua idade revelada.

De acordo com informações, ela foi atingida por vários disparos de arma de fogo. Não se sabe quem foram os autores do crime e nem a motivação. O Instituto Médico Legal (IML) esteve no local para proceder com a remoção do corpo.

Patrulha da Mulher acompanha 120 mulheres com medidas protetivas em Petrolina

Um total de 120 mulheres vítimas de violência doméstica em Petrolina está recebendo proteção contínua da Patrulha da Mulher, coordenada pela Guarda Civil Municipal (GCM). No sistema de monitoramento aplicado pelas guarnições da GCM estão sendo empregadas rotas de patrulhamento diário nas áreas de residência dessas mulheres, visitas domiciliares e acompanhamento via telefone.

“Mesmo nesse período de pandemia, a Patrulha da Mulher não parou. É um trabalho que tem a preservação da vida como seu maior objetivo. Esse é um programa de proteção, amparo e garantia de direitos para que as vítimas de violência doméstica possam voltar a ter uma vida com dignidade, com trabalho, sossego, esperança e sonhos”, comentou o secretário executivo de segurança pública, Cícero Dirceu.

Um ponto levantado pelo secretário é que o trabalho atende mulheres de todas as classes sociais. “A violência doméstica não escolhe classe social. É um problema que deve ser combatido por toda sociedade, as vítimas não devem ter medo de denunciar a violência sofrida”, ressaltou Dirceu.

Esse tipo de violência pode ser denunciado à GCM através dos números 153 e pelo Whatsapp (87) 98106-7310. Tem ainda o canal criado pela Secretaria Nacional de Políticas Para as Mulheres, que presta uma escuta e acolhida qualificada àquelas que estão em situação de violência através do número 180. Além desses contatos,  as mulheres que passarem por situações de violência devem procurar a Delegacia da Mulher e o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CEAM), este funciona das 8h às 13h.

Ascom

Sem respostas sobre caso de estupro no STTAR, Maria Elena cobra informações

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Presidente da Comissão dos Direitos das Mulheres na Câmara de Vereadores de Petrolina, vereadora Maria Elena, cobrou, durante a sessão ordinária dessa terça-feira (10) uma resposta das autoridades sobre uma denúncia de estupro no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Petrolina (STTAR).

LEIA TAMBÉM

Funcionárias denunciam diretor do STTAR por tentativa de estupro; Sindicato afirma que tomará providências cabíveis

O caso aconteceu em na primeira quinzena de junho e veio à tona uma semana depois, quando duas funcionárias denunciaram um diretor do sindicato de tentar estuprá-las. A denúncia foi feita à Polícia Civil.

Hoje nós tivemos o prazer de receber a comissão daquelas mulheres trabalhadoras do sindicato rural. Como andam as investigações com relação à denúncia do crime de assédio sexual por parte de um dos diretores a duas das servidoras daquele sindicato? Já caminhos aí para o quarto mês. Como anda? A sociedade quer saber. E a comissão da mulher não pode se omitir de querer essas respostas”, disse a parlamentar.

A vereadora fez a cobrança durante discussão do projeto de lei que prevê proteção à mulher em Petrolina. Além disso, questionou como anda as investigações do caso que envolve a divulgação de imagens íntimas de uma jovem de 15 anos e do feminicídio do caso do bairro Santa Luzia.

Petrolina: vereadores apreciam projeto que cria programa de registro de Feminicídio e Violência Doméstica

Vereadores discutem Projeto de Lei na Câmara Municipal de Petrolina.

Nesta terça-feira (10), os vereadores de Petrolina (PE) vão apreciar, durante a sessão ordinária, o Projeto de Lei n. 99/2021, que institui o Programa Municipal de Registro de Feminicídio e Violência Doméstica Praticada Contra a Mulher em Petrolina e dá outras providências.

De autoria da Comissão de Proteção e Defesa dos Direitos da Mulher – formada pelos parlamentares Maria Elena de Alencar, Samara da Visão e o Vereador Wenderson Batista – o Projeto de Lei ter como finalidade coletar, ordenar e analisar dados sobre a violência praticada contra mulher. A ideia é o Poder Executivo estabelecer parcerias entre entes municipais, estaduais e federais.

Segundo o texto legal, o Programa de Registro de casos de mulheres vítimas de violência doméstica e Feminicídio em Petrolina será coordenado pela Secretaria Municipal responsável pelas políticas para as mulheres.

Agressão contra mulher: inconformado com fim do relacionamento homem agride ex-companheira em Juazeiro

Casos como o do DJ Ivis, que chegou o país depois do vazamento do vídeo onde mostra o músico  agredindo sua ex-esposa Pamella Holanda, parece que não servem de exemplo para muitos homens valentões que insistem em agredir covardemente as mulheres.

Infelizmente esta realidade não está distante de nós, muito pelo contrário, agressões contra mulheres ocorrem praticamente todos os dias em todos os lugares. Na madrugada do último sábado (24), uma mulher de 36 anos, que reside no bairro João XXIII, em Juazeiro-BA, foi agredida pelo seu ex-companheiro, que  atirou um capacete contra o seu rosto e usou uma enorme pedra  para  danificar a sua moto, seu único meio de transporte para se deslocar para o trabalho.  A vítima informa que ele não aceita o fim do relacionamento.

A vítima esteve na Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro-BA para denunciar que estava sendo ameaçada de morte pelo ex-companheiro, motivo pelo qual procurou a delegacia buscando medidas protetivas e uma forma de evitar que algo de mais grave possa lhe aconteça.

Fonte: Site Tá na Roda / Grupo Petrolina News

DJ Ivis é acusado de bater em mulher, é levado à polícia, mas não é preso

Iverson de Souza Araújo, mais conhecido como DJ Ivis, agrediu a mulher Pamella Holanda, de 27 anos, em 1° de julho, e, no dia seguinte, após tê-la ameaçado com uma faca. A polícia foi chamada e ambos foram levados à delegacia metropolitana de Eusébio, no Ceará.

Na unidade policial, Ivis entrou em contato com seus advogados imediatamente, que foram até lá. Pamella estava sozinha, ainda não havia constituído advogado, estava extremamente assustada e com medo de represálias de Iverson.

LEIA MAIS

Bezerros: mulher derruba imagem de Nossa Senhora, no agreste pernambucano

As imagens são lamentáveis! uma mulher, sabe-se o porquê, ao passar em frente ao prédio da rádio 104 FM, na cidade de Bezerros, no agreste pernambucano, decidiu derrubar a imagem de Nossa Senhora, que ficava em uma coluna em frente à emissora. Na ação, ela tenta a primeira vez e não consegue mover a imagem, mas, inconformada, a descrente força a estátua até jogá-la no chão. Após a ação a mulher segue caminhando tranquilamente como se nada tivesse acontecido.

De acordo com o diretor da rádio a imagem foi colocada na frente da rádio na última sexta-feira (12), uma proteção de vidro seria colocada nos próximos dias. Segundo ele, a mulher já foi identificada, mas preferiu não divulgar o nome.

Veja o vídeo:

 

Cras de Petrolina adaptam atividades para garantir programação na Semana da Mulher

Mesmo diante das novas regras de funcionamento para reduzir a contaminação pelo coronavírus, os atendimentos da rede assistencial de Petrolina continuam ocorrendo, porém, com maior cuidado. A partir desta segunda-feira (8), por exemplo, os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) estarão com uma programação especial para marcar as homenagens pelo Dia Internacional da Mulher.

Com atividades totalmente adaptadas para evitar aglomerações, os equipamentos ligados à Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (Sedesdh) levarão às usuárias palestras virtuais de assuntos como Autoestima; relações abusivas; Empoderamento feminino; Autonomia e Inserção no mercado de trabalho, Violência Urbana contra gênero, entre outros. A programação segue até a próxima sexta-feira (12) em oito unidades dos Cras de Petrolina.

LEIA MAIS

Governo registra 105 mil denúncias de violência contra a mulher

A maioria das denúncias tem como vítimas mulheres declaradas como de cor parda

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) divulgou neste domingo (7) o balanço de dados sobre a violência contra a mulher recebidos pelos canais de denúncia do governo federal. Ao todo, em 2020, foram registradas 105.671 denúncias de violência contra a mulher, tanto do Ligue 180 (central de atendimento à mulher) e do Disque 100 (direitos humanos).

Do total de registros, 72% (75.753 denúncias) são referentes à violência doméstica e familiar contra a mulher, informou a pasta. De acordo com a Lei Maria da Penha, esse tipo de violência é caracterizado pela ação ou omissão que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico da mulher. Ainda estão na lista danos morais ou patrimoniais a mulheres.

LEIA MAIS

Palestras virtuais, sorteio de brindes e homenagens fazem parte da programação do Dia da Mulher, em Petrolina

Comemorado na próxima segunda-feira (8), o Dia Internacional da Mulher promete ser bem movimentado em Petrolina. A prefeitura municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (Sedesdh), preparou uma programação especial com diversas atividades, principalmente, aos serviços de assistência social na cidade.

As atividades incluem abordagens sociais, palestras virtuais e homenagens às mulheres acolhidas nos equipamentos ligados à Sedesdh e segundo a organização, todas as ações serão adaptadas e realizadas seguindo os protocolos de prevenção à Covid-19. A programação tem início na segunda e segue durante toda a semana levando serviços e informação às mulheres.

LEIA MAIS

Mulher é assassinada a tiros em Juazeiro

Mais um assassinato foi registrada na noite desta quarta-feira (24), na cidade de Juazeiro-BA. O crime aconteceu no residencial Brisa da Serra, a mulher que estava sentada em frente a sua residência teria sido atingida por vários disparos de arma de fogo, imediatamente muitos curiosos apareceram na rua onde tudo aconteceu, mas ninguém soube informar sobre a identidade dos criminosos.

Nossa redação está aguardando de mais informações por parte da polícia para divulgar qual o nome da vítima e as possíveis motivações do crime.

Morre mulher trans pernambucana que foi a SP colocar silicone; marido denuncia negligência

Lorena Muniz, de 25 anos, tinha o sonho de colocar silicone nos seios. A pernambucana, uma mulher trans, foi em busca de um cirurgião conhecido por esse tipo de procedimento em Taboão da Serra (SP). Ela viajou, recentemente, em busca da realização. A morte de Lorena foi confirmada neste domingo (21), por seu marido, Washington Barbosa, conhecido nas redes sociais como Tom Negro, que denuncia negligência no caso da esposa. “Quatro mil reais. A vida de Lorena valeu quatro mil reais”, diz o jovem, revoltado.

A pernambucana viajou para São Paulo e deixou R$ 4 mil com a clínica. O combinado, segundo Tom, foi metade do valor antes do procedimento e a outra metade depois. Na última quarta-feira (17), Lorena foi deixada sedada, inconsciente, na clínica, em meio a um incêndio, ocasionado por um curto-circuito.

“O ar-condicionado pegou fogo, todos saíram correndo, ela ficou lá, inconsciente, sedada, inalando fumaça. Chegou a ficar por sete minutos inconsciente, e isso gerou um prejuízo para o oxigênio no cérebro dela, segundo os médicos”, explica Tom em postagens nas suas redes sociais. Segundo ele e outras testemunhas que estavam com Lorena no dia da sua cirurgia, ela só foi socorrida com a chegada dos bombeiros, que a levaram ao Hospital das Clínicas, em São Paulo (SP), onde estava internada em estado grave.

No sábado (20), Tom seguiu para São Paulo, já que a vida financeira apertada obrigou Lorena a ir em busca do sonho sozinha. “A situação de Lorena fala de algo muito profundo. Não é só o absurdo de uma travesti abandonada numa mesa de cirurgia sedada, é um processo de exclusão que leva as pessoas trans e travestis a se arriscarem em muitos níveis”, diz o pernambucano.

Com informações da Folha de Pernambuco.

Mulher atacada por abelhas no centro de Petrolina está na UTI, mas está bem

Mulher foi atacada por muitas abelhas.

Uma das pessoas atacadas por abelhas na tarde dessa segunda-feira (14), no Centro de Petrolina (PE), próximo ao cemitério, foi identificada como Fernanda Patrícia Rodrigues de Souza. De acordo com informações recebidas pelo nosso blog, ela está em uma UTI de um hospital particular da cidade.

LEIA TAMBÉM

Enxame de abelhas ataca pessoas no centro de Petrolina

Homem morre após ser atacado por abelhas em Petrolina

São falsas as informações repassadas nas redes sociais que afirmavam que ela havia morrido devido ao ataque. Embora esteja na UTI, ela está consciente e bem, segundo apuração do blog.

Fernanda aparece em um vídeo sendo socorrida por comerciantes após sofrer inúmeras picadas dos insetos, que atacavam as pessoas que passavam próximo ao local. As imagens chamam a atenção pela quantidade de abelhas que a atacaram.

Caso

Um enxame de abelhas da espécie italiana atacou pedestres e motoristas que passavam nas imediações do cemitério municipal de Petrolina na tarde dessa segunda-feira (14), por volta das 14h. Segundo informações compartilhadas em vídeos nas redes sociais, muitos motoristas e motociclistas abandonaram seus veículos no meio das vias e correram para não serem atacados pelos insetos.

Homem atacado faleceu

Um homem, que não teve sua identidade revelada, veio a óbito após ser atacado pelos insetos. A informação foi confirmada pelo diretor presidente da Agência de Vigilância Sanitária de Petrolina, Marcelo Gama.

Lagoa Grande: homem é detido por agredir a própria mãe

(Foto: Ilustração)

Um homem de 36 anos de iniciais R.P.S., foi detido por policiais militares após agredir a própria mãe. O fato teria ocorrido no fim de semana no local identificado como Casas da Invasão, no Distrito de Vermelhos, município de Lagoa Grande, Sertão de Pernambuco.

De acordo com informações da 7ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), por volta das 22 horas de domingo (6), o homem teria chegado em casa com sinais de embriaguez alcoólica e iniciado um discussão com um sobrinho. A mãe do agressor foi intervir e acabou sendo espancada com três socos na testa.

Os policiais foram chamados e o agressor foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó para medidas legais.

Homem é preso após agredir esposa no Centro de Petrolina

(Foto: Ilustração)

Nesse domingo (23), por volta das 21h55, Policiais Militares do 5º BPM, foi acionada para verificar uma ocorrência de violência doméstica no Centro de Petrolina.

Chegando ao local, foi constatada a veracidade do fato, sendo que a vítima informou que havia sido agredida fisicamente pelo seu companheiro.

LEIA MAIS
123