Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

PM acusado de matar adolescente em Parnamirim é condenado a 16 anos de prisão

Felipe Anderson atirou na vítima após uma briga

O policial militar da Bahia, Felipe Anderson Souza foi condenado a 16 anos de prisão pela morte da jovem Katarine Ferreira, de 17 anos. O crime aconteceu em 2017, em Parnamirim, Sertão de Pernambuco quando a adolescente teria tentado apartar uma briga do PM com sua namorada, prima de Katarine.

O julgamento foi realizado na segunda-feira (20), no Fórum Thomaz de Aquino, no Recife. Em sua decisão,  o juiz  Abner Apolinário, da 4ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, condenou o policial a 13 anos de reclusão pelo homicídio e a mais três anos e seis meses por embriaguez ao volante.

No dia do crime, 1º de abril, ele estava de folga visitando parentes quando teria discutido com sua namorada, Katarine foi apaziguar e deixou o bar onde estavam, abraçada a sua prima. Foi então que o policial sacou sua arma e disparou, atingido fatalmente Katarine. Felipe foi reencaminhado a Salvador, onde estava preso.

Policial Militar do BEPI morre durante curso intensivo realizado na Ilha do Fogo

(Reprodução/WhatsApp)

Na tarde desta quarta-feira (6) o policial Luciano Souza Menezes, aluno do Curso Intensivo de Operações de Sobrevivência em Área de Caatinga (CIOSAC), do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI), morreu durante uma etapa do treinamento, que exige transposição de curso d’água, realizada na Ilha do Fogo, na divisa entre Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

Em nota, a Polícia Militar de Pernambuco afirmou que segundo a coordenação do curso, o aluno, como todos os demais, passou por um teste realizado na véspera do exercício, no qual foi avaliado que tinha condições de participar da atividade. No entanto, quase ao término do percurso, o soldado sentiu cansaço e pediu uma boia, que foi prontamente entregue por uma equipe dos Bombeiros que acompanhava a movimentação. Em um dado momento, ele desfaleceu, sendo imediatamente retirado  da água.

Ainda de acordo com a PMPE, um enfermeiro e os bombeiros fizeram todos os procedimentos previstos para este tipo de mal súbito, enquanto aguardava uma UTI Móvel, acionada pelos instrutores. Com a chegada dos médicos, foi usado um desfibrilador, mas o recurso não foi o bastante para reanimá-lo, sendo declarado o óbito poucos minutos depois.

LEIA MAIS

Policial Militar de Pernambuco morre em acidente de trânsito em Juazeiro

(Foto: Reprodução/Internet)

Um acidente automobilístico na noite de segunda-feira (24) terminou na morte de um policial militar de Pernambuco. A vítima identificada como John Monteiro, do 7º Batalhão de Polícia Militar conduzia seu veículo quando, segundo testemunhas, teria colidido em uma carreta.

O acidente aconteceu nas proximidades do Posto Trevo, na BR-407, em Juazeiro (BA). Monteiro estaria acompanhado no veículo, mas não há informações sobre o estado de saúde da segunda vítima que foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU).

Ainda não se sabe o que teria provocado o acidente. Nossa produção entrou em contato com a PM-PE em buscas de mais informações sobre o velório e sepultamento de Monteiro, mas ainda não tivemos resposta.

Corpo da Policial Militar de Petrolina que morreu após sofrer acidente nesta terça-feira (24) será enterrado hoje a tarde

O corpo da Policial Militar de Petrolina (PE) Rayana Terezinha de Carvalho Rodrigues, será enterrado às 17h desta quarta-feira (25) no Cemitério Campo da Paz, que fica por trás do 5º Batalhão da Polícia Militar (5º BPM), local onde ela trabalhava. O velório está acontecendo no SAF da Avenida Sete de Setembro.

Terezinha, como era mais conhecida, faleceu no início da noite desta terça-feira (24) no Hospital Universitário após sofrer uma acidente automobilístico na manhã do mesmo dia na BR 428, na altura do bairro Loteamento Recife, em Petrolina.

Segundo informações do 5º BPM, a policial perdeu o controle da moto que conduzia ao passar por uma lombada e ao cair pista, teria sido atropelada por um caminhão. A vítima chegou a ficar presa entre os pneus. Terezinha foi socorrida pelo o Corpo de Bombeiros e chegou a passar por cirurgia mas não resistiu aos ferimentos.

Policial Militar de Petrolina que sofreu acidente nesta terça-feira (24) passa por cirurgia no Hospital Universitário

(Foto: Internet)

A Policial Militar de Petrolina (PE), Rayana Terezinha de Carvalho Rodrigues, que sofreu uma acidente automobilístico na manhã desta terça-feira (24), está no Hospital Universitário (HU) e passa neste momento (11h30) por uma cirurgia no quadril. Segundo a assessoria de comunicação do HU, o estado de saúde dela é considerado grave e inspira cuidados.

A Policial sofreu fraturas em um acidente hoje de manhã na BR 428, altura do bairro Loteamento Recife, em Petrolina. Segundo informações de terceiros, um caminhão que seguia viagem sentido a cidade de Lagoa Grande, reduziu a velocidade para passar em uma lombada e a mesma, que pilotava uma moto, não percebeu e acabou batendo na traseira do veículo. Ainda de acordo com as informações ela teria ficado presa entre os pneus.

Rayana Terezinha teria sido resgatada e socorrida pelo o Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Universitário.

Policial militar capota veículo na Avenida Sete de Setembro

No início da manhã desse domingo (1º) uma policial militar capotou seu veículo na Avenida Sete de Setembro e teria vindo a óbito em decorrência da gravidade dos ferimentos. Segundo informações, a agente estava em uma perseguição no seu veículo quando o acidente aconteceu.

A vítima foi identificada como Cabo Renata, mas até o momento não há mais informações a respeito do acidente. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia de Trânsito da PM foram acionadas ao local para atender a ocorrência. O Corpo de Bombeiros também foi chamado para prestar socorro à vítima.

Policial Militar de Petrolina morre durante troca de tiros em Parnamirim; Policial Civil é atingido

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Um Policial Militar, identificado como Josué Hipólito Siebra, lotado no 5º Batalhão da Polícia Militar, que fica em Petrolina (PE), morreu na noite dessa quarta-feira (14) após troca de tiros em Parnamirim (PE). Segundo informações do 5º BPM, o fato aconteceu por volta das 21h, no Centro da cidade.

Ainda na noite dessa quarta, um Policial Civil de Petrolina deu entrada no Hospital de Urgências e Traumas após ser atingido por disparos de arma de fogo. Foi cogitada a possibilidade do agente ter sido atingido no mesmo fato que aconteceu em Parnamirim.

No entanto, em contato com a Policial Civil, o blog foi informado de que não se sabe ao certo em quais as circunstâncias o policial foi alvejado. Ainda segundo a polícia, o fato está sendo investigado, porém não há nada confirmado, já que o policial ainda não pode se pronunciar sobre o caso devido ao seu estado de saúde.

Nosso blog tentou entrar em contato com o hospital para saber sobre o estado de saúde do agente, mas não conseguiu retorno.

URGENTE: Subtenente da PM acaba de ser assassinado em Petrolina

O blog acaba de receber informações sobre o assassinato de um Policial Militar em Petrolina (PE) conhecido como Pedro Olindino. Segundo o 5º BPM, trata-se de um Subtenente reformado da Polícia Miliar.

Segundo informações preliminares, o policial estaria no Umbuzeiro bar, localizado próximo ao 45, na BR-407, que liga Petrolina a Pau Ferro, quando dois assaltantes chegaram no local. O sargento reagiu, matou um dos criminosos, mas foi atingido pelo outro. Ainda de acordo com informações, o segundo assaltante teria sido baleado e fugido pela caatinga.

Policiais do 5º BPM foram enviados ao local para averiguar a ocorrência. Em breve mais informações.

Pernambuco: juiz determina afastamento de PMs acusados de homicídio de manifestante

Jovem é arrastado por policiais após ser atingido por disparo de arma de fogo a queima roupa. (Foto Reprodução)

O juiz Ícaro Nobre Fonseca determinou o afastamento do policiamento ostensivo de dois policiais militares acusados de homicídio e tortura de Edvaldo da Silva Alves, de 19 anos, atingido à queima-roupa com uma bala de borracha em uma manifestação pela paz no município de Itambé, interior de Pernambuco, em março deste ano. Outras medidas solicitadas pelo Ministério Público de Pernambuco foram negadas, como o recolhimento domiciliar noturno dos réus.

Na decisão, o juiz diz que o afastamento do capitão Ramon Tadeu Silva Cazé (que deu a ordem para atirar) e do soldado Ivaldo Batista de Sousa Júnior (que atirou) tem o objetivo de garantir a ordem pública, “evitando especialmente que os acusados sejam protagonistas de outra operação policial malograda”. Os PMs devem passar a exercer atividades administrativas e continuarão a ser remunerados normalmente.

Foi negado o afastamento da função ostensiva de mais dois policiais acusados pelo Ministério Público, tenente Silvino Lopes de Souza e o soldado Alexandre Dutra da Silva, “tendo em conta suas participações mais passivas no episódio e, tendo em conta também, seus antecedentes criminais e funcionais”, explica a decisão.

Os PMs estavam na viatura que atendeu a manifestação e, no entendimento do Ministério Público, não fizeram nada para evitar que Edvaldo fosse agredido e arrastado depois de ser baleado.

O caso

Edvaldo participava de uma manifestação contra o aumento da violência no município de Itambé. O protesto fechou a Rodovia PE-75 por várias horas. Durante a negociação entre policiais militares e os moradores, o jovem foi atingido na coxa quando estava a poucos metros do soldado Ivaldo, que fez o disparou depois que o capitão Ramon apontou para a vítima, dando a ordem.

O rapaz foi levado para o hospital da cidade na caçamba da caminhonete da PM. De lá, foi transferido para o Hospital Miguel Arraes, no município de Paulista, onde ficou 26 dias internado, morrendo no dia 11 de abril.

Menores de idade são apreendidos após assaltarem policial militar no N7, em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Na tarde dessa quinta-feira (15), dois menores de idade, T. M., de 17 anos, e B. A. S., de 14 anos, foram apreendidos no Projeto Senador Nilo Coelho, N-7, em Petrolina (PE), após praticarem assalto contra um policial militar na noite da quarta-feira (14). Os infratores estavam em uma moto preta sem placa no momento do delito.

Equipes da Polícia Militar foram até o local. Ao avistar os policiais, o menor T. M. empreendeu fuga, sendo encontrado em uma casa em construção. O jovem confessou a prática do crime de roubo, juntamente com outro menor. Além disso, o menor de idade informou que a arma utilizada na prática do crime, uma espingarda, fabricação artesanal, tipo retrocarga, com cano serrado, estava guardada em um terreno próximo de sua casa.

Os dois jovens e o material apreendido, encaminhados até a 1ª D.P.C. para as devidas providências legais.

Policial Militar é suspeito de matar jovem em Triunfo

POLICIAL

Um adolescente, de 17 anos, foi morto e um candidato a vereador ficou baleado no fim da tarde desta quinta-feira (18), na cidade de Triunfo, em Pernambuco. O crime ocorreu por volta das 17h, no centro da cidade. O suspeito é um policial militar.

De acordo com informações de populares, a hipótese é que o adolescente queria fechar o estabelecimento para seguir para o seu curso, e o policial que já mostrava visíveis sinais de embriaguez não concordou com a ação, sacando sua arma e disparando três vezes contra a vítima, o primeiro disparo atingiu a cabeça da vítima, os outros dois na região do pescoço e tórax.

Uma segunda vítima que também foi atingida, entrou em luta corporal com o suspeito e conseguiu tomar a arma do crime. O suspeito conseguiu fugir tomando destino ignorado.