Petrolina luta para não cair no Campeonato Pernambucano

Petrolina deu trabalho ao Sport no último jogo entre as equipes.

Esta quarta-feira (05) é decisiva para o time do Petrolina. A Fera Sertaneja vai a campo, às 16h, para enfrentar o Sport e buscar uma improvável vitória ou torcer para uma combinação de resultados desta última rodada para permanecer na elite do Campeonato Pernambucano.

Depois de levar o empate nos minutos finais dos dois primeiros jogos do quadrangular do rebaixamento, contra Decisão e Vitória-PE, o Petrolina ainda tem chances de escapar da Série A2 do estadual.

LEIA MAIS

Santa Cruz e Salgueiro duelam por título histórico do Campeonato Pernambucano

Uma decisão histórica. Independente do resultado desta quarta-feira (5), no estádio do Arruda, Santa Cruz e Salgueiro vão fazer história no Campeonato Pernambucano. O Tricolor tem a oportunidade de quebrar um tabu que já dura 88 anos e faturar um título invicto (o último foi em 1932).

O Salgueiro, por sua vez, tem o seu tabu a ser quebrado e pode, pela primeira vez, levar o troféu de campeão para o interior do Estado. E, essa história, começa a ser contada a partir das 21h30. Infelizmente, também pela primeira vez, a final do Estadual será sem a presença do torcedor – devido à pandemia do novo coronavírus. Quem vencer é campeão. Um novo empate, a decisão será nos pênaltis.

LEIA MAIS

Salgueiro atropela Afogados e enfrenta Santa Cruz na final do Estadual

Com o resultado, o Salgueiro vai enfrentar o Santa Cruz na final do Pernambucano. O primeiro jogo acontece sob mando de campo do Carcará. Líder da primeira fase, a Cobra Coral tem a vantagem. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) ainda decidirá os locais dos confrontos. Os embates estão marcados para o próximo domingo e a quarta-feira.

Além de poder brigar pelo título, o Salgueiro também conquistou uma vaga na Copa do Brasil da próxima temporada. Dessa maneira, o já eliminado Retrô herdou a possibilidade de disputar o torneio nacional pela primeira vez.

Mérito do Carcará que não deixou o Afogados crescer na partida. Bem postado defensivamente, o Salgueiro aproveitou os vacilos do adversário e foi eficiente na conclusão das jogadas.

O JOGO

A decisão sertaneja começou bastante disputa e com a marcação muito forte das duas equipes. Enquanto o Afogados buscou trabalhar a bola buscando uma infiltração, o Salgueiro explorava as bolas pelas laterais e o jogo aéreo. E na bola parada o Carcará, que mostrou boa postura defensiva, conseguiu abrir o placar.

Aos 15 minutos, o atacante Ciel cobrou o escanteio, a defesa da Coruja não subiu e o meia Tarcísio apareceu para completar o lance, de cabeça, e balançar a rede. O Afogados não se intimidou mesmo em desvantagem. Numa boa investida pelo lado esquerdo de atacante, o meia Júnior Mandacaru invadiu a grande área e bateu cruzado.

Tanto o Salgueiro quanto o Afogados não diminuíram o volume de jogo. Porém, erraram bastante no último terço de campo. Além disso, paravam muito os lances com faltas no meio-campo. Até o fim da primeira etapa do jogo, nenhuma das duas equipes conseguiram criar jogadas perigosas de gol.

Depois do intervalo, com a vantagem, o Carcará voltou determinado a garantir a vitória. Pressionando a Coruja, não demorou para obter êxito. Após forte investida, aos 10, a defesa do Afogados afastou mal e o volante Willian Daltro acertou um chutaço da meia lua da grande área no canto do goleiro Wallef.

Se não fosse um erro da arbitragem, a vaga do Salgueiro na final do Pernambucano contra o Santa Cruz estaria sacramentada antes dos 20 minutos. Em boa troca de passes, o atacante Ciel invadiu a grande área livre e cruzou rasteiro para o meia Tarcísio, livre, completar para o fundo da rede. No entanto, o impedimento foi assinalado.

Bem na partida, o Carcará administrou o resultado e esperou um erro do adversário para cravar o triunfo. Já o Afogados pressionou os donos da casa, mas errou bastante o último passe. Quando sofreu o primeiro contra-ataque, o Salgueiro não perdoou e garantiu a vaga na decisão. Aos 29, o atacante João Paulo foi lançado pela ponta direita, cortou o marcador e fuzilou o fundo do gol.

FICHA DO JOGO – SALGUEIRO 3X0 AFOGADOS

Salgueiro – César Tanaka; Sinho (Dadinha), Ranieri, Arthur e Daniel; Bruno Sena, Willian Daltro (Raimundinho) e Tarcísio (João Paulo); Renato, Ciel (Muller Fernandes) e Alisson (Thomas Anderson). Técnico: Daniel Neri.

Afogados – Wallef; Guilherme, Heverton Luís (Erivelton), Edivan e Rogerinho (Thalison); Diego Teles, Escuro, Júnior Mandacaru e Candinho (Grafite); Evair (Tiago Bagagem) e Rodrigo (Guedes). Técnico: Pedro Manta.

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior. Assistentes: Marcelino Castro de Nazaré e John Andson Alves Ribeiro. Gols: Tarcísio aos 8 minutos do 1º tempo, Willian Daltro aos 10 minutos do 2º tempo e João Paulo aos 29 minutos do 2º tempo. Cartões amarelos: Sinho, Willian Daltro e Tanaka (Salgueiro). Evair, Grafite e Tiago Bagagem (Afogados).

Petrolina é goleado e vai disputar quadrangular do rebaixamento no Pernambucano

Jogo aconteceu na Arena Pernambuco, em Recife. (Foto: Chico Andrade/Setur-PE)

As mínimas chances de conseguir escapar da zona de rebaixamento do Petrolina acabaram nesse domingo (19). A Fera Sertaneja enfrentou o Retrô, na Arena Pernambuco, em Recife, com a expectativa de conseguir um milagre para não ficar entre os quatro últimos colocados do Campeonato Pernambucano Série A.

No entanto, não deu para a equipe petrolinense. A Fera foi goleada por 5 a 0 e agora precisa achar forças para não voltar para Série A2 do estadual. A disputa para não cair vai ser contra Sport, Decisão e Vitória-PE.

LEIA MAIS

FPF e governo do estado devem se reunir nesta segunda para debater volta do campeonato Pernambucano

(Foto: Reprodução/FPF)

Nesta segunda-feira (06), 0 presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, deve se reunir com membros do Governo para debater sobre uma possível data do retorno do Campeonato Pernambucano. Segundo o mandatário, já existe um protocolo com uma série de restrições, no entanto, não há data definida para o retorno.

Segundo Evandro, o grande problema para a volta do estadual é a necessidade de fazer cinco a seis partidas no mesmo dia em locais diferentes. Ainda de acordo com o presidente da FPF, o campeonato deve acabar durante este mês de julho.

LEIA MAIS

Petrolina precisa de milagre para escapar da zona de rebaixamento na última rodada

Petrolina joga fora de casa contra o Retrô na próxima rodada.

Somente uma combinação praticamente impossível de resultados pode colocar o Petrolina na fase de classificação para as quartas de finais do Campeonato Pernambucano 2020. Após o final da penúltima rodada da primeira fase da competição, restou uma pequena esperança para a Fera Sertaneja escapar da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Petrolina enfrenta o Retrô fora de casa. E para que o sonho da classificação para segunda fase comece a ser concretizado, a Fera precisa golear a equipe adversária com, pelo menos, quatro gols de diferença. Assim, somaria dez pontos e ficaria com o saldo de gols de -1, que são os primeiros critérios de desempate.

No entanto, não para por aí. Além de emplacar essa goleada, a Fera precisaria que o Central e o Afogados perdessem seus jogos. Dessa forma, o Petrolina empataria no número e pontos, mas conseguiria ultrapassar os dois clubes no saldo de gols e garantir a última vaga para as quartas de finais.

LEIA MAIS

Petrolina faz jogo decisivo contra Sport nesta quarta

Estádio Paulo Coelho (Foto: Internet)

Nesta quarta-feira (04), O Petrolina tem seu jogo mais importante da temporada. A Fera Sertaneja recebe o Sport em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Pernambucano e somente a vitória interessa à equipe petrolinense. O jogo acontece às 20h, no estádio Paulo Coelho.

Ainda na zona de rebaixamento, a Fera precisa somar os três pontos para ir para a última rodada com boas chances de entrar na zona de classificação para a fase final da competição. Até aqui, o clube só somou seis pontos e está a três do primeiro fora da zona do rebaixamento.

LEIA MAIS

Afogados-PE faz história e elimina o Atlético-MG da Copa do Brasil

O Afogados-PE entrou para a história do futebol nacional nessa quarta-feira (26). A equipe comandada por Pedro Manta venceu um dos gigantes do futebol brasileiro e avançou de fase na Copa do Brasil. O clube eliminou o Atlético-MG em disputa de pênaltis.

O time não tem nem sete anos de fundação e já aprontou uma das grandes no cenário nacional. Com a vitória, o Afogados embolsou R$ 1,5 milhão e aguarda sorteio para conhecer o adversário da terceira fase da competição.

Após um primeiro tempo sem emoções, as equipes voltaram do intervalo ligadas para a segunda etapa. O Afogados saiu na frente do placar aos 16 minutos. Aos 20 o Atlético empatou. Logo após o gol do Galo, aos 22, o Afogados teve um jogador expulso.

LEIA MAIS

Petrolina se prepara para enfrentar o Vitória-PE pelo Campeonato Pernambucano

Petrolina vai em busca de mais uma vitória no estadual. (Foto: Kris de Lima/Cortesia)

Após conseguir sua primeira vitória no Campeonato Pernambucano 2020, o Petrolina realizou, nessa terça-feira (18), o último treino de preparação para enfrentar o Vitória-PE nesta quarta-feira (19). A Fera Sertaneja vai em busca de mais um triunfo para tentar sair da zona de rebaixamento da competição.

O adversário do Petrolina desta quarta é o último colocado do campeonato, com apenas um ponto somado após cinco rodadas. No entanto, não deve ser um jogo fácil, segundo o técnico da Fera, Higor César, já que o mando de campo é do Vitória-PE. O jogo acontece na Arena de Pernambuco, em Recife, às 20h.

LEIA MAIS

Petrolina entra em campo nesta quarta precisando vencer para se recuperar no estadual

Vitória é necessária para recuperação da equipe na competição. (Foto: Amanda Lima)

O Petrolina enfrenta, nesta quarta-feira (12), às 20h, o Decisão em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Pernambucano. A Fera Sertaneja entra em campo pressionada para conseguir sair com a vitória, já que só somou um ponto na competição. O jogo acontece em Petrolina, no estádio Paulo Coelho.

A Fera é o último colocado do campeonato e uma nova derrota complicará ainda mais a jornada da equipe para não voltar para a segunda divisão do estadual. O Petrolina está a quatro pontos do primeiro time fora do Z-4.

LEIA MAIS

Petrolina sai atrás, busca empate, mas continua sem vencer no Pernambucano

Torcida do Afogados no Vianão. (Foto: Coruja do Sertão/Arquivo pessoal)

O Petrolina enfrentou, na noite dessa quinta-feira (08), o Afogados fora de casa, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano Séria A1. A Fera Sertaneja mostrou força de reação após sair atrás do placar, mas só conseguiu empatar. O jogo terminou 2 a 2.

Com cerca de 1.425 torcedores, o Afogados fez valer o mando de campo e dominou o primeiro tempo da partida. Os donos da casa conseguiram abrir 2 a 0. Na volta do intervalo, logo no primeiro minuto, a Fera diminuiu o placar. Aos 21 minutos, o Petrolina arrancou o empate e por pouco não virou o jogo.

LEIA MAIS

Com gols no primeiro tempo, Salgueiro e Central empatam no Cornélio de Barros

Salgueiro e Central se enfrentaram neste sábado, pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano. Após estrearem com derrota, o Carcará e a Patativa ficaram no empate por 1 a 1 e seguem sem vencer no estadual. Os gols do clássico do interior foram marcados pelo zagueiro Richard, para o Salgueiro, aos 12 do primeiro tempo, e o atacante Leandro Costa para o Central, aos 18 da etapa inicial.

Aos 28 do segundo tempo, o Salgueiro ficou com um jogador a menos, após o zagueiro Ranieri tomar o segundo amarelo e ser expulso de campo. Com um a mais, a Patativa não soube aproveitar a vantagem numérica e virar o placar.

O empate garantiu o primeiro ponto de Salgueiro e Central no Pernambucano.

Próximos jogos

O Salgueiro tem mais um jogo em casa. No sábado, às 20h, o Carcará recebe o Petrolina. Já o Central, contiua longe de Caruaru. Na terça-feira, o desafio será contra o Sport, em Recife

Petrolina enfrenta o Náutico em busca de sua primeira vitória no Pernambucano

Petrolina enfrenta o Náutico neste domingo. (Foto: Amanda Lima)

No próximo domingo (26), o Petrolina recebe o Náutico para mais uma rodada do Campeonato Pernambucano Série A1. O jogo acontece às 16h, no estádio Paulo Coelho, em Petrolina (PE).

Após perder para o Santa Cruz na estreia da competição, a Fera sertaneja busca sua primeira vitória para não começar a se complicar no campeonato. Hoje, a equipe é a lanterna, ou seja, última colocada na tabela da competição.

Segundo o novo formato do campeonato, os dois primeiros se garantem diretamente na semifinal. O terceiro até o sexto colocado disputa as quartas de finais. Já os quatro últimos, realizam uma disputa entre si para não cair para a Série A2.

Petrolina entra em fase final de preparação para estreia no Pernambucano

Petrolina estreia contra o Santa Cruz neste sábado. (Foto: Amanda Lima)

No próximo sábado (18), o Petrolina entra em campo para a estreia no Campeonato Pernambucano Série A1 2020. A Fera Sertaneja encara o Santa Cruz na primeira rodada da competição. O jogo acontece às 19h, no Arruda, em Recife.

De acordo com o presidente do Petrolina, Jeferson Oliveira, a expectativa é de que a equipe brigue pelo título nesta temporada. No ano passado, a Fera quase foi rebaixada, mas conseguiu permanecer na primeira divisão após o Flamengo de Arcoverde ser punido e perder alguns pontos.

LEIA MAIS

“Estamos entrando para brigar pelo título”, diz presidente do Petrolina sobre o Pernambucano

Com quase 20 jogadores, Petrolina apresenta elenco e inicia pré-temporada. (Foto: Amanda Lima)

A equipe do Petrolina está confiante para a próxima temporada, quando disputa, pelo segundo ano consecutivo, o Campeonato Pernambucano 2020. De acordo com o presidente da equipe, Jeferson Oliveira, diferente do ano passado, quando quase caiu para Série A2, este ano o clube vem para disputar o título.

“A expectativa do Pernambucano é que estamos entrando este ano para brigar pelo título. Ficar entre o terceiro e quarto colocado do campeonato. Estamos com um time bem montado. Em cada posição tem jogadores rodados pela série C, série D. Então o Petrolina começa com um time forte”, disse o presidente.

LEIA MAIS
123