Prefeitura lança canal de comunicação para denúncias de invasão de áreas públicas em Petrolina

População pode denunciar invasões e construções irregulares em áreas do município através do WhatsApp.

Como forma de intensificar o combate à invasão e ocupação irregular de áreas públicas no município, a Prefeitura de Petrolina disponibiliza para a população um canal de comunicação exclusivo para denúncias. A partir desta segunda-feira (19) será possível enviar através do WhatsApp fotos, vídeos, textos e até a localização de supostas construções irregulares localizadas em áreas do município.

As denúncias podem ser enviadas 24h por dia. Para isso, basta o cidadão adicionar o número (87) 98809-2422 na sua lista de contatos e mandar uma mensagem através do WhatsApp. O conteúdo será encaminhado para a Gerência de Fiscalização e Posturas que enviará uma equipe até o local indicado para constatar qualquer irregularidade e, se necessário, tomar as medidas cabíveis. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Giovanni Costa, a novidade será mais uma importante ferramenta de combate às invasões e construções irregulares nas áreas públicas de Petrolina, dentro das ações do programa Área Legal.

“As áreas públicas têm a finalidade de servir a todos, com a instalação de equipamentos como praças, creches e postos de saúde e que muitas vezes deixam de ser construídos porque a área já está ocupada de maneira irregular. O prefeito Miguel Coelho nos deu a missão de intensificar a nossa fiscalização e por isso esperamos contar com a ajuda da população”, destaca Costa.

Fiscalização municipal continua rigoroso trabalho de ordenamento em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

A Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) e a Guarda Civil Municipal continuam realizando um rigoroso trabalho de ordenamento em Juazeiro (BA). Ao longo dessa semana, a equipe realizou diversas ações.

Na segunda-feira (19), o proprietário de uma oficina no Dom Tomaz foi notificado por abandonar carcaças de veículos na via pública. Na terça-feira (20), a equipe flagrou uma ação criminosa em um pé de jenipapo em frente ao Colégio Paulo VI.

Jogaram óleo diesel para queimar a árvore que possui quase meio século de vida. Em uma ação imediata, a equipe de fiscalização ambiental esteve no local e salvou o pé de jenipapo.

Na quarta-feira (21) a equipe de fiscalização esteve na Rua Oscar Ribeiro e solicitou a saída imediata de ambulantes no local. Um bar localizado no bairro Santo Antônio foi notificado por falta de alvará.

Finalizando a semana, um trailer foi retirado das margens do Rio São Francisco na Orla 2 e um morador do bairro Jardim das Acácias foi notificado por ter avançado o passeio público.

“Nossa equipe vem exercendo um intenso trabalho, mas precisamos que as pessoas também participem através de denúncia. A participação de todos é fundamental”, declarou a Inspetora-chefe da Guarda e gestora operacional da SEMAURB, Josilene Lins. Para denunciar a pessoa pode ligar o número 153.

Ação da prefeitura remove placas e outdoors irregulares em Petrolina

(Foto: Arquivo)

Neste sábado (16) equipes da prefeitura de Petrolina, através da  Diretoria de Disciplinamento Urbano, iniciaram a remoção de outdoors e placas irregulares nas vias do município.

A ação de combate a poluição visual, removeu também os que ofereciam riscos a população, devido a deterioração ou a presença de abelhas e cupins.

Onze remoções foram feitas e a expectativa da equipe é que o trabalho tenha continuidade até a remoção de todos os que estão fora da regularidade imposta pela gestão pública do município.

Ação fiscal é intensificada em Juazeiro para garantir ordenamento e segurança

(Foto: ASCOM)

Em mais uma semana intensa de fiscalização, as equipes da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) e a Guarda Civil Municipal (GCM) trabalharam com objetivo de regularizar as atividades econômicas desenvolvidas por ambulantes na cidade.

As frentes de trabalho foram divididas em fiscalização ambiental, de obras, de ordenamento urbano e apreensão de animais. As ações resultaram em 13 notificações aplicadas em lava jatos da cidade no sentido de não ocasionar problemas ambientais ao município; um auto de infração ambiental foi aplicado também pelo descumprimento da notificação quanto a deposição de entulho em via e passeio público.

Quanto ao ordenamento urbano, 179 ambulantes foram notificados para buscarem a regularização. Esse trabalho aconteceu na Avenida Adolfo Viana, Flaviano Guimarães, bairros Castelo Branco, Piranga, João Paulo II, Av. Luiz Inácio Lula da Silva, Rua do Paraíso e na área central os trabalhadores da Praça da Misericórdia, Praça da Bandeira, Rua 28 de Setembro e Rua da Apolo.

LEIA MAIS

Em Juazeiro, fiscalização notifica condomínios e ordena empreendimentos e obras

A população pode ajudar no ordenamento da cidade através de denúncia ou reclamação através do telefone 153. (Foto: Divulgação)

Para verificar se as Áreas de Proteção Permanente (APP) estão sendo respeitadas, equipes de Ordenamento Urbano e a Guarda Civil Municipal fiscalizaram alguns condomínios em Juazeiro.

Alguns condomínios foram notificados quanto a realizar o plantio de mudas nativas em áreas que estavam degradadas. No total a fiscalização ambiental realizou seis vistorias e foram aplicadas cinco notificações.

Já pela fiscalização de Ordenamento Urbano e Obras foram realizadas 54 notificações de empreendimentos que estavam funcionando sem a devida regularidade, aplicados 55 autos de infração pelo descumprimento das notificações, uma vez que o prazo após a aplicação da notificação varia de 24h até 15 dias. Duas obras foram embargadas por não apresentarem o alvará para construção. Ainda foram retirados dos logradouros públicos seis animais de médio e grande porte.

Na atuação de controle às invasões na cidade, a SEMAURB e a GCM conseguiram desarticular mais uma, desta vez no bairro Nova Esperança. Com esta, já foram controladas 39 invasões em Juazeiro e mais uma vez o município alerta que compras de terreno somente mediante comprovação via cadastro imobiliário.

Espaços públicos são destinados para construções de bens para uso comum, como escolas, quadras, praças, postos de saúde e demais equipamentos públicos. A população também pode ajudar no ordenamento da cidade através de denúncia ou reclamação através do telefone 153 da Guarda Civil Municipal.