Após desligamento de Alberto Lima, Neco assume o comando técnico do Petrolina Social Futebol Clube

(Foto: Reprodução/Facebook)

Na tarde desta quinta-feira (14) o Petrolina Social Futebol Clube comunicou oficialmente o desligamento do técnico Alberto Lima. Segundo o comunicado publicado nas redes sociais do time, a decisão foi interna. No post, o Clube desejou sucesso a Lima.

Logo em seguida, a Fera Sertaneja anunciou o seu novo treinador. Após quatro anos da sua última passagem pelo time, Neco é anunciado o novo comandante técnico do Petrolina Social Futebol Clube. O anúncio também foi feito pelas redes sociais.

Uma semana após título, Petrolina celebra 20 anos de história

Elenco campeão invicto da Série A2 2018 (Foto: Blog Waldiney Passos)

O domingo (11) foi de festa para o torcedor do Petrolina Social Futebol Clube. A equipe comemorou 20 anos de fundação, uma semana após ter conquistado o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e o acesso à Primeira Divisão estadual.

A data foi lembrada pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) em seu site oficial. “São 20 anos de histórias marcantes no futebol pernambucano”, afirma a mensagem da FPF.

Com o título de domingo (4) a Fera Sertaneja somou três taças da Série A2: 2001, 2010 e 2018. A conquista veio como alento para os fãs do Petrolina que ficaram 2016 e 2017 sem uma equipe para torcer. O time representou a cidade na Série C e 2008 e Série D em 2012. Em 2013 viveu seu ano mais sombrio quando foi rebaixado para a Série A2.

Para o Campeonato Pernambucano de 2019 o Petrolina não contará com Pedro Manta no comando, já que o treinador reassumiu o Afogados da Ingazeira. A competição se inicia em janeiro do próximo ano.

Prefeitura anuncia apoio financeiro ao time do Petrolina no Pernambucano Série A2

(Foto: Reprodução/Internet)

O retorno do Petrolina ao Campeonato Pernambucano da Segunda Divisão ganhou mais um parceiro. A Prefeitura de Petrolina acertou na manhã de hoje (17) suporte na questão do Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho, após uma reunião com a diretoria e comissão técnica da Fera Sertaneja.

Miguel Coelho assegurou também apoio financeiro ao time que retorna às competições depois de dois anos fora do estadual. Como presente, o prefeito ganhou uma camisa do Petrolina das mãos do presidente do clube, o vereador Ronaldo Silva (PSDB).

LEIA MAIS

Petrolina já tem quatro reforços acertados, revela treinador

Treinador observou garotos da região no jogo-treino (Foto: Blog Waldiney Passos)

Na tarde dessa quinta-feira (12) a equipe do Petrolina participou de um jogo treino contra o time de Sento Sé (BA), no Estádio Paulo de Souza Coelho. Muito além do resultado, o treinador da Fera Sertaneja escolheu esse momento para analisar os atletas pré-selecionados na peneira da semana passada.

“O grande objetivo foi observar os meninos, o adversário também faz um trabalho bom. Esses meninos que a gente pré-selecionou na verdade ainda estou observando eles porque nessa competição a gente precisa de um atleta mais maduro”, disse Manta com exclusividade ao Blog Waldiney Passos.

LEIA MAIS

Petrolina inicia preparação para Série A2 do estadual

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A preparação do Petrolina Social Futebol Clube já começou e o treinador Pedro Manta já está na cidade trabalhando na divisão de base. O objetivo é dar espaço aos jogadores da região e montar a equipe que disputará o Campeonato Pernambucano da Segunda Divisão.

Manta conversou com o Blog Waldiney Passos na quinta-feira (5) após finalizar a peneira com os jogadores e falou sobre os trabalhos.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina Social Futebol Clube volta a usar escudo tradicional

“Essa primeira captação foi importante, a gente chegou cedo pra avaliar esses atletas da região e eu gosto de trabalhar com atletas da base. A gente tem dois propósitos: montar o time da segunda divisão e a montagem de base”, disse Manta.

LEIA MAIS

Futebol: Ronaldo Silva afirma que conselho se reunirá para discutir retorno do Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Ronaldo Silva (PMDB) afirmou que voltará ao comando do Petrolina Social Futebol Clube. O edil garantiu que nos próximos dias uma reunião com os conselheiros vai debater essa retomada da Fera Sertaneja, fora do Campeonato Pernambucano desde 2016.

“Estive conversando com os conselheiros, vamos sentar nesses dias para que a gente possa retomar o Petrolina. Vamos assumir novamente o clube para que a gente possa trazer a Fera Sertaneja para o Campeonato Pernambucano”, afirmou durante entrevista no programa Super Manhã da Rádio Jornal dessa sexta-feira (18).

Ronaldo Silva adiantou que a nova diretoria deverá ser comprometida com o esporte e a Prefeitura de Petrolina pode contribuir com a equipe. “Os empresários que tenham interesse em participar da diretoria do Petrolina nos procurem, para que a gente possa fazer um time para chegar à Primeira Divisão do Campeonato Pernambucano”, afirmou.

Segundo o vereador, ele está disposto a assumir a presidência do clube, a fim de liderar essa iniciativa de retomada da Fera Sertaneja. Em 2017 houve um planejamento que contaria com a participação do treinador Andrade, ex-Flamengo, porém a iniciativa não saiu do papel.

O Petrolina está fora do Campeonato Pernambucano desde 2016, quando disputou a Série A2, a segunda divisão, cenário distante dos anos de glória vividos na última década, com participação na Série D do Campeonato Brasileiro.

No aniversário de oito anos, Torcida Jovem lamenta atual momento do Petrolina

(Foto: Reprodução/Facebook)

Fundada em 2010 a Torcida Jovem do Petrolina vivenciou em pouco tempo alegrias e tristezas. A garotada esteve junto com a Fera Sertaneja na saudosa campanha de 2011, quando o time se classificou para a Série D e apoiou o time incondicionalmente no fatídica campanha do rebaixamento para a Série A2, em 2013.

Desde então o Petrolina acumulou problemas dentro e fora do campo. Salários atrasados, rebaixamento, campanhas ruins e a torcida foi cada vez mais se afastando do time. Idealizada por Vinicius Barbosa e um grupo de amigos do Colégio Dom Bosco, a Torcida Jovem começou nos tempos de Orkut e após várias conversas trocadas, surgiu a torcida organizada.

Para quem viveu dias de alegria, hoje a realidade é oposta. “Depois de vários anos sem ver o Petrolina disputar algo a galera foi começando a se afastar, atualmente devemos ter em torno de 15 a 20 membros ativos”, explica Ville Van, um dos membros da torcida.

Em 2017 a Torcida Jovem viveu o golpe mais dura, como relembra Ville. “Estávamos nos preparando para o campeonato e foi uma uma grande decepção quando soubemos que o Petrolina não iria disputar o campeonato e desde então não nos reunimos mais”.

No último domingo (18) a Torcida Jovem celebrou oito anos, esperando reviver os tempos de ouro da Fera Sertaneja no Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho.