Comandante do CPRN pede apuração dos fatos, após morte de soldado durante abordagem em Petrolina

Foto: Juliane Peixinho/G1 Petrolina

O sepultamento do soldado da Polícia Militar da Bahia, Joanilson da Silva Amorim, na tarde de terça-feira (14) foi marcado por muita comoção de amigos, familiares e colegas de farda. O PM lotado em Juazeiro (BA) foi morto a tiros durante uma operação da Polícia Civil, realizada no bairro Jardim São Paulo, em Petrolina.

LEIA TAMBÉM

Soldado da PM-BA foi baleado em “situação característica de legítima defesa”, afirma Polícia Civil de Pernambuco

CPRN lamenta morte de soldado confundido com bandido em Petrolina

Diante da repercussão do caso, o comandante do Policiamento da Região Norte (CPRN), coronel Valter Araújo, pediu uma apuração equilibrada e séria dos fatos. “Infelizmente houve esse mal entendido, mas o fato será apurado com todo equilíbrio e isso que a gente aguarda. Temos certeza que a Polícia Civil de Pernambuco vai buscar todos os meios e toda lisura para que chegue a situação real do fato“, disse à TV Grande Rio.

LEIA MAIS