Preço do diesel será reajustado a cada 15 dias

(Foto: Arquivo)

O preço do diesel será reajustado a cada 15 dias. O anúncio foi feito pela Petrobras nessa terça-feira (26) que fará mudanças em sua política de preços, aprovada pela diretoria da estatal em reunião ontem. Essa é a segunda mudança na política adotada pela estatal desde 2017.

No início do ano, a Petrobras anunciou que poderia segurar reajustes do preço do diesel, como já vinha fazendo com a gasolina,usando mecanismos de proteção financeira para evitar prejuízos.

Agora os reajustes serão feitos “em períodos não inferiores a 15 dias”. A estatal disse que manterá o acompanhamento das cotações internacionais, com margens para remunerar os riscos de operação. Folha de Pernambuco.

“A sociedade tem direito de saber quanto custa o combustível em Petrolina”, afirma Ronaldo Cancão

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Autor de pedido para realização da audiência pública que discutirá o preço do combustível em Petrolina, Ronaldo Souza (PTB) afirmou não aceitar ameaças e que continuará cobrando os órgãos públicos no sentido de que seja realizada uma investigação sobre um suposto cartel na cidade.

LEIA TAMBÉM:

Comunidade do Vale do São Francisco se une contra preço do combustível

Cancão deu a entender que foi ameaçado por empresários locais, para que não debatesse o tema na Câmara de Vereadores no próximo dia 27. “Não vou recuar um minuto, não adianta ameaça, eu não tenho medo de ameaça. A sociedade tem direito de saber quanto custa o combustível em Petrolina e a Casa do Povo que tem que responder”, discursou na sessão de quinta-feira (14).

A audiência foi proposta na primeira sessão de 2019 e segundo o edil, contará com a presença de vários órgãos de fiscalização. “Várias autoridades foram convidadas, entre eles a Polícia Federal, Prodecon, o Ministério Público estadual, o federal, nossa sociedade quer saber moeda por moeda e custo por custo o preço do combustível”, finalizou.

Comunidade do Vale do São Francisco se une contra preço do combustível

Juazeirenses e petrolinenses estão unidos para cobrar um preço de combustível mais justo ao consumidor final. Um ato público marcado para este domingo (24), na Orla de Petrolina deve reunir motoristas de aplicativo, lideranças comunitárias e a população em geral que está descontente com o valor cobrado nas bombas dos postos da região.

“Essa iniciativa vem de vários grupos de WhatsApp e a gente está simplesmente querendo que essa baixa [nas refinarias] venha bater nas bombas. A gente sabe que só a atuação do Prodecon não é suficiente, nós temos um valor diferencial muito grande com o argumento da distância [dos grandes centros], tem baixa na refinaria e você simplesmente não vê reduzir”, disse Hugo Pacheco, um dos organizadores do ato.

Durante a manifestação serão recolhidas assinaturas para fazer uma ação no Ministério Público Federal, cobrando investigação a respeito de um suposto cartel existente nas cidades. De Petrolina o grupo seguirá a Juazeiro. “As pessoas estão se mobilizando para fazer o melhor para si”, destacou Hugo.

A concentração para o ato está marcada para 15h, na Orla de Petrolina. Por ser um ato promovido nas redes sociais os organizadores ainda não têm uma estimativa de quantas pessoas devem participar do ato. Na quarta-feira (27) o preço do combustível será discutido também na Câmara de Vereadores de Petrolina, às 9h.

Postos de combustíveis de Petrolina não exibem preço da gasolina e leitor fica na bronca

(Foto: Luís Henrique/Arquivo Pessoal)

O leitor Luís Henrique, morador de Petrolina entrou em contato com o Blog Waldiney Passos para fazer uma reclamação. No domingo (29) ele abasteceu em um posto de combustível localizado no bairro José e Maria, mas o estabelecimento não havia fixado visivelmente aos consumidores o valor da gasolina.

Segundo Luís, a placa foi retirada há 10 dias com a justificativa da parte do estabelecimento que uma nova seria colocada no local. Mas até ontem não existia nenhum tipo de informativo com o preço da gasolina, que está na faixa de R$ 4,64.

“Perguntei a um frentista por que foi que eles retiraram o valor visível ele disse que foi por que devido ter o reajuste do valor o posto mandou fazer outros impressão de número, só que já tem mais ou menos 15 dias que os postos estão sem a valor visível”, disse à nossa produção.

LEIA MAIS

Juazeiro: consumidor deve acionar Procon para registrar denúncias durante crise do combustível

Depois de 10 dias o desabastecimento de combustível, alimentos e gás de cozinha começa a ser normalizado na região. Mesmo diante desse novo cenário, o Procon de Juazeiro orienta aos consumidores que fiquem atentos aos preços cobrados em estabelecimentos comerciais.

Ao longo da semana o Blog Waldiney Passos recebeu denúncias relacionadas ao valor acima do normal cobrado no gás de cozinha e em alimentos. O Procon alega que os comerciantes não podem elevar o preço dos produtos e isso configura cobrança abusiva.

LEIA TAMBÉM:

Mototaxista denuncia adulteração de gasolina em postos de Juazeiro; no vídeo ele mostra que misturaram água no combustível

Consumidora denuncia preço abusivo cobrado por bandeja de ovos em supermercado de Petrolina

Com falta de gás de cozinha, internautas utilizam redes sociais para comercializar produto à R$ 180

LEIA MAIS

Greve dos caminhoneiros: nova manifestação de apoio pode afetar trânsito na Ponte

Após a manifestação realizada na manhã da segunda-feira (28) em apoio a greve dos motoristas e pedidos de intervenção militar, a população de Juazeiro e Petrolina está se mobilizando novamente pelas redes sociais, com o objetivo de um novo ato na tarde de hoje (29).

Marcado para 16h30, a concentração em Petrolina será em frente à Igreja Catedral e em Juazeiro, no Paço Municipal. Os grupos seguirão até a Ponte Presidente Dutra e devem interditar o fluxo de veículos no final da tarde.

LEIA TAMBÉM:

Manifestantes do Movimento vem pra Rua fazem protesto em Petrolina e fecham a ponte presidente Dutra

Ontem os manifestantes seguiram de Petrolina até Juazeiro e bloquearam a Ponte, depois seguiram de volta à Petrolina onde caminharam até o Exército, reivindicando a intervenção dos militares. Durante todo o trajeto o grupo teve apoio da população e não houve incidentes.

A organização do ato dessa tarde afirma no cartaz de divulgação que o movimento é de apoio aos caminhoneiros que estão em greve pelo nono dia consecutivo, protestando contra o preço do diesel.

Ônibus de Juazeiro passam a funcionar com novo horário

A greve dos caminhoneiros entrou no oitavo dia e em Juazeiro a Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) anunciou uma nova alteração no horário do transporte coletivo na cidade. A partir de hoje (28) os ônibus passarão a circular com o horário utilizado aos domingos e feriados.

Outra mudança é a redução no número de veículos circulando no município. As duas medidas continuarão até a distribuição dos combustíveis ser normalizada. No domingo (27) a equipe do Blog acompanhou a procura nos postos de Juazeiro e hoje praticamente já não há mais álcool, diesel e gasolina disponíveis nas bombas.

Confira a seguir as mudanças anunciadas pela CSTT:

Alteração no Transporte Público de Juazeiro

Uauá: grupo de universitários interdita BR-235 m apoio à greve dos caminhoneiros

(Foto: Reprodução/Internet)

Desde às 14h estudantes universitários de Uauá interditaram a BR-235 em Uauá, bloqueando a ligação com Juazeiro. Segundo o grupo, a manifestação é para mostrar apoio aos caminhoneiros que estão em greve desde a última segunda-feira (21).

Em conversa com o Blog Waldiney Passos, os universitários afirmam que a iniciativa partiu de um pequeno grupo e ganhou apoio rapidamente. Com mais de três horas de manifestação eles estimam a participação de 200 pessoas na rodovia federal e não há previsão de o grupo se retirar do local.

Já os universitários de Juazeiro e Petrolina estão organizando para esta terça-feira (29) um grande ato, também em apoio aos grevistas. A concentração acontecerá às 16h30, na Prefeitura de Juazeiro e na Catedral de Petrolina.

TJ-PE concede liminar que garante aos veículos da Prefeitura de Petrolina a abastecerem na Base da Petrobrás em Juazeiro

(Foto: Divulgação)

Uma decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE) publicada na segunda-feira (28) determinou ao Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado da Bahia (SINDICAM) que liberem a circulação dos veículos oficiais de Petrolina na Base da Petrobras, localizada no bairro João Paulo II, em Juazeiro.

A liminar concedida pelo TJPE se assemelha a uma decisão tomada pelo Tribunal no domingo (27), em relação ao município de Olinda. Na justificativa o juiz Elder Muniz de Carvalho Souza afirma que a determinação não “deturpa ou inibe os atos da reivindicação social, estando adstrita unicamente, a permitir ao direito de reunião dos manifestantes”.

Apesar de determinar o abastecimento dos veículos da Prefeitura de Petrolina, o juiz lembra ainda que a voz das ruas “são manifestações plenas do espírito democrático”, no entanto, não devem “impedir a livre circulação de veículos”.

Foi solicitado o apoio das polícias militares de Juazeiro e Petrolina, além da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal para o cumprimento da liminar, com a autorização de prisão ao caminhoneiro que apresentar resistência.

Motoristas fazem fila em postos de combustível em Juazeiro e Petrolina, veja as imagens

Uma cena se repetia em alguns postos de Juazeiro e Petrolina na manhã desse domingo (27). Extensas filas de carros e motos esperando para abastecer enquanto ainda há combustível disponível nas bombas.

Em um giro pelas cidades a equipe do Blog Waldiney Passos acompanhou a espera dos motoristas que desde as primeiras horas de hoje correram para os estabelecimentos. Em Juazeiro os dois postos localizados próximo ao Terminal Rodoviário Urbano estão sendo disputados pela população.

Já em Petrolina chegou à nossa Redação um vídeo mostrando a espera em um posto localizado na Avenida Ulisses Guimarães, no bairro Cohab Massangano. Desde ontem a maior parte dos estabelecimentos não dispõe de combustível e estão fechados.

Confira as imagens:

LEIA MAIS

Greve dos caminhoneiros chega ao 7º dia, rodovias no Sertão seguem bloqueadas

(Foto: Internet)

Em seu sétimo dia, a greve dos caminhoneiros contra o preço do combustível permanece com adesão da categoria e da população. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) há bloqueios em vários pontos de Pernambuco.

Segundo a PRF, em todo país até ás 19h do sábado (26), havia 586 pontos fechados devido aos protestos, a maioria de forma parcial, sem impedir a livre circulação. Outros 577 locais já foram liberados no Brasil, informou a polícia.

Em Pernambuco as interdições são parciais e os caminhoneiros estão liberando a passagem de veículos pequenos, ambulâncias, ônibus e caminhões com cargas para hospitais. Até às 11h de ontem, 21 rodovias estavam fechadas.

No Sertão, as seguintes BRs continuam bloqueadas:

BR 232, km 274, Sertânia

BR 316, km 25, em Araripina

BR 316, km 58, Trindade

BR 316, km 80, Ouricuri

BR 316, km 143, Parnamirim

BR 316, km 303, Floresta

BR 407, km 113, Petrolina

BR 428, km 141, Lagoa Grande

Paulo Câmara decreta estado de emergência em Pernambuco

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, decretou estado de emergência no final da tarde dessa sexta-feira (25). A decisão vem no quinto dia de manifestação dos caminhoneiros e tem como objetivo priorizar os serviços de segurança e saúde no estado.

“Vamos intensificar isso nos próximos dias, até a normalização dos serviços. Hoje estou assinando esse decreto de emergência que vão dar condições de agilidade ao estado e aos municípios e envolve situações tributárias e financeiras que vão garantir o Estado a agir com as medidas necessárias para garantir o ir e vir das mercadorias e do combustível”, disse o governador.

O decreto de emergência deve ser publicado no Diário Oficial de amanhã (26) e segundo Câmara, tem como objetivo “dar as condições para que o Estado possa intervir de maneira mais rápida para a normalidade desses serviços”. Segundo Câmara, a polícia já está apoiando o desbloqueio das rodovias em Pernambuco.

Expresso Cidadão de Petrolina não funcionará neste sábado (26), expediente de hoje será encerrado às 19h

Em decorrência da greve dos caminhoneiros, o Expresso Cidadão de Petrolina não terá expediente neste sábado (26). A informação foi confirmada pelo coordenador da unidade localizada no River Shopping. Edmilson Santos ressaltou que a ordem veio do Governo do Estado e até o momento o expediente na próxima semana está mantido.

“Segunda-feira até o momento está tudo ok, até o momento vai funcionar. Amanhã é que nós iremos fechar, amanhã a gente não vai ter esse atendimento, mas as pessoas que agendaram não se preocupem que elas vão ser atendidas”, disse em participação ao vivo no programa Revista da Tarde de hoje (24), na Rádio Jornal.

Ainda segundo Edmilson, o expediente nessa sexta-feira será mais curto, para garantir o retorno em segurança dos servidores. “As pessoas que estão programando para vir as 19h30 não venha porque nós vamos fechar às 19h, nossa preocupação é com os servidores com a questão da volta para casa e amanhã nós não vamos atender”, disse.

Hoje o expediente foi normal na unidade, de acordo com o coordenador. A paralisação dos caminhoneiros entrou no quinto dia e até o momento não há sinalização de encerramento dos protestos nas rodovias federais, apesar de o Governo Federal ter liberado o uso de força nas estradas.

Paulo Câmara convoca reunião para discutir ações do governo de Pernambuco em relação ao protesto dos caminhoneiros

(Foto: Reprodução/Facebook)

Minutos após o presidente Michel Temer autorizar o uso de força para desbloquear as rodovias federais e ter solicitado aos governadores que façam o mesmo, Paulo Câmara publicou uma mensagem em uma rede social, afirmando que novas medidas serão tomadas a fim de reverter a “crise causada pela paralisação dos caminhoneiros”.

De acordo com o governador de Pernambuco, até o final da tarde dessa sexta-feira (25), serão anunciadas as medidas do estado. “Voltei a comandar reunião com a nossa equipe para avaliar o impacto do quinto dia da paralisação nacional dos caminhoneiros. Reafirmo o meu compromisso em fazer o que for possível para manter a ordem pública e os serviços essenciais de Saúde, Segurança e Transporte Público“, escreveu Câmara.

Na manhã de hoje o governador anunciou um plano de emergência, priorizando serviços básicos na saúde e segurança pública. Ainda não se sabe se Paulo Câmara autorizará o uso de força para desbloquear as rodovias federais no estado. “Continuo acreditando que as partes envolvidas vão encontrar uma solução para esse impasse, e que a rotina do povo brasileiro voltará à sua normalidade”, disse.

Equipe da TV Grande Rio é hostilizada por grupo de manifestantes na BR-407

(Foto: Reprodução/Google Maps)

Uma equipe de jornalismo da TV Grande Rio, filiada a TV Globo foi hostilizada e agredida na BR-407, na manhã dessa sexta-feira (25). Segundo a emissora de Petrolina, seus funcionários seguiam para cobrir a Expoleite, em Afrânio quando pararam próximo ao Projeto Senador Nilo Coelho a fim de registrar a manifestação dos caminhoneiros.

LEIA TAMBÉM:

Motoristas de Vans vão a BR 407, em Petrolina, apoiar caminhoneiros; veja o vídeo

Um grupo de manifestantes teria xingado e ameaçado os profissionais, além de terem vandalizado o veículo da emissora arremessando mangas e desferindo golpes com capacetes.

A equipe precisou sair do local e ainda recebeu ameaças, caso o cinegrafista não apagasse as imagens gravadas no local. No veículo estavam um motorista, um cinegrafista e o jornalista Paulo Ricardo Sobral. Durante o GRTV 1ª edição, foi informado que a emissora está tomando as providências necessárias para garantir a segurança dos profissionais.

12