Golpe: Prodecon de Petrolina alerta consumidores sobre falsos perfis de lojas nas redes sociais

(Foto: Internet)

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) decidiu emitir um alerta para a população petrolinense sobre um novo modelo de golpe que tem se espalhado pelas redes sociais.

Segundo o Prodecon, tem sido comum o anúncio em falsos perfis de lojas que anunciam promoções imperdíveis, que às vezes oferecem desconto de mais de 50%.

Ainda de acordo com o órgão, os golpes ficam ainda mais fáceis pelo fato dos pagamentos serem feitos por boletos ou transferência, e o consumidor não ter em mãos os endereços do vendedor.

LEIA MAIS

Após denúncias de aumento abusivo, Prodecon fiscaliza lojas de material de construção de Petrolina

Fiscalização ocorre após alta nos preços durante a pandemia (Foto: Ascom PMP)

As equipes do Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) estão apertando o cerco em relação ao preço dos materiais de construção em Petrolina. Vários consumidores acionaram o órgão, chamando atenção para a alta durante a pandemia.

A principal reclamação é quanto aos tijolos. O Prodecon está percorrendo a cidade averiguando os valores para determinar se houve aumento abusivo nos últimos meses. O trabalho conta com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh) da cidade.

“As fiscalizações tiveram início na última semana e mostraram que o milheiro do tijolo que custava entre R$ 400 e R$ 450 antes da pandemia, agora se encontra na faixa de R$ 650 em algumas lojas de material de construção“, explica a Prefeitura.

Em resposta ao órgão os empresários do setor alegam que a elevação no preço à relativa escassez da mercadoria nas fábricas de tijolos. Os estabelecimentos notificados na fiscalização terão 10 dias para apresentar as notas de compra e venda do material. Caso comprovado o aumento abusivo, eles poderão ser punidos.

Após denúncia, Prodecon e Vigilância Sanitária fiscalizam venda de carnes em supermercados de Petrolina  

(Foto: Ascom/PMP)

Uma denúncia protocolada junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), levou fiscais  do Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) e da Vigilância Sanitária de Petrolina a Supermercados de Petrolina nesta quinta-feira (23), para verificar o cumprimento de normas de manipulação na venda de carnes.

As informações davam conta de um suposto desrespeito às normas de manipulação de alimentos em um supermercado da região central da cidade.

Durante a fiscalização, fiscais da Vigilância Sanitária analisaram pontos como conservação, manipulação, além da presença de selos de inspeção nas carnes comercializadas. Para garantir a segurança alimentar dos consumidores petrolinenses, os órgãos ligados à Prefeitura de Petrolina também observaram o uso de máscaras pelos profissionais que trabalham diretamente na manipulação dos alimentos.

O Prodecon também verificou as datas de validade dos produtos, mas não foram detectados desrespeitos ao Código de Defesa do Consumidor. Já a Vigilância Sanitária emitiu apenas algumas recomendações aos estabelecimentos para o ajuste de práticas de conservação ou manipulação de carnes.

Denúncias:

Recentemente, o Prodecon de Petrolina lançou um  novo canal de defesa dos direitos dos consumidores que já está funcionando, exclusivamente, por meio de mensagens de WhatsApp de segunda a sexta das 8h às 12h através do número 3861-3066.

Os consumidores podem utilizar o serviço sempre que identificarem alguma irregularidade ou quando se sentirem prejudicados em relação ao Direito do Consumidor.  Após o recebimento da denúncia, o Prodecon fará o monitoramento, inclusive enviando – quando necessário – uma equipe de fiscalização para averiguar cada situação.

Bradesco de Petrolina é notificado por se recusar a receber boletos de outras instituições

(Foto: Ascom/PMP)

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon), notificou nesta quinta-feira (4) três agências bancárias do Bradesco de Petrolina por irregularidades no atendimento aos clientes.

Segundo denúncias feitas ao Prodecon, a agência estaria limitando o atendimento na “boca do caixa” e determinando que pagamentos de boletos de outras agências fossem feitos apenas nos terminais eletrônicos.

LEIA MAIS

Postos de combustíveis de Petrolina recebem fiscalização sobre repasse de descontos aos consumidores

(Foto: Ascom/PMP)

Por determinação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) de Petrolina, realizou nesta quinta-feira (4) uma fiscalização nos postos de combustíveis da cidade.

A operação foi autorizada após denúncias de consumidores acerca do não repasse do desconto concedido recentemente pela Petrobras. O corte nos preços se deu em um momento em que as cotações do petróleo registraram queda com o avanço do surto do coronavírus e a desaceleração da economia.

LEIA MAIS

Prodecon aciona escolas e busca acordo sobre desconto de mensalidades durante pandemia

(Foto: ASCOM)

Diante das medidas restritivas que impedem a manutenção das aulas, muitos pais de Petrolina seguem com dúvidas acerca do pagamento das mensalidades escolares. Para buscar um acordo junto às escolas, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) convocou alguns donos de escolas nessa quinta-feira (7) com o objetivo de discutir sobre possíveis descontos nas mensalidades.

Recentemente, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) tentou uma negociação com o sindicato dos donos de escolas particulares, contudo, o órgão não conseguiu que o sindicato se comprometesse a reduzir os valores.

Com isso, o MPPE recomendou que as escolas façam propostas de revisão contratual com planilha de custos e relatório de despesas para viabilizar acordos de diminuição das mensalidades baseado no que foi economizado pela unidade de ensino.

LEIA MAIS

Helder Gomes assume direção do Prodecon de Petrolina

Miguel Coelho e Helder José (Foto: Ascom/PMP)

O gestor de projetos, Helder José Gomes, foi empossado nesta quarta-feira (18) como novo diretor do Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) de Petrolina (PE).

O servidor público tem vasta experiência no serviço social e assessoramento atuando há mais de 30 anos como analista e gerente do Sebrae nas unidades de Petrolina e Araripina (PE). Helder, que também é coordenador da equipe de elaboração do Roteiro de Enoturismo no Vale do São Francisco ressalta que seu maior desafio será ampliar as ações educativas voltadas aos consumidores.

LEIA MAIS

Prodecon autua seis estabelecimentos de Petrolina por possível reajuste abusivo no preço de álcool gel e máscaras

(Foto: Ascom/PMP)

Diante da pandemia do novo coronavírus, tem sido grande a procura por produtos relacionados à prevenção, como álcool gel e máscaras. Por isso, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) autuou nesta terça-feira (17), seis estabelecimentos comerciais de Petrolina (PE) para verificar o possível aumento abusivo dos valores destes produtos.

As denúncias têm aumentado gradativamente, principalmente, após o aumento de casos suspeitos na cidade. No entanto, o Prodecon esclarece que de acordo com o Código de Defesa do Consumidor é caracterizado como prática abusiva elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços e obter vantagem desproporcional.

LEIA MAIS

Prodecon notifica e salas de cinema em Petrolina passam a ter cadeiras numeradas

Uma das queixas mais frequentes no cinema de Petrolina chegou até o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon), que notificou a empresa responsável por operar o cinema da cidade. Na determinação do Prodecon, a rede Orient Cinemas deve numerar as cadeiras das salas, permitindo mais comodidade ao consumidor.

Dessa forma o cinéfilo saberá no momento da compra onde sentará, evitando transtornos durante a exibição dos filmes. Assessora jurídica do Prodecon, Valdene Pedone explicou que a decisão foi tomada tendo por base o Código Estadual de Defesa do Consumidor.

“Essa ação, inclusive, foi resultado da observação do consumidor em reclamar e buscar seus direitos, por isso, que sempre reforçamos a importância das pessoas nos acionarem sempre que necessário“, disse. Ainda segundo o Prodecon, a demanda já foi atendida pela empresa – notificada no começo do ano.

Quem tiver alguma queixa contra algum estabelecimento ou órgão deve procurar o órgão localizado no Centro de Convenções ou pode tirar dúvidas pelo número: (87) 3861-3066.

Confira as dicas do Prodecon Petrolina que vão te ajudar durante compra do material escolar

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O período ainda é de férias, mas muitos pais já iniciaram a procura pelo material escolar da garotada. E para ajudar o consumidor de Petrolina, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) repassou algumas dicas para evitar que os consumidores tenham seus direitos desrespeitados.

“Os órgãos de defesa do consumidor orientam que os pais comprem apenas itens que sejam usados, exclusivamente, pelos alunos. Ou seja, os pais ou responsáveis não devem efetivar compra de materiais de uso coletivo. O ideal também é que as instituições de ensino apresentem junto à lista de material escolar o plano pedagógico para justificar o motivo daquela solicitação”, explica a a assessora jurídica do Prodecon, Valdene Pedone.

Outra orientação importante é sobre a compra de agendas escolares padronizadas com o calendário de atividades da escola. De acordo com o Prodecon, a compra desse produto deve ser opcional, e os pais ou responsáveis podem solicitar o calendário de atividades por outros meios.

LEIA MAIS

Após 60 bairros de Petrolina ficarem sem água, Compesa é notificada pelo Prodecon 

(Foto: Ascom/PMP)

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) notificou na manhã desta quinta-feira (26), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) devido ao registro da interrupção de abastecimento de água em quase 60 bairros de Petrolina, sem comunicação prévia.

LEIA TAMBÉM

Curto-circuito causou falta de água em Petrolina nesta quarta, segundo Compesa

“Essa é uma situação que vem se repetindo com frequência no município, porém, desta vez, a situação foi muito crítica, além do período de dois dias e a quantidade de bairros sem o abastecimento, muitos petrolinenses foram prejudicados em suas tradicionais comemorações de Natal e isso é uma falta de respeito com os consumidores”, ressaltou Dhiego Serra, Diretor Presidente do Prodecon.

LEIA MAIS

Prodecon orienta consumidores sobre compras no Black Friday em Petrolina

Prodecon já deu início a fiscalizações em Petrolina.

Com a aproximação do Black Friday em todo o Brasil, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) decidiu fazer alertas para que os consumidores evitem enganações. Por exemplo, é importante que os preços dos produtos sejam pesquisados desde agora, para que seja verificado se realmente houve redução de preço.

“O consumidor deve ter muita atenção aos detalhes das ofertas. Uma fraude muito comum neste período é de aumentar o valor alguns dias antes e no dia da campanha promocional baixar o valor para justificar um grande desconto que na verdade não existe”, disse o diretor presidente do órgão ligado à prefeitura, Dhiego Serra.

LEIA TAMBÉM

Petrolina deve movimentar mais de R$ 4 milhões na Black Friday este ano

Quem realiza compras online devem ficar atento a site clonados, que ficam idênticos aos das lojas oficiais. Neste caso, os fraudadores podem capturar os dados do cartão de crédito, e outros dados para realizar falsas compras

LEIA MAIS

Feirão de Renegociação de Dívidas começa nesta quarta, em Petrolina

De amanhã a sexta-feira (20 a 22) o Centro de Convenções de Petrolina sediará o Feirão de Renegociação de Dívidas. O evento, realizado pela Prefeitura com apoio de outras oito instituições. Durante esses três dias, a população que tem algum débito em bancos ou empresas de energia, por exemplo, tem uma ótima oportunidade para se resolver com as instituições.

Para negociar os débitos basta o petrolinense levar documentação pessoal: RG, CPF e comprovante de residência. Se tiver o informativo de dívida, o Prodecon orienta que também apresente o documento. No Feirão estão confirmadas a presença dos bancos Santander, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco, Sicoob, Sicredi, além da Celpe, Agência Municipal do Empreendedor (AGE), CDL e Sindilojas.

O Feirão acontece das 9h às 20h, em parceria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), em parceria com o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) de Petrolina.

Dia das Crianças: Prodecon dá dicas para compras seguras em Petrolina

Comércio na Rua Dom Vital. (Foto: ASCOM/ Prefeitura de Petrolina)

Para livrar os consumidores petrolinenses das dores de cabeça com as compras do Dia das Crianças, celebrado no próximo sábado (12), o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) dá algumas dicas importantes para a hora das compras.

A primeira dica é fazer um planejamento sobre o que comprar e quanto gastar para não comprometer o orçamento mensal. Segundo o diretor presidente do órgão, vinculado à prefeitura, Dhiego Serra, alguns consumidores acabam se envolvendo com o clima atrativo das lojas e ultrapassam o valor estimado para gastos o que pode ocasionar novas dívidas.

“É muito importante que as pessoas não comprem por impulso, é sempre bom pesquisar e procurar adquirir o produto dentro do seu orçamento e assim evitar se endividar. Muitas dívidas de cartão de crédito e negativação do nome do cliente, por exemplo, decorrem de períodos festivos nos quais o consumidor se empolga com as facilidades e depois acaba não conseguindo quitar o débito o que se transforma numa bola de neve”, destaca.

LEIA MAIS

Prodecon participa de audiência pública e apresenta relatórios sobre ‘Lei das Filas’ em Petrolina

Com o objetivo de debater as regras sobre o tempo máximo de atendimento nas agências bancárias, o diretor do Prodecon de Petrolina, Dhiego Serra, participou nesta quarta-feira (11) de uma audiência pública na Câmara Municipal onde apresentou relatórios da atual situação dos bancos na cidade.

Em sua fala, Serra lembrou que, numa ação inédita, o órgão ligado à prefeitura realizou uma fiscalização às entidades bancárias para avaliar possíveis irregularidades em relação ao tempo de espera nas filas, existência de exemplar do Código de Defesa do Consumidor em local de fácil acesso, além do funcionamento dos caixas eletrônicos e “venda casada” de serviços.

O trabalho do Prodecon é de acompanhar as reclamações dos consumidores e garantir que nenhum direito seja desrespeitado. Temos um ótimo histórico de demandas atendidas aqui em Petrolina e esse encontro é mais uma oportunidade de demonstrar a importância dos órgãos de defesa“, disse.

Durante a audiência, Serra também apresentou um relatório detalhado das irregularidades detectadas em Petrolina pelo Prodecon como: desrespeito ao tempo de espera em fila; ausência de banheiros para clientes, mau funcionamento de caixas eletrônicos e ausência de funcionários nos guichês dos caixas. O encontro proposto pelo vereador, Ronaldo Cancão, também contou com a presença de representantes das agências bancárias da cidade que apontaram possíveis melhorias nos serviços bancários.

Reclamações

Qualquer cliente que se sentir prejudicado pelo atendimento bancário na cidade deve fazer reclamação junto ao Prodecon que funciona no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho das 8h às 12h. Para formalizar a reclamação, é preciso apresentar cópia de RG, CPF, comprovante de residência, além da senha recebida no banco.  Outras informações através do número: 3861-3066.

12