Covid: dados nacionais indicam crescimento de resultados positivos nos testes realizados em farmácias

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias de Drogarias (Abrafarma) indica que no mês de maio deste ano houve um crescimento nos testes com resultados positivos de Covid-19. A alta foi de 326% e leva em conta o cenário nacional, não havendo divulgação por estados ou cidades.

Segundo a Abrafarma, foram registrados 136.117 mil novos casos de covid-19 no mês passado. Esse número é maior que o registrado em abril, quando 31.981 pessoas foram diagnosticadas com coronavírus nos testes realizados nas farmácias.

O crescimento acende o alerta para o retorno da doença, especialmente no período de festas juninas e férias de julho, quando há viagens. A pesquisa da Abrafarma foi realizada até o dia 29 de maio, tendo como base os testes rápidos realizados em 4.504 unidades das 26 maiores redes de farmácias do país, reunidos pela associação.

Lagoa Grande zera casos ativos de covid-19 pela 2ª vez desde o início da pandemia

Pela segunda vez desde o início da pandemia da Covid-19, Lagoa Grande (PE) conseguiu zerar os casos ativos da doença. O boletim de sábado (19) registra essa informação e destacam as ações bem sucedidas da Secretaria Municipal de Saúde no enfrentamento à doença.

A equipe da Secretaria de Saúde de Lagoa Grande vem desempenhando um trabalho incansável para atingir metas como esta. Esse resultado se deve aos seus esforços, somados com a colaboração da sociedade em geral, que foi primordial para a diminuição dos casos. Ainda não vencemos essa guerra, mas esse número gera uma sensação de dever cumprido em toda a equipe que está à frente desta batalha”, celebrou o prefeito Vilmar Cappellaro (MDB).

Mesmo com essa boa notícia, o secretário de Saúde, Cladeuval Galvão pede consciência aos moradores. “A colaboração da sociedade em geral contribuiu para a diminuição dos casos. O bom resultado se deve a múltiplos fatores: ao reflexo da vacinação, a dedicação das nossas equipes e a conscientização da população que deve manter e cumprir todos os protocolos sanitários“, disse.

Desde o início da pandemia, Lagoa Grande registrou 2.875 casos da covid-19, com 41 mortes causadas pela doença. Atualmente seis casos estão em investigação.

BA: novo decreto permite realização de eventos sem limitação de público

(Foto: ASCOM)

Um novo decreto publicado pelo Governo da Bahia neste sábado (19) libera a realização de eventos sem restrição de público no Estado. A medida tem efeito imediato, ou seja, já está em vigor. Até então, a limitação de público era de oito mil pessoas.

Estão contempladas celebrações como casamentos, eventos urbanos e rurais, em locais públicos ou privados, eventos científicos, circos, parques de exposição, formaturas, feitas, passeatas entre outros, como teatros, cinemas e museus.

Mesmo com a liberação, o Estado segue exigindo a apresentação do comprovante vacinal contra a Covid-19. E os protocolos como distanciamento e uso de máscara segue obrigatório.

TCE impõe trabalho remoto até 4 de março, por conta do agravamento da Covid em PE

(Foto: ASCOM/TCEPE)

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) adotará o trabalho remoto desta quarta-feira (16), até o próximo dia 4 de março. A determinação foi publicada em uma Nota da Presidência e leva em conta o cenário da Covid-19 e Influenza.

Como justificativa, a Presidência alega que observou a necessidade de adotar medidas para garantir a segurança sanitária dos servidores e usuários dos serviços do TCE-PE.

Permanece a prioridade à intensificação do trabalho remoto e à manutenção do distanciamento social nas dependências do Tribunal, devendo ser garantido o funcionamento mínimo e necessário para atendimento do público interno e externo“, informa a nota.

Covid: Bahia segue com alta taxa de ocupação dos leitos de UTI

A taxa de ocupação dos leitos de UTI para pacientes com covid na Bahia segue alta. Atualmente 73% das vagas nos hospitais estão sendo utilizadas. Segundo o Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), caso haja um aumento para 80%, o Estado atingirá um nível crítico e a saúde pública ficará pressionada.

“A vacinação até responde a essa nova cepa, mas é preciso o reforço para que as pessoas estejam realmente mais protegidas, para o sistema responder de forma ideal. Ainda que a cepa tenda a ser menos grave, tem um quantitativo muito grande de casos por conta da sua transmissibilidade. Mesmo com a probabilidade pequena de ocorrência de casos mais graves, ainda existem pessoas indo para as UTIs”, explica Margareth Portela, pesquisadora da Fiocruz.

Para a entidade, a manutenção da taxa elevada é resultado da movimentação no turismo durante o verão. “Como temos sublinhado, a elevadíssima transmissibilidade da variante Ômicron pode incorrer em demanda expressiva de internações em leitos de UTI, mesmo com uma probabilidade mais baixa de casos graves”, diz a nota técnica.

Covid: desmobilização de leitos está acontecendo em todo Estado, afirma secretário de Saúde de PE

Na tradicional coletiva de quinta-feira (21), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, comentou sobre a desmobilização de leitos em Petrolina. Para ele, não há crescimento dos casos de covid-19 e não se justifica manter os leitos contratados pelo Estado no momento.

LEIA TAMBÉM

Petrolina registra mais 79 casos e vê ocupação dos leitos de UTI subir

“Não há registro de aumento significativo de casos na região. A Rede PEBA não é só Petrolina e Juazeiro, tem uma conjunção de leitos, que nós atuamos de forma macroregional. Todos esses leitos estão disponibilizados e acessíveis“, explicou.

LEIA MAIS

Pernambuco sanciona lei que concede auxílio a crianças e adolescentes órfãos na pandemia

Foto: SEI

Agora é lei. Crianças e adolescentes que perderam os pais para a Covid-19 agora serão contemplados com um auxílio criado pelo Governo de Pernambuco. O benefício faz parte do Programa Nordeste Acolhe, instituído pelo Consórcio Nordeste.

Na prática, as pessoas em situação de orfandade total receberão meio salário mínimo, até que alcancem a maioridade civil. “Essa é mais uma iniciativa que temos a oportunidade de realizar, promovendo assistência para quem mais precisa. Enfrentamos tempos difíceis, e o apoio às crianças e adolescentes que perderam os pais ou responsáveis, vítimas da Covid-19 em Pernambuco, é primordial para passarmos por mais essa fase com tantas consequências“, afirmou Paulo Câmara.

Pela lei, os beneficiados precisam estar em situação de orfandade total há pelo menos um anos. Não terão direito ao auxílio os que já são beneficiários de pensão por morte, em regime previdenciário que assegure valor integral em relação aos rendimentos do segurado, ou os inscritos no Benefício de Prestação Continuada (BPC).