Forró do Bode é adiado devido a pandemia

Devido as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, a Loja Maçônica Harmonia e Fraternidade Nº 42, informa, através de nota, que não há condições propícias para realização da tradicional festa do Forró do Bode no momento, portanto o evento foi adiando por tempo indeterminado.

Confira a íntegra da nota:

Comunicamos que o Forró do Bode, evento festivo consolidado há 35 anos em nossa cidade, tradicionalmente agendado para o primeiro sábado de junho, terá sua data adiada por tempo indeterminado. 

Decisão que não poderia ser diferente, uma vez ainda não há previsão de término da pandemia de saúde ocasionada pelo virus Covid-19. 

Muito nos entristece suspender evento que há tantos anos oferece um momento único de confraternização entre irmãos e amigos, contudo esperamos em breve vencermos essa adversidade para voltarmos ainda mais fortes à nossas atividades onde mais uma vez celebraremos a vida e nossa amizade com muito forró.

Loja Maçônica Harmonia e Fraternidade nº42

Rozivaldo José de Araújo

Venerável Mestre

Prefeito de Casa Nova baixa decreto obrigando o fechamento de bares, e tornando obrigatório o uso de máscaras nas ruas e empresas

Wilker Torres, prefeito de Casa Nova (BA).

O prefeito de Casa Nova (BA) Wilker Torres, baixou decreto com data desta quarta-feira (19) proibindo o atendimento presencial em bares, restaurantes e lanchonetes, e tornando obrigatório o uso de máscaras para quem precisar sair nas ruas da cidade. Esses estabelecimentos ficam autorizados a servir seus clientes, apenas, com entrega em domicílio.

Os órgãos públicos e privados que estejam autorizados a funcionar, são obrigados a fornecer máscaras, ainda que artesanais, a seus funcionários, colaboradores e clientes. Com foco centrado nos trabalhadores rurais, o Decreto determina ainda, a manutenção do distanciamento nos refeitórios e veículos de transporte e cuidados adicionais, como fornecimento de álcool e lavatórios.

O decreto estabelece também que fica proibido o transporte de vans, ônibus e micro ônibus entre as localidades de Casa Nova sede e o distrito de Santana do Sobrado. O documento também suspende a feira livre do Distrito de Santana prevista para o dia 24 deste mês.

Quem desobedecer essas medidas poderá ser detido e poderá pagar multa. Clique aqui e leia o decreto na íntegra.

Governo do Bahia prorroga suspensão das aulas por mais 15 dias

Rui Costa, governador da Bahia. (Foto: Agência Brasil)

O governador Rui Costa prorrogou até o dia 2 de junho o Decreto que determina a suspensão das aulas em instituições de ensino públicas e particulares em todo o estado da Bahia. A medida visa evitar o avanço acelerado do novo coronavírus.

Segundo o governador, qualquer análise mais consistente de retorno à normalidade das atividades só poderá ser feita após esse período de 15 dias, devido ao acompanhamento da situação em cada cidade e região, para que as medidas levem em consideração o crescimento de casos em cada uma delas.

CONSULTA PÚBLICA

A APLB-Sindicato se antecipou aos decretos estadual e municipal e lançou em seu portal nesta segunda-feira (18), uma pesquisa sobre o calendário escolar e o Ensino à Distância (EAD) durante a pandemia do coronavírus. A convocação é para todos os trabalhadores e trabalhadoras em Educação do Estado da Bahia.

“Esta pesquisa é muito importante. Peço encarecidamente que os companheiros e companheiras participem, divulguem, para que até sexta-feira (22) possamos ter um quadro real da opinião da categoria da Educação no nosso estado”, diz Rui Oliveira, coordenador geral da APLB.

CLIQUE AQUI E DÊ A SUA OPINIÃO!

Após repercussão negativa de fala sobre pandemia, Lula pede desculpa: ‘Frase infeliz’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou as redes sociais para pedir desculpas após repercussão negativa de uma entrevista em que afirmou que “ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus”. A frase foi dita nesta terça-feira (19), dia em que o Brasil registrou recorde de mortes pela Covid-19, com ocorrência de 1.179 óbitos em 24 horas.

O vídeo com a afirmação do ex-presidente de que o novo coronavírus tem impacto positivo no enfraquecimento da agenda liberal, cuja ideia consiste em interferências quase nulas do Estado na economia de uma nação circulou, virou notícia e gerou polêmica.

No Twitter, Lula caracterizou a fala como “infeliz” e pediu desculpas. “Usei uma frase totalmente infeliz. E a palavra desculpa foi feita pra gente usar com muita humildade. Se algum dos 200 milhões de brasileiros ficou ofendido, peço desculpas. Sei o sofrimento que causa a pandemia, a dor de ter os parentes enterrados sem poder acompanhar”, publicou o ex-presidente na rede social.

Juazeiro inicia toque de recolher com 70% do comércio funcionando, diz prefeito

Como medida de contenção em relação ao novo coronavírus, o município de Juazeiro iniciou na noite desta terça-feira (19), toque de recolher entre 22h e cinco horas da manhã do dia seguinte. Dezenas de viaturas e homens das forças de segurança estão patrulhando as ruas neste período com o objetivo de orientar as pessoas a irem pra casa.

Porém, durante o dia, o fluxo de pessoas no centro e nos bairros de Juazeiro é intenso. Durante entrevista coletiva nesta segunda-feira (18), o prefeito Paulo Bomfim, informou que não tomará nenhuma medida, pelo menos por enquanto, para diminuir o movimento no centro da cidade.

O novo decreto, também não flexibiliza a abertura das lojas, mas segundo o próprio prefeito, 70% do comércio já está funcionando. “Entendemos que ainda não é a hora de abrir. Se a gente for avaliar friamente, mais de 70% do comércio de Juazeiro está aberto. A gente tem farmácia aberta, a gente tem casa lotérica aberta, a gente tem bancos abertos, supermercados, casas de peças, casas de rações… então muitos dos nossos comércios estão abertos. Infelizmente alguns serviços que a Organização Mundial de Saúde e os infectologistas da nossa rede entendem que não são essenciais para o momento, a gente entendeu de deixar por hora fechado, mas acompanhando e avaliando a necessidade de ir abrindo gradualmente”, justificou Paulo Bomfim.

O decreto que obriga o fechamento do comércio em Juazeiro tem validade até dia 30 de maio.

MEC vai consultar estudantes sobre adiamento do Enem, anuncia Weintraub

(Foto: Reprodução/Internet)

Em meio a pedidos de adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por entidades e autoridades, o Ministério da Educação (MEC) definiu que os estudantes inscritos serão consultados sobre a data de realização das provas. O Enem inicialmente está previso para acontecer na primeira semana de novembro.

“Liberdade de escolha: Neste momento, 4.000.000 de brasileiros já se inscreveram no #ENEM2020. As inscrições vão até sexta-feira. Há um debate sobre seu adiamento. Nosso posicionamento é saber a opinião dos principais interessados, perguntando diretamente aos estudantes inscritos”, publicou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, no Twitter.

Em seguida o titular do MEC informou que a pasta fará uma consulta, na última semana de junho, a todos os inscritos, através da “Página do Participante”, no portal do  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela elaboração e aplicação do Enem.

Ainda de acordo com Weintraub, caberá aos estudantes opinarem sobre a data. “Vamos manter a data? Adiar por 30 dias? Suspender até o fim da pandemia?”, tuitou.

Prefeitura de Bodocó estabelece medidas de segurança para funcionamento da Feira do Queijo

Em virtude da pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Bodocó estabeleceu novas medidas e normas para a realização da Feira do Queijo na cidade.

Nesta segunda-feira (18) a feira contou com a instalação de lavatórios para higienização das mãos; aferição de temperatura; monitoramento para uso obrigatório de máscara, cadastro dos produtores e compradores, como também o isolamento do local para controle do fluxo de veículos.

As ações foram realizadas pela Secretaria de Agricultura, como forma de maior prevenção frente à pandemia.

Governador Paulo Câmara prorroga fechamento do comércio até 31 de maio

Governador Paulo Câmara. (Foto: Aluísio Moreira /SEI)

A suspensão do funcionamento de estabelecimentos comerciais, industriais e prestadores de serviço em Pernambuco foi prorrogada até o dia 31 de maio, por determinação do governador Paulo Câmara. A exceção fica para as atividades consideradas essenciais, previstas no decreto estadual nº 49.024/2020, que estabelece o período de quarentena em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife, entre os dias 16 e 31 de maio, como estratégia para ampliar o isolamento social e reduzir a curva de transmissão do novo coronavírus no Estado.

A prorrogação do prazo de fechamento do comércio, indústria e empresas prestadoras de serviços está prevista no artigo 15º do decreto estadual, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (15). O mesmo documento trata da intensificação de medidas restritivas da quarentena determinada pelo Governo do Estado no início da semana, e que entrará em vigor a partir deste sábado (16) no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Entre as medidas adotadas está o rodízio de veículos em dias alternados, de acordo com o último numeral da placa (par ou ímpar). A restrição à circulação de veículos e o fortalecimento da fiscalização nas ruas e em estabelecimentos comerciais são medidas que visam coibir ao máximo a circulação de pessoas nessas cinco cidades, que concentram mais de 70% das notificações de contaminação pela Covid-19 no Estado. O isolamento social é cientificamente comprovado como a forma mais eficiente de evitar a transmissão do vírus.

Passageiros sem máscaras dentro de transportes públicos podem ser retirados pela polícia

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

A partir do próximo sábado (16), motoristas e cobradores de ônibus poderão acionar a polícia caso avistem passageiros sem máscaras. O uso do equipamento de proteção passa a ser obrigatório no fim de semana, quando o período educativo da quarentena em Pernambuco será finalizado. A informação foi dada em uma coletiva de imprensa online, realizada nesta quarta-feira (13), pelo secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua.

Acompanhado pelo secretário da Saúde, André Longo, Pádua ainda apontou que 600 profissionais de segurança irão fiscalizar a medida que será adotada por Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata. “Cobradores e motoristas também são fiscalizadores do uso das máscaras e vão orientar. Se houver desobediência, poderão acionar o policiamento mais próximo para retirar o passageiro do coletivo”, disse.

LEIA MAIS

Prefeito de Juazeiro envia à Câmara de Vereadores proposta de criação do projeto arte contra a pandemia

(Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Juazeiro vai usar a arte e os talentos locais para conscientizar a população sobre medidas preventivas ao contágio pelo novo coronavírus. Nesta quinta-feira (14), o prefeito Paulo Bomfim enviou para a Câmara de Vereadores proposta de criação do “Projeto Arte Contra a Pandemia”, que contemplará produções locais nas mais diversas linguagens.

“Sabemos como a pandemia tem afetado a economia mundial e deixado muitos artistas sem suas fontes de renda. Com este projeto, além de contemplarmos os profissionais deste segmento, vamos usar a arte como fator de convencimento da população sobre importância de adoção de medidas preventivas”, disse o prefeito Paulo Bomfim.

LEIA MAIS

Reprovação de Bolsonaro dispara durante pandemia e chega a 43%, diz pesquisa

(Foto: Gabriela Biló / Estadão Conteúdo)

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o governo Jair Bolsonaro perdeu apoio de parte da população e atingiu as piores avaliações da sua gestão e pessoal desde que assumiu o cargo. É o que mostra pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o Instituto MDA divulgada nesta terça-feira, 12.

A fatia dos avaliam o governo como ótimo ou bom passou de 34,5% para 32% entre janeiro e maio deste ano. A soma de ruim e péssimo cresceu de forma mais expressiva, registrando um aumento de 31% para 43,4% em quatro meses – o maior porcentual negativo nos quatro levantamentos feitos durante o governo Bolsonaro. Aqueles que avaliam o governo como regular eram 32,1% e, agora, são 22,9%.

LEIA MAIS

Se seguir ritmo atual, pandemia do coronavírus no Brasil irá até depois do Natal, aponta pesquisa

(Foto: Auro Pimentel / AFP)

Com mais de 170 mil infectados e 12 mil óbitos provocados pelo novo coronavírus, o Brasil poderá conviver com a pandemia da doença até os últimos dias do ano. De acordo com Universidade de Singapura, caso mantenha o ritmo atual, a pandemia da Covid-19 deve terminar somente após o dia 25 de dezembro, quando é celebrado o Natal.

Pesquisadores realizaram essa projeção a partir de dados de pessoas infectadas, suscetíveis e recuperadas da Covid-19. Analisando os números de diferentes países, verificaram que a doença apresenta padrões.

“A evolução da Covid-19 não é completamente aleatória. Como outras pandemias, segue um padrão de ciclo de vida desde o surto até a fase de aceleração, ponto de inflexão, fase de desaceleração e eventual parada ou término”, disse o estudo em 28 de abril. O Brasil estaria na fase de aceleração de contaminação e mortes.

Por outro lado, apesar de usar dados objetivos, os pesquisadores alertam que as previsões devem ser consideradas com cuidado e que, portanto, estão sujeitas a alteração, não devendo resultar no afrouxamento de medidas de contenção.

Fim da pandemia do coronavírus no Mundo
Conforme projeção de pesquisadores da Universidade de Singapura, o pico de contaminação mundial ficou em abril. Diante disso, o fim da pandemia no Mundo deve datar no no Réveillon deste ano, em 31 de dezembro. Caso se comprove, é provável de que a pandemia se alastre ainda durante parte do próximo ano.

Todos perdem com a Pandemia? Artigo do professor Moisés Almeida

(Foto: Arquivo)

Por Moisés Almeida – Professor da UPE/Petrolina, Facape e Doutorando em História do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

TODOS PERDEM COM A PANDEMIA?

Tenho escutado frequentemente essa frase: “Todos estão perdendo com a pandemia”. Essa narrativa tem sido rotineira, numa tentativa de nivelar toda a sociedade. O discurso de que ricos e pobres estão na mesma situação se propaga e consegue adeptos em todo o planeta.

Na crise, seja ela em função de uma doença, de catástrofes ecológicas e até mesmo em situação de guerra, existem três tipos de categorias sociais: as que ganham, as que nem ganham e nem perdem e as que perdem. Então, não há como nivelar no mesmo patamar a sociedade, até porque a desigualdade existe e ela vem sendo cada vez mais escancarada com as sucessivas crises econômicas.

LEIA MAIS

Brasil pode ultrapassar 10 mil mortos pela covid-19 neste 8 de maio

(Foto: Cadu Rolim/FotoArena/Estadão Conteúdo)

As secretarias estaduais de Saúde confirmam no país até o momento 141.088 casos do novo coronavírus, com 9.637 mortes. Treze das 20 cidades com maior mortalidade estão no Amazonas.

Segundo os dados levantados pelo o Portal de Notícias G1, das 20 cidades com maior mortalidade e incidência de casos, 18 se concentram no Norte e Nordeste.

LEIA MAIS

Líder do governo no senado defende isolamento social, mas diz que crise vai exigir medidas amargas

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro busca apoio do Supremo Tribunal Federal (STF) para relaxar as medidas de restrição para conter o avanço do coronavírus, o líder do governo no Senado defende as ações implementadas por estados e municípios na tentativa de diminuir o número de contaminação e de mortes.

Nesta sexta-feira (8), o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) defendeu o isolamento social para conter o avanço do coronavírus no país, mas ponderou que medidas de flexibilização, como a reabertura gradual do comércio a partir de junho, devem ser discutidas. O assunto deve ser debatido pelo Senado em audiência com os governadores.

LEIA MAIS
1234