Miguel Coelho discute eleições 2022 com Silvio Costa Filho em Brasília

O encontro não foi tornado público, mas ocorreu em Brasília na última quarta-feira (5). Prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB) – cotado para concorrer ao Governo de Pernambuco – foi à mesa com o deputado federal Silvio Costa Filho. A troca de ideias se deu no mesmo dia em que o emedebista também teve encontro com o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, na Capital Federal. Se Anderson integra o campo das Oposições, Silvio Costa Filho preside, em Pernambuco, o Republicanos, recém-ingresso na Frente Popular e, portanto, aliado do governador Paulo Câmara (PSB) e do prefeito do Recife, João Campos (PSB).

LEIA MAIS

CPI COVID: ex-ministro Nelson Teich disse que saiu do cargo por divergência sobre cloroquina e imunidade de rebanho

Em depoimento de quase 6 horas à CPI da Covid hoje, o segundo ministro da Saúde do governo Jair Bolsonaro (sem partido), Nelson Teich, criticou a tese da imunidade de rebanho, classificando-a como um “erro”?

Senadores independentes e oposicionistas no colegiado têm sustentado a hipótese de que Bolsonaro apostou na teoria da imunidade de rebanho e negligenciou medidas de enfrentamento da crise sanitária no país. O discurso de que a maioria dos brasileiros deveria se contaminar com a covid-19 foi repetido por Bolsonaro desde o início da pandemia como argumento para se contrapor às medidas de isolamento adotadas por estados e municípios.

Questionado pelo senador Humberto Costa (PT-PE) se acredita que a imunidade de rebanho pode ser uma das teorias que justificaram condutas e posicionamentos do governo e do presidente, o ex-ministro afirmou que, durante sua gestão, a imunidade de rebanho não era uma questão discutida.

Teich disse ainda que pediu demissão do cargo por falta de autonomia e citou divergências quanto à insistência no uso da cloroquina no tratamento para pacientes com covid-19 como o fator determinante. Até o momento, a cloroquina não tem eficácia comprovada para o tratamento dessa doença e, naquela época, Teich já se posicionava contra a aplicação maciça do medicamento, enquanto integrantes do governo estimulavam seu uso, incluindo o presidente Bolsonaro.

Venda direta do etanol: CCJ aprova relatório do deputado Silvio Costa Filho

0A Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (05), o relatório do deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos) ao PDC 978/2018, que permite a venda direta de etanol dos produtores para postos de combustíveis. A proposta busca sustar parte da Resolução 43/09, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que limita o comércio de etanol combustível a distribuidores autorizados pela agência e ao mercado externo. Para o relator, além da redução do preço do etanol, a proposta pode estimular a geração de emprego e renda no Brasil. Atualmente, o setor sucroenergético é responsável pela geração de mais de 700 mil empregos diretos em todo o Brasil, sendo mais de 270 mil na região Nordeste.

O que muda? 

“Com a aprovação, a expectativa é de que esse mercado possa atingir de 5% a 8%, ou seja, mais de 90% das vendas permanecerão sendo feitas no modelo atual. Não estamos acabando com a venda através das distribuidoras, estamos permitindo que a usina produtora possa vender pela distribuidora, mas se quiser fazer diretamente, também será possível”, destacou o parlamentar.

LEIA MAIS

Oposição unida em Pernambuco: Miguel Coelho e Anderson Ferreira juntos em Brasília

Os prefeitos de Petrolina, Miguel Coelho, e de Jaboatão, Anderson Ferreira, se encontraram, nesta quarta-feira, em Brasília, onde cumprem agendas administrativas nos ministérios e com lideranças políticas nacionais. Na conversa, ambos reforçaram a união da oposição em torno do mesmo projeto e na ampliação do diálogo sobre a realidade socioeconômica do Estado. Também estiveram presentes o senador Fernando Bezerra Coelho e os deputados federais André Ferreira e Fernando Filho.

LEIA MAIS

PT e PSB acertam alianças em três estados do Nordeste e buscam aproximação em Pernambuco

A retomada dos direitos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reaproximou o partido de um parceiro histórico, o PSB, e acelerou tratativas entre as duas legendas para possíveis alianças nos estados, sobretudo no Nordeste.

Nas últimas semanas, PT e PSB selaram parcerias políticas no Piauí, na Paraíba e no Amapá e iniciaram um movimento de reaproximação em Pernambuco, Sergipe e no Espírito Santo. As cúpulas dos dois partidos afirmam que a reaproximação tem como foco a definição de estratégias políticas conjuntas e dizem que as eleições do próximo ano ainda não estão em pauta.

É um estreitamento político, não necessariamente eleitoral. Tivemos uma conversa muito boa com o PSB para discutir como podemos ajudar o Brasil a sair dessa crise“, afirma a presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PR).

LEIA MAIS

Ronaldo Silva chama Gilmar Santos de hipócrita e sugere criação de comissão para punir a postura do edil

(Foto: arquivo Blog Waldiney Passos)

No início desta legislatura  muito se pregou quanto a serenidade dos vereadores que deveria prevalecer durante as sessões da Câmara Municipal de Petrolina. No entanto, esse discurso caiu totalmente por terra na sessão remota de ontem (27), durante a votação do projeto de lei que classifica as igrejas e templos religiosos como serviço essencial no município. Provocados pelo vereador Gilmar Santos, que chegou a insinuar que os evangélicos que teriam votado no presidente Jair Bolsonaro, seriam incoerentes com o evangelho, alguns vereadores reagiram a fala do petista.

Ronaldo Silva foi um dos que não poupou severas críticas à Gilmar Santos. “Até de bandido aqui, senhor presidente, os nossos evangélicos foram tratados aqui pelo vereador, por que ele disse que os vereadores, as lideranças que votaram, os evangélicos que votaram em Bolsonaro são bandidos. Imagine o senhor a falta de respeito e de consideração que esse rapaz, esse cidadão tem com os colegas aqui da casa (…). Respeite vereador, o senhor que disse que defende a diversidade, o senhor deveria era tomar vergonha na cara e respeitar os pares!”, disse.

Aglomeração

Ainda segundo Ronaldo Silva, o colega petista blefa ao criticar aglomerações nas igrejas e cita o recente episódio ocorrido na invasão do residencial Novo Tempo 5, que gerou uma grande concentração de pessoas, reunindo cerca de 300 (trezentos) moradores, do qual participou ao lado de Gilmar Santos e Rodrigo Araújo.

“O senhor fala aqui de aglomerações nas igrejas, a tão pouco tempo o senhor estava junto comigo e o vereador Rodrigo Araújo, lá na invasão do Novo Tempo 5, com aglomeração de mais de trezentas pessoas, que invadiram as casas e vossa excelência estava lá, e aqui o senhor vem com essa hipocrisia”, alfinetou.

Cassação de mandato

Por fim, Ronaldo sugeriu a criação de uma Comissão de Ética para avaliar a postura do petista e chegou a afirmar que se fosse preciso poderiam até mesmo deliberar pela cassação do mandato do colega.

“Então senhor presidente, o senhor tem que criar imediatamente a Comissão de Ética para colocar esse cidadão no lugar dele, porque ele merece, se for preciso agente cassa o mandato desse indivíduo. Muito obrigado, desculpa aí o meu desabafo, porque não é justo agente ouvir um tipo de elemento desse falando alto dessa forma com os vereadores, os evangélicos da nossa cidade”, concluiu.

Momentos antes do encerramento da sessão, o vereador Gilmar Santos solicitou para que ficasse registrado em ata o que considerou ser  “uma ameaça ao seu mandato”.

“Eu não estou ameaçando mandato de ninguém, estou divergindo, é um direito que este vereador tem de divergir e nós não vamos nos submeter, já disse em outras ocasiões, vou repetir, a qualquer tipo de ameaça, de situação, que venha aqui querer atropelar de alguma forma a democracia. Então, nós não vamos nos submeter, o vereador pode espernear, pode  fazer o que bem quiser, nós vamos continuar defendendo a nossa posição divergindo dos senhores, respeitando os senhores”, ponderou.

Vereador Gilmar Santos insinua que evangélicos eleitores de Bolsonaro, não são coerentes com o evangelho

(Foto: arquivo Blog Waldiney Passos)

A fala do vereador petista Gilmar Santos, ao justificar seu voto contrário ao projeto de lei que classifica as igrejas e templos religiosos como serviço essencial no município, provocou uma forte reação dos demais pares na sessão remota desta terça-feira (27), na Câmara Municipal de Petrolina.

“Quando nós transformamos igrejas em atividade essencial, ou serviço essencial, me parece que nós diminuímos, empobrecemos o potencial, a riqueza, a dimensão extraordinária que é a fé, a espiritualidade, a mística, a religião”, disse o edil.

O que deixou os vereadores chateados na verdade, foi, entre outras afirmações, a insinuação do vereador que os evangélicos que teriam votado no presidente Jair Bolsonaro, são incoerentes com o evangelho. “Então, quando os senhores defendem esse tipo de projeto em meio, repito, a uma situação tão trágica do nosso país, comandado por um presidente, que por sinal foi eleito por uma boa parte de evangélicos, não por todos evangélicos, porque tem evangélico coerente com o próprio evangelho”, afirmou.

Gilmar disse ainda que o voto dos vereadores que foram a favor do projeto “só encontrava amparo em uma política eleitoreira com medo de perder votos ou no fanatismo religioso e genocida, por sinal patrocinado por falsos pastores”.

O edil foi o único a votar contra a matéria, os demais vereadores, inclusive da oposição, foram a favor da proposição que foi aprovada por 17×1.

Em busca de apoio para possível candidatura a governador, Miguel Coelho se reúne com o deputado Tony Gel

Com a pretensão de consolidar sua candidatura ao cargo político mais alto do estado, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho continua seu ciclo de conversas com lideranças pernambucanas.

Na manhã desta terça-feira (27), ele se encontrou em Recife com o deputado estadual Tony Gel, de Caruaru, que esta estava acompanhado do filho Tonynho Rodrigues, possível candidato a deputado federal nas próximas eleições.

LEIA MAIS

Prefeito Miguel Coelho se reúne com o deputado federal Daniel Coelho e com o ex-governador Roberto Magalhães

Miguel Coelho e o ex-governador Roberto Magalhães.

Os encontros aconteceram nesta segunda-feira (26), na capital pernambucana. No início da manhã, Miguel Coelho conversou com o deputado federal Daniel Coelho (Cidadania).

Na oportunidade, o prefeito de Petrolina agradeceu pelo apoio na eleição de 2020, na qual o Cidadania compôs a coligação para a reeleição do emedebista no município sertanejo. Miguel ainda discutiu o cenário nacional, estadual e políticas públicas para a atual realidade econômica pernambucana.

LEIA MAIS

Miguel Coelho e Gonzaga Patriota entregam tratores para agricultores de Petrolina

Os agricultores da comunidade do Caroá e do Assentamento Josias e Samuel ganharam um apoio significativo para o aumento da produção. Nesta quinta (15), o prefeito Miguel Coelho e o deputado federal Gonzaga Patriota entregaram dois tratores para auxiliar os produtores rurais dessas duas regiões. Os equipamentos custaram R$ 207 mil oriundos de emenda parlamentar federal.

A entrega foi realizada numa solenidade com poucos convidados: dois moradores das comunidades beneficiadas, secretários municipais e vereadores. O prefeito fez questão de agradecer ao deputado federal, que, apesar de ser filiado a um partido de oposição, o PSB, mantém parcerias com a gestão de Miguel Coelho. “Gonzaga, todos os anos, tem colocado emenda para a Prefeitura, mesmo com o seu partido tendo divergências conosco. Essa é a política que soma, que acreditamos, que trabalha pela população, sem brigas políticas, sem interesses pessoais ou partidários”, elogiou.

O parlamentar sertanejo, por sua vez, destacou a capacidade de Petrolina de enfrentar a pandemia e os efeitos econômicos, mantendo a produção alta e baixa mortalidade pelo coronavírus. “Miguel, por onde eu tenho andado, tenho me assustado. Em Brasília, em Pernambuco. Não é só problema de morrer pessoas, é também a quebradeira. Mesmo a pandemia tendo atacado por aqui, a gente vê as pessoas falarem em comprar, vender. Praticamente a gente não vê em Petrolina o que se vê no resto do país: a doença e a crise econômica”, reconheceu Gonzaga Patriota.

STF rejeita recurso e mantém anulação de condenações de Lula

O STF (Supremo Tribunal Federal) rejeitou nesta quinta-feira (15) um recurso da PGR (Procuradoria-Geral da República) contra a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato. A decisão se deu por 8×3 contra o recurso e mantém o ex-presidente elegível.

Foram anuladas por Fachin em março quatro ações envolvendo Lula, incluindo as condenações nos processos do tríplex do Guarujá e do sítio de Atibaia. O ministro acolheu tese da defesa do ex-presidente de que não era competência da 13ª Vara Federal de Curitiba conduzir esses processos por não haver ligação com a corrupção na Petrobras, tema investigado pela Operação Lava Jato no Paraná. Após decisão monocrática, no entanto, Fachin decidiu levar o caso para o plenário.

A decisão desta quinta ainda não encerra a análise da situação do ex-presidente pelo STF. Isso porque ficou para a próxima quinta-feira (22) a votação de um recurso da defesa de Lula contra a extinção de outros processos relacionados ao caso, entre eles um em que o ex-juiz Sergio Moro foi considerado parcial.

Isso porque, ao anular as ações envolvendo Lula, Fachin declarou que o pedido da defesa pela suspeição do ex-juiz Sergio Moro perdeu o objeto, ou seja, não tinha mais validade uma vez que o processo original conduzido pelo juiz estava anulado. Mesmo assim, o ministro Gilmar Mendes pautou a votação desse pedido de parcialidade para votação na Segunda Turma, que aceitou a tese da defesa.

Se o plenário do STF derrubar o entendimento sobre a suspeição de Moro, a vara da Justiça Federal que assumir os processos contra Lula poderá eventualmente aproveitar as provas produzidas no Paraná e decretar novas condenações ao ex-presidente.

LEIA MAIS

Presidente do Senado divulga nomes dos integrantes da CPI da Covid-19

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), designou oficialmente os integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, que vai investigar a conduta do governo federal na pandemia e o repasse de verbas para Estados e municípios.

Na prática, o ato formal libera Pacheco para convocar a reunião de instalação da CPI, ainda sem data para ocorrer. Mais cedo, o líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que a instalação poderá ser marcada para a próxima quinta-feira (22). Veja os escolhidos.

LEIA MAIS

Fernando Azevedo e Silva pede demissão da Defesa, General Braga Netto deve assumir o ministério

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, pediu demissão do cargo nesta segunda-feira (29). Desta forma, é a segunda baixa da equipe ministerial do governo Bolsonaro em menos de 24h. Pela manhã, Ernesto Araújo já havia pedido desligamento das Relações Exteriores.

Indicado pelo ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal) para o cargo, Azevedo e Silva nunca teve afinidade total com a política desejada pelo Planalto.

Leia abaixo a nota oficial entregue por Azevedo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido):

Agradeço ao Presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao País, como Ministro de Estado da Defesa.

Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado.

O meu reconhecimento e gratidão aos Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e suas respectivas forças, que nunca mediram esforços para atender às necessidades e emergências da população brasileira.

Saio na certeza da missão cumprida.

Fernando Azevedo e Silva

General Braga Netto deve ir para a Defesa e Ramos para a Casa Civil

O ministro da Casa Civil, general Walter Souza Braga Netto, deve ser o novo titular do Ministério da Defesa. O presidente Jair Bolsonaro já há algum tempo pensava em substituir o general Fernando Azevedo e Silva na pasta.

A troca no Ministério da Defesa foi anunciada no começo da tarde desta 2ª feira. Ele saiu horas depois de o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, pedir demissão, depois de ser alvo de pressão de congressistas, inclusive de apoiadores do governo.

Para a Casa Civil, iria o general Luiz Eduardo Ramos, hoje chefe da Secretaria de Governo e responsável pela articulação política do Planalto com o Congresso.

Agora, Bolsonaro busca um nome político para o lugar de Ramos e assim tentar melhorar a relação com o Poder Legislativo

Pilão Arcado: prefeito busca investimentos para viabilizar projetos de irrigação

Mais investimentos ao município de Pilão Arcado (BA). Essa foi a reivindicação do prefeito Orgeto Bastos (PP) apresentada em reunião virtual, na sexta-feira (26), a diretores e técnicos da Bahia Investe. O gestor quer recursos para viabilizar projetos de irrigação na zona rural.

“A pauta central desta reunião foi investimentos para viabilizar projetos de irrigação em nosso município“, disse o prefeito. A Bahia Investe é uma empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia (SDE) e tem como objetivo atuar na captação de recursos e viabilização de projetos.

Mesmo na pandemia, Bastos destacou a importância é manter a normalidade das atividades e tirar projetos do papel. “Temos de buscar alternativas, propor caminhos novos, gerar emprego. As dificuldades desta pandemia, a crise econômica, nos mostrou que não podemos mais ficar dependentes apenas de repasses federais e estaduais. Temos pressa”, pontuou.

Câmara de Juazeiro mantém sessões remotas às terças-feiras

Presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, Berg da Carnaíba

As sessões remotas na Câmara de Vereadores de Juazeiro serão mantidas remotamente todas as terças-feiras, com mudança apenas no horário de 9h iniciará às 10h. As medidas restritivas para o funcionamento também permanecem, como o fechamento dos gabinetes e a adoção de trabalho home office. As reuniões serão transmitidas pelo canal do YouTube TV Câmara Juazeiro BA.

A decisão da presidência da Casa se deu em função das medidas restritivas para combater a disseminação do Novo Coronavírus que foram prorrogadas e seguem até o dia 29 de março divulgadas pelo próprio Governador do Estado, Rui Costa. “O Governo da Bahia também determinou algumas ações que são válidas para todo o Estado, como é o caso do toque de recolher, que foi antecipado para 18h. O funcionamento dos serviços não essenciais está proibido em todo o território baiano a partir desta segunda, 22 de março.  Restrição da venda de bebidas alcoólicas segue em todo o Estado também, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery). Também segue vedada em todo a prática de atividades esportivas coletivas amadoras até 1º de abril, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomeração. O funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a prática de atividades físicas está proibido até 29 de março. Os atos religiosos litúrgicos podem ocorrer na Bahia, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%, desde que o espaço seja amplo e tenha ventilação cruzada”, explica o presidente Berg da Carnaíba, justificando a suspensão do atendimento ao público na Casa Legislativa de Juazeiro.

O presidente informa ainda, que fica facultativo a cada vereador abrir os gabinetes às terças-feiras para participar das sessões on-line das instalações da Câmara, mas com restrição de visitantes.

Funcionará apenas alguns setores essenciais com sistema de rodízio e apenas um funcionário em atividade por dia, outros estarão em home office e de sobreaviso. Somente os funcionários da vigilância e da limpeza ficarão nas instalações da Câmara em dias alternados e também em sistema de rodízio.

123