Professor Paulo Ricardo Moreira se destaca com cursos de Oratória em Petrolina

Curso de oratória tem feito sucesso em Petrolina.

Falar em público é um dos maiores medos da humanidade, segundo especialistas. E aqui no Vale do São Francisco, o radialista e professor de Oratória, Paulo Ricardo Moreira, tem se destacado com treinamentos que ajudam centenas de pessoas a perderem essa fobia e conseguirem fazer grandes apresentações em público, seja um seminário, uma palestra ou uma reunião de negócios, por exemplo.

Segundo o professor, com as técnicas corretas e a prática, é possível que qualquer pessoa consiga fazer apresentações de forma segura e atrativa para o público. “Quem se comunica bem, se destaca em qualquer ambiente. Se a pessoa tem vontade de vencer o medo de falar em público, já é o primeiro passo. Em seguida vêm as técnicas e a prática”, disse.

LEIA MAIS

Professor de oratória produz e disponibiliza conteúdo gratuito na internet

Há mais de dois anos, o Radialista e professor de oratória Paulo Ricardo Moreira, tem desenvolvido no Vale do São Francisco, um trabalho sobre a técnica de comunicação que promete ser a chave para o sucesso de muitas pessoas que têm dificuldade para se comunicar.

Focado inicialmente em cursos e palestras de oratória, sobre como dominar o medo de falar em público, o trabalho de Paulo Ricardo avança com o intuito de expandir e facilitar o acesso ao conteúdo produzido por ele.

“Algumas pessoas têm a necessidade de aprimorar a comunicação pessoal, mas não sabem, não se apercebem para isso, outras até sabem, mas por falta de tempo ou por algum outro fator elas não procuram ajuda de um profissional para aprimorar essa comunicação pessoal. Por esse motivo, eu decidi compartilhar conteúdos gratuitos por meio das redes sociais”, disse Paulo Ricardo.

LEIA MAIS

Palestra gratuita sobre importância de boa comunicação acontece na próxima semana

Na próxima quarta-feira (03), uma palestra gratuita será realizada em Petrolina (PE) para falar sobre a oratória e comunicação pessoal. O evento, ministrado pelo radialista e professor Paulo Ricardo Moreira, acontece em uma instituição de ensino superior, localizada na Avenida Clementino Coelho, no bairro Atrás da Banca.

A palestra será solidária, devendo os participantes doarem qualquer tipo de chocolate. As doações serão destinadas às crianças carentes da cidade durante a Páscoa. Ao todo, serão oferecidas 80 vagas, que podem ser reservadas através do telefone (87) 98852-3517.

Serra Talhada: Sebrae e Senac promovem curso de oratória

Para ajudar a quem tem medo de falar em público, o Sebrae e o Senac realizam no mês de julho um curso de oratória. Serão ensinadas técnicas para se relacionar e se destacar em grupo. O curso Oratória e o Comportamento Empreendedor acontecerá em 5 dias, de 23 a 27 de julho, na cidade de Serra Talhada.

O público alvo é diversificado, estando inclusos executivos, supervisores, empreendedores, universitários, que buscam aprimorar sua desenvoltura para lidar com colegas e apresentar projetos. No entanto é necessário investir R$ 80,00 para participar.

“O objetivo é ensinar técnicas de aperfeiçoamento no discurso e, assim, desmistificar a ideia de que não se consegue falar em público”, afirma a analista do Sebrae, Leila Monte.

SERVIÇO
Carga Horária: 16h
Período: 23 a 27 de julho de 2018.

Horário: 18h às 22h
Investimento: R$ 80,00

Local: Sebrae Serra Talhada, Praça Barão do Pajeú.
Informações: (87) 3831-1552.

FIEPE promove palestra e oficina sobre comunicação corporativa e oratória na unidade regional em Petrolina

(Foto: ASCOM)

O diretor da URSF/FIEPE, Albânio Nascimento lembrou que outras capacitações foram desenvolvidas durante o ano. (Foto: ASCOM)

A analista em comunicação corporativa, Arquivânia Vesceslau, foi a palestrante escalada pela Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF), braço da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE) na região, para responder perguntas sobre a vida profissional das pessoas na oficina de Comunicação Empresarial e Oratória, em Petrolina (PE). O evento aconteceu o dia todo nesta quarta-feira (14), na sede da instituição, no Centro de Convenções Nilo Coelho, e foi destinado a gestores, prestadores de serviços, analistas e profissionais de várias  áreas.

Linguagem corporal, adequação da mensagem ao público e discurso conciso estiveram entre as temáticas abordadas na oficina, cujo objetivo é a utilização de técnicas para melhorar a comunicação interpessoal no mundo dos negócios. De acordo com Arquivânia, um ponto comum a todas as suas palestras é o medo que os profissionais têm de serem mal compreendidos. “São questões preconcebidas acerca do que os outros pensam e que por falta de orientação, podem prejudicar na eficiência de seu trabalho”, analisa.

LEIA MAIS

FIEPE promove palestra e oficina sobre comunicação corporativa e oratória na unidade regional em Petrolina

oficina de Comunicação Empresarial e Oratória

Oficina de Comunicação Empresarial e Oratória ocorreu nesta quarta

Como se relacionar na vida profissional? Como adquirir a capacidade de transmitir a informação com segurança de forma clara e objetiva? A analista em comunicação corporativa, Arquivânia Vesceslau, foi a palestrante escalada pela Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF), braço da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE) na região, para responder essas e outras perguntas na oficina de Comunicação Empresarial e Oratória, em Petrolina (PE). O evento aconteceu o dia todo nesta quarta-feira (14), na sede da instituição, no Centro de Convenções Nilo Coelho, e foi destinado a gestores, prestadores de serviços, analistas e profissionais de várias  áreas.

Linguagem corporal, adequação da mensagem ao público e discurso conciso estiveram entre as temáticas abordadas na oficina, cujo objetivo é a utilização de técnicas para melhorar a comunicação interpessoal no mundo dos negócios. De acordo com Arquivânia, um ponto comum a todas as suas palestras é o medo que os profissionais têm de serem mal compreendidos. “São questões preconcebidas acerca do que os outros pensam e que por falta de orientação, podem prejudicar na eficiência de seu trabalho”, analisa.

LEIA MAIS