Vereadores de Juazeiro cobram fiscalização mais rígida contra grandes estabelecimentos

Vereador quer mais fiscalização contra os “grandes”

Os vereadores de Juazeiro (BA) não estão contentes com a fiscalização contra os estabelecimentos comerciais durante o lockdown. A queixa dos edis é sobre a rigidez contra os pequenos, mas uma cobrança leve em relação aos maiores.

O primeiro a chamar atenção foi Nalvinho (Patriota). “Que fiscalize os megamercados que temos na nossa região. Enquanto estão perseguindo os pequenos que estão tentando abrir suas portas, os mega estão com aglomeração acima do permitido“, disse o edil.

Na sequência, Neguinha da Santa Casa (MDB) reforçou a reivindicação do colega. “O comércio grande está aberto, vários supermercados da região estão abertos e os pequenos estão fechados. O menor é quem mais sofre“, afirmou.

Vereador Nalvinho sugere isenção de IPTU e taxas de alvará para ajudar população de Juazeiro

Isenção dos impostos municipais, essa é a reivindicação do vereador Nalvinho (Patriota), de Juazeiro (BA). O edil apresentou a solicitação na sessão remota de terça-feira (23) com a justificativa de que a pandemia do coronavírus deixou vários cidadãos desempregados e as restrições de atividades comerciais também vai afetar os rendimentos das famílias.

“Nosso povo está sofrendo sem poder abrir seus comércios e quero pedir aos edis desta Casa, que através da Prefeitura, a gente possa solicitar a nossa excelentíssima prefeita Suzana Ramos, a gente possa solicitar a isenção de alguns impostos, como o IPTU“, afirmou.

Nalvinho pediu apoio dos colegas para uma reivindicação conjunta. Ele também quer englobar impostos do comércio, como taxas de alvará. “Acho que essa é uma forma do município poder ajudar nossos comerciantes e a nossa população“, destacou.