Buracos na Estrada da Tapera tiram sossego de moradores

Quem transita pela PE-655, mais conhecida como Estrada da Tapera precisa ter atenção redobrada. Os buracos na pista tiram sossego de motoristas e motociclistas, colocando em risco também os pedestres os quais precisam andar na via porque em alguns trechos não há acostamento.

A dor de cabeça é antiga e segundo um leitor, os buracos se multiplicam pela estrada. “Toda comunidade ribeirinha reclama das más condições da via, é tanto buraco, cada um maior que o outro”, relata.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) questionando quando a PE-655 será contemplada com melhorias, no entanto, ainda não tivemos retorno. O espaço do Blog fica aberto aos esclarecimentos do Governo de Pernambuco.

Buracos se alastram na estrada da Tapera, PE-655

Buraco já toma conta de uma das mãos da PE-655/Foto Waldiney Passos

Está cada vez mais perigoso trafegar pela PE-655, mais conhecida como estrada da Tapera, em Petrolina, justamente a rodovia que dá acesso a vários pontos turísticos da cidade como as ilhas Massangano, Rodeadouro e da Amélia. Diversos restaurantes às margens do rio São Francisco também dependem desta via para receber seus clientes.

Caracterizada por curvas sinuosas e a falta de acostamento, o rodovia sofre os desgastes do tempo sem receber, desde sua construção, uma obra de recapeamento, apenas paliativos são executados como tapa buraco, mesmo assim com muita dificuldade.

É o que está acontecendo agora, com trechos intransitáveis, os condutores são obrigados a invadirem a contra mão na iminência de ocorrer um acidente grave a qualquer momento.

E para piorar a situação, o Governo do Estado através do programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), ao invés de recuperar a pista fez foi autorizar uma obra de sinalização vertical, orçada em R$ 1.583.003,84 (Um milhão, quinhentos e oitenta e três mil, três reais e oitenta e quatro centavos). Uma verdadeira aberração, sinalização em cima de asfalto velho, dinheiro jogado pelo ralo.

A pergunta que se faz é até quando este tipo de coisa vai continuar acontecendo com a conveniência das autoridades? Isso é um desrespeito aos cidadãos de Petrolina.