Políticos lamentam morte da irmã de Josimara Calvancanti

A notícia da morte precoce de Marenívia Cavalcanti, irmã mais nova da prefeita de Dormentes (PE), Josimara Cavalcanti (PSB) provocou comoção na comunidade sertaneja. Alguns políticos locais emitiram nota de pesar, prestando solidariedade à gestora e sua família.

LEIA TAMBÉM

Irmã da prefeita de Dormentes morre vítima de dengue

“Deixo a minha solidariedade aos seus pais, Zé Olimpio e dona Nívea, as irmãs Josimara, Josenívea, Sancha e Conceição, o seu esposo Jailton e os filhos Kaio, Camila e Heloísa. Que Deus os conforte”, escreveu o ex-deputado estadual e atual diretor-presidente do IPA, Odacy Amorim (PT).

Dulcicleide Amorim (PT) destacou que a notícia provoca “um momento de comoção para o município, que lamenta profundamente a ausência de uma das suas filhas”. O vereador de Petrolina, Paulo Valgueiro (PSD) também emitiu uma nota.

“Venho me solidarizar com seus pais, seu Zé Olímpio e Dona Nívea, as irmãs Josimara, Josenivea, Sancha e Conceição, o seu esposo Jailton e os filhos, Kaio, Camila e Heloísa, sobrinhos e demais familiares, por esta perda tão precoce”, destacou o edil que é líder da Oposição na Casa Plínio Amorim.

PT de Petrolina bate o martelo e confirma Odacy como pré-candidato à Prefeitura de Petrolina

Odacy foi o escolhido do PT, Cristina buscará reeleição na Câmara

Prego batido e ponta virada. O Partido dos Trabalhadores definiu quem será o pré-candidato do partido nas eleições de Petrolina. Odacy Amorim, ex-deputado estadual e hoje presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) foi o escolhido pelo Diretório Municipal.

Ele superou o nome da vereadora Cristina Costa. De acordo com o PT, a decisão foi tomada em conjunto, em uma videoconferência com o também vereador Gilmar Santos, a deputada estadual Dulcicleide Amorim – esposa de Odacy – e os integrantes do GTE.

“Em resolução referendada pelo  diretório municipal, apresentamos o Companheiro Odacy Amorim para representar o projeto do Partido dos Trabalhadores como candidato a Prefeito de Petrolina nas eleições municipais de 2020”, comunicou o PT.

LEIA MAIS

Pré-candidato do PT à Prefeitura de Petrolina será anunciado no dia 22 de março

Membros do GTE farão mais um encontro (Foto: Ascom/Cristina Costa)

O Grupo de Trabalho Eleitoral do Partido dos Trabalhadores no Estado (GTE) deu mais um passo para definir quem será o candidato da sigla nas eleições municipais de Petrolina. No domingo (15) os integrantes do GTE se reuniram com presidente estadual, Doriel Barros para debater o futuro do PT.

Odacy Amorim e Cristina Costa são os nomes mais prováveis para representar o partido no pleito e estiveram presentes na reunião. A deputada estadual Dulcicleide Amorim e o vereador Gilmar Santos também marcaram presença no encontro.

“Viemos discutir as estratégias, para que possamos fazer uma chapa bastante forte do PT, ampliar o número de vereadores, e ter uma candidatura majoritária para ganhar a Prefeitura, trazer o presidente Lula à Petrolina, entre outras questões“, explicou Doriel Barros.

No próximo dia 18 o GTE volta a se reunir para a última discussão antes do anúncio do pré-candidato do PT na cidade, marcado para 22 desse mês. Diferentemente de 2018, o partido optou por lançar candidatos próprios, rompendo a aliança com o PSB.

Odacy Amorim confiante em ser o nome escolhido pelo PT para disputar a eleição em Petrolina

Na última sexta-feira (13), o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim, participou de entrevista na Rádio Jornal, oportunidade em que reafirmou a confiança em ser o nome escolhido pelo  Partido dos Trabalhados (PT), para disputar a eleição deste ano em Petrolina como candidato a prefeito.

Odacy acredita na união de forças da esquerda para tentar vencer o trabalho que o prefeito Miguel Coelho vem realizando em Petrolina.

Ontem (15), Doriel Barros, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) em Pernambuco, esteve em Petrolina  participando de uma reunião com o Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) discutindo o processo eleitoral municipal, com representantes das pré candidaturas de Odacy Amorim e Cristina Costa. A deputada estadual Dulcicleide Amorim e o vereador Gilmar Santos estiverem presentes.

“Viemos discutir as estratégias, para que possamos fazer uma chapa bastante forte do PT,  ampliar o número de vereadores e ter uma candidatura majoritária para ganhar a prefeitura,  trazer o presidente Lula a Petrolina, entre outras questões”, comentou Doriel.

Devido a agenda de trabalho ele ressaltou ainda que desta vez não foi possível ouvir os filiados, mas que uma nova data será marcada para outro encontro do GTE.

“Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirma Paulo Câmara

Governador de Pernambuco e vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara negou que haja qualquer costura política com o PT em Petrolina. Nessa semana o Blog noticiou que há uma manobra entre socialistas e petistas para firmar uma aliança, o que rifaria, por exemplo, candidaturas solo de cada sigla.

LEIA TAMBÉM

PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Questionada pela Folha de Pernambuco, Câmara foi direto. “Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirmou. No dia 14 ele cumpriu uma extensa agenda na cidade e acompanhou a filiação de candidatos a prefeito no Sertão.

LEIA MAIS

PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Duas pré-candidaturas podem ser rifadas nestas eleições municipais. Conforme havíamos antecipado, a definição do nome que irá disputar o pleito em Petrolina pelas oposições, passa necessariamente pela a definição das alianças no Recife.

Assim, o PT definindo apoio a um nome do PSB na capital, o socialista João Campos, refletiria com o apoio do PSB ao nome escolhido pelo PT em Petrolina, que pelo andar da carruagem deve ser mesmo o de Odacy Amorim. Com isso, o sonho do deputado Lucas Ramos disputar o pleito, cairia por terra.

Em conversa com o Blog do Jamildo, o socialista reagiu a esta possibilidade e disse que vai partir para o confronto.

“Nós estamos há seis meses das eleições e nós não temos uma palavra do governador afirmando que o PSB terá candidato em Petrolina. Sabe porque? Porque Geraldo Júlio não deixa… Só que eu vou para o confronto, não vou aceitar isto. Quem vai pedir votos para o PSB em 2022, na sucessão de Paulo Câmara? Vai ser o PT de Odacy Amorim ou o PSB de Lucas Ramos?”, questiona o socialista.

“Essa turma está esquecendo que existe vida mais a frente (2022) e depois do Recife. Tudo bem, é a capital, é a vitrine do PSB, mas eu acredito que um projeto não anda distante do outro. Eles se fortalecem”, afirma.

Apesar de dá sinais de desconforto Lucas Ramos afirmou não ter interesse em sair do PSB.

Outra que também seria rifada mais uma vez do processo, é a deputado federal Marília Arraes, que inclusive obteve do próprio presidente Lula em encontro no Rio de Janeiro, a garantia do apoio para consolidar sua pré-candidatura a prefeita do Recife.

“A força política está aqui nesse palanque”, afirma Lucas Ramos em ato do PSB, em Petrolina

Lucas Ramos destacou força política da oposição

Aniversariante da sexta-feira (14), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) fez um discurso firme contra o Governo Federal, destacou a atuação dos socialistas na oposição às matérias como reforma da Previdência e ironizou a chamada força política dos Coelho, cujo líder do Senado é Fernando Bezerra Coelho, pai do atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Pleiteando a Prefeitura local, Lucas foi firme. “Quando a gente liga o rádio, escuta o noticiário e lê o jornal ouve muito falar sobre a força política. A força política está aqui nesse palanque“, afirmou citando a presença dos prefeitos de Lagoa Grande, Afrânio, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Santa Filomena e outros locais.

União da Oposição

Se o sertanejo é forte, ele precisa se unir e união é o que a gente vai pregar nessa cidade. As forças politicas de oposição de Petrolina, formadas por Odacy Amorim, Dulcicleide Amorim, Cristina Costa, Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Julio Lóssio, Paulo Valgueiro, Elismar e ainda com a nossa força política e é exatamente o que a gente vai defender: união“, disse.

Lucas já deixou clara sua intenção de concorrer à Prefeitura e é o provável candidato do PSB, tendo inclusive o apoio do deputado federal Gonzaga Patriota, seu colega de partido. Porém, a Oposição ainda não bateu o martelo se irá com uma única candidatura ou apresentará várias em Petrolina.

Liderança do PT afirma que “ninguém toma essa eleição de Miguel”

Com a presença das principais lideranças do Partido dos Trabalhadores, teve início ontem (07), no Rio de Janeiro, o Festival PT 40 anos. Nesta sexta-feira, primeiro dia do evento, que seque até este domingo (09), quando haverá uma puxada com o bloco “Vai dar PT”,  nossa reportagem conversou com uma liderança de Pernambuco, que ao avaliar o cenário eleitoral em Petrolina afirmou que “ninguém tira essa eleição de Miguel”, em alusão a reeleição de Miguel Coelho, que é bem avaliado pela população e pelas pesquisas.

Ainda de acordo com esta liderança, com este cenário fica difícil até mesmo levar a vereadora Cristina Costa a cometer o erro de sair candidata a prefeita e ficar sem mandato, o que seria muito ruim para ela, pois isso poderia prejudicar uma futura eleição da vereadora para deputada em 2022.

“Talvez ela (Cristina Costa), sair candidata seria importante para consolidar o nome para 2022, mas ficar sem mandato também seria um risco muito grande”, afirmou a fonte.

Diante deste cenário, a leitura que nós fazemos é que, com Cristina Costa fora do páreo, o PT só teria dois caminhos a seguir em Petrolina: lançar mesmo o nome de Odacy Amorim, que perdendo a terceira eleição seguida sairia enfraquecido do processo, ou coligar com outro partido, compondo a chapa majoritária com um candidato a vice.

Cristina Costa cobra abastecimento por carro pipa na área de Sequeiro

Cristina Costa (PT) apresentou o Requerimento n° 006/2020 na sessão de hoje (6), onde solicita do governo municipal e estadual a destinação de carros pipa na área de sequeiro. A petista também cobrou a participação do Exército, já que muitas localidades na zona rural ainda estão enfrentando problemas, mesmo com as chuvas dos últimos dias.

“Nesse Requerimento estou pedindo ao senhor prefeito, ao Governador e ao companheiro Odacy Amorim e à coordenação do Carro Pipa [o Exército]”, disse a vereadora. A demanda veio após a própria comunidade convocar Costa até o local, para ver a realidade das famílias.

“[O abastecimento é] pegando a região de Atalho até o Carretão. Mesmo com a chuva essas comunidades estão passando por problemas e não tem condição de sobreviver pagando carro pipa. A gente está a beira do rio São Francisco, você tem os poderes inverter que estão deixando a população da zona rural a míngua“, continuou.

De olho em outubro, Lóssio adota cautela sobre pré-candidatura à Prefeitura de Petrolina

Ex-prefeito ainda esconde o jogo (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Petrolina e candidato a Governador de Pernambuco em 2018, Julio Lóssio (PSD) reuniu a imprensa nesse sábado (1º) buscando voltar aos holofotes da política local. Ainda sem confirmar sua pré-candidatura em outubro, Lóssio teceu críticas à atual gestão, lembrou suas ações enquanto gestor e falou da oposição.

Nos bastidores ele já se encontrou com vários possíveis pleiteantes à Prefeitura e não escondeu o jogo. “Quando se tá na corrida você não pode botar o pé para atraplhar. Numa eleição com possibilidade de segundo turno é normal e é salutar que nós tenhamos vários candidatos. Nós temos conversas. Já conversei com Odacy Amorim, com Lucas Ramos, com Gabriel [Menezes] e com Gonzaga [Patriota] que têm preocupações no desmonte da área social”, afirmou.

A respeito de sua pré-candidatura, Lóssio foi cauteloso. “Pode acontecer tudo, inclusive nada. A gente vai tomar a decisão na hora certa. Todo ex-prefeito é um candidato natural. Todo mundo fica muito ansioso, mas a ansiedade atrapalha as coisas. Nós vamos construir junto com os demais pré-candidatos um jogo que permita um jogo salutar a cidade“, disse.

Presidente estadual do PT não descarta aliança com PSB em Petrolina

Doriel citou possibilidade para pleito de outubro (Foto: Jarbas Araújo/Alepe)

Enquanto os membros do PT e PSB não decidem qual rumo tomarão nas eleições de 2020 – uma candidatura própria ou aliança como em 2018 – o presidente da executiva estadual do Partido dos Trabalhadores, o deputado estadual Doriel Barros não descarta uma união aqui em Petrolina. Em entrevista por telefone ao programa Super Manhã na Rádio Jornal dessa quarta-feira (29), Barros foi enfático: há sim uma possibilidade de junção com Lucas Ramos (PSB).

LEIA TAMBÉM

Odacy Amorim propõe discussão sobre aliança entre PT e PSB para 2020

A ideia da Executiva Nacional é lançar o máximo de candidaturas possíveis em outubro, contudo em Pernambuco há um cenário peculiar, tanto na capital quanto em Petrolina. Nesses municípios há pleiteantes – Marília Arraes e Odacy Amorim – galgando candidaturas próprias, ideia ainda não aprovada pelo partido.

LEIA MAIS

No Sertão, Governo de Pernambuco entrega sementes e firma convênio para multiplicação da palma

Governo do Estado fortalece agricultores do Sertão (Foto: Edilson Junior-SDA)

A Secretaria de Desenvolvimento Agrária (SDA), juntamente com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) entregaram sementes de milho e sorgo a agricultores do Sertão do Araripe. Segundo o Governo de Pernambuco, foram contemplados os municípios de Bodocó, Ouricuri, Santa Cruz e Santa Filomena.

A entrega faz parte das ações do Programa Campo Novo. Foram entregues 117,1 toneladas de milho, 32,5 toneladas de sorgo e 500 mil raquetes de palma. O secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto ressaltou que foi feito um esforço para fazer esse repasse no período mais chuvoso, o começo do ano.

“O governador Paulo Câmara tem sido um grande parceiro da agricultura familiar, o que permitiu fazer esse esforço para que essas sementes fossem entregues agora no mês de janeiro”, disse. Ainda no Sertão o Governo de Pernambuco lançou o Programa de Multiplicação da Palma, contemplando ainda os municípios de Araripina, Exu, Granito, Ipubi e Moreilândia.

Odacy Amorim assina ordem de serviço para reforma do abatedouro de Rajada

Obra é resultado de emenda do hoje presidente do IPA (Foto: Ascom)

Os produtores rurais do Distrito de Rajada, interior de Petrolina, foram contemplados com a entrega quatro toneladas de sementes por parte do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). O presidente da instituição, Odady Amorim esteve pessoalmente na noite de ontem (21) e aproveitou a solenidade para assinar a ordem de serviço da reforma do abatedouro.

A expectativa é que o distrito receba o Selo de Inspeção Estadual (SEI), permitindo mais geração de renda através da comercialização da carne de caprino e ovino. A obra tem orçamento de R$ 100 mil, fruto de uma emenda parlamentar do próprio Odacy enquanto deputado estadual.

“O abatedouro de Rajada tem uma importância enorme para Petrolina, pois é o único em funcionamento em todo o município, que já conta com mais de 300 mil habitantes. Com relação as sementes, estamos entregando aos agricultores do Sertão pernambucano ainda no quadro chuvoso da região, algo que não acontecia há muito tempo. Agradecemos ao Governador Paulo Câmara pela parceria e cuidado com os agricultores e produtores locais”, disse.

Cientista político prevê eleição em Petrolina polarizada por temas nacionais

2020 é ano de eleições municipais e o cenário político de Petrolina foi destaque na imprensa da capital. Para o Jornal do Commércio, o debate entre os candidatos locais passará pelos temas nacionais. Isso porque o prefeito Miguel Coelho (MDB) tem na manga a força política que já trouxe inúmeros ministros a cidade.

Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Tereza Cristina (Agricultura) e o Abraham Weintraub (Educação), além do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estiveram em Petrolina no primeiro ano do mandato federal. “Petrolina é uma cidade muito politizada. Os petrolinenses sempre sabem que qualquer prefeito ou governador, para ter sucesso, precisa ter alinhamento com o governo federal, independentemente da ideologia política ou partidária. O dinheiro está em Brasília”, disse o prefeito ao JC.

Soma-se a isso o fato de uma das possíveis candidaturas ser de Odacy Amorim (PT), o que deve polarizar bolsonaristas e petistas. Segundo o cientista político Elton Gomes, a divisão política será um gás a mais no pleito municipal.

Isso dá uma tônica do ponto de vista da tendência de não mais uma polarização, mas uma hiperpolarização, onde o debate público se enfraquece. Temas muito locais tendem a se sobressair no Brasil profundo, uma das principais questões é a continuidade ou não da administração daquele grupo político”, explica o cientista. Ainda figuram como nomes para as eleições o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) e Julio Lóssio (PSD).

De olho em 2020, Lóssio e Odacy esboçam aproximação política

Ex-prefeitos se reuniram de olho em 2020 (Foto: Reprodução/Instagram)

A movimentação nos bastidores da política petrolinense se intensifica com a proximidade de 2020. Os ex-prefeitos de Petrolina, Julio Lóssio e Odacy Amorim se reuniram na tarde de segunda-feira (23), para discutir alguns projetos na região.

Segundo Odacy, hoje diretor-presidente de Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), um dos temas foi o abatedouro de Rajada. “Discutimos projetos que o IPA poderá colocar em prática para melhorar a vida do sertanejo“, acrescentou o petista.

A aproximação dos dois já resulta em especulações sobre uma possível aliança em 2020. “Conversa natalina e perspectiva 2020“, escreveu Lóssio. Os dois são cotados como pré-candidatos à Prefeitura em 2020, inclusive Odacy tem o aval de lideranças do PT, a exemplo de Humberto Costa.

123