Lula se encontra com papa Francisco no Vaticano

Lula em encontro com o Papa.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontrou, nesta quinta-feira (13), com o papa Francisco na residência papal da Casa Santa Marta (Domus Sanctae Marthae), no Vaticano. O encontro foi intermediado pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández, que visitou o conterrâneo no Vaticano no dia 31 de janeiro.

Sobre a reunião, o ex-presidente publicou em seu Instagram que foi um “encontro com o Papa Francisco para conversar sobre um mundo mais justo e fraterno”. Segundo a imprensa italiana, os dois estiveram juntos por cerca de uma hora.

LEIA MAIS

Papa condena feminicídios e brinca: ‘freiras terroristas não’

(Foto: Internet)

O papa Francisco encerra neste domingo (21) sua visita ao Peru com uma missa multitudinária em Lima, em uma viagem iniciada no Chile, manchada pelo escândalo que persegue a Igreja provocado por abusos sexuais do clero contra menores. O sumo pontífice precisou esperar a chegada ao Peru para sentir-se acolhido pelos católicos, que foram em massa às ruas para recebê-lo, diferentemente da frieza com a qual foi tratado no Chile.

Visivelmente cansado depois de uma semana na qual percorreu milhares de quilômetros para visitar seis cidades nos dois países e com uma agenda cheia de atos, o papa alçou a voz para repreender e pedir unidade em uma Igreja, a peruana, desgarrada pelas facções.

Às religiosas da vida contemplativa do Senhor dos Milagres recordou que as “fofocas” nos conventos ameaçam a unidade da Igreja e comparou o hábito aos “terroristas, que jogam a bomba e vão embora”. “Freiras terroristas não. Que mordam a língua!”, lançou o pontífice, arrancando gargalhadas e sorrisos de dezenas de religiosas. Aos bispos disse: “trabalhem pela unidade, não fiquem presos em divisões que parcializam e reduzem a vocação”.

Em seu último dia em Lima, com uma população de nove milhões de habitantes, Francisco também irá rezar ante as relíquias dos quatro santos peruanos que repousam na catedral – as do quinto, Francisco Solano, foram roubadas há 25 anos e nunca apareceram – e fará a oração do Angelus.

LEIA MAIS

Papa Francisco pede paz para Jerusalém e libertação de reféns, em mensagem de Natal

(Foto: Internet)

A mensagem do papa Francisco, na noite deste domingo (24), foi voltada a um pedido de paz, especialmente para os povos que sofrem com conflitos. O pontífice também pediu que sejam libertados os religiosos e fiéis sequestrados.

O Santo Padre também pediu aos fiéis que, nestas horas que precedem o Natal, se recolham em silêncio e em oração pelo Nascimento para “adorar no coração do mistério o verdadeiro Natal, o de Jesus que se aproxima de nós com amor, humildade e ternura”. “Lembrai-vos também de rezar por mim”, pediu Francisco.

No Twitter, a mensagem de Francisco também faz um agradecimento: “Contemplando o Menino Jesus, amor humilde e infinito, digamos a Ele simplesmente: Obrigado, porque você fez tudo isso por mim!”.

Vítimas de massacre no Rio Grande do Norte no século 17 se tornam santos neste domingo

(Foto: Internet)

Em 1645, um grupo de católicos foi arrastado para um trecho do rio Potengi, perto de Natal, no Rio Grande do Norte. Seus algozes, soldados holandeses e índios tapuias, lhes arrancaram línguas, deceparam pernas e braços e partiram crianças ao meio.

Enquanto tinha o coração arrancado pelas costas, umas das vítimas Mateus Moreira repetia: “Louvado seja o Santíssimo Sacramento”, segundo relato da Igreja Católica.
Neste domingo (15), o papa Francisco o canonizou em uma missa na Praça de São Pedro, juntamente com as demais vítimas e outras figuras ligadas à violenta história da evangelização na América Latina.

“Não se pode dizer ‘Senhor, Senhor’, sem viver e colocar em prática a vontade de Deus. Necessitamos nos revestir a cada dia com seu amor, de renovar a cada dia a escolha de Deus. Os santos canonizados hoje, sobretudo os tantos mártires, indicam esse caminho. Eles não disseram ‘sim’ ao amor apenas com palavras, mas com a vida, e até o fim”, ressaltou o papa na cerimônia de canonização.

O episódio, conhecido como massacre de Cunhau e Uruaçu, ocorreu no Rio Grande do Norte durante a dominação holandesa na região. Suas vítimas se tornaram os primeiros mártires do país.

LEIA MAIS

Papa Francisco fere o rosto durante viagem a Cartagena das Índias

(Foto: Internet)

O papa Francisco sofreu um corte no rosto, neste domingo, quando tentava cumprimentar um garoto durante o percurso do papamóvel pelo bairro de San Francisco, na cidade colombiana de Cartagena das Índias. O pontífice bateu com o rosto no vidro do veículo e uma gota de sangue caiu, manchando a batina.

O papa minimizou o ocorrido e brincou após o acidente. “Dei uma topada, mas estou bem”, disse o pontífice a um jornalista da rádio “Caracol” ao terminar a visita a uma moradora do bairro pobre de San Francisco.

LEIA MAIS

Papa questiona fé de cristãos que consultam horóscopos e cartomantes

O papa Francisco afirmou ontem (13) que a fé não é uma fuga dos problemas, mas, sim, o que dá sentido à vida. Para Francisco, cristãos que consultam “cartomantes e horóscopos” não têm “fé tão forte”.

Durante a Oração do Ângelus no Vaticano, o pontífice disse que, quando os fiéis não se “apegam à palavra do Senhor e, para ter mais segurança, consultam horóscopos e cartomantes, a pessoa começa a chegar ao fundo”.

“Apenas a fé dá a segurança da presença de Jesus, que nos impulsiona a superar as tempestades existenciais. É a certeza de segurar uma mão que nos ajuda com as dificuldades, apontando o caminho, mesmo quando está escuro”, acrescentou o papa.

Caso Beatriz: Mãe escreve carta ao papa em busca de apoio

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A mãe da garota Beatriz Angélica Mota da Silva, que foi brutalmente assassinada em dezembro de 2015 no colégio onde estudava, em Petrolina (PE), divulgou uma carta endereçada ao Papa Francisco. Lúcia Mota relata no texto sobre o sofrimento causado pela não descoberto do autor do crime. No texto, ela afirma, ainda, que a direção da escola não tem colaborado com as investigações.

“Vossa venerável pessoa (…) exerce um papel profético capaz de atingir as consciências e intervir no auxílio ou mesmo no sentido de sensibilizar as autoridades policiais, Ministério Público e Governador do Estado de Pernambuco, como também os administradores do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Petrolina, a cooperarem com a elucidação desse hediondo crime”, afirma Lúcia.

As fotos do suposto criminoso foram divulgadas em março deste ano pela delegada Gleide Ângelo. Para Lúcia, “o Vaticano também pode ajudar dando “publicidade às imagens do assassino recentemente reveladas pela Polícia Civil”.

A mensagem ao Papa é mais uma tentativa da família de Beatriz de buscar ajuda das autoridades. Os pais da menina já fizeram, pelo menos, três protestos no Recife e tiveram encontro com o governador Paulo Câmara, que assegurou esforços feitos para solucionar o caso.

Leia a carta na íntegra

Sua Santidade, Papa Francisco, Bispo de Roma e Pastor Supremo da Igreja, Estado da Cidade do Vaticano, Roma

Santo Padre,

Com profundo respeito, fé e esperança, entrego em vossas mãos esta carta que relata uma tragédia familiar e a dor de uma mãe em busca de justiça.

Todo povo brasileiro compartilha da preocupação de Vossa Santidade em se solidarizar com as mazelas sociais que afetam profundamente nossas famílias.

Quero compartilhar com Vossa Santidade um acontecimento que destruiu completamente minha família.

No dia 10 de dezembro de 2015, num evento festivo que acontecia numa escola católica administrada pelas freiras “Filhas de Maria” – o Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Petrolina-Pernambuco, que pertence a Rede Salesiana de Escolas – a minha filha, Beatriz Angélica Mota F. da Silva (7), foi brutal e covardemente assassinada a facadas dentro daquelas dependências.

Esse crime ainda não foi solucionado. QUERO RESPOSTAS. PRECISO DE JUSTIÇA.

Santo Padre,

O Evangelho é a grande mensagem da Vida, plenamente revelada na pessoa e na palavra de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Eu deposito minha fé na crença de que DEUS AMA A JUSTIÇA.

Não consigo continuar vivendo esse sentimento de injustiça. As autoridades policiais não possuem estrutura para atender nosso clamor. A instituição (Escola Católica) NÃO nos ajuda, omite informações, e ainda age como se estivéssemos na idade das trevas. A administração dessa entidade se utiliza de subterfúgios procurando esconder importantes evidências, obstruindo as investigações e procurando descredenciar os trabalhos já realizados pelos investigadores do caso, mesmo porque, alguns de seus funcionários são os principais suspeitos na facilitação dessa atrocidade. E isso contradiz radicalmente o ideal evangélico apoiado pelas instituições religiosas de nosso país.

Existe uma mancha indelével na nossa sociedade e esse estranho comportamento dessa escola católica afasta as famílias do Vale do São Francisco da nossa Santa Igreja.

Papa Francisco,

Vossa venerável pessoa, na qualidade de Pastor Supremo da Igreja, sendo internacionalmente reconhecido como grande líder moral da humanidade exerce um papel profético capaz de atingir as consciências e intervir no auxílio ou mesmo no sentido de sensibilizar as autoridades policiais, Ministério Público e Governador do estado de Pernambuco, como também os administradores do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Petrolina a cooperarem com a elucidação desse hediondo crime. E principalmente dar publicidade às imagens do assassino recentemente reveladas pela Polícia Civil de Pernambuco.

Enquanto não forem esclarecidos todos os fatos e os seus reais culpados não forem punidos existirá uma dúvida em nossa comunidade de que algumas instituições católicas trabalham para esconder práticas condenáveis de alguns de seus membros.

Querido Irmão Maior, OUÇA O MEU CLAMOR e venha em meu socorro com sua palavra de ânimo e com seus gestos divinos, capazes de expressar o Evangelho como a grande Mensagem da Alegria, da Esperança, da solidariedade e da compaixão para com todos.

Maria Lúcia Mota da Silva, Mãe de Beatriz Angélica Mota F. da Silva.

Juazeiro, Bahia.

Brasil, 10 de Julho de 2017

Papa canonizará em outubro os primeiros mártires brasileiros

Os mártires brasileiros serão canonizados em uma cerimônia ao lado de dois meninos mexicanos. (Foto: Internet)

O papa Francisco canonizará no dia 15 de outubro deste ano, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, os primeiros mártires brasileiros, os sacerdotes André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro e o laico Mateus Moreira, além de outras 27 pessoas assassinadas em 1645.

O anúncio foi realizado nessa quinta-feira (20), durante assembleia de cardeais dirigida pelo papa, onde foram definidas as datas das cerimônias de canonização de vários futuros santos. Para que sejam canonizados, eles não necessitaram nenhum milagre, apenas o parecer positivo dos membros da Congregação para as Causas dos Santos, que reiterou o assassinato por “ódio à fé”.

LEIA MAIS

“Fim do desemprego de jovens” este foi o pedido do Papa para 2017

Ajudem os jovens a encontrar o seu “propósito no mundo” pediu o líder da igreja católica. Foto: (Alessandro Bianchi/Reuters)

O Papa Francisco discursou na noite deste sábado na Praça de São Pedro, no Vaticano, e se despediu do ano com um pedido especial para 2017: o fim do desemprego de jovens ao redor do mundo. Durante as orações, o pontífice argentino pediu que os líderes mundiais ajudem os jovens a encontrar o seu “propósito no mundo”, destacando o paradoxo de “uma cultura que idolatra a juventude”, mas não abriu lugar para os jovens.

“Nós condenamos nossos jovens a não ter lugar na sociedade, porque os empurramos lentamente para as margens da vida pública, obrigando-os a migrar ou a implorar por empregos que já não existem ou que não lhes prometem um futuro”, disse Francisco.

Veja online

Papa vai a Portugal visitar santuário de Fátima

O Vaticano confirmou que o papa Francisco viajará para a cidade de Fátima, em Portugal, nos dias 12 e 13 de maio de 2017. A visita se dará no cenário em que teria acontecido a aparição da Virgem Maria.

“Na ocasião do centenário da aparição da Beata Virgem Maria na Cova da Iria, e acolhendo o convite do presidente da República e dos bispos portugueses, Sua Santidade Papa Francisco fará uma peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima entre 12 e 13 de maio de 2017”, informou o Vaticano, em nota.

Essa será a primeira viagem do papa a Portugal.

Papa chora pelos mortos no Iraque e reza em silêncio pela paz

(Foto: Ilustração)

(Foto: Ilustração)

Neste domingo (23), o papa Francisco falou sobre os combates e assassinatos nos arredores de Mossul, e pediu aos fiéis para que rezem por “um futuro de segurança, de reconciliação e paz” no Iraque.

“Nessas horas dramáticas me sinto perto de todo o povo do Iraque, em especial dos da cidade de Mossul”, declarou o pontífice argentino diante de dezenas de milhares de fiéis durante a oração do Angelus. Nossas almas estão assustadas com os odiosos atos de violência cometidos há muito tempo contra os cidadãos inocentes, muçulmanos, cristão e membros de outras religiões e etnias”, acrescentou.

LEIA MAIS

Papa anuncia grupo de 17 novos cardeais, incluindo brasileiro

(Foto: Internet)

É a terceira vez que Francisco nomeia novos cardeais desde sua eleição em 2013. (Foto: Internet)

O papa Francisco disse neste domingo (9) que elevaria 17 sacerdotes para o posto de cardeal, incluindo 13 que têm menos de 80 anos e, portanto, são elegíveis para participar de um conclave que um dia escolherá seu sucessor.

Um dos cardeais eleitos, entre aqueles com menos de 80 anos, é do Brasil. Trata-se do arcebispo de Brasília, Dom Sérgio da Rocha, que também é presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Os cardeais são os membros mais altos da hierarquia católica romana após o papa. Cada vez que um papa nomeia novos cardeais, ele coloca seu selo sobre o futuro da igreja global de 1,2 bilhão de membros.

LEIA MAIS

Papa Francisco aceita renuncia de Dom Jose Geraldo da Cruz e nomeia Dom Beto Breis como Bispo Titular da Diocese de Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Dom José Geraldo da Cruz completou 75 anos, idade em que todo Bispo deve apresentar seu pedido de renúncia. (Foto: ASCOM)

O papa Francisco acolheu, nesta quarta-feira (7), o pedido de renúncia ao governo pastoral da diocese de Juazeiro (BA) apresentado por dom José Geraldo da Cruz, em conformidade com o cânon 401, primeiro parágrafo do Código de Direito Canônico.

Dom José Geraldo da Cruz completou 75 anos, idade em que todo Bispo deve apresentar seu pedido de renúncia, de acordo com o Código de Direito Canônico da Igreja Católica. O mesmo agora torna-se Bispo Emérito da Diocese. Em 13 anos, Dom José Geraldo tem realizado um trabalho muito positivo na Diocese, na administração, na formação dos padres, no acompanhamento das comunidades, nas diversas pastorais, sendo um pastor que tem buscado doar sua vida e corresponder com a missão que lhe fora dada pela Igreja. 

LEIA MAIS

Papa cai durante missa em santuário da Polônia

O Papa Francisco caiu durante uma missa na Polônia. (Foto: Reprodução/UOL)

O Papa Francisco caiu durante uma missa na Polônia. (Foto: Reprodução/UOL)

O papa Francisco sofreu uma queda sem gravidade nesta quinta-feira (28) enquanto se dirigia ao altar para celebrar uma missa diante do santuário de Jasna Gora, na cidade polonesa de Czestochowa.

O papa caiu em uma escada quando se dirigia ao altar e precisou ser levantado por um grupo de religiosos, mas prosseguiu a celebração sem problemas.

Francisco chegou a bordo do papamóvel à esplanada do popular santuário de Jasna Gora, o lugar onde desde o século 14 é venerada a imagem da “Virgem Negra”, chamada assim pela cor de sua pele e onde uma multidão silenciosa o esperava.

LEIA MAIS

Papa Francisco diz que Igreja deve pedir desculpas aos homossexuais

Um participante perguntou ao papa como se devia acolher os imigrantes, ao que Francisco respondeu que devia ser “com gestos de carinho e abertura”, sublinhando três palavras-chave: “ternura, compaixão e amizade”/Foto:Alessandro di Meo

O papa afirmou que a Igreja também deve pedir desculpas aos pobres, às mulheres e às crianças exploradas no trabalho./ Foto: internet

O papa Francisco disse no último domingo (26) que a Igreja deve pedir desculpas aos homossexuais pela forma com que foram tratados todos estes anos.

Em conversa com jornalistas a bordo do avião papal, quando voltava de uma visita de três dias à Armênia, Francisco voltou a dizer que se a pessoa “tem boa vontade e que busca Deus, quem somos nós para julgá-la?”.

“Os cristãos devem pedir perdão por ter acompanhado tantas decisões equivocadas”, disse, quando foi questionado se está de acordo com o cardeal Reinhard Marx, que declarou que a Igreja Católica deve pedir desculpas à comunidade gay por tê-la marginalizado.

LEIA MAIS
12