PRF recupera carga roubada de Parnamirim na BR-428, em Petrolina

Carga havia sido roubada em Parnamirim no mês de junho (Foto: PRF/Divulgação)

O trabalho da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Petrolina segue intenso. Na terça-feira (7) os agentes apreenderam um caminhão transportando produtos roubados na BR-428. A carga era composta por produtos automotivos e EPIs, roubados em 30 de junho na cidade de Parnamirim, no Sertão.

Dois homens, de 18 e 34 anos, foram detidos. A PRF chegou até eles depois de receber uma denúncia sobre a retirada da carga do caminhão, que estava estacionado em um posto de combustível, no km 182 da rodovia federal. Os agentes abordaram a dupla e efetuaram a prisão.

De acordo com a PRF, um dos homens levava R$ 2.796 em espécie e confessou ter sido contratado para cuidar do veículo. O outro suspeito tinha R$ 278. O veículo não tinha restrição de roubo. A dupla e toda mercadoria foi apresentada à Delegacia de Polícia Civil, para registro da ocorrência.

Lucinha Mota pede ajuda dos participantes da festa em que Beatriz foi morta

Lucinha Mota, mãe de Beatriz Angélica Mota, usou as redes sociais para mais uma vez buscar ajuda no “Caso Beatriz”. Dessa vez a solicitação de Lucinha é aos participantes da festa na qual a garota foi morta, dentro do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, em Petrolina.

O objetivo da família é obter novas imagens e fotos. “Se você participou desse evento, por favor, envie fotos e vídeos para o email [email protected]. Eu quero, eu preciso dessas imagens para que a gente possa punir os assassinos de Beatriz. Por favor, colabore com a nossa investigação paralela”, afirma.

Confira o pedido de Lucinha:

Beatriz Angélica foi assassinada com 42 facadas em 10 de dezembro de 2015. O crime ocorreu dentro do colégio, durante a solenidade de formatura das turmas do terceiro ano do colégio Auxiliadora, um dos mais tradicionais de Petrolina. Apesar da repercussão nacional, até hoje o caso segue sem solução.

Caso Miguel: perícia desconstrói depoimento de Sarí Corte Real

A perícia realizada pelo Instituto de Criminalística (IC) no edifício onde o garoto Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos caiu e morreu no começo de junho concluiu que Sarí Côrte Real apertou o botão que leva o elevador até a cobertura do prédio.

LEIA TAMBÉM

Caso Miguel: mãe de garoto chama ex-patroa de “fria” após encontro na delegacia

Delegacia abre mais cedo para depoimento de Sarí Corte Real no Caso Miguel

O trabalho do IC também não indica a participação de outra pessoa na morte da criança, que caiu do nono andar no dia 2 de junho e morreu no Hospital da Restauração. O documento foi apresentado ao delegado Ramon Teixeira na sexta-feira (26) e a expectativa é que a Polícia Civil conclua o inquérito nos próximos dias.

LEIA MAIS

Após polícia encontrar corpos carbonizados em Petrolina, delegado prega cautela e aguarda resultado do exame de DNA

Amigos estavam desaparecidos desde o início de junho

Apesar de uma fonte ligada ao Blog Waldiney Passos ter confirmado que os corpos encontrados na tarde de terça-feira (30), em Petrolina, são de Lucas de Araújo Moura, de 19 anos; e Antônio Carlos Neves Junior, de 21 anos, a Polícia Civil prega cautela e aguardará o resultado do exame de DNA.

LEIA TAMBÉM

Urgente: Corpos carbonizados encontrados nesta terça-feira (30) são mesmo dos jovens desaparecidos, diz fonte

Carro é encontrado queimado com  dois corpos carbonizados dentro na zona rural de Petrolina

Famílias seguem em busca por informações de jovens sequestrados no Dom Avelar, em Petrolina

Em entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina, nessa quarta-feira (1°), o delegado responsável pelo caso, Magno Neves, afirmou que é precoce confirmar ou refutar algo. “Estamos aguardando a perícia ainda o resultado do DNA. Os corpos estavam carbonizados, estamos com indicativo de que o carro é o que eles estariam no dia do sequestro [mas ainda] não temos como afirmar”, disse.

Investigação

Os corpos foram encontrados dentro de um veículo carbonizado na Estrada das Pedrinhas. Diante desse cenário a Delegacia de Homicídios tenta montar o quebra-cabeça do caso. “Não dá pra determinar quando foi queimado [o veículo]. A perícia do IML são 10 dias. Temos que aguardar a questão da perícia para descobrir o instrumento usado na morte e se o incêndio foi para ocultar o crime“, destacou.

Caso Miguel: mãe de garoto chama ex-patroa de “fria” após encontro na delegacia

Mirtes disse que ex-patroa foi fria e mentiu (Foto: Diogo Cavalcante/DP)

O Caso Miguel ganhou mais um episódio na segunda-feira (29), quando Sarí Côrte Real foi depor na Polícia Civil sobre a morte do garoto de apenas cinco anos. Com autorização do delegado, Sarí e Mirtes Renata, mãe de Miguel, se encontraram na Delegacia de Santo Amaro.

Na saída do prédio Sarí foi hostilizada e seu marido, o prefeito de Tamandaré, Sérgio Hacker (PSB) teve o carro cercado por populares. O casal não quis falar com a imprensa. Mirtes conversou com os jornalistas e disse que a ex-patroa foi fria no encontro.

LEIA TAMBÉM

Delegacia abre mais cedo para depoimento de Sarí Corte Real no Caso Miguel

“Ela disse na minha cara que não apertou o botão. Não foi só eu que vi, todo mundo viu. Ela mentiu na minha cara friamente“, disse a mãe de Miguel. Mirtes passeava com os cachorros do casal quando Miguel – que estava sob a tutela de Sarí – caiu do nono andar de um prédio no Recife.

LEIA MAIS

Delegacia abre mais cedo para depoimento de Sarí Corte Real no Caso Miguel

Sarí estava responsável pelo menino Miguel que caiu do 9º andar do prédio (Foto: Reprodução)

A primeira-dama de Tamandaré (PE) e ex-patroa de Mirtes Santana, Sarí Côrte Real foi ouvida pela Polícia Civil de Pernambuco na manhã dessa segunda-feira (29). O depoimento aconteceu duas horas antes do início do expediente na Delegacia de Santo Amaro, na tentativa de despistar os jornalistas que acompanham o caso.

LEIA TAMBÉM

Mãe de criança que morreu ao cair de prédio está lotada na Prefeitura de Tamandaré

Criança de 5 anos morre após cair de aproximadamente 35 metros de altura de prédio no Recife

Sarí foi ouvida pelo delegado responsável pelo caso, Ramon Teixeira. Ela chegou acompanhada pelo esposo, Sérgio Hacker (PSB) que empregava Mirtes Santana na Prefeitura de Tamandaré, sem a mãe do garoto Miguel ter ciência. Semana passada foi Mirtes quem prestou depoimento, juntamente com sua mãe.

Mirtes era empregada doméstica na casa do casal. Ela havia deixado o apartamento de Sarí e Sérgio para passear com o cachorro da família. Nesse meio tempo o garoto Miguel, filho de Mirtes, deixou o apartamento e caiu do nono andar do prédio. Miguel chegou a ser atendido no Hospital da Restauração. (Com informações do JC Online).

7º BPM apreende 65 kg de maconha na zona rural de Santa Filomena

(Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Policiais do Malhas da Lei, do 7º BPM e DENARC, da Polícia Civil de Pernambuco apreenderam uma grande quantia de maconha em uma propriedade na zona rural de Santa Filomena, Sertão do estado, na noite de sábado (27), durante uma ação contra o tráfico de drogas na região.

Os policiais localizaram duas roças com a erva cannabis sativa recém-colhida. Foram encontrados nove sacos com 65 kg do entorpecente já pronto para consumo, além de 18 kg de semente da maconha armazenados em garrafas pet. No local a polícia também apreendeu armas e uma motocicleta.

Um homem de 45 anos foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil em Ouricuri. Segundo a polícia ele recebia R$ 400 por mês para cuidar da propriedade. Ele tinha consigo uma espingarda de fabricação artesanal.

Operação Test Failed 2: organização criminosa já havia fraudado quatro concursos públicos no país

Nove mandados de busca e apreensão, além de um de prisão foram cumpridos (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil de Pernambuco forneceu mais detalhes sobre a “Operação Test Failed 2”, deflagrada na manhã dessa sexta-feira (26) em Petrolina e mais três municípios da região. Os trabalhos foram iniciados em 2019, identificando tentativa de fraudes no concurso da Guarda Civil da cidade.

LEIA TAMBÉM

Polícia Civil deflagra operação em Petrolina e mais três cidades da região

Hoje foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão; e um de prisão em flagrante delito nos municípios de  Petrolina, Ouricuri e Parnamirim (PE), bem como em Juazeiro (BA). “Todos os mandados lograram êxito, em um dos mandados acabamos confirmando nossa suspeita de que uma pessoa falsificava os documentos. Ela foi encontrada e presa em flagrante delito“, explicou o delegado Gregório Ribeiro em entrevista à TV Grande Rio.

LEIA MAIS

Petrolina: homem é morto a tiros no Projeto Maria Tereza

Petrolina registrou mais um homicídio na manhã dessa sexta-feira (26). Um homem, de identidade ainda não confirmada, foi baleado e morto quando saía para trabalhar. O crime foi registrado no Projeto Maria Tereza, zona rural da cidade.

A vítima morreu no local. A Polícia Militar foi acionada para preservar a cena do crime. A ocorrência será investigada pela Polícia Civil da cidade. Não há informações sobre o autor do homicídio.

Polícia Civil deflagra operação em Petrolina e mais três cidades da região

Nove mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos hoje (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou a “Operação Test Failed 2”, na manhã dessa sexta-feira (26), em Petrolina e mais três cidades da região. A 20ª Operação de Repressão Qualificada do ano investiga crimes de fraude em certames públicos, uso de documento falso, falsificação de documento público e participação em organização criminosa.

LEIA TAMBÉM

Polícia Civil detalha operação que prendeu cinco pessoas durante concurso em Petrolina

Cinco pessoas são presas após fraude no concurso da Guarda Municipal de Petrolina

A Fase 1 aconteceu em junho de 2019, quando um grupo tentou fraudar o concurso da Guarda Civil Municipal de Petrolina. Estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo Juiz da 2ª Vara Criminal de Petrolina. A ação acontece também em Juazeiro (BA), Ouricuri e Parnamirim (PE).

Os detalhes da operação serão apresentados em coletiva de imprensa agendada para 10h30 na 214ª DESEC, em Petrolina. 50 policiais participam da ação que é coordenada pelo DINTER 2 e assessorada pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DINTEL). Os delegados Gregório Ribeiro e Daniel Moreira estão a frente dos trabalhos.

Corpo de homem é encontrado no Centro de Petrolina

(Foto: Ilustração)

O corpo de um homem foi encontrado na manhã dessa terça-feira (23), na Avenida Barão do Rio Branco, Centro de Petrolina.

As primeiras informações indicam que a vítima é um morador de rua e teria morrido de causas naturais.

Equipes da Guarda Civil Municipal estiveram no local. A Polícia Civil foi acionada e investigará o caso para atestar a causa da morte. A identidade da vítima não foi revelada.

 

Polícia erradica mais de 2.800 pés de maconha na zona rural de Orocó

Ninguém foi preso na ação (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

A Polícia Militar de Pernambuco realizou mais uma ação da Operação Saturação na manhã de quarta-feira (17) e conseguiu erradicar 2.817 pés de maconha na zona rural de Orocó, Sertão do estado. A plantação foi encontrada em três roças.

Equipes da 2ª CIPM atuaram em conjunto com a Polícia Civil e Polícia Federal e localizaram as propriedades. Todo material foi incinerado e uma pequena amostra foi apresentada à delegacia da PF, em Salgueiro, para registro da ocorrência. Ninguém foi preso.

Diante do sucesso das ações a PM lembra que a população pode contribuir denunciando anonimamente sobre práticas criminosas na região. Os números são 190, (87) 996425351 (Tim), (87) 988772148 (Claro), além do WhatsApp: (87) 988772147.

Homem é morto a pedradas em Petrolina

Homem foi morto no bairro Santo André

Um homem foi morto a pedradas na Rua Gameleira, Loteamento Santo André, próximo ao bairro Cosme e Damião, em Petrolina. O corpo foi encontrado na manhã dessa quinta-feira (18) por populares. Informações extraoficiais indicam que a vítima tem 47 anos.

Os golpes foram desferidos na cabeça da vítima, que morreu no local. Próximo ao corpo foram localizadas pedras que podem ter sido utilizadas pelo agressor. As polícias Civil e Militar foram acionadas e o crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Polícia Civil de Pernambuco dá detalhes sobre Operação Ripstop

Draco coordena investigação (Foto: Marina Meireles/G1)

A Polícia Civil de Pernambuco apresentou os detalhes sobre a Operação Ripstop na manhã dessa quarta-feira (17), durante coletiva de imprensa. Pelo menos 131 licitações foram investigadas desde março de 2019. Ontem as equipes da PC estiveram em pelo menos cinco prefeituras e órgãos públicos, como a Assembleia Legislativa de Pernambuco e a Câmara Municipal do Recife.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura de Petrolina divulga nota sobre operação “Ripstop”

Polícia Civil deflagra Operação Ripstop em cinco cidades de Pernambuco

“Constatamos que uma das empresas de fachada havia sido contratada por diversas prefeituras de Pernambuco com verbas federais para o combate à Covid-19. Entramos em contato com a PF e, para uma investigação não atrapalhar a outra, deflagramos as operações no mesmo dia“, disse o delegado Diego Pinheiro que está a frente da investigação.

LEIA MAIS

Polícia Civil deflagra Operação Ripstop em cinco cidades de Pernambuco

Draco coordena investigação (Foto: Marina Meireles/G1)

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou na manhã dessa terça-feira (16) uma operação para investigar crimes de fraudes em licitações. “Ripstop” está acontecendo na capital Recife, Olinda, Paulista, Camaragibe e também em Petrolina.

De acordo com a Polícia Civil, os mandados foram expedidos em conjunto com a Polícia Federal. A Operação Ripstop investiga ainda o uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro e integração de organização criminosa. O esquema teria resultado na fraude de R$ 132 milhões.

A investigação

O trabalho da polícia é feito conta com apoio do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE). As investigação tiveram início ainda em 2019 onde foram apontados indícios de fraudes em Petrolina. A partir disso as equipes identificaram cinco empresas de fachadas em nomes de laranjas, mas pertencentes ao mesmo grupo empresarial.

LEIA MAIS
123