Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

PF erradica mais de 348 mil pés de maconha em ilhas do Rio São Francisco no sertão pernambucano

Mais de 40 policiais, entre federais e militares, trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais.

Foi divulgada nesta segunda-feira (29) pela Polícia Federal, através da delegacia de Salgueiro, o balanço da Operação Facheiro III no Sertão de Pernambuco. Durante os dias 30 de junho e 23 de julho, foram promovidas ações de identificação e a erradicação e destruição de 348 mil pés de maconha.

De acordo com informações, os plantios foram localizados em ilhas dos Rio São Francisco e em áreas nas cidades de Orocó, Cabrobó, Belém do São Francisco, Santa Maria da Boa Vista, Salgueiro, Parnamirim, Carnaubeira da Penha, Serra Talhada, Betânia, Ibó e Floresta.

Com a erradicação das plantações maconha, a Polícia Federal impediu a produção de 120 toneladas da droga na região. Ao todo, foram destruídos 144 plantios, 425 mil mudas da planta. Além disso, 765Kg de maconha pronta para o consumo foram apreendidos.

LEIA MAIS

Policiais federais se envolvem em acidente durante Operação Facheiro III, em Salgueiro

Policiais passaram por cirurgia e estão internados no Hospital de Salgueiro (Foto: Reprodução)

Dois policiais federais se feriram ao aterrissarem de helicóptero em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco durante a Operação Facheiro III. O acidente foi registrado na manhã de ontem (19) e segundo a Polícia Federal, os agentes passam bem.

A instituição, contudo, descartou qualquer problema técnico na aeronave. Apesar do sustos, os dois policiais sofreram apenas escoriações e traumas pelo corpo. Eles estão internados no Hospital Regional Inácio de Sá, na própria cidade.

Em nota, a PF informou que está investigando as causas do acidente e ressaltou que a Operação Facheiro III segue normalmente. A identidade dos agentes não foi informada. Confira a seguir a nota da instituição:

LEIA MAIS

Polícias erradicam mais uma plantação de maconha no Sertão de Pernambuco

(Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma operação conjunta da Polícia Militar de Pernambuco, através da 2ª CIPM e a Polícia Federal erradicou no último sábado (13) uma plantação de maconha em uma ilhota do Rio São Francisco, próximo ao posto da balsa de Pedra Grande, em Cabrobó.

Segundo a PM, três roças da erva cannabis sativa estavam sendo cultivadas no local, com aproximadamente 7.200 pés. Toda a plantação foi erradicada. Uma amostra foi levada à sede da PF em Salgueiro, onde foi registrada a ocorrência.

Polícia Federal alerta para golpe aplicado via WhatsApp envolvendo o Bolsa Família

(Foto: Divulgação/PF)

Uma mensagem enviada por meio do WhatsApp, avisando sobre o início das inscrições para receber o 13º salário pelo programa Bolsa Família, tem circulado nos últimos dias. Nela, vem um link de acesso a um site (https://ganhardinheirodicas.com/bolsafamilia ou bolsafamilia.top) que, supostamente, revelaria se a pessoa tem direito ou não ao benefício. Cuidado. Trata-se se de um golpe, alerta a Polícia Federal (PF).

Segundo informações da PF, ao clicar no link, o usuário é levado para uma tela com o logotipo do programa, e os usuários são instruídos a preencher um formulário de uma pesquisa com algumas informações pessoais, como nome completo, endereço e CPF. Após completar o questionário, o site informa que para acessar o benefício, o usuário precisa compartilhar o link com seus contatos e grupos do WhatsApp (espalhando assim o golpe para terceiros), e que conceda permissão para receber notificações (tornando possível outros golpes serem enviados para a pessoa).Terminada essa etapa, o usuário é então direcionado a uma página falsa onde será pedido que ele faça o download de alguns aplicativos — que, obviamente, estão infectados com arquivos maliciosos. 

LEIA MAIS

Mais de 24 mil pés de maconha são erradicados na Operação Facheiro III, no Sertão de Pernambuco

(Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Policiais militares e federais realizaram na manhã do último domingo (7) mais uma fase da Operação Facheiro III. As equipes da 2ª CIPM em apoio com a PF erradicaram mais quatro plantios da erva Cannabis sativa na Ilha Redonda, localizada entre Orocó (PE) e Abaré (BA).

LEIA TAMBÉM:

Plantação de maconha é erradicada durante Operação Facheiro III, em Orocó

Segundo a PM, nas quatro roças estavam sendo cultivadas 24.447 pés de maconha em 7.049 covas. Uma sementeira com 3.300 pés da erva também foi erradicada durante a ação. Uma pequena quantia da droga foi encaminhada à Delegacia da Polícia Federal em Salgueiro (PE), onde foi registrada a ocorrência.

Durante o final de semana as polícias erradicaram mais de 30 mil pés de maconha, apenas na região citada na matéria. Nas duas ações ninguém foi preso.

Plantação de maconha é erradicada durante Operação Facheiro III, em Orocó

Três plantações foram erradicadas durante Operação (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma ação conjunta da Polícia Militar de Pernambuco e da Polícia Federal resultou na erradicação de três plantações de maconha na zona rural de Orocó, Sertão do Estado na manhã de domingo (30). Segundo a 2ª CIPM, a plantação foi localizada com ajuda de um drone da PF durante a Operação Facheiro III.

Três roças de maconha foram erradicadas e de acordo com a PM, mais 13 kg da droga pronta para consumo também foram apreendidas. Outros 3 kg de sementes, dois aparelhos celulares e duas motocicletas também foram encontrados no local.

Um homem, Genival Mendes da Silva, apontado como traficante foi preso em flagrante de delito. A droga foi incinerada no local. Além da 2ª CIPM, a 7ª CIPM também atuou na operação.

Bolsonaro anuncia convocação de 1.047 policiais federais

Com 4.310 cargos vagos, a Polícia Federal tem hoje o menor efetivo desde 2008.

O presidente Jair Bolsonaro autorizou, nessa quinta-feira (23), o Ministério da Justiça a convocar 1.047 aprovados no concurso da Polícia Federal. A convocação do contingente é uma reivindicação da categoria para equalizar um déficit de mais de 4 mil policiais em todo Brasil.

“O ministro (Sergio) Moro trabalhou muito nessa proposta junto ao ministro da Economia Paulo Guedes e, hoje, assinei o decreto. A convocação será feita o mais rápido possível”, afirmou o presidente, em transmissão de vídeo pelas redes sociais.

O decreto assinado pelo presidente especifíca a distribuição de efetivo entre os 547 aprovados que não tiveram vagas previstas no concurso inicial, que previa apenas 500 convocados: 169 delegados de polícia; 229 agentes de Polícia Federal; 68 escrivães; 17 papiloscopistas e 64 peritos criminais federais.

O presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, Edvandir Felix de Paiva, comemorou a convocação. “Foi uma luta durante o ano todo para que os quadros fossem rapidamente recompostos e a vitória está concretizada nesse decreto”, disse.

LEIA MAIS

Brumadinho: entidades fazem visita técnica e não detectam contaminação da Bacia do São Francisco

(Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Um relatório elaborado pelo Instituto Mineiro de Gestão de Águas (Igam) apontou que não há, até o momento, contaminação da Bacia do Rio São Francisco por rejeitos de minério da barragem de Brumadinho (MG). O Igam é uma das entidades que realizou uma visita técnica entre 9 e 16 de maio ao longo dos rios Paraopeba e São Francisco, em Minas.

LEIA TAMBÉM:

Rejeitos de Brumadinho chegam ao São Francisco

Presidente do CBHSF faz alerta sobre rejeitos de Brumadinho no rio São Francisco: “Sem dúvida alguma haverá um impacto”

A expedição técnica foi coordenada pela Polícia Federal e contou com a participação da Universidade de Brasília (UnB), Agência Nacional de Águas (ANA), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Serviço Geológico Brasileiro (CPRM), além do apoio do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Empresa Mineira de Pesquisa Agropecuária (Epamig), Prefeitura Municipal de Felixlância e empresas de consultoria ambiental.

LEIA MAIS

Operação Chofer apreende cheques e dinheiro na casa do prefeito de Cedro

Operação Chofer foi deflagrada na quarta-feira (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Equipes da Polícia Federal estiveram na sede da Prefeitura de Cedro, no Sertão de Pernambuco nessa semana para apurar denúncias de desvio de recursos públicos e irregularidades em contratações por parte do Poder Executivo. Segundo a PF, o prefeito Nilson Diniz (PDT) utilizava laranjas para vencer procedimentos licitatórios ou dispensá-los indevidamente.

Cinco medidas cautelares e apreensão foram realizadas na quarta-feira (15), com apoio de 21 policiais federais. As equipes também foram até a residência de Diniz e apreenderam R$ 45 mil em espécie e mais R$ 160 mil em cheques.

Um veículo, uma pistola com registro vencido, celular e mídias também foram recolhidos. Na Prefeitura e nas empresas foram apreendidos processos licitatórios e outros documentos referente a investigação. Em depoimento na delegacia de Polícia Federal em Salgueiro, o prefeito negou todas as acusações.

O nome da Operação – Chofer – faz referência a função de motorista desempenhada por um dos sócios da empresa, indicado como “laranja” do prefeito.

Operação Facheiro II erradica mais de 271 mil pés de maconha no Sertão de Pernambuco

(Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Policiais Federais de Salgueiro, com apoio de agentes da Civil e da Militar conseguiram erradicar 217 mil toneladas de maconha produzidas em diversos município do Sertão Pernambucano. A ação foi executada através da Operação Facheiro II, realizada entre os dias 19 e 30 de abril.

Os policiais encontraram a droga sendo cultivadas em ilhas do rio São Francisco e nas cidades de Orocó, Cabrobó, Belém do São Francisco e Santa Maria da Boa Vista. O restante do cultivo estava na área de caatinga em Salgueiro, Carnaubeira da Penha, Serra Talhada, Betânia, Parnamirim, Ibó e Floresta.

De acordo com a PF, caso os 217 mil pés fossem colhidos e colocados no mercado poderia-se produzir 90 toneladas de maconha. A operação também teve apoio do Corpo de Bombeiros Militar.

PF faz operação na sede do PSL de Minas Gerais

(Foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

Equipes da Polícia Federal estão na sede do PSL de Minas Gerais na manhã dessa segunda-feira (29), para apurar suspeitas de irregularidades na aplicação de recursos em campanhas eleitorais de candidatas do partido no Estado.

As investigações fazem parte da “Operação Sufrágio Ostentação”, deflagrada hoje. Foram apreendidos documentos sobre a produção de material gráfico de campanhas eleitorais. A PF cumpriu sete mandados de busca e apreensão expedidos pela 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte.

A assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/MG) informou que o processo tramita em segredo de Justiça e não pode fornecer informações a respeito da Operação.

O suposto esquema de corrupção tem o nome do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio no centro das atenções. Ele é suspeito de patrocinar um esquema de candidaturas laranjas durante a campanha de 2018, fato negado por ele. (Com informações de O Estado de MG e Valor Econômico).

Operação da PF mira suspeitos de disseminar “fake news” contra STF

Toffoli e Moraes, ministros do STF (Foto: Agência Brasil)

Equipes da Polícia Federal cumprem nessa terça-feira (16) mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (SFT), na ação de combate a fake news contra a instituição. A ação foi deflagrada no começo da manhã, segue em segredo de Justiça.

No entanto, o candidato ao governo do Distrito Federal nas últimas eleições general Paulo Chagas informou, por meio das redes sociais, que é um dos alvos dos agentes federais. “Caros amigos, acabo de ser honrado com a visita da Polícia Federal em minha residência, com mandado de busca e apreensão expedido por ninguém menos do que ministro Alexandre de Moraes. Quanta honra!”, escreveu o general, que está viajando.

Os mandados de busca e apreensão foram autorizados pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito instaurado em março, para apurar a divulgação de supostas ofensas e calúnias contra ministros da Corte.

Ontem (15) o STF foi acusado de censura após decisão de Moraes de mandar retirar do ar uma matéria publicada citando o nome do ministro Dias Toffoli em um depoimento de Marcelo Odebrecht.

Desde o começo dessa investigação o STF foi criticado por setores contrários à investigação. Na ocasião, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu esclarecimentos sobre o procedimento, argumentando que, constitucionalmente, o dever de investigar cabe exclusivamente ao Ministério Público. (Com informações da Agência Brasil).

Na primeira noite preso, Temer ficará em sala da PF no Rio

(Foto: Reprodução/ TV Globo)

A primeira noite do ex-presidente Michel Temer na prisão será em uma sala especial na Superintendência Regional da Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro.

O local foi definido, segundo o Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro, porque a defesa do ex-presidente argumentou que ele teria, pelo cargo exercido, direito a ser acomodado na PF, assim como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está detido em Curitiba, no Paraná.

A Superintendência da Polícia Federal fica na zona portuária do Rio, no centro da cidade. Na chegada ao local, o comboio do ex-presidente enfrentou um longo trânsito.

A defesa de Temer ingressou nessa quinta-feira (21) com pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que será examinado pelo desembargador Ivan Athié, relator da Operação Prypiat, à qual o caso de Temer é conexo.

Polícia Federal erradica 23 mil pés de maconha no interior da Bahia

(Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Entre os dias 14 e 21 de fevereiro a Polícia Federal realizou a Operação Facheiro I no interior da Bahia. Segundo a PF, o objetivo da ação era localizar e erradicar cultivos de maconha na região norte do Estado. No total foram erradicados 23 mil pés da erva nos municípios de Curaçá, Várzea Nova, Xique-Xique e Pilão Arcado.

De acordo com estudos científicos realizados pelo Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, a quantidade de maconha erradicada nesta operação seria capaz de produzir aproximadamente sete toneladas da droga pronta para o consumo.

A operação foi coordenada pela Delegacia de PF em Juazeiro, com apoio das polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros Militar, PF do Distrito Federal e Exército Brasileiro. Ao todo 70 policiais atuaram na ação.

Operação Fantoche mira esquema de corrupção no Sistema S em Pernambuco

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã dessa terça-feira (19) a Operação Fantoche que investiga um esquema de corrupção que envolve o Ministério do Turismo e entidades do Sistema S, tendo como pivô uma empresa que desde 2002 realiza eventos culturais e de publicidade ao sistema.

Durante a operação, segundo o G1, o presidente Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, foi preso em São Paulo, na manhã desta terça (19). O presidente da Federação das Indústria de Pernambuco (Fiepe), Ricardo Essinger, também é alvo de mandado de prisão.

A Operação

‘Fantoche’ cumpre oito mandados de prisão e 47 de busca e apreensão em Pernambuco e outros cinco estados, além do Distrito Federal. Os alvos da investigação são suspeitos de praticar crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de ativos.

LEIA MAIS
123