Negros são chamados de “encardidos, povo meio sujo” em live de Evangélicos

Era uma live na qual participaram os pastores Rodrigo dos Santos e Jéssica Maciel, da Igreja Batista do Calvário, na cidade de Toledo, no noroeste do Paraná. Durante a conversa, Rodrigo contava como conheceu a esposa, em um culto realizado no bairro de Vila Pioneira, que o próprio pastor descreveu como “uma região mais pobre”.
“Na região lá da Pioneira a gente não via loira, como a minha esposa, né? E quando ela veio pro culto, se destacou”, explicou o pastor Rodrigo, em meio a risos da pastora Jéssica.
LEIA MAIS

Negra Li tem site hackeado e é alvo de racismo

negra li

O conteúdo do site foi substituído pela imagem de um macaco e mensagens racistas. O site ficou fora do ar até às 18h, mas por decisão da cantora, foi retirado do ar novamente para análise.

A cantora Negra Li teve o site hackeado nesta segunda-feira (04), com mensagens racistas. Quando se buscava o site dela no Google, aparecia a descrição: “Negra Li você foi hackeada sua macaca (…)”.

negra li 2

Na sua página pessoal, a artista desabafou:

“Já fui vítima de comentários e mensagens racistas na minha página do facebook mas é a primeira vez que tenho o meu site hackeado.
É inacreditável que, em pleno momento em que vivemos, ainda existam pessoas com um pensamento tão limitado, com disposição e energia para promover o ódio e a ignorância.
Tenho muito orgulho da minha trajetória e de tudo que sou e represento, por isso não me abalo e não deixo que situações como essa tirem a minha paz.
Minha posição foi sempre de apagar os comentários, ignorar e seguir em frente sem dar ibope ou rebater esses tipos de críticas.
Peço a Deus que um dia essas pessoas possam enxergar o mal que fazem a si próprios e ao mundo e sejam capazes de mudar suas atitudes.” 

O conteúdo do site foi substituído pela imagem de um macaco e mensagens racistas. O site ficou fora do ar até às 18h, mas por decisão da cantora, foi retirado do ar novamente para análise.

A cantora é mais uma celebridade vítima de racismo, assim como a jornalista Maju e as atrizes Taís Araújo e Cris Viana.